Filme: Todas as Cores da Noite | Blog de Humberto Alitto

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> A felicidade, segundo Freud
>>> Memória das pornochanchadas
>>> Magia além do Photoshop
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Atmosphere
Mais Recentes
>>> Jogo Duro de Mario Garnero pela Best Seller (1988)
>>> Psicologia do Ajustamento de Maria Lúcia Hannas, Ana Eugênia Ferreira e Marysa Saboya pela Vozes (1988)
>>> Uma Mulher na Escuridão de Charlie Donlea pela Faro (2019)
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
>>> As Cem Melhores Crônicas Brasileiras de Joaquim Ferreira dos Santos - organizador pela Objetiva (2007)
>>> O tigre na sombra de Lya Luft pela Record (2012)
>>> Elza de Zeca Camargo pela Casa da Palavra (2018)
>>> Sexo no cativeiro de Esther Perel pela Objetiva (2007)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> Coisa de Inglês de Geraldo Tollens Linck pela Nova Fronteira (1986)
>>> As mentiras que os mulheres contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2015)
>>> Equilíbrio e Recompensa de Lourenço Prado pela Pensamento
>>> Cadernos de História e Filosofia da Ciência de Fátima R. R. Évora (org.) pela Unicamp (2002)
>>> Revista Internacional de Filosofia de Jairo José da Silva (org.) pela Unicamp (2000)
>>> Dewey um gato entre livros de Vicki Myron pela Globo (2008)
>>> Ilha de calor nas metrópoles de Magda Adelaide Lombardo pela Hucitec (1985)
>>> Sua santidade o Dalai Lama de O mesmo pela Sextante (2000)
>>> Meninas da noite de Gilberto Dimenstein pela Ática (1992)
>>> Paulo de Bruno Seabra pela Três (1973)
>>> Grandes Enigmas da Humanidade de Luiz C. Lisboa e Roberto P. Andrade pela Círculo do livro (1969)
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Jonathan Seagull pela Nórdica (1974)
>>> Os Enigmas da Sobrevivência de Jacques Alexander pela Edições 70 (1972)
>>> Mulheres visíveis, mães invisíveis de Laura Gutman pela Best Seller (2018)
>>> Construir o Homem e o Mundo de Michel Quoist pela Duas cidades (1960)
>>> Vida Positiva de Olavinho Drummond pela Olavinho Drummond (1985)
>>> Força para Viver de Jamie Buckingham pela Arthur S. DeMoss (1987)
>>> Consumidos de David Cronemberg pela Alfaguara (2014)
>>> Viver é a melhor opção de André Trigueiro pela Correio Fraterno (2015)
>>> O Caso da Borboleta Atíria de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1987)
>>> Cânticos de Cecília Meireles pela Moderna (1995)
>>> Caminho a Cristo de Ellen G. White pela Cpb - Casa Publicadora Brasileira (2019)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Nova Cultural (1986)
>>> Le Divorce de Diane Johnson pela Record (1999)
>>> Trajetória do Silêncio de Maria do Céu Formiga de Oliveira pela Massao Ohno-Roswitha Kempf (1986)
>>> Zezinho, o Dono da Porquinha Preta de Jair Vitória pela Ática (1992)
>>> Aconselhamento Psicológico de Ruth Scheeffer pela Atlas (1981)
>>> Razão e Revolução de Herbert Marcuse pela Paz e Terra (1978)
>>> A Doutrina de Buda de Bukkyo Dendo Kyokai pela Círculo do livro (1987)
>>> Somos Todos Inocentes de Zíbia Gasparetto pela Vida&consciência (1997)
>>> Luzia-Homem de Domingos Olímpio pela Escala (1980)
>>> Vida e Obra de Anália Franco de Maria Cândida Silveira Barros pela Copidart (1982)
BLOGS >>> Posts

Sexta-feira, 23/10/2015
Filme: Todas as Cores da Noite
Humberto Alitto

+ de 1400 Acessos



39ª. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo
Filme: Todas as cores da noite
Diretor: Pedro Severin
Roteiro: Luiz Otávio Pereira
Elenco: Sabrina Greve, Sandra Possani, Brenda Ligia, Rômulo Braga, Giovanna Simões

Todas as Cores da Noite é o primeiro longa-metragem do diretor Pedro Severin. Conta histórias verdadeiras ou não, sobre o universo de duas colegas de infância. Iris, que vive num belo apartamento beira-mar. Que um dia, após uma festa em sua residência, encontra um rapaz morto.
E Tiara, uma estudante de medicina, que atropela seu paquera depois de um desentendimento numa boate. No filme, percebemos uma impressão própria com relação a construção das imagens. Pois, diferentemente do roteiro estabelecido, suas imagens vão construindo várias possibilidades, criando universos e seus pequenos espetáculos. Daí um olhar sobre histórias que são contadas de diferentes formas. Na primeira parte, temos uma narrativa em terceira pessoa. Enquanto na outra etapa, permitiu dar voz aos personagens. Trata-se de um filme de baixo orçamento. Logo, existe uma contenção quase proposital, criando uma certa intimidade com corpos, lugares, personagens para que pudessem emergir. E não somente com uso de técnica e de uma belíssima fotografia. Contudo, vai criando um processo muito vivo, onde percebemos ali uma sensibilidade, sem pudor em alterar cenas, que não apenas encenação, neste jogo quase impossível de se planejar. É aí que o filme encanta, surpreende. Existe também uma manifestação destes corpos, criando este pequeno espetáculo destes traumas que os personagens expressam, comunicam, vivenciam. São duas histórias em dois tempos. Na primeira parte, tomamos conhecimento da história de Tiara. Para, noutra etapa, vivenciarmos os acontecimentos de Iris. Enquanto Tiara está mais presente na gênese do filme. Que narra histórias de violência. E que não se dá conta de dizer se aquilo é verdade ou não. Justamente, porque são várias histórias que vão acontecendo, num jogo de cena que vai mudando sempre. Criando dúvidas, confusões, expectativas. Assim, temos um filme dentro do filme. E que está ligado nesta percepção. Da história que é verdadeira e de outras que não são. Logo, a história de Tiara surge primeiro. Funciona como uma cápsula. E este prólogo surge como um convite para o público ir penetrando em outros espaços, jogos e possibilidades desta montagem. Ele vai apresentando tais possibilidades arquitetadas pela direção. Num outro momento, temos a história de Iris, uma jovem mulher vivendo num belo apartamento à beira mar. Uma personagem de classe social alta, cujas possibilidades permitem usufruir de tamanha beleza da natureza. O que não aconteceria. Ela parece viver aprisionada diante de seus medos, traumas, sem ter soluções para os problemas que vão surgindo. Até que aparece um rapaz morto em seu apartamento e tudo parece complicar de vez.
Na mitologia grega, o nome Íris trata-se da mensageira dos Deuses. E não sendo uma Deusa maléfica. Enquanto que no corpo humano, especificamente no globo ocular, a íris trata-se da parte colorida. E a personagem de fato tem olhos claros. Dado a interpretação magnifica pela talentosa Sabrina Greve, de uma interpretação pontuado por um naturalismo impecável. Cuja ação traz a tona das memórias, inquietações, afetos e desafetos da personagem e muita sensibilidade.
O filme tem algumas referências da obra "O Anjo Exterminador", do diretor Luis Bruel. De influência surrealista, foi considerado uma obra-prima da violência, crueldade e ironia. Fazendo uma crítica ao modelo da burguesia de época, os personagens são trancados dentro de uma sala, onde com passar do tempo, as convenções vão desaparecendo, as máscaras sociais caem e afloram instintos dos mais primitivos, inclusive da morte.


Postado por Humberto Alitto
Em 23/10/2015 às 14h29


Mais Blog de Humberto Alitto
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ORDEM
HUGH HOWEY
INTRÍNSECA
(2015)
R$ 21,00



CATEGORIAS CONCEITUAIS DA SUBJETIVIDADE
FABIO THÁ
ANNABLUME
(2007)
R$ 18,00



A EQUAÇAO DOS SONHOS
GISELE CHABOUDEZ
CIA DE FREUD
(2000)
R$ 15,00



AJUDE SEU FILHO A CONVERSAR COM VOCÊ - TEORIA E CLÍNICA FONOAUDIOLÓGICA E PSICOMOTORA
HELENA MARINHO
REVINTER
(2012)
R$ 24,90



ENCONTRO COM OS DEUSES
JAIME GUEDES
MANDÁLIA
(1978)
R$ 10,00



A QUEDA PARA O ALTO - HERZER (LITERATURA BRASILEIRA - MEMÓRIAS)
HERZER
VOZES
(1987)
R$ 7,00



PALAVRAS DE UM PROFESSOR
SAN TIAGO DANTAS
FORENSE
(2001)
R$ 130,00



VARIANDO O CARDÁPIO VOL. 1
VÁRIOS AUTORES
NESTLÉ
(1991)
R$ 15,00



INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DA FILOSOFIA VOL. 1 DOS PRÉ-SOCRÁTICOS
MARILENA CHAUI
COMPANHIA DAS LETRAS
(2002)
R$ 60,00



MASTERS OF CINEMA: ALFRED HITCHCOCK
ALFRED HITCHCOCK; BILL KROHN
PHAIDON PRESS
(1972)
R$ 30,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês