O que é que deu no Alckmin? | Digestivo Cultural

busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Com 21 apresentações gratuitas, FLOW Literário aborda multi linguagens da literatura
>>> MASP, Osesp e B3 iniciam ciclo de concertos online e gratuitos
>>> Madeirite Rosa apresenta versão online de A Luta
>>> Zeca Camargo participa de webserie sobre produção sustentável de alimentos
>>> Valéria Chociai é uma das coautoras do novo livro Metamorfoses da Maturidade
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Se você quer ser minha namorada
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> Gatos em contos mínimos
>>> Auf! Auf!
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> 15 de Junho #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Auto-ajuda empresarial: reunite crônica
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Pesquisa e blog discutem "Marca Amazônia"
Mais Recentes
>>> Revista motociclismo magazine--175--novidades 2013. de Motor press brasil pela Motor press brasil (2012)
>>> Revista motociclismo magazine--170--a disputa mais quente de 2012 de Motor press brasil pela Motor press brasil (2012)
>>> Revista carstereotuning--75--hot pepper de Crazy turkey pela Crazy turkey
>>> Revista hot--18--lotus nacional--500 cv no gol de Sisal pela Sisal
>>> Por Que os Homens Têm Medo de Compromisso? de Steven Carter / Julia Sokol pela Sextante (2009)
>>> Devoradores de Mortos: o manuscrito de Ibn Fadlan, relatando suas experiências com os nórdicos em 922 de Michael Crichton pela Rocco / L&PM (2009)
>>> O Caminho da Cura: despertando a sabedoria interior de Deepak Chopra, M. D. pela Rocco (1999)
>>> Os Exilados da Capela de Edgard Armond pela Aliança (1989)
>>> TERRA - O Jardim de Experiências de Rodrigo Romo pela Shanthar (2013)
>>> Contos de Cemitério - Amor Humor Terror de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> A COSMOGÊNESE DE SHANTAR - Códigos Voronandeck de Rodrigo Romo pela Shanthar (2008)
>>> Futebol Campista - 100 anos de glórias e histórias (1910 - 2010) de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> Conclave de Roberto Pazzi pela Alfaguara (2006)
>>> SUPRACONFEDERAÇÃO Ordem Lanonadeck - Os Criadores e Manipuladores da Vida de Rodrigo Romo pela Shanthar (2019)
>>> A Companheira de Viagem de Fernando Sabino pela Círculo do Livro
>>> O Advogado do Diabo de Morris West pela Círculo do Livro
>>> Fragmentos de Acrílico de Ronaldo Macedo pela Alvor (1987)
>>> Variações da Palavra Dor de Therezinha Russo pela Antares (1981)
>>> A EXPERIÊNCIA MORONTIAL - A Evolução Multidimensional Física de Rodrigo Romo pela Shanthar (2016)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin de Eide M. Murta Carvalho Organização pela Martin Claret (1986)
>>> Poemas de Amor de William Shakespeare pela Pocket Ouro (2009)
>>> O Pensamento Vivo de Buda de José Geraldo Simões Jr Tradução e Pesquisa pela Martin Claret (1985)
>>> O Quarto Protocolo de Frederick Forsyth pela Record
>>> História de Sinais de Luzia Faraco Ramos pela Ática (2002)
>>> Guia Rápido para Lidar Com Pessoas Difíceis de Murray Oxman pela Gente (2008)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 13/11/2014
O que é que deu no Alckmin?

+ de 900 Acessos

Como todo mundo sabe, desde 2002 que o PSDB disputa e perde eleição para o PT, para a Presidência da República. Foi assim em 2002 com José Serra, em 2006 com Geraldo Alckmin, em 2010 com José Serra (de novo) e agora, em 2014, com Aécio Neves.

A eleição de 2014 foi um raro momento de paz entre os líderes do PSDB. Principalmente porque Serra se elegeu para o Senado, Alckmin se reelegeu governador de São Paulo, para seu quarto mandato, e Aécio parecia o candidato consensual - todos se uniram para apoiá-lo.

Perdida a eleição, elencados os primeiros nomes para concorrer em 2018, a paz começou a se esvanecer. O nome de Aécio não era mais consensual, ainda que o PSDB nunca tivesse chegado tão perto da vitória. Começou a surgir o nome de Alckmin...

Até aí, faz parte do jogo. Como 2018 está muito longe, no horizonte político, as especulações vão prosseguir...

O problema começou há poucos dias. Enquanto o senador Aloysio Nunes, candidato a vice na chapa de Aécio, praticamente chamava a ex-candidata de "mentirosa" e a presidente reeleita de "estelionatária" no plenário, Alckmin se reunia com a dita cuja no Palácio do Planalto.

Quando indagado sobre isso, Alckmin tergiversou. Evocou a governabilidade. Como foi pedir R$ 3,5 bilhões a Dilma Rousseff para combater a crise hídrica, disse que a oposição deveria ser feita no Parlamento. Deu a entender que não era essa a função de quem ocupava "cargos executivos"...

Foi estranho. Mas ele podia estar sendo "prático". Ou pragmático. PSDBistas logo acudiram...

Agora, a coisa ficou um pouco mais séria, porque Alckmin foi a Nova York proclamar que "pessimismo é exagerado" em relação ao Brasil. E a Folha logo estampou: "Alckmin critica pessimismo na economia".

Descontando a malicia recorrente da Folha, a crise econômica não é mais uma questão de gosto. Ou de ponto de vista. Inflação descontrolada, juro real mais alto do mundo, crescimento próximo de zero e desemprego à vista... não são opiniões, são fatos. E devem ser encarados como tais.

Alckmin foi correto ao afirmar que se deve enfrentar "rápido" a questão fiscal. Até porque, como sabemos, o governo federal está à beira de se tornar um "fora da lei". Virtualmente incapaz de cumprir a meta para 2014, fixada em lei, apelou para o Congresso, querendo "revisar" a meta. Algo como mudar a média para passar de ano, quando o aluno ameaça levar pau... A oposição não quer "revisar", claro. E com razão. Sendo assim, o que quis dizer Alckmin?

Para completar, Geraldo Alckmin entoou, nos Estados Unidos, o canto da "reforma política", a mesma evocada por Dilma no discurso da vitória. Para não soar dúbio, levantou o problema do excesso de partidos, que ameaça a governabilidade. (Ele gosta dessa palavra.) Apesar de que, quando o PT fala em reforma política, a relação que se faz é com a tal "democracia direta" - que tiraria poderes do Congresso... para dar, em última instância, à militância (ao PT, de novo).

Como se percebe, com esses movimentos, Alckmin está adentrando em terreno pantanoso. Se no início parecia só uma disputa pela candidatura à Presidência em 2018, de repente o governador começou a melindrar a oposição encampada por seu próprio partido, no Congresso... E agora, fora do Brasil, defende o governo federal - e, mais do que isso, os *projetos* desse governo, cujo partido, conforme documentos oficiais deste, não morre de amores pela democracia...

Como se diz na gíria, depois de conquistar o quarto mandato, Alckmin está "se achando". Mas se esquece de que o primeiro mandato foi herança de Mário Covas, o segundo foi inércia de Covas. O terceiro foi por mérito próprio, OK. Mas neste quarto, apesar de existir mérito também, houve o fator "anti-PT", e a ausência candidatos competitivos. Paulo Skaf, o mais próximo disso, foi muito criticado pelo uso pessoal que fez da estrutura da Fiesp, e por não ter uma ideologia muito bem definida (sendo frequentemente comparado a Gilberto Kassab).

PSDBistas exaltados proclamam, nas redes sociais, que seu partido "não deve satisfação a ninguém" (sobre suas rusgas internas). Mas deve. Pior que deve. No mínimo, deve a quem votou nele. E isso inclui eleitores de Geraldo Alckmin.

Num momento em que até quadros representativos do próprio PT, como Marta Suplicy, vêm a público fazer críticas à condução da política econômica do governo federal, e até ao governo em si, não faz sentido que o governador reeleito de São Paulo, pelo partido da oposição, venha defender esse governo, indiretamente sua política econômica, e até obscuras "reformas" - em nome da "governabilidade", da crise hídrica, ou, pior, em nome de um suposto protagonismo numa longínqua disputa presidencial...

Geraldo Alckmin, com essa postura, desrespeita seus eleitores. Desrespeita a população de São Paulo, que fez questão de não eleger o PT em nenhuma instância. E desrespeita, além do posicionamento de seu partido, o voto de, no mínimo, 51 milhões de brasileiros - que decididamente não concordam com este estado de coisas...

Para ir além
Compartilhe


Postado por Julio Daio Borges
Em 13/11/2014 às 15h00


Quem leu este, também leu esse(s):
01. FHC sobre os protestos de Julio Daio Borges
02. Vista aérea de 17/6/2013 de Julio Daio Borges
03. Lui Liu de Yuri Vieira
04. Retrovisor, de Céu de Julio Daio Borges
05. O Uso do Twitter no Brasil de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Menor Importância
Cássio Zanatta
Realejo
(2016)
R$ 42,00



A Geolinguística no Brasil
Vanderci de Andrade Aguilera
Eduel
(2007)
R$ 89,00



O Comportamento do Executivo Chave para o Desenvolvimento Organizacion
Chris Argyris - H Edward Wrapp e Alonzo Mcdonald
Nova Cultural
(1987)
R$ 28,00



Cinco Pacientes
Michael Crichton
Artenova
(1972)
R$ 10,00



Signo do Pecado (Série da Literatura Romântica)
Shirley Larson
Nova Cultural
(1990)
R$ 7,50



Poeti Comici e Mimetici Dei Greci
Antonio Marzullo
Francesco Perrella
R$ 35,02



Os Grandes Processos da História - Série Ii
Henri Robert
Globo
(1960)
R$ 10,94



100 Dicas Infalíves de Como Emagrecer e Se Manter Em Forma
Fred A. Stutman
Sextante
(2007)
R$ 4,50



Tudo o Que um Gordo Deveria Saber - Autografado.
Antonio Soares da Fonseca Junior
Factash
(2007)
R$ 12,00



Português Linguagens - 9º Ano - Livro do Aluno
William Cereja - Thereza Cochar
Atual
(2014)
R$ 50,00





busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês