Kafka e seu pai | Blog de Cassionei Niches Petry

busca | avançada
53064 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Música: Fabiana Cozza se apresenta no Sesc Santo André com repertório que homenageia Dona Ivone Lara
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
>>> Iecine abre inscrições para a oficina Coprodução Internacional para Cinema
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Affirmative action
>>> Cozinhando com mamãe
>>> Conheça Carácolis (parte 1)
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> Mob Flash
>>> A Geração Paissandu
>>> História de um papagaio de papel
>>> Saleté S.A.
>>> YouTube: a história (trailer)
>>> Gran Torino, de Clint Eastwood
Mais Recentes
>>> Operação Thermos Amazônia de Carlos Araujo pela Nordica (1990)
>>> O Pequeno Livro da Verdadeira Felicidade de Anselm Grun pela Loyola (2003)
>>> O Incêndio de Troia de Marion Zimmer Bradley pela Círculo do Livro
>>> Biblioteca Vida e Missão - Carta Pastoral do Colégio Episcopal de N/d pela Imprensa Metodista
>>> Mais Feliz Que Deus de Neale Donald Walsch pela Agir (2009)
>>> Escola de Equitação para Moças de Anton Di Sclafani pela Intrínseca (2014)
>>> A Salamandra de Morris West pela Record (1973)
>>> The Company of Ghosts de Berlie Doherty pela Andersen Press
>>> Tarot Hipocampo (sem Baralho) de Beatriz Vilela pela Hipocampo
>>> A Terra do Deus Dará de João Batista de Andrade pela Atual (1991)
>>> Indomada - Série House of Night - Livro 4 de P. C. Cast e Kristin Cast pela Novo Século (2010)
>>> As Regiões Selvagens do Mundo - Coleção Completa 18 Vol. de N/d pela Cidade Cultural (1984)
>>> A Profetisa de Barbara Wood pela Record
>>> Neuroanatomia Funcional de Angelo Machado pela Atheneu (1993)
>>> Legislação Previdenciária Centro de Estudos da Seguridade Social de Anfip / Centro de Estudos da Seguridade Social pela Anfip (1998)
>>> O Milagre de Nicholas Sparks pela Agir (2010)
>>> The Red Balloon de Eduardo Amos e outros pela Richmond (2005)
>>> Revista Playboy n133 Renée de Vielmond de Civita pela Abril (1986)
>>> Dulcina e o teatro de seu tempo de Sérgio Viotti pela Lacerda (2000)
>>> Meditações para reavivar a esperança 1 e 2 de Dom Irineu Roque Scherer pela Fazenda da Esperança
>>> A Morte de Ivan Ilitch de Leon Tolstói pela L&Pm Pocket (2013)
>>> Um deus na contamão de Costanzo pela Cidade Nova (2013)
>>> Terapia de Vidas Passadas - Uma viagem no tempo para desatar os nós do inconsciente de Célia Resende pela Nova Era (1999)
>>> Construindo um Mundo Onde Todos Ganhem de Hezeel Henderson pela Cultrix (2003)
>>> E o Sol Voltou a Brilhar de Petrucio pela Livree (1996)
BLOGS >>> Posts

Domingo, 9/8/2015
Kafka e seu pai
Cassionei Niches Petry

+ de 1100 Acessos

"Da tua poltrona, tu regias o mundo."

Dia dos Pais chegando. Não sou muito de datas. Cada vez me apego menos a elas. É inevitável, porém, escapar de suas garras, principalmente se a data é comercial.

Tenho uma relação boa com meu velho, apesar de ele não ter sido tão presente na minha vida como eu gostaria, pois é divorciado de minha mãe. Na condição de pai, eu tento ter com minha filha uma relação melhor e acho que estou conseguindo.

Quero, no entanto, falar de literatura, não de mim. E sobre o tema relação pai e filho, a primeira obra que me vem à mente é um pouco óbvia: a Carta ao pai, de Franz Kafka. O escritor tinha 36 anos quando escreveu as mais de cem páginas manuscritas, entre os dias 10 e 19 de novembro de 1919. Hermann Kafka demonstrara indiferença com a notícia do filho de que estava ficando noivo de Julie Wohryzek, sendo o que faltava para que o autor de O processo derramasse em forma de palavras todas as suas mágoas em relação ao pai.

Em seu desabafo literário, queixa-se do tratamento frio e tirano, das injustas reprimendas — como a do episódio da porta trancada, em que Kafka fora trancado do lado de fora da casa apenas por ter chorado pedindo água durante a noite —, das regras estipuladas que só serviam para o filho, não para o pai: "Por causa disso o mundo foi dividido em três partes para mim, uma onde eu, o escravo, vivia sob leis que tinham sido inventadas só para mim e às quais, além disso, não sabia por que, eu nunca podia corresponder plenamente; depois, um segundo mundo, infinitamente distante do meu, no qual tu vivias, ocupado em governar, dar ordem e te irritares com o não-cumprimento delas; e finalmente um terceiro mundo, no qual as outras pessoas viviam felizes e livres de ordem e obediência."

Kafka também revela que em sua obra, até aquele momento ainda não conhecida e formada por poucos títulos publicados, perpassava a figura paterna: "Minha atividade de escritor tratava de ti, nela eu apenas me queixava daquilo que não podia me queixar junto ao teu peito." Entre as narrativas desse período, a mais representativa, sem dúvida, é A metamorfose, cujo protagonista, transformado num inseto, tinha problemas com seu genitor. O veredicto também é exemplar.

"Nenhuma palavra de contestação!" era uma das frases mais utilizadas por Hermann para marcar sua autoridade sobre Franz. O filho, no entanto, em sua carta, desobedeceu ao pai pela primeira vez. O texto, entretanto, não foi entregue. Segundo Marcelo Backes, que traduziu a carta para a edição da L&PM Pockets, os motivos disso nunca foram claros. "Se por ventura achou que ele de fato não se interessaria por ela ou se passou a duvidar do valor documental do manuscrito, ficará sendo um mistério."

Se as palavras de Kafka não chegaram ao seu pai, pelo menos chegaram até nós, seus admiradores e filhos literários.


Postado por Cassionei Niches Petry
Em 9/8/2015 às 09h35


Mais Blog de Cassionei Niches Petry
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Falando Pelos Cotovelos
Lucia Pimentel Goes, Negreiros
Moderna
(2002)



O Baú do Medo Coletânea de Cordéis de Suspense e Terror
Zeca Pereira Org
Nordestina
(2019)



Literatura do Minarete
Monteiro Lobato
Brasiliense
(1959)



Tem Carta pra Mim?
Fanny Abramovich
Scipione
(1994)



Cultura - Ano I - N. 3
Ministério da Educação e Saúde
Não Informado
(1949)



Literatura Comentada - Mario de Andrade
João Luiz Lafetá
Nova Cultura
(1990)



Brasil Aspectos da Cultura Brasileira
1993
Empresa das Artes



Recetario Industrial: Fórmulas, Secretos, Recetas, Trabajos Lucrativos
G D Hiscox; a a Hopkins
Gustavo Gili
(1961)



O Evangelho Que nos Cura - Diálogos Sobre a Não-violência
Bernhard Haring e Valentino Sa
Paulinas
(1992)



Emoções Em Familia
Silvia Bruno Securato
Oficina do Livro
(2008)





busca | avançada
53064 visitas/dia
2,2 milhões/mês