Os 25 anos do SBT | Nirlando Beirão

busca | avançada
69048 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ambulantes faz show de seu novo disco na Casa de Cultura Chico Science
>>> SESI São José dos Campos apresenta a exposição J. BORGES - O Mestre da Xilogravura
>>> Festival gratuito, diurno, 8o.Festival BB Seguros de Blues e Jazz traz grandes nomes internacionais
>>> Bruno Portella ' Héstia: A Deusa do Fogo ' na Galeria Alma da Rua I
>>> Pia Fraus comemora 40 anos com estreia de espetáculo sobre a vida dos Dinossauros do Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
>>> Felipe Miranda e Luiz Parreiras (2024)
>>> Caminhos para a sabedoria
>>> Smoke On the Water (2024)
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
Últimos Posts
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cinema em Atibaia (III)
>>> Jornalismo de todos para todos
>>> Das boas notícias
>>> Sociologia de um gênio
>>> A arqueologia secreta das coisas
>>> Mahalo
>>> O iPad não é coisa do nosso século
>>> O prazer, origem e perdição do ser humano
>>> William Faulkner e a aposta de Pascal
>>> Os Estertores da Razão
Mais Recentes
>>> Revista Dialética do Direito Tributário de Fernando Durão pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Inculta e Bela - Volume 1 de Pasquale Cipro Neto pela Publifolha (2002)
>>> Plt 367 Contabilidade Gerencial de Clóvis Luís Padoveze pela Atlas Anhanguera (2011)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de Franscisco Baratti pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Le droit à la paresse de Paul Lafargue pela Mille et une nuits (1994)
>>> Inculta e Bela - Volume 1 de Pasquale Cipro Neto pela Publifolha (2002)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de Patricia Calmon pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Transcendentes de Luciana Alves da Costa;outros pela Sementes (2000)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de César Romero pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Services Marketing de Christopher H. Lovelock pela Prentice Hall (1996)
>>> Inculta e Bela - Volume 1 de Pasquale Cipro Neto pela Publifolha (2002)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de Alê Prade pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial de Luiz Carlos Bresser Pereira;peter Spink pela F G V (2006)
>>> África Em Cores de Ana Cristina Lemos pela Htc (2011)
>>> Inculta e Bela - Volume 1 de Pasquale Cipro Neto pela Publifolha (2002)
>>> Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial de Luiz Carlos Bresser Pereira;peter Spink pela F G V (2006)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de Selma Daffré pela Oliveira Rocha (2010)
>>> Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial de Luiz Carlos Bresser Pereira;peter Spink pela F G V (2006)
>>> Revista Dialética de Direito Tributário de Duílio Ramos pela Oliveira Rocha (2010)
>>> O Empresário Criativo de Roger Evans pela Cultrix (1989)
>>> Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial de Luiz Carlos Bresser Pereira;peter Spink pela F G V (2006)
>>> Iles de France Vues Du Ciel de M. Cotinaud; Dominique Cortesi; Entre Outros pela Chêne (1991)
>>> Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial de Luiz Carlos Bresser Pereira;peter Spink pela F G V (2006)
>>> O Empresário Criativo de Roger Evans pela Cultrix (1989)
>>> A Poética de Aristóteles - Mímese e Verossimilhança de Lígia Militz da Costa pela Ática (1992)
ENSAIOS

Segunda-feira, 25/9/2006
Os 25 anos do SBT
Nirlando Beirão
+ de 12000 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Sílvio Santos comemorou os 25 anos de sua emissora ao lado do Bozo, do Chavez, do Chapolin e do ex-jornalista Ricardo Valladares – que, nas colunas amigas, é mencionado, na condição de “vice-presidente de programação”, como “o braço direito” do patrão.

Em conformidade com o momento que o SBT está vivendo, foi um épico circense. SS, de camiseta negra e uma expressão que é por si só um risonho tributo às mil possibilidades do bisturi, quis, em menção nada alegórica, agradecer publicamente aos personagens que conferiram à emissora aquele padrão de inteligência de que ela, um quarto de século de vida, pode se orgulhar.

Valladares, ao contrário dos três palhaços, é uma aquisição recente. Exercia alhures a condição de autoridade propensa semanalmente a decretar o certo e o errado, o ótimo e o péssimo, o relevante e o desprezível. Escrevia sobre televisão. Depois de uma entrevista em que Sílvio Santos era tratado como se fosse Jean-Paul Sartre, trocou de emprego. Da revista do milhão ao show do milhão.

Em pouco mais de quatro meses de SBT, aquele know-how disfarçado em intolerância produziu um resultado muito acima do esperado: conseguiu levar a emissora do patrão do inabalável segundo lugar para um periclitante terceiro. Ao ser inapelavelmente ultrapassado pela Record, o patrão agradeceu: “Melhor assim. Segundo lugar obriga a investir muito dinheiro”.

O superassessor de SS confidencia para os coleguinhas que, de tão poderoso, o apelido dele na casa é, agora, “governador Valladares”. Seu poder se expressa no direito de andar no elevador privativo do dono – elevador que o próprio dono, no entanto, se dispensa de usar. Tem também o privilégio de fiscalizar o horário de chegada dos funcionários (Dado Dollabella, o astro da novela Cristal, é o atual alvo daquelas simpáticas advertências via oficial de justiça).

Não dá para condenar Sílvio Santos e sua emissora se, aos 25 anos de convívio, decidiram firmar um pacto suicida com o fracasso. É até compreensível que SS esteja cansado de brincar de SS. A posteridade não lhe interessa. Ele não parece disposto a deixar nenhum exemplo edificante para o futuro – e, menos ainda, alguma herança para a família.

Enquanto isso, SS investe na sistemática dizimação moral e profissional de todo mundo que trabalhe com ele – a começar por suas estrelas. O Ratinho e o Jorge Kajuru, que são a cara do SBT, acabam de ir para a geladeira – ou para o crematório, sabe-se lá. De vez em quando, alguém se condói. Exilada nas trevas do sábado, Hebe Camargo pôde comemorar a volta do divã dos pobres ao seu horário das segundas-feiras. O assessor espalhou que a decisão foi dele.

Sílvio Santos é um tirano à moda antiga. Nunca entendeu o significado de palavras como "elegância", "simpatia", “gentileza”. O séquito, por mais que simule ações prestativas e originais, está ali exclusivamente a serviço do ego do self-made-man. Com o vozeirão de ventríloquo, o chefão ordena, os subalternos obedecem.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado na revista Carta Capital de agosto de 2006.


Nirlando Beirão
São Paulo, 25/9/2006
Mais Nirlando Beirão
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/10/2006
19h15min
É, o Nirlando tem que entrar em contato com o Sílvio e fazer uma proposta para comprar o SBT. Quem sabe ele com todo seu potencial como crítico não está no ramo errado... Na realidade não temos mais tv aberta, toda programação é ruim.
[Leia outros Comentários de noé]
3/10/2006
10h01min
Gostei do "tirano à moda antiga". Até porque existe uma safra de tiranos pós-modernos com discurso de "garantia de direitos" - sempre para o público externo é claro -, e desrespeito e chibatadas para os domésticos. Mas não muda nada: tirano é tirano e pronto.
[Leia outros Comentários de Joel Macedo]
5/10/2006
17h24min
É verdade. A programação do SBT é chatíssima, falando para simplificar nos adjetivos. Será que existe possibilidade de melhora? Não sei... afinal, o primeiro e o segundo lugares são tão melhores em quê?
[Leia outros Comentários de Evaldo Sales Costa ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Odisseia
Ruth Rocha
Salamandra
(2011)



Centenário do Hospital Nossa Senhora das Dores de Ponte Nova
Desconhecido
Imprensa Oficial
(1973)



Um Estranho no Ninho
Ken Kesey
Best Bolso
(2013)



Frauen der liebe Hortense Von Beauharnais
Freundin des Zaren Alexandres I
Druck und Verlag



Não se apega, não
Isabela Freitas
Intrínseca
(2014)



Guia de Conversação Langenscheidt - Italiano
Monica Stahel
Martins Fontes
(1999)



Operations Research
Wayne Winston
Thomson Brooks Cole
(2004)



Virus Clans
Michael Kanaly
Ace Charter
(1998)



Volumes 1, 2, 3 e 4: Grandes Fatos do Século XX vinte
Barnabé Medeiros Filho et al
RioGráfica



Livro Literatura Estrangeira Moon Palace
Paul Auster
Penguin Books
(1990)





busca | avançada
69048 visitas/dia
2,0 milhão/mês