INTUIÇÃO | Blog de Gilberto Antunes Godoi

busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
>>> Editora PAULUS apresenta 2ª ed. de 'Psicologia Profunda e Nova Ética', de Erich Neumann
>>> 1ª Mostra e Seminário A Arte da Coreografia de 17 a 20 de junho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Daslusp
>>> A essência de Aldous Huxley
>>> 80 anos de Alfredo Zitarrosa
>>> Dize-me com quem andas e eu te direi quem és
>>> 7 de Setembro
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Retrato de corpo inteiro de um tirano comum
>>> Você é rico?
>>> Podcasters do mundo, uni-vos!
Mais Recentes
>>> Free Riders de Luiz H. Rose; Maiza Fatureto; Tereza Sekiya pela Cambridge (2008)
>>> Difícil Decisão de Juciara Rodrigues pela Atual (1996)
>>> A História Vazia da Garrafa Vazia de Jonas Ribeiro pela Do Brasil (2004)
>>> A Cadelinha Lambada de Márcia Glória Rodriguez pela Icone (1997)
>>> Pra Você Eu Conto de Moacyr Scliar pela Atual (1998)
>>> Meio Circulante de Edison Rodrigues Filho; Walter Vasconcelos pela Melhoramentos (2012)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> A Dieta dos 17 Dias de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> Atitude Vencedora de John Maxwell pela Cpad (2004)
>>> Os Adolescentes e o Sexo de Mary Kehle pela Mundo Cristão (1989)
>>> Sonhos Mais Que Possíveis de Odir Cunha pela Planeta do Brasil (2008)
>>> 101 Idéias Criativas para o Culto Doméstico de David J. Merkh pela Hagnos (2002)
>>> A Droga da Obediência: a Primeira Aventura dos Karas! de Pedro Bandeira pela Moderna (2003)
>>> Cinco Minutos / a Viuvinha de José de Alencar pela Atica (1995)
>>> O Homem do Bone Cinzento e Outros Contos de Murilo Rubião pela Companhia das Letras (2007)
>>> Sabor de Vitória de Fernando Vaz; Jean; Cris pela Saraiva Didáticos (2010)
>>> A Autêntica Cozinha Vegetariana de Rose Elliot pela Manole
>>> Pássaros Feridos de Collen Mc Cullough pela Circulo do Livro
>>> Setembro de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasil
>>> Campanhas Inesquecíveis - Propaganda Que Fez História no Brasil de Meio & Mensagem pela Meio & Mensagem
>>> História da Civilização de Will e Ariel Durant pela Companhia Editorial Nacional
>>> Vetor de Robin Cook pela Record
>>> Os Maias de Eça de Queiros pela L&pm
>>> Abc de las Naciones Unidas de Naciones Unidas pela Naciones Unidas
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 12/5/2015
INTUIÇÃO
Gilberto Antunes Godoi

+ de 1100 Acessos

Intuição frequentemente se ouve falar nela.O novelista Gilberto Braga disse a mais de 30 anos que era mais intuitivo que um racional.A mesma declaração a menos tempo do ator prestigiado em Hollywood Morgan Freeman que fez no cinema Nelson Mandela.Ela existe realmente?OU é só um daqueles pressupostos de dons do ser humano?Como somos bastante espirituais,ou uma natureza emocional, é como fosse um atributo digamos sagrado.Com uma sensação de ser crendice ou superstição remanescente do homem primitivo pouco ou nada ver com a Idade da Razão.O homem Sapiens,o grandioso racional dos tempos modernos.Se diz que as mulheres são mais intuitivas que os homens.Que algumas vezes mo mumdo dos negócios um homem acha absurdo quando numa reunião a colega executiva na sua frente na mesa quer tomar uma decisão porque está tendo um intuição...Intuição não teria uma explicação cientifica ou racional!Como fosse um um sexto sentido...simplesmente se aceita.Como consiste de fatores subjetivos vem a dúvida e nada de consenso.E precisando talvez de crença.Aí complica mesmo...somos um emaranhado de sentimentos,misturado...e quando passamos por um conflito ou problemas,frustrações, aí fica confuso por excelência.E dependendo da maior vulnerabilidade de cada um ou sensibilidade para muitas emocionadas dizerem que estavam sentindo...que algo ia acontecer ou tiveram um aviso... Intuição sempre pareceu que para mim nunca funcionou.E, que ficar pensando nisso poderia perder o tempo de fazer coisas e beirar a alienação.Em junho de 2014 estava com o computador ligado, conectado na internet,fui fui até o mercado próximo da minha uns 2 minutos.Ao me ausentar deixei a porta da frente aberta achando que não teria problema.ao voltar que susto!O meu Notebook havia sido roubado por um ladrão oportunista naquele momento que eu tinha saído.Não é preciso dizer...como me senti...Entretanto,me veio uma sensação que tudo estava sob controle,nada tinha se alterado,e tudo ia ficar bem apesar do contratempo ou apenas um pequeno contratempo...Aquele revez devia ser ignorado e tudo voltaria ao normal como que por encanto...senti tudo isso, mas não fui nada receptivo,afinal estava muito grandinho,para prestar atenção a algo tão frontal à lógica e ao racional.Dar sentido aqueles sentimentos fortes era inútil, como uma regressão à minha maneira adulta de encarar a realidade,decaindo para fantasias infantis.E, no mesmo dia tive reforço e confirmação do que eu pensava da situação.Não quero te desiludir mas teu computador você não recupera nunca mais..me diziam as pessoas que conversei.Eu concordava.No momento do boletim de ocorrência a escrivã muito simpática me preveniu que era muito dificil eu reaver o aparelho.E me perguntou se era locutor?Por quê? Perguntei com um sorriso.Pela sua voz,disse ela.Respondi que sim.Ah,acrescentei que também sou escritor, romancista,a principio não de romances policiais(Riso).Na rua algum tempo depois, pensei que aquela observação da escrivã seria a única satisfação do dia. Três dias depois,comentei com uma amiga numa rua próxima a minha casa que tinha sido lesado pelo roubo do meu computador. _O que foi que você disse?_Perguntou ela com curiosidade. _Que roubaram da minha casa um notebook quando ausentei por pouco tempo. _Quando foi?_Perguntou bem interessada _No último dia 10_disse, eu _Quanto tempo faz?_insistia em perguntas para certificar se da data. _Dia 10, terça-feira, faz três dias, hoje._Exclareci. _Já sei onde está teu computador,_declarou ela me deixando surpreso. Pegou o celular e fez uma ligação. _Sabe de quem é aquele computador de suspeita de roubo?_Falando com uma pessoa no outro lado da linha. E, continuou: _É do nosso amigo Gilberto_falava com a filha dela. Depois de desligar o celular me exclareceu: _Eu conversei com minha filha que trabalha numa loja aqui perto.Ela tinha dito a três dias atrás que um ladrãzinho da área passava na frente da loja onde ela é vendedora, e dono do estabelecimento desconfiou,encarou o ladrão e arrancou o Notebook por achar que tinha feito mais um roubo. E, me orientou para buscá-lo no local.Em resumo voltou o meu notebook.Este texto estou escrevendo nele. Confesso que no meio do contentamento,estava inusitadamente perplexo...Pois,dentro do meu ceticismo,do qual pensava estar livre de algumas inconsistências,para ser mais exato as baboseiras,usadas por espertos da autoajuda e talvez apenas um vestigio do tempo em que o homem na sua evolução não distinguia a lógica da magia.Suplantado pela Revolução Cientifica, e os ventos libertadores do Iluministas com o Racionalismo.E, a agora essa experiência?Mesmo sem provas incontestáveis ou testes de laboratório.Mas uma experiência subjetiva, intensa e significativa...embora a ausêncoa de tangibilidade para externamente demonstrar.Me senti semelhante a Eistein,quando a sua descoberta parecia que tinha perdido o chão sob seus pés?Antes de mais nada, sendo forçado a rever critérios que eram como da minha puberdade intelectual.Uma desarrumação em conceitos.Ou uma desconstrução para usar clichês(Risos).Perturbador realmente! A intuição tem sentido?Algumas explicações dizem que o homem moderno se desligou tanto dos seus instintos naturais,como o avanço técnológico lhe tantos recursos e suporte que algo referente aos seus alertas ou voz de dentro um dos signicados da intuição foram de tal maneira destreinados que qualquer eventual tentativa soa como uma incoerência incabivel e absurda.Temos os exemplos do Tsunâme ocorrido na Ásia em dezembro de 2004.Nenhum animal morreu,exceto os que estavam amarrados.Um tempo antes das águas do oceano chegar ao continente os animais correram para distâncias mais seguras.Houve um caso relatado que um número de cavalos corriam em disparadas e os homens que viram resolver fazer o mesmo.E assim escaparam estar na estatisca de 300 mil mortos do catrástrófico terremoto.Antes de um panfleto distrbuído por aí convidando para descobrirem seus poderes ocultos,dá para dizer que algo existe...Como identificá-los?Como acontecem?Em que ocasiões essas in-tui-ções nos visitam?Como podemos usar para nosso bem ou projetos?Como não confundir intuição como medos derivados do stress como um aviso importante.Não misturar fobia,pânico, ansiedade com intuição?Vira um filme de comédia como do ator Nielsen(Risos).Ah, e não achar simplesmente que é uma intuição não gostar de uma pessoa,que elaé falsa ou perigosa,pressupondo que é um alerta, quando na realidade não passa de um puro condicionamento nosso, como não passando de um preconceito...

Postado por Gilberto Antunes Godoi
Em 12/5/2015 às 22h25


Mais Blog de Gilberto Antunes Godoi
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Comics Starwars - Clássicos 1
Roy Thomas e Outros
Planeta Deagostini
(2015)



Leão de Chácara
João Antônio
Civilização Brasileira
(2002)



As Alegres Comadres de Windsor Medida por Medida o Sonho de U
William Shakespeare, Ivo Barroso (tradutor)
Abril Cultural
(1981)



La V Republique - 30 Ans
Pouvoirs, Nº 49 de 1989
Puf
(1989)



Communication Progressive Du Francais des Affaires: Corriges
Jean Luc Penfornis
French and European
(2013)



Cinco Aulas e Finanças e Política Fiscal
Aliomar Baleeiro
Jose Bushatsky
(1975)



Estilhaços
Eduardo Wotzik
Autor (rj)
(2011)



Iso 9000 Passaporte para a Qualidade
Heitor R. de Carvalho
Campus
(1996)



Os Limites da Legalidade Tributária no Estado Democrático De
Alberto Nogueira
Renovar (rj)
(1996)



Conocimientos Basicos para El Estudio de los Cuidados Esteticos
Humbert Pierantoni
Les Nouvelles Esthetiques





busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês