João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente | Renata de Albuquerque | Digestivo Cultural

busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> AC/DC 1977
>>> As maravilhas do mundo que não terminam
>>> Nem Aos Domingos
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> A firma como ela é
>>> Grandes Pianistas do Século XX
>>> PublishNews entrevista Ana Elisa Ribeiro
>>> Manual prático do ódio
>>> Isn’t it a bliss, don’t you approve
>>> Roberto Carlos:Detalhes em PDF
Mais Recentes
>>> Dominguinhos o Neném de Garanhuns de Antônio Vilela de Souza pela Garanhuns (2014)
>>> Viva a Vagina de Nina Brochman / Ellen Sorkken Dahl pela Pararela (2017)
>>> Grandes Pensadores em Psicologia - 10A de Rom Harré pela Roca (2009)
>>> A Amiga Genial de Elena Ferrante pela Biblioteca Azul/ Globo (2015)
>>> Steve Jobs : a biografia de Walter Isaacson pela Companhia Das Letras (2011)
>>> A Encantadora de Bebês de Tracy Hogg; Melinda Brau pela Manole (2006)
>>> Cien Años de Soledad de Gabriel Garcia Marques pela Plaza Janés (1999)
>>> O Taro Adivinhatório de Vários pela Pensamento
>>> Os Segredos de Uma Encantado de Bebês de Tracy Hogg; Melinda Brau pela Manole (2002)
>>> A Droga da Obediência de Pedro Bandeira pela Moderna (2009)
>>> O Paraíso na Outra Esquina de Mario Vargas Llosa pela Arx (2003)
>>> A Festa da Insignificância de Milan Kundera pela Companhia das Letras (2014)
>>> História da Menina Perdida de Elena Ferrante pela Biblioteca Azul/ Globo (2017)
>>> A Lenda do Graal (Do Ponto de Vista Psicológico) de Emma Jung e Marie Louise Von Franz pela Cultrix (1991)
>>> Capitães da Areia de Jorge Amado pela Record (1975)
>>> O Verão Sem Homens de Siri Hustvedt pela Companhia das Letras (2013)
>>> Hostória de Quem Foge e de Quem Fica de Elena Ferrante pela Biblioteca Azul/ Globo (2016)
>>> Pontos De Fuga - O Lugar Mais Sombrio - Vol. 2 de Milton Hatoum pela Companhia das Letras (2019)
>>> A Ilha do Dia Anterior de Umberto Eco pela Record (1995)
>>> A Invenção do Sonho de Moema de Castro e Silva Oliveira pela Âncora (2017)
>>> Manuelzão e Miguilim de João Guimarães Rosa pela Nova Fronteira (1984)
>>> Iluminando o retorno-Halachhot Teshuvá [Judaismo ] de Rabino Isaac Dichi pela Nascente (2014)
>>> Serial Killer - Louco ou Cruel? de Ilana Casoy pela Ediouro (2008)
>>> Compaixão de Toni Morrison pela Companhia das Letras (2009)
>>> A Fórmula para a felicidade-[judaismo] de Rabi Friedman pela Friedman Brooklin (2015)
>>> Ponto Ômega de Don DeLillo pela Companhia das Letras (2011)
>>> O que importa é o amor de Marcelo Cezar pelo espirito marco aurélio pela Vida e consciência (2013)
>>> O Deus das Pequenas Coisas de Arandhati Roy pela Companhia das Letras (1998)
>>> Sol - a Experiência Humana de José Duclerc Moretti Santana pela Do autor (2010)
>>> Princípios de telecomunicações teoria e prática de Júlio Cesar de Oliveira Medeiros pela Érica (2014)
>>> Coleção folha grandes vozes Nat King Cole nº19 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Apostas mortais - Wild cards de George R. R. Martin pela Leya (2020)
>>> Avaliaçao Dos Comportamentos Depedentes - 10A de Donovan Marlatt pela Roca (2016)
>>> Calculo E Administraçao De Medicamentos Na Enfermagem - 10A de Marcelo Tardelli da Silva pela Martinari (2018)
>>> Educação E Saúde. Cenários De Pesquisa E Intervenção - 10A de Gilberto Tadeu Reis da Silva pela Martinari (2011)
>>> Geriatria. Manual da Lepe - 10A de Maria Elisa Manso pela Martinari (2015)
>>> Manual do Socorrista - 10A de Martinari pela Martinari (2013)
>>> Conquiste Seus Alunos - 10A de Roberto shinyashiki pela Gente (2011)
>>> Novo tratado de fonoaudiologia - 10A de Otacílio Lopes Filho pela Manole (2013)
>>> Netter Atlas De Cabeça e Pescoço - 10A de Neil Norton pela Elsevier (2015)
>>> Todos los Vientos de Antonio Secchin pela Ediciones Gitanjali (2004)
>>> Ensinando ginástica para crianças - 10A de Peter H. Werner pela Manole (2015)
>>> Fisiologia do exercício na criança - 10A de Thomas W. Rowland pela Manole (2008)
>>> História do Novo Sobrenome de Elena Ferrante pela Biblioteca Azul/ Globo (2016)
>>> Mac OS X Snow Leopard Para Leigos de Bob LeVitus pela Alta Books (2009)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E L James pela Intrísica (2012)
>>> Cinquenta Tons De Liberdade de E L James pela Intrísica (2012)
>>> Orientações Ao Dirigente Municipal De Educação - Fundamentos, Políticas E Práticas de Daisy Vasconcelos E Outros pela UNDIME
>>> Manual De Sobrevivência Familiar de Ivan Jaf pela Atual (1999)
>>> Cuidado, Não Olhe Pra Trás! de Stella Carr pela Moderna (2002)
COLUNAS

Quinta-feira, 25/3/2004
João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
Renata de Albuquerque

+ de 9400 Acessos

Parece incrível que este Corpo Presente seja o livro de estréia de João Paulo Cuenca. A escrita deste carioca de 25 anos tem a maturidade que muitas vezes não se encontra nem mesmo em livros de autores que já estão em sua segunda ou terceira publicação. Talvez a experiência de Cuenca conquistada nos blogs, mídia na qual é veterano, seja uma explicação para este texto redondo, tecido com cuidado.

Nem sempre é assim. Muita gente vinda de blogs tenta dar corpo ao seu texto, e trazer à luz um livro. Mas muitas vezes os blogueiros se perdem e não chegam nem perto do que se poderia chamar de literatura.

Não é o que acontece com este belíssimo Corpo Presente. Cuenca, apesar de não fugir aos parâmetros de outros escritores de sua geração, consegue encontrar saídas originais para sua literatura.

Corpo Presente é um romance urbano, que retrata uma certa marginalidade de adultos jovens envoltos em questões permeadas sempre por sexo e sobrevivência. Esse romance urbano tem uma ação de cortes cinematográficos, levando o leitor a lugares caóticos e inóspitos, que muitas vezes estão dentro da alma e do pensamento do próprio narrador.

O narrador do livro de Cuenca busca, em cada página, Carmen, o corpo presente que povoa os sonhos e assombra a realidade do narrador, que seria protagonista se essa sombra de faces múltiplas, Carmen, não fosse a razão única de todo o universo do livro.

Carmen está em cada cenário, em cada situação deste romance composto de pequenos contos. Lido do início ao fim, de forma linear, Corpo Presente revela uma trama com ligações inusitadas dessa busca infinita. Mas cada capítulo é um conto, uma esperança (ou uma desilusão) de encontro, que nem sempre se mostra possível.

Os capítulos são numerados com números primos, que se dividem apenas por si mesmo e por um. Assim, indivisíveis e singulares, fazem um retrato múltiplo de Carmen, e somados compõem esse todo desconcertante e perturbador, como é a procura pelo ideal feminino. Mãe, mulher, amante, cadáver, prostituta: não há fantasia que Carmen não vista. Não há modelo no qual o narrador não tente enquadrar e encontrar Carmen. Mas ela não se deixa rotular. Onipresente, Carmen marca por sua ausência, que desespera e estimula o narrador a continuar sua procura e desenvolver com ela uma relação quase simbiótica. Essa mulher é uma lembrança, é um fantasma, é uma questão a ser resolvida, é o elemento que cerceia a existência, ao mesmo tempo dá sentido a ela.

Parece que ela está sempre dois passos à frente, que nunca se deixa capturar, apesar de muitas vezes estar ao lado. Sempre intangível.

Em Corpo Presente há uma volúpia constante, como em uma roda gigante na qual o leitor passeia de olhos vendados. Muitas vezes em uma mesma página, o leitor se depara com muitas Carmens, muitas facetas do mesmo e fragmentado mundo de Cuenca.

E o autor sabe muito bem onde quer chegar quando leva o leitor nessa busca. O texto de Cuenca é seguro de si. Confiante, parece saber sempre qual o próximo passo, o destino final daquela busca. O texto se insinua para o leitor, como Carmen para o narrador.

O autor encontra na sua narrativa cheia de realidade brutal, marginalidade e sexo, espaços para exercer um idílio que nem sempre tem vez nas narrativas chocantes e invasivas típicas da literatura urbana atual. Esse é um dos grandes trunfos do livro, que insiste em mostrar um delírio atormentado dos personagens e pelo qual o leitor deve se permitir envolver.

A tensão é crescente, mas não chega a oprimir ou torturar o leitor. Cuenca manipula seu texto com tamanha habilidade que consegue manter o leitor a uma "distância segura" da sua narrativa: nem tão longe que não consiga se envolver, nem tão perto que se sinta oprimido.

A obsessão do narrador por Carmen e a estranha relação que os personagens travam empresta ao livro uma intensidade quase dramática. E Cuenca se vale disso, em um texto que resvala em cinema: muitas cenas são quase um roteiro pronto, com cortes estudados, cenários cheios de significado e diálogos que parecem casuais.

Carmen é um Corpo Presente ao qual se presta reverência. E com ele Cuenca abre passagem no cenário da literatura nacional, com o frescor de estreante e a competência de um veterano das letras.

Para ir além






Renata de Albuquerque
São Paulo, 25/3/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Gargólios, nova peça de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
02. O mistério em Thomas Pynchon de Luiz Rebinski Junior
03. Em defesa dos roteiristas de quadrinhos de Gian Danton
04. Cidade limpinha de Elisa Andrade Buzzo
05. A cidade e as serras de Ana Elisa Ribeiro


Mais Renata de Albuquerque
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ESSENCIA DOS ANJOS A ESSENCIA DA SABEDORIA DOS GRANDES GENIOS
MARTIN CLARET
MARTIN CLARET
R$ 9,90



LOS JUDÍOS SU HISTÓRIA SU APORTE A LA CULTURA
NÃO DEFINIDO
SOCIEDAD HEBRAICA ARGENTINA
(1956)
R$ 40,00



SEGREDOS DE UMA BOLSA DE MULHER
LUIS FERNANDO VERISSIMO
CELEBRIS
(2003)
R$ 12,00



FAZENDO A DIFERENÇA
LEGRAND
SOLER
(2007)
R$ 10,00



HOW TO CREATE PROFITABLE NEW PRODUCTS: FROM MISSION TO MARKET
GEORGE GRUENWALD (CAPA DURA)
NTC BUSINESS
(1997)
R$ 13,82



A NOVA SOCIEDADE - ANATOMIA DO SISTEMA INDUSTRIAL
PETER F. DRUCKER
FUNDO DE CULTURA
(1949)
R$ 6,27



PERSPECTIVAS ECONÔMICAS - ENSAIOS SOBRE MOEDA E CRESCIMENTO
JOHN HICKS
ZAHAR
(1978)
R$ 9,90



DIÁRIO DE UMA VIAGEM PELA AMÉRICA LATINA
ANDRÉ MAUROIS
RECORD
(1986)
R$ 12,00



SE LIGA! O LIVRO DAS DROGAS
MYLTAINHO SEVERIANO DA SILVA
RECORD
(2000)
R$ 39,90



LUANA AS SEMENTES DE ZUMBI
AROLDO MACEDO; OSWALDO FAUSTINO
FTD
(2007)
R$ 45,00





busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês