Acho que entendi o Roberto Setubal | Julio Daio Bløg

busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “O CAMINHO DAS PEDRAS'
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Caravana em BH
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> Relationships Matter
>>> Notas de um ignorante
>>> Alumbramento
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> Rumos do cinema político brasileiro
>>> Black Sabbath 1970
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Manual prático do ódio
Mais Recentes
>>> Fundamentos Da Biologia Celular - 2ª Ed (muito bom) de Bruce Alberts pela Artmed (2007)
>>> Reaprendendo o Português [Capa Dura] de Carlos Eduardo de Bruin Cavalheiro (org.) pela Edic (2010)
>>> Revista Conexão Geraes: Seguridade Social Ampliada n6 ano 4 de Taysa Silva Santos; Soraya Magalhães Pelegrini; Matheus Thomaz da Silva pela Crssmg (2015)
>>> Revista Conexão Geraes: A Dimensão Técnico-Operativa no Serviço Social n3 ano 2 de Kênia Augusta Figueiredo; Elaine Rossetti Behring; Ana Cristina Brito Arcoverde pela Crssmg (2013)
>>> Revista Conexão Geraes: Expressões socioculturais n5 ano 3 de Carlos Montano; Cézar Henrique Maranhão; Yolanda Demétrio Guerra pela Crssmg (2014)
>>> Revista Conexão Geraes: Relatório de Gestão n8 ano 6 de Luana Braga; Rosilene Tavares; Marisaura pela Crssmg (2017)
>>> Revista Conexão Geraes:30 Horas Lei é Para Cumprir n7 ano 5 de Ivanete Boschetti; Ricardo Antunes; Marisaura dos Santos Cardoso pela Crssmg (2016)
>>> Revista Conexão Geraes: Direito à Cidade n4 ano 3 de Maria Lúcia Martinelli; Duriguetto; Joviano Mayer pela Crssmg (2014)
>>> Saúde Mental no SUS: Os Centros de Atenção Psicossocial de Ministério da Saúde pela Sas (2004)
>>> Ensaios Ad Hominem 1: Tomo 3 - Política de J. Chasin pela Ad Hominem (2000)
>>> Revista Histórica de Contagem 102 Anos de Ciro Carpentieri Filho pela Fundac (2013)
>>> O Brasil Desempregado de Jorge Mattoso pela Perseu Abramo (1996)
>>> Caderno do Plano de Manejo Orgânico de Mapa pela Secretaria de Cooperativismo (2014)
>>> Manual de Arborização Capa Verde de Cemig pela Cemig
>>> Manual de Arborização de Cemig pela Cemig (1996)
>>> Mata Atlântica: Mapa da Área de Aplicação da Lei n 11.428 de Ibge pela Ibge
>>> MG Biota v. 11 n 1 de Biologia Floral; aposematismo pela Ief (2018)
>>> MG Biota v. 10 n. 2 de Anfíbios pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 1 de Germinação; Capões de Mata pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 3 de Recuperação de Áreas Degradadas pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 6 n. 1 de Cerrado; Vale do Jequitinhonha pela Ief (2017)
>>> Informe Agropecuário 244 de Áreas Degradadas pela Epamig (2008)
>>> Informe Agropecuário 285 de Déficit Hídrico pela Epamig (2015)
>>> Informe Agropecuário 287 de Agricultura Orgânica e Agroecologia pela Epamig (2015)
>>> Contos de Amor e Morte de Arthur Schnitzler; George Bernard Sperber (trad.); Wolfgang Bader (apr.) pela Companhia das Letras (1999)
BLOGS >>> Posts

Quarta-feira, 26/8/2015
Acho que entendi o Roberto Setubal
Julio Daio Borges

+ de 7500 Acessos

Apesar de saber do "acordão" e de todo o esforço do establishment para preservar o governo, confesso que fiquei "estarrecido" com o apoio do Roberto Setubal, presidente do Itaú, à Dilma Rousseff.

Além de ter sido trainee do Itaú, convivi com muita gente que ascendeu às altas esferas do banco. E conheço gente que conhece o Roberto Setubal, no nível pessoal. Em geral, ele é bem avaliado por quem conviveu com ele. (Parece óbvio, mas nem todos os heróis corporativos o são.)

Roberto Setubal, com certeza, não é burro. E não consta que ele seja um herói sem caráter, como Lula. Mas estava faltando uma peça no quebra-cabeça - para ele apoiar a Dilma, ou a manutenção deste governo, tão deslavadamente...

Então, ontem, recebi a notícia de que o Roberto quer fechar metade das agências do Itaú em três anos, para aumentar a lucratividade do banco. Leia-se: continuar aumentando a lucratividade - num cenário de recessão, PIB negativo, inflação alta, essas coisas...

Quantos anos faltam para Dilma sair mesmo?

O Roberto Setubal justifica que, com a internet, as agências perdem cada vez mais o sentido (as pessoas não vão; usam de casa etc). Mas isso é uma meia verdade.

Coincidentemente, na semana passada, me ligou alguém do setor de "qualidade" do banco, me perguntando como eu "avaliava" a minha gerente (eu tenho conta no Itaú)...

"Olha", eu respondi, "nem tenho como avaliar, porque eu nem a conheço. Vocês trocam a gerência toda hora. A cada seis meses, recebo uma ligação, ou um e-mail, de uma nova gerência se apresentando... Não consigo nem guardar o nome e já mudou outra vez. Desta, eu nem vi a cara. Não tenho como te dizer se é boa ou má..."

Para variar - como eu reclamei - a moça, da "qualidade" do banco, disse que a minha observação estava "fora do script" (ela não tinha uma resposta pra ela), mas que ia "anotar". Ou seja: não vai dar em nada.

Aí, juntei as duas últimas coisas e fiquei imaginando o que vai restar do banco se eles reduzirem o número de agências pela metade. "Se já está ruim assim - se o gerente virou um 'genérico' -, imagina como vai ficar", especulei.

Quando eu trabalhava na controladoria para a América Latina, já dentro do ABN Real, um dos maiores estresses era aumentar o número de pessoas (headcount) nas diversas áreas do banco. Dava briga. Era mais grave que aumentar o orçamento do cafezinho, por exemplo, ou do adoçante ou do papel higiênico.

As pessoas que entram na folha de pagamento são difíceis de tirar. Custam caro, no Brasil. Tem de receber aumento, de tempos em tempos. E, se for uma contratação errada, lá vem mais prejuízo... (E, às vezes, mesmo mandando a pessoa embora, não é possível acabar com a função...)

Por fim, juntei tudo e concluí: "O Roberto Setubal conseguiu uma solução mágica para mandar as pessoas embora: apoia um governo ruim, deixa a crise rolar - enquanto usa a mesma, como justificativa, para mandar as pessoas embora. Algo que o banco nunca conseguiria fazer em tempos de bonança..."

É cruel, mas muitos outros empresários - que apoiam o governo - devem estar planejando a mesma coisa. Transforma-se a crise numa "oportunidade" para limpar a folha de pagamento. No caso do Itaú, reduzindo o número de agências pela metade até 2018.

Para terminar, lembro do meu pai, que às vezes almoçava no Josephine, na Vila Nova Conceição, e avistava o Roberto Setubal numa mesa, almoçando sozinho - e ficava "estarrecido" com a solidão dele. Pois é, Papai, digamos que a solidão dele só vai aumentar - depois de ter apoiado a Dilma, e do anúncio de "cortar", pela metade, o número de agências do banco...

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 26/8/2015 às 11h32


Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Organizações Exponenciais
Salim Ismail; Michael S. Malone; Yuri Van Geest
Hsm
(2015)



Américas Assombradas
Anhangá Mirim, T. Q. Linhares
Escala
(2008)



Picasso e o Cubismo
Editora Globo
Coleção de Arte
(1997)



Filosofia e Historia: Estudos Sobre Filosofia da Historia
Antonio Maximo
Leopoldianum
(2003)



O Livro do Sol
Gabriel Chalita
Atual
(2003)



O Noviço
Martins Pena
Klick
(1997)



Deu no Jornal
Luiz de aquino
Do autor
(1994)



A Construção no Espelho
Nildo Carlos Oliveira
Pini
(1998)



O Trabalho do Cozinheiro - Hotelaria e Turismo
Barreira Roxa / Sebrae
Barreira Roxa



O Desafio Amazônico
Samuel Murgel Branco
Moderna
(1992)





busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês