Eu e o Digestivo | Eduardo Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
50141 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Infantil com a Companhia de Danças de Diadema tem sessão presencial em Ilhabela e Caraguatatuba
>>> Teatro do Incêndio realiza roda de conversa na Rua 13 de Maio sobre carnaval e identidade do Bixiga
>>> Mauro Mendes Dias lança Entre Baratas e Rinocerontes no encerramento da Semana da Estupidez
>>> FAAP discute Semana de Arte Moderna de 22
>>> Toda Quinta retoma 1ª edição no Teatro Vivo com menção a Dominguinhos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> 17/6/2013 no Twitter
>>> Frejat cantando Black Magic Woman
>>> Mulheres à beira de um ataque de nervos
>>> Cansei de ser atropelado!
>>> Da Biografia de Lima Barreto
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> La Guerra del Fin del Mundo
>>> Predadores humanos
>>> Tout le reste est littérature
Mais Recentes
>>> O retorno à cultura arcaica de Terence McKenna pela Record (1995)
>>> A Bíblia Disse a Verdade de Sir Charles Marston pela Itatiaia (1958)
>>> Recursos Naturais Meio Ambiente E Poluição de Vários Autores pela Supren (1977)
>>> Etiqueta sem frescura de Claudia Matarazzo pela Melhoramentos (2004)
>>> Eu, Malika Oufkir: Prisioneira do Rei de Malika Oufkir e Michèle Fitoussi pela Companhia das Letras (1999)
>>> A Casa da Rússia de John Le Carré pela Record (1989)
>>> Os sete de André Vianco pela Novo Século (2007)
>>> Sétimo de André Vianco pela Novo Século (2009)
>>> Peça-me o que quiser de Megan Maxwell pela Suma De Letras (2013)
>>> A invasão das salsichas gigantes de Arnaldo Jabor pela Objetiva (2001)
>>> O maior vendedor do mundo de Og Mandino pela Record (2006)
>>> Abraço de pai joão de Wanderley Oliveira pela Dufaux (2015)
>>> Kardec a biografia de Marcel Souto Maior pela Record (2013)
>>> Harry potter e a criança amaldiçoada de J.K. Rowling pela Rocco (2016)
>>> English pronunciation for brazilians de Sonia m. baccari de godoy pela Disal (2006)
>>> O poder do pensamento positivo de Norman Vincent Peale pela Cultrix (2006)
>>> Defesa da Juventude Contra Males Venéreos e Outras Doenças de José I. Abbadia pela Gráfica Condor (1949)
>>> The Rule of Four de Dustin Thomason pela Random House Inc. (2004)
>>> Manual mínimo do ator de Dario fo pela Senac (2004)
>>> Uma breve história do cristianismo de Georffrey Blainey pela Fundamento (2012)
>>> O Senhor dos Ladrões de Cornelia Funke pela Companhia das Letras (2004)
>>> Ícaro redimido de Gilson teixeira freire pela Inede (2006)
>>> A Revolução dos Bichos de George Orwell pela Lafonte (2020)
>>> O duelo de John lukacs pela Jorge Zahar (2002)
>>> Arte de enriquecer de José Antonio Pinotti pela Sapienza (2005)
COLUNAS >>> Especial 2000 Colunas

Sexta-feira, 15/12/2006
Eu e o Digestivo
Eduardo Carvalho

+ de 6400 Acessos

Conheci o Julio antes do Digestivo. Quando ele escrevia artigos longos, excelentes, sobre os assuntos mais diferentes, de Zélia Duncan a Nietzsche. Começamos a nos corresponder e depois ele montou um site para publicar seus textos. Acabou me convidando para inaugurar a seção de autores novos, onde publiquei um texto com o título mais metido do mundo: "A técnica e a literatura". Na época, me lembro, eu estudava Administração na GV e História na USP, e achava o máximo esse contraste. Era uma diversão.

Na GV, eu implicava com os professores e gostava dos alunos; na USP era o contrário: adorava os professores e não gostava dos alunos. Mas faculdade é o ambiente, são os amigos, e, portanto, fiquei na GV e desisti rápido de História. Pensei em substituir por Jornalismo. Seria um erro. Adoro o que faço — escreveria até "amo", se não fosse tão feio — e escrevo só como diversão. Talvez um dia eu monte um blog no estilo do do Ricardo Freire, Viaje na Viagem, e saia viajando e escrevendo por aí. Menos sobre hotéis e restaurantes e mais sobre pessoas, florestas, desertos. É a minha, digamos, segunda opção.

Uma opção que o Digestivo me ajudou a descobrir, a desenvolver. Comecei a escrever para o site em 2001 e parei em 2005. Falei sobre tudo: viagens, filmes, livros, São Paulo, etc. Tudo era mais difícil no começo. Depois o texto vai se soltando e o estilo aparece. Mas ainda sofro para escrever. Não, claro, no sentido existencial — é que é difícil mesmo. Existem infinitas formas de dizer a mesma coisa. Nem sempre a gente encontra a opção mais clara, a mais rápida e a mais bonita — que é como deve ser. Enfim. É treino também, claro — um treino que eu não quis ter na faculdade.

Minha coluna mais acessada é sobre um assunto ridículo: aquela festa da GV em que fotografaram um pessoal na moita. Todo mundo estava procurando o assunto no Google e muita gente chegou desavisada no meu texto. Depois tem aquele mais polêmico, em que reclamei do Saia Justa e virou uma confusão: todo mundo, incluindo a Mônica Waldvogel, veio comentar. Mas não é esse tipo de texto, acho, que o melhor leitor do Digestivo quer.

Os meus preferidos são os que escrevi sobre os livros que gosto, como "Uma conversa íntima", "Não li em vão" e "Prazeres escondidos"; sobre viagens pelo Brasil, como "De uma volta ao Brasil I" e "II", viagens pela Europa, como "De volta às férias I" e "II" e apenas sobre viagens, como "A prática e a fotografia". Gostei de explicar "Por que eu moro em São Paulo", de escrever sobre a GV — em "Obrigado, GV" — e um elogio para a minha geração, em "Geração abandonada". Um dos meus textos mais trabalhados — e dos que mais gosto — é dos menos lidos: uma gozação mórbida da critica de arte metida a besta, em "A garganta da reclamação".

Mas o Digestivo não é só texto na Internet. Conheci muita gente interessante. O Julio, claro, que hoje é dos meus melhores amigos. E tem o Fabio Danesi (com quem dei muitas risadas em São Paulo), o Rafael Azevedo (grande companhia em Oxford), o Arcano9 (que sabe como tirar visto pro Irã), o Rafael Lima (que tem um dos blogs que mais gosto), o Bruno Garschagen (um novo carioca), o Fabio Cardoso (ótimo jantar em Búzios), o Luis Eduardo Matta (o oráculo do Rio), a Adriana Baggio (que sempre morou longe), a Daniela Sandler (que morou em todos os lugares), o Ram (uma máquina de soltar piadas), o Ricardo de Mattos (que me convenceu a ler Guerra e Paz, que não li). O Digestivo reuniu pessoas de todos os tipos, e é esta variedade que dá a forma ao site. É isso que me estimulou a lê-lo e, depois, a escrever aqui.

Meu pior momento no Digestivo foi a minha despedida. Não queria sair. Gostava de escrever, dos colunistas, do site, dos leitores. De alguma forma, continuo aqui como colaborador, e não perco quase nenhum jantar que o Julio organiza. Continuo publicando — diariamente, agora — no meu blog. Estou adorando, mas é diferente. Acho que nem tudo na vida precisa acabar para sempre. Na verdade, algumas coisas vão e voltam, e é assim que continuam existindo. Por isso escrevi minha quase despedida. Por isso acho que nunca vou me despedir totalmente daqui.


Eduardo Carvalho
São Paulo, 15/12/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eleições na quinta série de Luís Fernando Amâncio
02. Errando por Nomadland de Elisa Andrade Buzzo
03. A desgraça de ser escritor de Luís Fernando Amâncio
04. 7 de Setembro de Luís Fernando Amâncio
05. Um olhar sobre Múcio Teixeira de Celso A. Uequed Pitol


Mais Eduardo Carvalho
Mais Acessadas de Eduardo Carvalho
01. Com a calcinha aparecendo - 6/5/2002
02. Festa na floresta - 9/9/2002
03. Hoje a festa é nossa - 23/9/2002
04. Preconceito invertido - 4/7/2003
05. Por que eu moro em São Paulo - 8/7/2005


Mais Especial 2000 Colunas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Maldição das Inscrições na Pedra da Gávea
Rogério Andrade Barbosa
Ftd
(1997)



Câncer - a Antimatéria Biológica
João Gaspar Rodrigues
Juruá
(2018)



Terêncio - Comédias (Teatro Latino)
Terêncio
Edições Cultura
(1945)



Cartas a un Joven Psicólogo - 3ª Ed.
María Dolores Avia
Alianza Editorial
(2015)



A Filha do Ferro
Julie Kagawa
Underworld
(2011)



Dia de São Nunca à Tarde
Roberto Drummond
Geração
(2004)



Luke & Tantra: Sangue Bom
Angeli
Devir
(2000)



Uma Rua Como Aquela
Lucília Junqueira de Almeida Prado
Record
(1985)



A pirâmide iniciática
Joan Llarch
Record
(1983)



A Escrita na Escola - a Construção da Coerência Textual
Edilaine Buin-barbosa
Mercado de Letras
(2012)





busca | avançada
50141 visitas/dia
1,8 milhão/mês