Meu primeiro Camp | Digestivo Cultural

busca | avançada
29939 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
>>> Em busca de cristãos e especiarias
>>> Fim dos jornais? Desconfie
>>> O gênesis na argila
>>> Desejo de Status
>>> Até você se recompor
>>> Lobão e Olavo de Carvalho
>>> Sabemos pensar o diferente?
Mais Recentes
>>> O Método Viscott: Um Famoso Médico...Ensina como Voce Pode Ser oSeu Próprio Psicanalista de Dr. David Viscott pela Record
>>> Obras Completas ( Vol. Xxx IX - 1912 - Tomo 2): Trabalhos Jurídicos de Rui Barbosa pela Dep. Imprensa Nacional/ RJ (1963)
>>> Para Abrir o Coração: Treinamento para a Paz de Chagdud Tulku (compilado Por: Lama Shenpen Drolma) pela Makara (2007)
>>> Astrologia, o Cosmo e Voce: o Elo de Ligação Entre o Homem e Univerno de Alan Oken pela Nova Fronteira/ Rj. (1988)
>>> Astrologia, o Cosmo e Voce: o Elo de Ligação Entre o Homem e Univerno de Alan Oken pela Nova Fronteira/ Rj. (1988)
>>> Fábulas de La Fontaine (02 Volumes/ Encaderndos) de Jean de La Fontaine (Ilustrações de): Gustave Doré/ Trad. M. Amado pela Itatiaia/Belo Horizonte (1989)
>>> Profiles Students Book (3) + Workbook de Nick Beare/ Jeanette Greenwell/ Terry Phillips pela Macmillan Education (2003)
>>> Profiles Students Book (3) + Workbook +... de Nick Beare/ Jeanette Greenwell/ Terry Phillips pela Macmillan Education (2003)
>>> Inteligência emocional de Sophie Martineaud e dominique Engelhart pela Ediouro (1997)
>>> O grande Gatsby - série grandes sucessos de F. Scott Fitzgerald pela Rio gráfica (1980)
>>> O dia do Chacal de Frederick Forsyth pela Rio gráfica (1980)
>>> O colecionador de John Fowles pela Rio gráfica (1980)
>>> Horizonte perdido de James Hilton pela Abril cultural (1980)
>>> A sangue frio de Truman Capote pela Nova Frnteira (1980)
>>> A mulher só de Harold Robbins pela Abril cultural (1985)
>>> Os insaciáveis de Harold Robbins pela Rio gráfica (1985)
>>> O Inconsciente, a Magia e o Diabo no Século Xx (Encadernado de Alberto Lyra pela Record/ RJ.
>>> A filha de mistral de Judith Krantz pela Rio gráfica (1985)
>>> A mulher do viajante do tempo de Audrey Niffenegger pela Objetiva (2009)
>>> Perdida de Carina Rissi pela Verus (2013)
>>> A farsa de Cristopher Reich pela Sextante (2008)
>>> O trono de diamante - Trilogia Elenium - Livro 1 de David Eddings pela Aleph (2015)
>>> Leave Your Language Alone! (encadernado) de Robert A. Hall- Jr. pela Ithaca/ N. Y. (1950)
>>> Água para elefantes de Sara Gruen pela Arqueiro (2007)
>>> Louco para Amar de Sam Shepard pela L&pm, Porto Alegre (1985)
>>> Gossip Girl - É você que eu quero- vol 6 de Cecily von Ziegesar pela Record (2007)
>>> Gossip Girl - Ninguém faz melhor - vol 7 de Cecily von Ziegesar pela Record (2007)
>>> Gossip Girl - do jeito que eu gosto - vol 5 de Cecily von Ziegesar pela Record (2007)
>>> Gossip Girl - Nunca mais - vol 8 de Cecily von Ziegesar pela Record (2007)
>>> Épico de conor Kostick pela Galera (2007)
>>> Na décima nuvem de Hugo rodrigues pela Record (2019)
>>> Vida! Reflexões sobre sua jornada de Louise \L. Hay pela Madras2012 (2019)
>>> Adobe Photoshop de MarceloGino Pereira pela Viena (2005)
>>> Preparações Ocultas para uma Nova Era de Dane Rudhyar pela Pensamento (1995)
>>> Memórias dos Profetas (Incritos no Lixo) de Pedro Figueiredo pela Univ. Federal Rgs. (2015)
>>> Poços de Caldas Preparada para o Futuro - Dicas -nº 7 de Victor de Carvalho pela Sulminas (1996)
>>> Memorial da Companhia Geral de Minas - Subsid. da Alcoa Alumínio S/a de Alex Prado - Texto Central pela Alcoa (2001)
>>> Um É o Outro: Relações Entre Homens e Mulheres de Elizabeth Badinter pela Nova Fronteira/ Rj. (2019)
>>> Explorador - insetos de Jonh Woodward pela Ciranda cultural (2012)
>>> História Meio Ao Contrário de Ana Maria Machado pela Ática (1977)
>>> Le Grand Voyage - Roman de Jorge Semprun pela Éd. Gallimard/ Paris: France (1963)
>>> Physiological Psichology de Morgan (clifford T) pela McGraw- hill: Usa/ Kógakusha Co./ Tokio (1965)
>>> Quadribol através dos séculos de Kennilworthy Whisp pela Rocco (2001)
>>> Amor além da vida de Richard Matheson pela Buttefly (2016)
>>> O Congado Em Oliveira - Tributo a Leonídio João dos Santos de Hugo Pontes Autografado pela Sulminas (2003)
>>> Tudo que eu queria te dizer de Martha Medeiros pela Objetiva (2007)
>>> Invocações da Virgem Maria no Brasil de Nilza Botelho Megale Autografado pela Vozes (1998)
>>> Depois daquela viagem de Valéria Piassa Polizzi pela Ática (2015)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Ramsés Sob a Acácia do Ocidente de Christian Jacq pela Berttrand Brasil (1999)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 18/4/2008
Meu primeiro Camp

+ de 2500 Acessos
+ 3 Comentário(s)


Fotos by samegui

Eu já tinha ouvido falar de outros eventos "Camp", é lógico, mas não entendia direito o funcionamento. Na verdade, não acreditava que pudesse funcionar. Se todo mundo podia falar ao mesmo tempo, como poderia sair alguma discussão decente?

Então, quando a Ceila Santos me convidou, fui mais por consideração a ela, que me levou para a Época e que sempre foi uma "discípula" estimulante das minhas idéias. (Não é comum encontrar alguém que acredita mesmo no que a gente prega...)

Eu estava bem humorado, havia tido uma semana boa, o NewsCamp aconteceria sábado, então pensei: "por quê não?" ― e resolvi confiar na Ceila (temendo, muito secretamente, uma roubada, mas não a ponto de desistir previamente do evento).

Hesito quase sempre, quando me convidam agora. No começo, quando era tudo novidade, havia naturalmente um maior interesse meu. Os eventos de internet eram poucos. Ninguém falava a respeito. Se não fôssemos prestigiar, quem iria então?

Atualmente, é quase o contrário, para mim. Me chamam: ou para eu fazer consultoria de graça (porque, em geral, sei mais que os presentes; leia-se: tenho mais experiência); ou para divulgar, de graça (novamente), no Digestivo Cultural.

Uma última mensagem que recebi, nesse sentido, veio assim: "Ei, Julio, não quer vir aqui tomar um café com a gente?". Olha a sacanagem: era um evento, um curso e o café (de R$ 1,00 a R$ 2,00) era para eu divulgar e dar "dicas". Enfim...

O NewsCamp me surpreendeu porque não era nada disso. Eu cheguei no Espaço Gafanhoto e foi ótimo: eu não conhecia ninguém, na ante-sala, e, ao mesmo tempo, ninguém parecia saber quem eu era.

A sensação era a mesma da primeira aula de um curso qualquer... Você não conhece as pessoas. Ninguém parece conhecer direito ninguém. Estão todos "na mesma". Unidos pela expectativa de que o evento, que provocou aquela reunião, seja proveitoso.

Por isso, talvez, o conceito "Camp" funcione. Porque as pessoas ― que vão ― querem, realmente, discutir aquilo, trocar experiências, encontrar saídas. Todos me pareceram ocupados o suficiente para não desperdiçar um sábado discutindo atabalhoadamente.

O mais impressionante é que ninguém é "dono" do evento. A Ceila e os amigos dela convocaram as pessoas, mas podiam sair da sala, podiam desaparecer de repente, poderiam até abandonar o NewsCamp, que ele aconteceria do mesmo jeito.

Para quem nunca participou, não faz o menor sentido, eu sei. Acontece que "se ninguém é dono", então "todo mundo é dono". Não existe turma do fundão. Ninguém está ali para cumprir tabela. Fica só quem quer. E quem fica, trabalha para que o evento renda.

Depois de todos os presentes se apresentarem, inclusive a Ceila e os amigos dela, a sala se esvazia e todos vão tomar um café. Na sala do café, que é a mesma ante-sala do começo, quem quiser pode escrever os temas num quadro, dividindo por horário e por espaço.

Sim, você entendeu certo: o evento não tem uma agenda prefixada, tem apenas um tema geral, no caso "jornalismo e internet", e os próprios participantes (não os organizadores, necessariamente), vão montando a agenda do dia, relacionando salas e subtemas.

Depois do choque inicial, e sem que ninguém me pedisse, tomei a iniciativa de escrever "velha mídia, nova mídia", no primeiro horário da sala maior, e também "monetização/ sustentação", no segundo horário da sala maior, uma vez que eu só poderia ficar até o meio-dia.

Alguém mais, que eu não vi quem foi, escreveu algo relacionado a "mundo corporativo", no segundo horário da sala menor, e mais alguém escreveu (ou ia escrever) algo ligado a "publicidade/ propaganda", no segundo horário da sala menor.

Então, sem que ninguém pedisse (nenhum "bedel"), os participantes civilizadamente se dirigiram às suas salas e, dentro da expectativa de horário, o evento começou, cada discussão no seu local designado. Eu estava boquiaberto...

Boquiaberto também porque o nível da discussão era alto. Ao contrário da grande maioria dos eventos do tipo "caça-níquel", a "platéia" (sei que, em "Camp", esse conceito não faz muito sentido) não era de "wannabes", era de gente que trabalha na área ou que luta por sua profissionalização.

Fazendo um paralelo com a Flip (um evento que eu respeito): é como se a platéia não fosse de escrevinhadores-querendo-publicar, mas, sim, de escritores já profissionais que, subitamente, poderiam assomar ao palco, dividindo suas preocupações e sua experiência com todos.

Mais tarde eu pensei que a internet se desenvolve tão rapidamente porque existe um tipo de "solidariedade", residual, que permite às pessoas se aproximarem, mesmo que, em teoria, elas estejam "concorrendo". (Conclusão: os blogueiros são muito mais unidos que os jornalistas.)

Para completar, eu descobri uma "cena" blogueira completamente nova. E encontrei, claro, gente que já havia lido ou lincado, mas que nunca havia visto "ao vivo". Quer dizer: quando achamos que estamos "por dentro" do que acontece na internet (brasileira), ela se revela mais complicada do que parece...

Gostei de conhecer o Wagner Fontoura, que trabalha na Riot; o André Deak, que já apareceu no Digestivo; o Eduardo Vasques, que "organizou" junto com a Ceila; o Manoel Netto, bem engraçado; o Gilberto Jr, bastante espirituoso; a Carol, já filha de blogueira, imagina...

Fora tantos outros de quem eu não guardei o nome (muito menos o nome do site ou blog). Como era sábado, não levei nada para anotar, mas percebi que as pessoas vão enchendo blocos com dúzias de informações novas, como se os links e as referências fossem vocalizadas na hora e evaporassem no ar...

Fui embora ao meio-dia e meia, quando todos saíam para almoçar, com um certo pesar, porque queria ter ficado. Ao contrário de tantas outras reuniões, não havia me cansado das pessoas ainda e sentia ― "como são adoráveis as pessoas que a gente não conhece muito bem..." (Millôr) ― que aquela era, momentaneamente, a minha turma.

Não prometo que vá a outros "Camp"; prefiro não destruir (ou arriscar) a boa imagem que construí com esse. Mas, possivelmente, tentarei lançar a iniciativa junto à comunidade do Digestivo. Outros "Camp" poderiam transcender a internet. Existem tantas áreas em que as pessoas estão "desconectadas"...

Para ir além
NewsCamp
BarCamp
BlogCamp


Postado por Julio Daio Borges
Em 18/4/2008 às 16h15


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Literatura e informática de Ana Elisa Ribeiro
02. Amantes de velhas pedras de Eugenia Zerbini
03. Julio Marini analisa de Julio Daio Borges
04. Lineker fala de Julio Daio Borges
05. Prêmio Nobel de Literatura de Yuri Vieira


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
20/4/2008
13h57min
Julio, ótimo o post e fundamental essa reflexão sobre haver "camps" para outras discussões. Na verdade, se formos ver, nem tem nada tão novo nisso: é como os caras faziam lá na acrópole grega (claro que, lá, só os iniciados). Essa coisa de sentar e debater temas de interesse (e não só beber, paquerar ou se auto-divulgar, aparecer etc.) deveria ser natural. Entre rodas de escritores, cineastas etc., do século XX, me parece que havia isso. Essa coisa de não dissociar a vida, o bar, o momento de folga do trabalho, dos afazeres, da cultura... (ou talvez seja só impressão). Há muitos "eventos" hoje que são imbróglio, perda de tempo. E as coisas gratuitas, os encontros informais parecem não ter lugar para outros assuntos que babaquices, tentativas de impressionar, sei lá. Entre jornalistas, mesmo, a falta de idéias é enterrada sob papos que versam sobre como nos pagam mal, como trabalhamos tanto e como os editores são FDPs. Boas tuas idéias e impressões. Abraço
[Leia outros Comentários de Rogério Kreidlow]
22/4/2008
10h19min
Bacana, mesmo! Realmente qualquer convite, hoje em dia, é pra se ficar com os dois pés atrás... Sempre tem segunda intenção... Muito boa a dica. Indica onde há troca de idéias com outros que também se arriscam no novo! Como aprendemos com nossos erros e com os erros alheios, e, como os "alheios" erram muito mais que a gente (!), a chance de chegar à "perfeição" é muito grande (risos)! Abraço.
[Leia outros Comentários de Guto Maia]
22/4/2008
12h06min
Nosso negócio são Políticas Públicas de Cultura, por um viés republicano, solidário e com sustentabilidade. Surpreender-nos-ia, tanto quanto a você, uma dinâmica desta natureza. Achamos o formato exótico para o que se tentou abordar. Os nossos monopólios midiáticos, que produzem a síntese do que se supõe aconteça no nosso dia-a-dia, o fazem a serviço de vários processos de alienação - estratégia diversionista, que esconde seu verdadeiro foco. Não se vêem visões abrangentes nesta discussão - faltam teóricos, doutrinadores e estadistas. Só uma oposição (enquanto alinhamento político-ideológico) tão panfletária, quanto dotada de uma visão fragmentária das nossas realidades e a serviço do que? A academia perdeu o bonde da história, com espaço de reflexão. No caso do tema que estou focado, não há nada de representativo, de republicano, como destaquei, em português. Não me surpreendeu, que o material que postei, nos últimos 60 dias, não provocou nenhum comentário...
[Leia outros Comentários de Wilson Merlo Pósnik]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UMA QUESTÃO DE EQUILÍBRIO
RAFAEL KOFF ACORDI
AGE
(2002)
R$ 4,50



NA DÚVIDA, ULTRAPASSE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL
BEATRIZ MONTEIRO DA CUNHA
DO AUTOR
(1997)
R$ 4,50



DIÁRIO DE UM CUCARACHA
HENFIL
RECORD
(1984)
R$ 15,00



JORNADA DE HIRO A CAMINHO DO FOGO
TRACEY WEST
FUNDAMENTO
(2015)
R$ 16,70



ALFRED HITCHCOCKS MYSTERY MAGAZINE JULY 1968
ALFRED HITCHCOCKS E OUTROS
RICHARD DECKER
(1968)
R$ 31,28



PSICOLOGIA DA CRINAÇA 4 DESENVOLVIMENTO COGNITIVO I
P. H. MUSSEN
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
(1975)
R$ 7,50



MANUAL DE LOGOPEDIA
PIALOUX VALTAT Y OTROS
TORAY-MASSON
(1978)
R$ 18,00



MARIO BOTTA
EMILIO PIZZI
MARTINS FONTES
(1994)
R$ 15,00



ESCOLHER A PROFISSÃO
ELIANE ARBEX RODRIGUES
SCIPIONE
(1995)
R$ 16,50



APROVEITAMENTO ENERGÉTICO A PARTIR DO BIOGÁS GERADO DE DEJETOS SUÍNOS
GABRIEL SANTOS BOLACELL
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00





busca | avançada
29939 visitas/dia
1,1 milhão/mês