O cérebro criativo | Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues

busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Experiência Quase Morte é o tema do Canal Angelini
>>> 20 anos de Bicho de Sete Cabeças: Laís Bodanzky, Rodrigo Santoro e Gullane se reúnem em bate-papo
>>> Arquivivências: literatura e pandemia
>>> Festival Mia Cara promove concurso culinário “Receitas da Nonna”
>>> Joelmir Beting – O jornalista de economia mais influente da história do Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 20 de Dezembro #digestivo10anos
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas Obsoletas sobre os Protestos
>>> Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais?
>>> Pode guerrear no meu território
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre
>>> House, 6ª Temporada
Mais Recentes
>>> A Simbólica do Mal de Paul Ricoeur pela Edicoes 70 Brasil (2013)
>>> Um dia de chuva de Eça de Queiroz pela Cosac Naify (2011)
>>> Poesia de Pier Paolo Pasolini de Pier Paolo Pasolini; Alfonso Berardinelli pela Cosac & Naify (2015)
>>> Sos Truques Do Lar de Jeanne Margareth pela Ediouro (2008)
>>> O Olho Imóvel pela Força da Harmonia de William Wordsworth pela Ateliê Editorial (2008)
>>> Treasury of Humor de Isaac Asimov pela Houghton Mifflin (1991)
>>> Narrativa de A. Gordon Pym de Edgar Allan Poe pela Cosac & Naify (2002)
>>> Harmonia de Arnold Schoenberg pela Unesp (2011)
>>> Coleção zodíaco completa 1973 de Derek e Julia Parker pela Bloch (1973)
>>> Nano: Poética de um Mundo Novo de Victoria Vesna e James Gimzewski pela F.A.A.P (2008)
>>> Mikroprocessadores e Microcomputadores de Hans Peter Blomeyer Bartenstein pela Siemens
>>> Memórias de Humberto de Campos pela José Olympio (1935)
>>> Manual del Constructor de Máquina - Tomo 2 de H. Dubbel pela Labor (1960)
>>> Manual del Constructor de Máquina - Tomo 1 de H. Dubbel pela Labor (1960)
>>> Literatura: Textos & Técnicas de João Domingues Maia pela Ática (1995)
>>> Léquipage de Joseph Kessel pela Gallimard (1969)
>>> Leonardo de Lisa Degnen pela Manole (1998)
>>> Legislação Penal Especial - Volume 2 de André de Carvalho Ramos e Outros pela Premier Máxima (2008)
>>> Interesses Difusos e Coletivos - Caderno de Apoio 3º e 4º Módulos de Escola Superior do Ministério Público de São Paulo pela Espm
>>> Instalações Domiciliares de Celso Cardão pela Arquitetura e Engenharia (1963)
>>> Inside 3d Studio Max 3: Modeling, Materials, and Rendering de Ted Boardman e Jeremy Hubbell pela New RIders
>>> Home Remedies What Works de Gale Maleskey e Brian Kaufman pela Rodale Press (1995)
>>> Financial Management - Theory and Practice de Eugene F. Brigham e Louis C. Gapenski pela The Dryden Press (1997)
>>> Exame da Ordem de Rahal e Chiarella e Dias pela Quartier Latin (2004)
>>> Educação Sexual - Perguntas e Respostas de Deborah P. Matthews pela Eko (1992)
BLOGS >>> Posts

Domingo, 16/8/2015
O cérebro criativo
Sonia Regina Rocha Rodrigues

+ de 1000 Acessos

sinopse do livro Mentes Inquietas - de Ana Beatriz Barbosa Silva

Em minha opinião, a mais fantástica constatação que a tecnologia do século XX permitiu aos médicos foi a certeza de que os cérebros são diferentes.
O estômago de todos mundo digere, os pulmões respiram, já quantos aos cérebros, cada um faz o que pode.
O cérebro "padrão" seleciona cerca de sete estímulos por vez, entre as centenas de imagens, sons e percepções recebidas, para compor o pensamento.
Esta seleção de sete estímulos torna as pessoas comuns objetivas e previsíveis.
No entanto, dez por cento da população é genéticamente premiada com um cérebro diferente, sem a capacidade de filtrar as informações recebidas. Estas pessoas têm a atenção direcionada a centenas de estímulos simultaneamente; são hiperreativas, impulsivas e distraídas, para começar a conversa. O cérebro DDA - distúrbio da atenção - já recebeu vários rótulos: deficiência cerebral mínima, crise hipercinética, ausência de controle moral e outros.
Quando criança, o indivíduo DDA troca letras, derruba coisas, acha a escola um tédio, é desorganizado e ouve mais "não pode" e críticas do que seus colegas. Estas pessoas crescem com a sensação de serem indesejadas e incompreendidas.
O cérebro DDA só se concentra quando a atenção é captada, ele necessita de jogos, músicas e elogios em penca. Uma vez captada a atenção surge outra característica notável: o hiperfoco, uma concentração concentrada.
Um notável cérebro DDA, Eisntein, péssimo aluno,focou vinte anos a questão do que acontece com os objetos à velocidade da luz. Outro sonhador, Gran Bell, levou anos para resolver como falar com alguém do outro lado do planeta. E que dizer do maluco que resolveu domesticar a eletricidade, a mortal energia dos raios? Convenhamos, as pessoas sensatas não se ocupam com estas tolices. Sorte da humanidade que haja cérebros DDA, pobres sofredores incompreendidos! Para eles, o mundo comum é tão pobre...
Quando amam, é tudo ou nada. Há um excesso de emoção e a tendência de idealizar o objeto amado. Verdade é que alguns DDA se apaixonam por suas carreiras ou pela ciência. Artistas são DDA que sublimam a emoção em músicas, romances, poesias...
De Fernando Pessoa, cuja vida e obra encaixam-se no conceito de DDA, deixo a palavra com a psiquiatra Ana Beatriz da Silva, autora do livro Mentes Inquietas:

Fernando Pessoa sinaliza em sua obra traços de uma mente com funcionamento DDA: inquietação, contradição, desorganização, devaneios, hiperconcentração, criatividade, intolerância ao tédio, dificuldades em seguir regras. Criou vários "eus", os famosos heterônimos, para descrever o mundo sob diversos ângulos.

Os desencontros amorosos estão presentes:

"Cobre-me um frio de janeiro/ no junho do meu carinho."

A baixa auto-estima aparece de maneira clara no poema Tabacaria:

"Não sou nada / Nunca serei nada / Não posso querer ser nada / À parte isso/ Tenho em mim todos os sonhos do mundo."

E, certamente, Fernando Pe
ssoa nos fornece a receita do sucesso, nas palavras de Ricardo Reis:
"Para ser grande,sê inteiro/ nada teu exagera ou exclui/ Sê todo em cada coisa/ Põe quanto és no mínimo que fazes/ Assim em cada lago a lua toda brilha, porque alto vive."

Pois é preciso agir ou o DDA corre o risco de passar pela vida anonimamente a observar estrelas, deixando atrás de si um rastro de roupas esparramadas, gavetas abertas e corações partidos.
Einstein escreveu sua teoria da relatividade, publicou -a, fez conferências a respeito e tornou-se um criador. É verdade que a maioria dos mortais não entendeu nada, mas, já que o homem falou tanto, acharam melhor retirá-lo da Alemanha e dar-lhe um prêmio Nobel, por via das dúvidas.
Bem, reconhecimento - em vida - é ótimo!
Este é o desafio do cérebro DDA: ultrapassar a fase do sonhador e tomar atitudes práticas; sair do mundo das idéias e lançar fachos de luz sobre os habitantes da caverna.


Postado por Sonia Regina Rocha Rodrigues
Em 16/8/2015 às 21h18


Mais Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Flash Fora do Ar - Autografado
Amaury Júnior
Elevação
(1999)



Dinossauros. Posteres Gigantes 50 Adevisos
Christiane Gunzi
Gaudí
(2012)



É Preciso Pouco para Ser Feliz!
Giuliano Milan
Novo Seculo
(2010)



Forma Literária e Processo Social: a Representação das Lutas Soci
Revista Terceira Margem Nº 12 (jan-jun 2005)
Univ Federal do Rio de Janeiro
(2005)



Contratos Estudos Sobre a Moderna Teoria Geral
Wellington Pacheco Barros
Do Advogado
(2004)



Anais do I Fórum de D Internacional Perspectivas do D Internacional
Varios
Edgraf
(1998)



Por que elas são (in)fiéis: histórias verdadeiras de mulheres e seus conflitos com a fidelidade
Leneide Duarte-Plon
Ediouro
(2018)



Exploradores do Espaço
Robert Silverberg
Simbolo
(1977)



Memorial de Maria Moura
Rachel de Queiroz
Folha de S. Paulo
(2008)



A Vida e o Sagrado - 6º Ano
Coleção a Vida e o Sagrado
Pax
(2012)





busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês