Walter Burkert (1931-2015) | Digestivo Cultural

busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto outubro - Sesc Carmo - literatura infantojuvenil
>>> Projeto seleciona as melhores imagens de natureza produzida por fotógrafos de Norte a Sul do país
>>> Infantil com a Companhia de Danças de Diadema tem sessão presencial em Ilhabela e Caraguatatuba
>>> Teatro do Incêndio realiza roda de conversa na Rua 13 de Maio sobre carnaval e identidade do Bixiga
>>> Mauro Mendes Dias lança Entre Baratas e Rinocerontes no encerramento da Semana da Estupidez
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Extraordinary Times
>>> Ensaio sobre a surdez
>>> The Search, John Battelle e a história do Google
>>> As ligações perigosas
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Consulta
>>> Dia do Sabino
>>> De Siegfried a São Jorge
>>> So much that was good but is gone
Mais Recentes
>>> LEVIATÃ, ou Matéria, Forma e Poder de um Estado Eclesiástico e Civil de Thomas Hobbes (1588-1679) pela Martin Claret (2014)
>>> O Inverno Chegou de Cynthia Freeman pela Nova Cultural (1987)
>>> Parábolas de Jesus: texto e contexto de Haroldo Dutra Dias pela Federação Espírita do Paraná (2011)
>>> Nunca Houve um Castelo de Martha Batalha pela Companhia das Letras (2018)
>>> O segredo de fátima de Irmã lúcia pela Loyola (1991)
>>> Iniciação À Arte De Curar Pelo Magnetismo Humano de Paul-Clément Jagot pela Pensamento
>>> Venda mais - DEUS na empresa. A espiritualidade ajuda a vender? Ano 9 - Nº108 de Vários pela Quantum (2003)
>>> Meu Recife de Outrora: Crônicas do Recife Antigo de Fernando Pio pela Departamento de Cultura (1969)
>>> Aparência Rio de Janeiro - 60 Notícia Histórica Descritiva da Cidade de Gastão Cruls pela José Olympio (1949)
>>> Experiências Psíquicas Além da Cortina de Ferro de Sheila Ostrander e Outro pela Cultrix (1970)
>>> Aprender a pensar de Edward de Bono pela Plaza e Janés (1987)
>>> Nem cosme nem damião de Joaquim vaz de carvalho pela Giz (1993)
>>> A Tormenta de Espadas. As Crônicas de Gelo e Fogo - Volume 3 de George R R Martin pela Leya (2012)
>>> A Guerra dos Tronos. As Crônicas de Gelo e Fogo - Volume 1 de George R R Martin pela Leya (2012)
>>> A Dança Dos Dragões - Coleção As Crônicas De Gelo E Fogo. Volume 5 de George R R Martin pela Leya (2012)
>>> A Furia dos Reis: As Cronicas de Gelo e Fogo, Vol. 2 de George R R Martin pela Leya (2011)
>>> O Festim Dos Corvos - Coleção As Crônicas de Gelo e Fogo de George R R Martin pela Leya (2012)
>>> A Menina Submersa: Memórias: Um caso de amor para toda vida de Caitlin R. Kiernan pela Darkside (2015)
>>> D.Gray-Man, Volume 15 de Katsura Hoshino pela Panini Comics (2009)
>>> D.Gray-Man, Volume 14 de Katsura Hoshino pela Panini Comics (2009)
>>> D.Gray-Man, Volume 13 de Katsura Hoshino pela Panini Comics (2009)
>>> D Gray Man Vol. 12 de Katsura Hoshino pela Panini Comics (2010)
>>> D. Gray-man Volume 11 de Katsura Hoshino pela Panini Comics (2010)
>>> Manuel Bandeira- Análise e Interpretação Literária de Emanuel de Moraes pela José Olympio (1962)
>>> O Fantasma de Jo Nesbo pela Record (2017)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 19/3/2015
Walter Burkert (1931-2015)

+ de 2500 Acessos



Neste último sábado, dia 14, no silêncio que convém aos homens de estudo, faleceu Walter Burkert, um dos maiores helenistas do último século e deste que inicia.

Na verdade, dizer "helenista" não é dar a exata dimensão da relevância de seu trabalho. Não que ser helenista signifique pouco: a questão é que este bávaro nascido em 1931 foi muito mais do que isso. Da mesma forma que Erich Auerbach, Ernst Robert Curtius, Georges Dumézil, Max Muller e tantos outros, Burkert foi filólogo, profissão que desafia os limites que a academia impõe ao pesquisador.

Explico: o filólogo impõe a si mesmo o trabalho de partir do idioma e do texto, sobretudo o literário, para chegar, em última análise, à compreensão de uma civilização inteira. De um trecho da Odisséia, Erich Auberbach extrai conclusões sobre toda a cosmovisão dos gregos; dos nomes que os nórdicos davam a seus deuses, George Dumézil faz inferências sobre toda a organização social e política daqueles povos.

Por isso, o filólogo tem de, por definição, ser um conhecedor de amplos domínios do saber. Não há, a rigor, especialistas em filologia. Talvez por isso não seja uma ciência muito presente nos currículos acadêmicos de hoje, que primam, bem ou mal, pela necessidade imperiosa de especialização.

A obra de Burkert é imensa, em variedade e importância. Em "De Homero aos Magos", abordou a influência oriental na tradição grega, incluindo aí insuspeitas presenças do Gilgamesh. Em "A criação do sagrado", a maneira como o sentido de sagrado se forma na mente humana. E naquela que muitos consideram sua obra prima, "Homo necans", Burkert investiga o processo de transformação da religião em arte. Os leitores de René Girard perceberão aí conclusões semelhantes às presentes em "Violência e o sagrado". E terão razão: Burkert reconhece, já no prefácio de Homo necans, que Girard tem pontos em comum com ele.

Nesta mesma obra Burkert define, em poucas e definitivas palavras, qual a tarefa que lhe coube, e que serve para definir plenamente a atividade de todos os filólogos:

"Sou um filólogo que parte dos antigos textos gregos e tenta encontrar explicações biológicas, psicológicas e sociológicas para os fenômenos religiosos".

Uma tarefa que cumpriu plenamente em seus 84 anos de vida.


Postado por Celso A. Uequed Pitol
Em 19/3/2015 às 11h14


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Zuza Homem de Mello no Supertônica de Julio Daio Borges
02. Gigantes de Tecnologia na Bolsa dos EUA de Julio Daio Borges
03. Crise da Democracia de Julio Daio Borges
04. Lembrança de Paulo Brossard de Celso A. Uequed Pitol
05. Não há governo mais acusado de Julio Daio Borges


Mais Celso A. Uequed Pitol no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Extraterritorial - A literatura e a revolução da linguagem
George Steiner
Companhia das letras
(1989)



Dieta Antiinflamatória
Dr. Alexandre Luiz Gomes de Azevedo
Qualynute
(2008)



O Peregrino Maldito
Neimar de Barros
O Recado
(1979)



Oscar Niemeyer: Traço, Palavra, Forma
Oscar Niemeyer e Outros
Santa Clara
(2004)



Rousseau os Pensadores
Jean-jacques Rousseau
Abril Cultural
(1978)



Melancia
Marian Keyes
Bertrand
(2007)



Lendas de Sangue. o Vampiro na História e no Mito
Flavia Idriceanu
Madras
(2011)



A Revolução dos Bichos - 2016
George Orwell
Companhia das Letras
(2016)



Revista Studia Kantiana volume 9
Christian Hamm ed.
Universidade Federal de Santa Maria
(2009)



Os Tijolos Nas Paredes das Casas
Kate Tempest
Casa da Palavra
(2016)





busca | avançada
78548 visitas/dia
1,8 milhão/mês