A Mãe - Máximo Gorki I | Blog de Expedito Aníbal de Castro

busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 21/5/2015
A Mãe - Máximo Gorki I
Expedito Aníbal de Castro

+ de 900 Acessos

Os escritores russos, de maneira geral, conseguem transmitir, em suas obras, um ambiente triste, frio, escuro, às vezes, lúgubre. Máximo Gorki, pseudônimo de Alexei Maximovitch Pechkov não é diferente. Todos que nasceram na época do czarismo e participaram, em maior ou menor grau, da revolução operária, sofreram física e psicologicamente a perseguição do sistema.

Gorki nasceu na pequena cidade de Nizhny Novgorod em 1868. Aos dez anos perdeu a mãe e passou a ser criado pelo avô que era tintureiro. Não era exatamente um lar para a criança de uma inteligência incomum que iniciou uma vida nômade, fazendo todo tipo de trabalho. Certa vez, trabalhando num navio, tomou emprestado um livro de um dos colegas, interessando-se, a partir daí, pela literatura. A vida lhe proporcionaria todo tipo de vivência que serviria como base para suas obras. Aliás, o nome Gorki significa o amargo.

Gorki logo se tornou ativista político e iniciou sua produção literária perfilando-se, como muitos outros, na Escola Naturalista, ou seja, transmitia uma realidade crua mostrando que o indivíduo era, tão somente, consequência do ambiente e da hereditariedade. Veremos, na análise da obra, o quanto Gorki se esforçava para mostrar isto ao leitor. Em 1887, aos 19 anos, tenta o suicídio. O tiro não o matou, mas perfurou seu pulmão o que provocou, mais tarde, uma tuberculose. Em 1890 foi preso em virtude de suas atividades políticas.

A Mãe, obra que o tornou conhecido internacionalmente, mostra a vida de uma senhora Pelágia Vlassova , seu filho, Paulo e os jovens revolucionários que rondam em torno dos dois. A vida na Rússia daquela época era bastante sofrida. Trabalhava-se doze horas em uma fábrica qualquer, outras horas eram gastas na bebida que, de alguma maneira, ajudava a suportar o sofrimento. As mulheres, então, eram objetos de uso e de maltrato por parte dos maridos e, às vezes, dos próprios filhos homens. O frio era intenso e as pequenas comunidades viviam de uma maneira que todos sabiam da vida de todos. A neve se tornava lama e o caminhar era difícil, as casas pequenas e as paredes sempre tinham ouvidos.

O marido de Pelágia, que morre logo no início da obra, é assim descrito pelo autor:

Assim era a vida do serralheiro Miguel Vlassov, homem carrancudo, peludo, de olhos desconfiados escondidos sob espessas sobrancelhas, e um sorriso maldoso. Era o melhor serralheiro da fábrica e o hércules do bairro, mas ganhava pouco porque era grosseiro com seus chefes; todos os domingos batia em alguém; toda a gente o detestava e o temia........O rosto coberto dos olhos ao pescoço por uma barba negra e as mãos peludas mantinham o terror geral. Eram sobretudo temíveis os olhos, pequenos e penetrantes, que verrumavam as pessoas como se tivessem uma ponta de aço; quando se lhe encontrava o olhar, sentia-se a presença duma força selvagem, inacessível ao temor, pronta a castigar sem piedade.

Observa-se, aí, a capacidade descritiva do autor, seja do físico, seja da alma de seus personagens. Sobre A Mãe — ele sempre a chama assim — e sobre o filho — Paulo — ele desce a detalhes ainda mais minuciosos, mesmo porque, à medida que a trama se desenvolve, mais se vai conhecendo de cada um. A Mãe observa o filho a iniciar-se no movimento proletário, nas leituras obscuras, para ela que sequer sabia ler; observa com preocupação, pois antevê onde vai terminar essa opção. O filho não é como os outros jovens: não bebe, não namora, não se permite lazeres, não bate nela. Pelo contrário, à medida que flui a narrativa, o filho se mostra atencioso e carinhoso. Isto aproxima a Mãe das reuniões que o filho mantém com um numeroso grupo de jovens que, paulatinamente, vai sendo conhecido por Ela.


Postado por Expedito Aníbal de Castro
Em 21/5/2015 às 17h00


Mais Blog de Expedito Aníbal de Castro
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




THE OFFICIAL BOY SCOUT HANDBOOK
WILLIAM BILL HILLCOURT
JOHN PAGE
(1979)
R$ 150,00



E A LUZ SE FÊZ - O ROMANCE DA ASTRONOMIA
RUDOLF THIEL
MELHORAMENTOS
R$ 25,00



REVISTA TRIP NÚMERO 132
MELAINE, 21, O PRIMEIRO ENSAIO DE UMA TRIP GIRL NA CADEIA
TRIP
(2005)
R$ 70,00



BIOMBOS DOS PORTUGUESES
JOSE DE GUIMARAES
COMISSÃO NACIONAL PARA AS COME
R$ 55,00



MUITO PRAZER
MÁRCIA ZOLADZ
MANDARIM
(2000)
R$ 4,00



LÍNGUA PORTUGUÊSA - LIVRO DE ATIVIDADES - ENSINO MÉDIO - TELECURSO
SANDRA PORTUGAL E SUZANA D'AVILA
FRM
(2008)
R$ 25,00



MÚSICA CAIPIRA
JOSÉ HAMILTON RIBEIRO
REALEJO
(2015)
R$ 74,00



FLOWER INNOVATIONS
PAULA PRYKE
MITCHELL BEAZLEY
(1995)
R$ 95,00



TERAPIA INTRAVENOSA ATUALIDADES
WILLIAM MALAGUTTI E HELLEN ROEHRS
MARTINARI
(2012)
R$ 20,00



THE HAJ
LEON URIS
CORGI
(1984)
R$ 6,00





busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês