Ode ao indivíduo, ódio ao coletivo | Blog de Cassionei Niches Petry

busca | avançada
31130 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 17/11/2015
Ode ao indivíduo, ódio ao coletivo
Cassionei Niches Petry

+ de 800 Acessos

Ayn Rand (1905-1982), filósofa norte-americana de origem russa, escreveu toda obra literária — que inclui A nascente e A revolta de Atlas — para propagar sua filosofia, que se destaca, entre outros temas, pela crítica ao comunismo. Talvez por isso ela tenha se tornado mentora dos neoliberais e sua obra é desprezada pela intelectualidade, cuja maioria é de esquerda.

O romance Cântico, publicado em 1938 e recém-lançado por aqui pela Vide Editorial (com tradução de André Assi Barreto), é ambientado numa sociedade no futuro em que foram abolidas as palavras "eu" e "tu", bem como tudo que se refere à primeira e à segunda pessoa do singular. Em quase todo o romance, menos nos capítulos finais, os personagens falam no plural. Diz o protagonista no seu diário: "Nosso nome é Igualdade 7-2521, como está escrito no bracelete de ferro que todos os homens usam em seus pulsos esquerdos. Temos vinte e um anos." Tudo é decidido pelos conselhos e o lema é: "Somos um em todos e todos em um. Não há homens, mas somente o grande NÓS. Uno, indivisível e para sempre." Nesse ponto, há semelhanças com uma das obras fundadoras da literatura distópica, o romance Nós, do também russo Yevgeny Zamyatin, que certamente deve ter inspirado a escritora.

Trabalhando como varredor, de acordo com a ordem do Conselho de Vocações, Igualdade 7-2521 encontra um túnel onde há objetos abandonados, entre os quais lápis e papéis que o permitem escrever o diário. Por acaso, descobre a eletricidade e consegue acender uma lâmpada. Notem que ele não conhecia esse processo, visto que na sociedade em que vive a luz é proporcionada apenas por vela. Seria a luz na escuridão do túnel a metáfora da busca pelo conhecimento? Ele leva a lâmpada para o Conselho dos Estudiosos, mas é condenado por ter feito uma descoberta sozinho, pois nada realizado fora do coletivo deve ser aceito. Ao tentarem prendê-lo, ele escapa para um bosque, junto com Liberdade 5-3000, uma campesina por quem era apaixonado.

Um dos momentos mais interessantes acontece quando os dois encontram uma casa no final do bosque. Acham-na diferente de todas as outras: é pequena, com apenas uma cama em um quarto, visto que estavam acostumados com dormitórios coletivos. Uma das salas, porém, mudaria suas vidas: "Encontramos uma habitação com paredes feitas de estantes, que continham fileiras de manuscritos desde o piso até o teto. Nunca havíamos visto tal quantidade, nem de uma forma tão estranha. Não eram leves nem estavam enrolados, tinham capas duras de tecido ou coro; as letras de suas páginas eram tão pequenas e parelhas que ficamos assombrados com estes homens que tinham tal caligrafia. Demos uma olhada e vimos que estavam escritos em nossa língua, mas encontramos muitas palavras que não podíamos entender. Amanhã começaremos a ler estes escritos."

Eles desconheciam os livros, mas não a língua. E na leitura encontraram a palavra proibida: EU. Os capítulos finais justificam o título, pois o protagonista, que passa a se chamar Prometeu — o mortal que na mitologia grega roubou o fogo dos deuses e o entregou aos homens, causando a fúria de Zeus — escreve, agora na primeira pessoa do singular, um hino ao indivíduo. Eis um trecho: "Qualquer que seja o caminho que tome, a estrela que me guia está em mim; a estrela e a bússola que assinalam o caminho apontam somente em uma direção. Apontam até mim."

Nossa sociedade não é muito diferente da descrita por Ayn Rand: ouvimos frases como "tudo pelo social" ou "temos que pensar no coletivo"; os governos criam conselhos reguladores; os livros como fonte de conhecimento estão sendo abandonados; falar em nome de uma coletividade é visto como atitude de grandeza; e em uma dissertação de mestrado, por exemplo, não é aconselhável o uso da primeira pessoa do singular. Pelo menos nós ainda temos liberdade de nos expressarmos individualmente, mesmo correndo o risco de sermos taxados de reacionários ou insensíveis. Não concordam CONOSCO?


Postado por Cassionei Niches Petry
Em 17/11/2015 às 17h04


Mais Blog de Cassionei Niches Petry
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PALAVRAS DE UM DIA E DE OUTRO
ALOYSIO DE CASTRO
MONTEIRO LOBATO
(1922)
R$ 29,40



TABEBUIAS
CHRISTIANE SUPLICY TEIXEIRA
CIDADE NOVA
(2001)
R$ 6,00



SERESSÊNCIA
JOSÉ ROBERTO MATHIAS
JOÃO SCORTECCI
(1987)
R$ 10,00



EU ESTOU OK VOCÊ ESTÁ OK
DR. THOMAS A. HARRIS
RECORD
(1969)
R$ 8,00



FARMACOTÉCNICA HOMEOPÁTICA SIMPLIFICADA
JOSÉ BARROS DA SILVA
INSTITUTO HAHNEMANNIANO DO BR
(1977)
R$ 17,00



O PROCESSO LEGISLATIVO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS - ANÁLISES TEMÁTICAS, PROVAS COMENTADAS, EXERCÍCIOS GABARITADOS
GARDEL AMARAL E MIGUEL GERÔNIMO
DOS AUTORES
(2001)
R$ 15,00



ELEMENTOS DE ANÁLISE DE SISTEMAS LINEARES
LUIZ V. BOFFI; JULIO A. M. COUTINHO
ETEGIL
(1966)
R$ 13,41



COMO VOCÊ PÔDE FAZER ISSO?
DRA. LAURA SCHLESSINGER
RECORD
(1997)
R$ 5,00



A VERDADE SOBRE OS INCAS
ROSELIS VON SASS
ORDEM DO GRAAL NA TERRA
(1979)
R$ 5,70



ENTRE ECOS & OUTROS TRECOS
JOSÉ DE NICOLA
MODERNA
(1991)
R$ 18,00





busca | avançada
31130 visitas/dia
1,3 milhão/mês