Mini entrevista: Jo e Tuco | Digestivo Cultural

busca | avançada
54703 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rosas Periféricas apresenta espetáculos sobre memórias e histórias do Parque São Rafael
>>> Música: Fabiana Cozza se apresenta no Sesc Santo André com repertório que homenageia Dona Ivone Lara
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> O primeiro livro que li
>>> Uma Obra-Prima Sertaneja
>>> O Chileno
>>> 17 de Julho #digestivo10anos
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Chuck Berry
>>> Autor não é narrador, poeta não é eu lírico
>>> E se tivesse dado certo?
>>> Entrevista com Milton Hatoum
Mais Recentes
>>> O terceiro reich no poder de Richard J. Evans pela Planeta (2014)
>>> Supernatural e a Filosofia de William Irwin pela Madras
>>> Na ponta do leque de Jocelyne Godard pela Primavera Editorial (2013)
>>> O pesadelo de Lars Kepler pela Intrínseca (2012)
>>> Sanatorium de Olavo Bilac e Magalhães de Azeredo pela Clube do Livro (1977)
>>> O Lôbo da Estepe de Hermann Hesse pela Civilização Brasileira (1973)
>>> Evangelização Compromisso Com Jesus de Dima Lourenço Marquez pela Eme (2007)
>>> Tortura Branca de Victor Bonini pela Coerência (2020)
>>> O Livro do Inexplicável de Jacques Bergier pela Hemus
>>> Belissima de Nora Roberts pela Bertrand Brasil (2012)
>>> Akhenaton o Filho do Sol de Luiz Carlos Carneiro pela Lake (1995)
>>> Primeiros Socorros na Ponta dos Seus Dedos de D & J. Lawson-wood pela Pensamento (1963)
>>> Deixada para trás de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2017)
>>> Uma mulher na escuridão de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2019)
>>> A vida em poesia de A vida em poesia pela Lura Editorial (2021)
>>> A Garota Que Não Se Calou de Abi Daré pela Verus Tag (2021)
>>> Longo e Claro Rio de Liz Moore pela Trama (2021)
>>> Longo e Claro Rio de Liz Moore pela Trama (2021)
>>> O canto dos contos de Daniel Moares pela Lura (2020)
>>> Flood Uma mulher implacável de Andrew Vachss pela Record (2011)
>>> Menina boa menina má de Ali Land pela Record (2018)
>>> Os segredos que nos cercam de Kathryn Hughes pela Astral Cultural (2020)
>>> Utopia de Thomas More pela Principis (2021)
>>> Amor Amargo de Jennifer Brown pela Gutenberg (2015)
>>> O misterioso caso da roval street e outras histórias de Marcelo Felix pela Lura (2020)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 17/3/2011
Mini entrevista: Jo e Tuco

+ de 2000 Acessos

Jo e Tuco, voz e contrabaixo, lançaram no fim de 2010 o álbum Um Silêncio (com distribuição da Tratore). O CD convida o ouvinte ao resgate da audição atenta e tenta mostrar a importância do silêncio, das dinâmicas e da sutileza. Também tem músicas e arranjos bem elaborados. É um conceito quase rebelde se pensarmos no mundo da dispersão dos milhões de downloads de MP3, músicas cada vez mais simplórias, processadas e "gritadas". Além disso, traz participação de grandes músicos, como Swami Jr, Adriano Busko, Paulo Freire, Alexandre Ribeiro, Lea Freire, entre outros. A seguir, uma rápida entrevista com o duo sobre o novo trabalho.

1) No encarte de Um silêncio há uma afirmação de que o disco é uma manifestação "(...) pela delicadeza, pela qualidade de ouvir, pela paciência (...)". De fato, isso é perceptível desde o nome até a capa, passando pelo encarte, a sonoridade, o repertório e a presença dos amigos tocando. De onde veio a vontade para essa manifestação"?

Jo - Penso que a intenção principal é usar a música, que é nosso meio artístico de expressão, como veículo de comunicação para aquilo que achamos precioso e necessário no mundo de hoje: a delicadeza, a qualidade de ouvir, etc. A arte, nesse caso, parece ser o melhor veículo, porque fala aos sentidos, comunica numa camada mais profunda do ser humano.

2) Os ouvintes estão, mesmo, cada vez mais dispersos e movidos pela "gritaria"?

Jo - Consideramos que há uma carência de silêncio, de contemplação demorada das coisas. A aceleração da informação, da batida do compasso, da velocidade da internet tem provocado, ao nosso ver, uma certa dificuldade de ouvir. A si mesmo e aos outros.

Tuco - E também a busca de um silêncio interno, que possibilita escutar direito. Achar um espaço vazio pra caber alguma coisa que nunca escutou ou sentiu.

3) Há algo que possa ser feito para reverter isso?

Jo - Acho que o papel do artista nesse caso é fundamental. Se ele mergulhar sinceramente na sua própria condição humana e conseguir trazer e comunicar o que há de precioso e único nele, daí pode haver mudanças, talvez pequenas, mas muito significativas.

Tuco - E também acreditar que ainda existem pessoas voltadas para essa desaceleração, que sentem a falta que isso faz.

4) Houve um período de dez anos entre o lançamento de "Você e eu" (2000), o primeiro disco da dupla, e este. Em que vocês mudaram musicalmente nesses anos? Em que evoluíram? E quais as principais diferenças entre os dois lançamentos?

Jo - Evoluí como ser humano, com a maternidade e com o cuidado interno, espiritual, e a música vem junto com essa evolução. A diferença principal é a confiança de que quanto mais sinceridade houver, mais interessante será meu trabalho. Por isso esse novo álbum está muito mais autoral, mais livre, mais feliz.

Tuco - Na música não tem como enganar, o produto do seu trabalho é o que você consegue ser como ser humano, é isso que passamos para o público, e, como a Jo falou, a nossa evolução vem da auto estima, da não concessão aos valores comerciais vigentes e a constante busca de conhecimento.

5) O disco foi produzido e lançado de forma independente. Quais as principais dificuldades que um artista independente enfrenta para lançar um disco no Brasil? Financiamento, distribuição, divulgação? O que precisa melhorar de estrutura para que os muitos músicos talentosos que temos aqui possam aparecer mais?

Tuco - O Brasil atual é uma vergonha na saúde, na educação, na moralidade e na ética de seus dirigentes. A cultura de um povo se fundamenta nesses valores. Como vou falar que precisamos de mais interesse e apoio para nossas realizações artísticas? Acho que não preciso dizer mais nada. Temos que ir fazendo..

Jo - É preciso haver consumidores de cultura, e para que haja consumidores de cultura é preciso haver educação de qualidade, respeito pela educação e pelos educadores. Infelizmente vivemos o contrário no Brasil. O que acontece é que o artista independente tem investido em sua arte sem expectativa de retorno financeiro, ou ele tem tentado fazer com que ela caiba nos modelos de projetos que interessam às empresas que são patrocinadoras de arte.


Postado por Rafael Fernandes
Em 17/3/2011 às 19h31


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Reinaldo Azevedo em The Noite de Julio Daio Borges
02. Mehmari: 150 anos de Nazareth de Julio Daio Borges
03. Primeira semana do ano é... de Julio Daio Borges
04. Vontade de abraçar todo mundo de Julio Daio Borges


Mais Rafael Fernandes no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Novos Vingadores - Motim!
Alisa Kwitney
Novo Século
(2016)



Naso Faringe e Seios Paranasais
Nao Informado
Nao Informado



Primeiros Passos 250 - o Que É Cidadania
Maria de Lourdes Manzini Covre
Brasiliense
(1991)



Cartilha do Terceiro Setor
Vários
Acs
(2004)



E a Vida Renasce Entre as Bombas...
Silvana Veronesi
Cidade Nova
(1988)



A Irmandade das Calças Viajantes
Ann Brashares
Rocco
(2003)



O amanhã a Deus pertence
Zibia Gasparetto
Vida & Consciencia
(2007)



Bíblia Sagrada Novo Testamento
Paulinas
Paulinas
(1990)



Rastros
Roberta Carreri
Perspectiva
(2011)



História - Caderno do Estudante - Parte 2
Moderna Plus
Moderna





busca | avançada
54703 visitas/dia
2,2 milhões/mês