Kiko Loureiro no Megadeth | Digestivo Cultural

busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Nélio Silzantov, semifinalista do Jabuti de 2023, aborda geração nos anos 90
>>> PinForPeace realiza visita à Exposição “A Tragédia do Holocausto”
>>> ESTREIA ESPETÁCULO INFANTIL INSPIRADO NA TRAGÉDIA DE 31 DE JANEIRO DE 2022
>>> Documentário 'O Sal da Lagoa' estreia no Prime Box Brazil
>>> Mundo Suassuna viaja pelo sertão encantado do grande escritor brasileiro
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> Salve Jorge
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Feliz Natal, Charlie Brown!
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Marketing de cabras
>>> Simplesmente tive sorte
>>> Sete tecnologias que marcaram meu 2006
>>> Maria Helena
>>> Sombras
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Perfil (& Entrevista)
Mais Recentes
>>> Tumular de Thunder Dellú pela Avec (2021)
>>> A Canção de Bêlit - Tomo 1: A Tigresa e o Leão de Rodolfo Martínez & Robert E. Howard pela Avec (2021)
>>> A Liga Extraordinária apresenta: Nemo As Rosas de Berlin de Alan Moore pela Devir (2018)
>>> O Diabo no Corpo de Raymond Radiguet pela Brasiliense (1985)
>>> O Amante de Lady Chatterley de D. H. Lawrence pela Companhia Editora Nacional (1985)
>>> Meu Coração Desnudado de Charles Baudelaire pela Nova Fronteira (1981)
>>> As Crias de Hastur - A Irmandade do Olho do Corvo - Tomo I de A. Z. Cordenonsi pela Avec (2021)
>>> Artemis Fowl O Menino Prodígio do Crime de Eoin Colfer pela Record (2001)
>>> História de Mayta de Mario Vargas Llosa pela Francisco Alves (1984)
>>> Superman & Batman As Duas Faces da Justiça (três edições. completa) de Karl Kesel e Dave Taylor pela Abril (2002)
>>> Multiverso Pulp Vol. 1: Espada e Feitiçaria de Duda Falcão (org.) pela Avec (2020)
>>> O Ciclope de Eurípedes pela Ofícios Terrestres (2021)
>>> Defensores nº 2 de Joe Kelly. Kano e Phil Jimenez pela Abril (2002)
>>> As Rãs de Mo Yan pela Companhia das Letras (2015)
>>> Linguagem Jornalística de Nilson Lage pela Ática (2003)
>>> DC Especial nº 8 - Poderosa de Paul Kupperberg e Mary Wilshire pela Abril Jovem (1991)
>>> The Demon-Haunted World - Science as a candle in the dark de Carl Sagan pela Headline (1997)
>>> Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente pela Saraiva (2008)
>>> A Fábrica Automática e a Organização do Trabalho de Angelo Dina pela Vozes (1987)
>>> Cavaleiro das Trevas III A Raça Superior Livro Cinco de Frank Miller, Brian Azzarelo, Andy Kubert pela Panini (2016)
>>> A arte da tese de Michel Beaud pela Best bolso (2018)
>>> Luluzinha Teen e sua turma nº 1 de Renato Fagundes pela Pixel (2009)
>>> Libro tardío del retorno / Le livre lent swa retrouvailles de Julio Heredia pela Bérénice (2004)
>>> Liga da Justiça nº 5 de Mark Waid. Bryan Hitch e Mike S. Miller pela Abril (2002)
>>> Cenas de um Casamento de Ingmar Bergman pela Nórdica (1977)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 3/4/2015
Kiko Loureiro no Megadeth
+ de 3200 Acessos

Uma vez participei de uma reunião com o Kiko Loureiro, na Hellion Records, que era parceira do Digestivo.

Um entojo. Fui a convite dos donos da gravadora, para dar sugestões na divulgação do seu CD solo. Mas ele se sentiu ameaçado. Supôs que eu e o Digestivo iríamos passar por cima da assessoria de imprensa dele e se colocou na defensiva a reunião inteira.

Conheci bem o Viper. Já o Angra fez sucesso quando parei de ouvir heavy metal (fui ouvir rock e MPB). Mesmo não conhecendo direito o trabalho do Kiko, achei ele bastante pretensioso. Se imaginava gravando um disco com Naná Vasconcelos... No máximo, era um bom instrumentista; mas se achava um grande músico...

Voltando ao Viper, hoje eu acho o Pit Passarell um grande músico. Você não precisa ser um "virtuose" para ser um grande músico. John Lennon, por exemplo, era um grande músico. E, como guitarrista, era um dos mais limitados (ele mesmo reconhecia).

Às vezes, coincide. Paco de Lucía era um virtuose *e* um grande músico. Mas é raro. A maioria dos guitarristas de heavy metal se perde nos labirintos da técnica. Não se sustenta "solo". Kiko Loureiro não é nem melhor nem pior que nenhum deles...

A último guitarrista do Megadeth, para mim, foi Marty Friedman. Talvez tenha sido o primeiro. (Ou o único.)

Eu peguei essa época e lembro de todo o folclore envolvendo a entrada dele no Megadeth. Dizem que Dave Mustaine realizava as mais difíceis acrobacias, e pedia para ele repetir. Não tinha nada que Marty Friedman não pudesse fazer. Acabou passando no teste.

Seus discos solo eram chatos. Mais chatos que os do Kiko Loureiro? Não sei; não lembro. Mas, musicalmente, acredito que Marty Friedman se "revelou" no Megadeth. O solo de Holy Wars, inclusive com guitarra flamenca, não é pra qualquer um, não.

Rust in Peace, na minha humilde opinião, é o melhor Megadeth. Melhor que o Black Album. Pau a pau com Seasons in the Abyss.

Deve ser dessa época a máxima de Mustaine segundo a qual "homens tocando numa banda é o mais próximo que conseguem chegar de fazer sexo entre si".

O último guitarrista do Megadeth que vi, no YouTube, foi um grandalhão que reproduzia, milimetricamente, os solos de Marty Friedman. Inclusive, os de Holy Wars. Não guardei o nome...

Acho Dave Mustaine cansado, nas últimas entrevistas. Talvez precise de uma inspiração nova...

Está na moda contratar guitarristas brasileiros de heavy metal. Por coincidência, revi Andreas Kisser, no Anthrax, ontem. Ele parece 100% adaptado.

Por coincidência ou não, sigo o Dave Mustaine no Twitter. Comecei a seguir porque, uma vez, o Lobão retuitou.

"Big announcement tomorrow", ele disse ontem. Era o Kiko Loureiro. Quem diria...

Na minha época, a gente discutia qual era a maior banda: Sepultura ou Viper?

Andreas Kisser foi cogitado para substituir a guitarra de James Hetfield, quando este se acidentou nos anos 90.

Já Dave Mustaine foi o único guitarrista expulso do Metallica. E Kiko Loureiro integrou a banda de Andre Matos, quando este saiu do Viper...

Agora Dave Mustaine e Kiko Loureiro vão tocar juntos. Tudo isso deve significar alguma coisa para a nossa música ;-)


Postado por Julio Daio Borges
Em 3/4/2015 à 00h56

Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Biografia Yves Montand: a Vida Continua
Jorge Semprun
Nova Fronteira
(1983)



A Metamorfose
franz Kafka
Pé da Letra
(2017)



Os Irmãos Inimigos 408
Nikos Kazantzakis
Círculo do Livro



Como Serão as Coisas no Futuro
Richard W. Oliver
Negócio
(1999)



Anna Liza e o Consultório Feliz
Eoin Colfer
Galera Junior
(2017)



Infinito - Série Os Imortais Vol. 6
Alyson Noël
Intrínseca
(2011)



Livro Literatura Brasileira Castelos Tropicais
Clara Baccarin
Chiado
(2015)



Livro Administração Money Boss Você Vai Mandar no Seu Dinheiro!
Marcos Silvestre
Valores Editorial
(2017)



Brasil Nos Arquivos Britânicos E Irlandeses: Guia de Fontes
Oliver Marshall
‎ Centre for Brazilian Studies
(2007)



Gramática Española para Brasileños
Vicente Masip
Parábola
(2010)





busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês