Comentários de Jorge Júlio Manhique | Digestivo Cultural

busca | avançada
74431 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Castelo realiza piqueniques com contemplação do pôr do sol ao ar livre
>>> A bailarina Ana Paula Oliveira dança com pássaro em videoinstalação de Eder Santos
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> Virtual: Conselheiro do Sertão estreia quinta, 24
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Barenboim, Yo-Yo Ma & Perlman
>>> Colin Wilson (1931 - ...)
>>> Black Sabbath Biography
>>> Steve Jobs apresentando iBooks
>>> O webjornalismo agradece
>>> Delírios da baixa gastronomia
>>> Delírios da baixa gastronomia
>>> Tom Zé por Giron
>>> Seis anos de Digestivo
>>> O Escafandro e a Borboleta, com Mathieu Amalric
Mais Recentes
>>> In a different voice de Carol Gilligan pela Harvaard (1936)
>>> Les femmes juives de Renée David pela Perrin (1957)
>>> O maior anão do mundo de Ziraldo e Mauricio de Sousa pela Melhoramentos (2011)
>>> Do Roraima ao Orinoco- Vol 1 de Theodor Koch-Grunberg pela Unesp (2006)
>>> CBAP Master: Aprenda Análise de Negócios e conquiste de Marcelo Neves, CBAP pela Brasport (2017)
>>> The encyclopedia of tarot- Vol 2 de Stuart R. Kaplan pela U.S Games Systems (1985)
>>> O casarão verde: Paixão sem limites de Ricardo Ferrer pela Thesaurus (2007)
>>> Marketing de relacionamento de Gisela Demo- Valter Ponte pela Atlas (2008)
>>> Adobe indesign CS3 de Renato Nogueira Perez Avila pela Brasport (2015)
>>> Análise de sinais para engenheiros de Hélio Magalhães de Oliveira pela Brasport (2007)
>>> Sociologia: Teoria e estrutura de Robert K. Merton pela Mestre Jou (1968)
>>> Los sistemas políicos de los imperios de Eisenstadt pela Revisat de Occidente (1963)
>>> Educação ambiental: Nova Iguaçu de Vários autores pela Puc Rio (2012)
>>> Educação ambiental- Resende+ Visconde de Mauá de Vários autores pela Puc Rio (2011)
>>> Educação ambiental Duque de Caxias de Vários autores pela Puc Rio (2012)
>>> Box Morte de tinta de Cornelia Funke pela Cia das letras (2010)
>>> Exercise with pilates e yoga de Lynne Robinson, Howard Napper pela Barnes e noble (2002)
>>> Objectos Fractais de Benoît Mandelbrot pela Gradiva (1991)
>>> Along the Paraná and the Amazon de Frank G. Carpenter pela Doubleday, page e company (1925)
>>> Radamés Gnattali: O eterno experimentador de Valdinha Barbosa e Anne Marie Devos pela Funarte (1985)
>>> O choro de Alexandre Gonçalves Pinto pela Funarte (2009)
>>> Música e história no longo século XIX de Antonio Herculano, Martha Abreu, Martha Tupinambá, Monica Pimenta pela Fundação Casa Rui Barbosa (2011)
>>> Coleção conceitos da psicanálise: 18 vols de Vários autores pela Viver (2005)
>>> Essencialismo: A disciplinada busca por menos de Greg Mckeown pela Sextante (2015)
>>> Political parties and political development de Leonard Binder, Otto Kirchheimer, William N. pela LaPalombara (1999)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Segunda-feira, 11/2/2008
Comentários
Jorge Júlio Manhique


Teorias paradoxais da vida
A onipotência divina é tal que, em cada espaço da Terra onde nos encontramos, nos sentimos acompanhados. Teoricamente significa que as nossas práticas do quotidiano têm um conhecimento pleno do Criador. O homem, elouquecido pelas teorias revolucionárias proporcionadas pela tensão do dia-a-dia, abandona o essencial da vida e mete-se em clivagens que, em vez de o elevar, sufocam. Os animais, muitos deles, nos provam que o viver isolado dispersa forças e não ajuda enfrentar grandes desafios. Nessa observação animal, os macacos não ousam viver fora das suas comunidades onde possuem uma estrutura social evidente. Têm um chefe que cuida deles e parece que se educam sempre que o egoísmo se torna algo sem abono. Apesar do triunfo do capitalismo no mundo, o gene natural do coletivismo nas pessoas insiste em atacar mesmo em plena economia livre, reclamando favorecimentos sociais. A família é um exemplo do coletivismo flagrante do homem puro. Assunto a merecer mais reflexão em "Deus, um Delírio"...

[Sobre "O Gene Egoísta, de Richard Dawkins"]

por Jorge Júlio Manhique
11/2/2008 às
19h44 41.220.169.193
 
Saber ser plural
De setembro de 2006 a novembro de 2007 já passa um bom tempo. Mas esta entrevista competentemente dirigida está sempre atual. Sem deixar de ser necessário ler algo sobre Mia, eis aqui uma exposição de um homem que o destino o entregou a caneta para dela viver e dinamizar a vida dos outros. Mia Couto, tens tú o tamanho do mundo. O intercontinentalismo das tuas obras te eleva a um lugar de destaque na vida. Tú nasceste como qualquer outro, cresceste, estudaste e trabalhaste (e ainda trabalha) como qualquer outro, mas a tua coragem e decisão só tem lugar em si . Fiquei bastante comovido quando a dado passo da entrevista dizias: "uma das razões pela qual eu deixei o jornalismo foi porque entrei em ruptura com certos tipos de atitude". É sempre bom um singular saber ser plural. Ser democrata na vivência e nas ideias. Ser fonecedor da independência aos dependentes. Ser moçambicano a maúscula. Esta é a mensagem que a entrevista carrega. Parabéns por estas palavras prosadas. A luta continua!

[Sobre "Mia Couto revisitado"]

por Jorge Julio Manhique
8/11/2007 às
09h26 196.28.227.126
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Devils Highway, The
Luis Alberto Urrea
Back Bay Books
(2005)



Glee, o Início
Sophia Lowell
Galera
(2011)



Antropologia: uma Teoria da Evolução Cultural
Danilo Lazzarotto (2ª Edição)
Sulina (porto Alegre)
(1976)



Die Respektvolle Dirne
Jean Paul Sartre
Rowohlt
(1988)



Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção
Academia Brasileira de Ciências (rj)
Academia Brasileira de Ciência
(1972)



Statistics For the Social Scientist 1: Introducing Statistics
K. A. Yeomans
Penguin Books
(1968)



André Gide
George D. Painter (capa Dura)
Mercure de France
(1968)



Communicate Motivates Students to Communicate Vol 1
David Paul
Compass Publishing
(2012)



Paisagens de Sonho e Verdade
Valéria Salgueiro
Fraiha (rj)
(1998)



Crônicas Científicas
Anna Veronica Mautner
Escuta
(1994)





busca | avançada
74431 visitas/dia
2,7 milhões/mês