Literatura israelense | Digestivo Cultural

busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
>>> Cia de Teatro Heliópolis realiza debates sobre Cárcere, projeto que celebra 20 anos de grupo
>>> Mentoria Artística Anti-análise com Pêdra Costa
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Eclosão do Twitter, de Nick Bilton
>>> Queime depois de ler, de Joel e Ethan Coen
>>> Chorões e seresteiros
>>> Carles Camps Mundó e a poética da desolação
>>> O fim dos livros físicos?
>>> Sigmund Freud, neuroses e ciúme em destaque
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Tom Zé por Giron
>>> Solte o Timóteo
Mais Recentes
>>> Meu irmão e eu de Paulo Nunes pela Epn7 (2020)
>>> O Recife - Histórias de uma cidade de Antonio Paulo Rezende pela Prefeitura do Recife - Secretaria de Cultura (2002)
>>> História Contemporânea de V. M. Jvostov e L. I. Zubok pela Vitória (1961)
>>> Manuscrito Holandês ou A Peleja do Caboclo Mitavaí com o Monstro Macobeba (Literatura Brasileira) de M. Cavalcanti Proença pela Antunes (1959)
>>> Artes Marciais - A Dimensão Espiritual - Coleção Mitos, Deuses, Mistérios de Peter Payne pela Edições Del Prado (1997)
>>> Ascensão e queda de Miguel Arraes de Adirson de Barros pela Equador (1965)
>>> Além da Curvatura da Luz de Mário Sanchez pela Do Autor (1959)
>>> Os Estados Subjetivos: Uma tentativa de classificação de seus Relatos Verbais (Linguagem/Psicologia) de Arno Engelmann pela Ática (1978)
>>> El son Entero - Suma Poetica 1929-1946 (Em ESPANHOL) - Poesia Cubana de Nicolás Guillén pela Pleamar (1947)
>>> A ilusão americana de Eduardo Prado pela Brasiliense (1958)
>>> A força da Não-Violência - A firmeza-Permanente de Antônio Fragoso e outros pela Loyola-Vega (1977)
>>> Impasses do Federalismo Brasileiro (Sergipe e a Revolta de Fausto Cardoso) de Terezeinha Oliva de Souza pela Paz e Terra (1985)
>>> Karatê - aprenda a se defender - 3 revistas - Nºs 1 a 3. de Ricardo Delia pela Tres (1990)
>>> Panorama da Música Contemporânea de André Coeuroy pela Atena (1957)
>>> Capítulos da História do Nordeste de José Bezerra Lima Irmão pela Jm (2020)
>>> História Nova do Brasil - Volume 4 (Abolição/Advento da República/Florianismo) de Joel Rufino dos Santos e outros pela Brasiliense (1964)
>>> História da Arte e Movimentos Sociais de Nicos Hadjinicolaou pela Martins Fontes
>>> Um projeto para o Brasil de Celso Furtado pela Saga (1968)
>>> Fatos Assombrosos da Recente História do Nordeste. de José Bezerra Lima Irmão pela Jm (2020)
>>> Tobias Barreto (Biografia) de Luiz Antonio Barreto pela Sociedade Editorial de Sergipe (1994)
>>> Introdução à Psicologia de Jung de Frieda Fordham pela Verbo/Edusp (1978)
>>> Buda (Literatura Argentina) de Jorge Luiz Borges/Alicia Jurado pela Difel (1977)
>>> Lampião a Raposa das Caatingas de José Bezerra Lima Irmão pela Jm (2018)
>>> Piaget para Principiantes (Pedagogia/Educação) de Lauro de Oliveira Lima pela Summus (1980)
>>> Graciliano Ramos (Biografia) de Assis Brasil pela Organização Simões (1969)
BLOG >>> Posts

Domingo, 24/6/2007
Literatura israelense

+ de 2500 Acessos

Etgar Keret é um dos principais escritores da nova geração em Israel e seus livros andam sendo um estouro de vendas por lá. Keret começou escrevendo HQ's e atualmente também dirige cinema. Seu feito mais recente foi ganhar um prêmio no Festival de Cannes deste ano pelo seu primeiro longa-metragem intitulado Meduzot, traduzido para o inglês como Jellyfish.

A primeira vez que li algo sobre Etgar Keret foi em 2003, numa nota de um jornaleco francês de subúrbio que relatava as novidades do Salão Literário de Lyon daquele ano. A nota anunciava o lançamento de Crise d'asthme, a tradução francesa de um livro de contos, escrito originalmente em hebraico.

A matéria do jornaleco apresentava o trecho de "Des chaussures", ou "Sapatos" numa tradução literal. Nesse conto, um garoto judeu fica dividido entre o desejo de ganhar um tênis Adidas no aniversário e a reprovação constante do irmão mais velho, para quem a empresa alemã ergueu-se sobre as cinzas do avô.

Escrito em primeira pessoa, o conto traz as reflexões de uma nova geração que sofre com o peso da tradição de seu povo e, por isso mesmo, não encontrou ainda o seu lugar. A novidade dos contos de Keret é que essas reflexões são destiladas aos poucos, por meio de um humor ácido e niilista que passa longe da agressividade.

A temática judaica, aliás, está presente em muitos de seus contos, mas em vez de exaltação semita, o que se vê é uma crítica à insistência de temas como a diáspora ou a Shoah. Keret sobrepõe a elas os anseios individuais da infância e da juventude dos dias atuais, as motivações humanas universais que independem de raça, credo e religião.

A tradição judaica acaba, dessa forma, virando o antagonista em muitos de seus contos, remetendo-nos ao Complexo de Portnoy, de Philip Roth, em que o judaísmo passado de geração em geração ao longo de anos acaba tolhendo a liberdade individual. Sobre o divã, Portnoy e muitos personagens de Keret não têm que matar simbolicamente apenas os pais, mas também os avós, os bisavós e todo o antigo testamento.

Em outros contos, o judaísmo sequer é mencionado. Isso mostra como o autor dá importância ao tema, mas não é movido por ele. A linha que conduz as narrativas de Keret são as relações pessoais do dia-a-dia focadas pela luz do incomum. Personagens, lugares e fatos inusitados são tratados com naturalidade e o humor ácido e niilista de Keret adquire um tom bizarro. Divertidamente bizarro. É o caso do motorista de ônibus que queria ser Deus; ou da moça que passou a infância sentada sobre a geladeira; ou ainda do mágico que tirou a cabeça decepada de um coelho de sua cartola em plena festa infantil.

A escrita de Etgar Keret é ágil e entra em conformidade com o que está na moda literária: uma narrativa bem visual, que se aproxima da cinematografia. O que ele traz de novo, entretanto, é esse circo de horrores e bizarrices narrado por uma voz singela, perspicaz e observadora. É preciso destacar que o humor é ácido, o narrador não. O equilíbrio entre acidez e sensibilidade, nesse caso, é o que impressiona nas histórias de Etgar Keret.

A editora Casa da Palavra manifestou, em junho de 2006, a intenção de editar uma tradução para o português brasileiro. Entretanto, até hoje isso não foi feito.

Enquanto as editoras nacionais perdem uma boa oportunidade de lançar um item certo na lista de "mais vendidos", quem se interessar pode procurar pelas traduções dos contos de Keret em inglês, espanhol e francês. Ou ao menos matar a curiosidade com uma tradução meia-boca realizada por esta que vos escreve.


Postado por Pilar Fazito
Em 24/6/2007 às 18h22


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Montezano, do BNDES, sobre o marco do saneamento de Julio Daio Borges
02. A História do QuintoAndar de Julio Daio Borges
03. José Serra fala de Julio Daio Borges
04. Queria entender o voto no PT de Julio Daio Borges
05. A Primeira Vista de Duanne Ribeiro


Mais Pilar Fazito no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Necessità e Oggettività Nell Analitica Kantiana
Dario Sacchi
Vita e Pensiero
(1995)
R$ 57,50



História Social da Criança e da Família - 2ª Edição
Philippe Ariès
Ltc
(1981)
R$ 108,00



Os Bravos Anônimos - Perfis e Assuntos Policiais
Frota Aguiar
Cátedra
(1991)
R$ 19,00



Segredos do Toque Amoroso. Carinhos Que Trazem Felicidade, Saúde
Franz Benedikter
Pallas
(2002)
R$ 24,95



O Laço Duplo
Chris Bohjalian
Nova Fronteira
(2008)
R$ 10,00



Ecologia das Relações Afectivas
Jacques Miermont
Instituto Piaget
(1996)
R$ 21,00



Dicionario Larousse - Esp/port-esp/port - Avançado
Larousse
Larousse
(2006)
R$ 18,00



Homem Total e Parapsicologia
Albino Aresi
Albino Aresi
(1982)
R$ 20,00



O Que é o Espiritismo
Allan Kardec
Lake
(1990)
R$ 10,00



Lúcio Cardoso: a Travessia da Escrita
Ruth Silviano Brandão (org)
Ufmg
(1998)
R$ 50,00





busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês