Oito Décadas do Folhão | Spacca | Digestivo Cultural

busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Poeta Ivete Nenflidio lança obra 'Ataque - cale-se agora e para sempre'
>>> Alunos de Ribeirão Preto constroem maquete com trajetória das águas da cidade até o mar
>>> Coletivo oferece eventos de danças angolanas em outubro e novembro
>>> Releitura de Ian Soffredini, O Pequeno Príncipe faz sessões em Santos
>>> 4º Edição Point BlackCultural
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Etapas da criação de uma pintura digital * VÍDEO *
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Genealogia da Moral, de Nietzsche
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Lendo no Kindle
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> O do contra
>>> Tecnologia de Minority Report
>>> Filipe II da Espanha: homem e rei
Mais Recentes
>>> O Primo Basílio de Eça de Queirós pela Klick (1997)
>>> The World of the First Australians de R. M ; C. H Berndt pela Lansdowne press (1977)
>>> O Guardião da Sétima Passagem: A Porteira Luminosa de Rubens Saraceni pela Madras (2018)
>>> Eleanor & Park de Rainbow Rowell pela Novo Seculo (2019)
>>> Pedagogia Crítica Uma metodologia na construção do conhecimento de Maria rosa cavalheiro marafon pela Vozes (2001)
>>> Edgar Cayce On Atlantis de Edgay Evans Cayce pela Greenhouse Publications (1989)
>>> Actas e Actos do Governo Provisório de Dunshee de Abranches pela Memória Federal (1998)
>>> Currículo: Teoria e História de Ivor F. GOodson pela Vozes (1995)
>>> O amor nos tempos do cólera de Gabriel García Márquez pela Record (2009)
>>> A Arte do Johrei - Ensinamentos Meishu Sama de Johrei no waza pela Luxriens (2000)
>>> O segredo de Jasper Jones de Craig Silvey pela Intrínseca (2012)
>>> A Família Moskat de Isaac Bashevis Singer pela Francisco Alves (1982)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo de Leandro Narloch pela Leya (2013)
>>> Sir Lancelote, Onde Esta Voce? de Kate Mcmullan pela Rocco (2006)
>>> O começo de tudo de Robyn Schneider pela Novo Conceito (2014)
>>> Livro Infantil? Projeto Gráfico Metodologia e Subjetividade de Guto Lins pela Rosari (2002)
>>> Ame e Dê Vexame de Roberto Freire pela Master Pop (2013)
>>> We - a Chave da Psicologia do Amor Romântico de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1987)
>>> A Economia das Crises de Nouriel Roubini e Stephen Mihm pela Intrínseca (2010)
>>> A Mala de Hana de Karen Levine pela Melhoramentos (2007)
>>> Contos Folclóricos Brasileiros de Marco Haurélio; Mauricio Negro pela Paulus (2010)
>>> Geometria Analítica de Reis pela LTC (1996)
>>> Dropz de Rita Lee pela Globo (2017)
>>> O que Precisamos Saber Sobre Liderança? de James Kouzes^Barry Posner pela Elsevier (2011)
>>> A Meta: Um processo de melhoria contínua Ano 2013 de Eliyahu M. Goldratt ; Jeff Cox pela Nobel (2002)
COLUNAS

Segunda-feira, 5/3/2001
Oito Décadas do Folhão
Spacca

+ de 2800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

O tapete vermelho conduziu-me ao interior da suntuosa Sala São Paulo, impecavelmente vestido para participar de um batizado em família. Jamais desejei tanto saber usar terno e gravata para me misturar ao ambiente. Mas não ensinam isto na Universidade de Cartum. Tento relaxar e imaginar que estou na ponte aérea, mas não vejo jeito de esconder o guarda-chuva.

Sou avistado por Angeli, também aliviado de ver um cidadão à paisana. Ops, ele não está à paisana, está vestindo um Angeli - jaqueta de roqueiro, camiseta, jeans, tudo preto, exceto as cãs.

A História passeia ao nosso lado: Sarney, Quércia, Maluf. Estes dois últimos cumprimentam Angeli, Quércia com um aceno, Maluf daquele jeito: "Méu caro cartoneeesta...".

Soam as trombetas. Não é campainha para entrar na sala de concerto, são trombetas, como no Jóquei ou num circo romano. Circulo mais um pouco e cumprimento Otavinho e Eleonora de Barros, minha última editora. Sou sincero quando retribuo os parabéns pelas oito décadas de Folha e digo que uma delas é minha. Ali perto, Cony é observado por algumas obras de arte. E aquele empresário que aparece na Caras, o Olacyr, irreconhecível com um homem ao lado.

Depois de rever alguns velhos conhecidos de redação, ao toque da última trombeta pego o meu lugar no mezzanino para assistir à solenidade.

Após o Hino Nacional executado pela Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo (num arranjo que lembra "America", de Bernstein) Clóvis Rossi discursa, ou palestra na sua informalidade elegante. Lamenta que o jornal traga muitos fatos e poucas esperanças; que a imprensa nasceu para defender bandeiras, partidos e personalidades, mas que hoje, tendo se tornado um ponto de encontro da sociedade civil, procura apresentar ao leitor "a melhor versão dos fatos", segundo a famosa definição de reportagem de um daqueles dois jornalistas do Washington Post que derrubaram o Nixon (o Robert Redford?...).

Depois de tantos fatos, nada menos que sete sacerdotes vieram trazer suas mensagens de esperança. O ato ecumênico foi entremeado por números musicais. Pudemos ver o rabino Henry Sobel bater palminha ao som do Coral de Resistência Negra cantando "Oh! Happy Day, / When Jesus washed / He washed my sins away!".

O babalorixá Pérsio de Xangô cativou a todos com a simplicidade de sua bênção caseira, simpático como uma tia velha. O pastor Rolf Schüneman iniciou com "Deus Pai e Mãe..." A monja budista Coen Murayama pareceu ter falado de improviso e deu um show de pluralismo e tolerância nova-era. Depois, na oração em conjunto, a Igreja Católica, na voz poderosa de Dom Fernando Figueiredo, encobriu a todos.

Fiquei aguardando ansioso a composição "A Folha", de Alexandre Mihanovich, em primeira audição. Otávio Pai ganhou uma partitura de lembrança. E se não for bonita? E se for um mico? Como é que se transforma jornal em música? "Parem as máquinas, parem as máquinas, lalala..."?

Pois a peça, como representação sinfônica do mundo do jornal, é muito convincente. Vai ser difícil colocar letra. Há um tema frenético, persistente, que lembra a agitação de uma jornal, aquele mundo dinâmico, sei lá. E um contraponto de trompas e tímpanos que torna a peça grandiosa, épica, depois volta para o frenético miudinho. Assim: "fim-firirifim-finfim-fim-firirifim-finfim-POMMMM-POM-POMMMM-fim-firirifim-finfim-fim-firirifim-finfim..."

Quer dizer, está lá o nervosismo da prática jornalística e sua ambição, seu namoro com o Poder e a História. Em dois momentos da peça surge uma calmaria lânguida, melodiosa (seria depois do fechamento, presumo).

Eu queria ter sido mais crítico, por exemplo: notando que só se falou na polaridade Imprensa-Política como elementos do jogo de força no estabelecimento dos fatos (perdão, da "melhor versão"). Faltou falar, é claro, do Anunciante, este quinto poder, tão presente quanto discreto nos discursos.

Mas solenidade não é para isso. Não havia porque duvidar das promessas e do compromisso com a verdade. Não naquele momento. Aproveitei para sentir um orgulho sincero de ter feito parte daquela história, e rever com sorrisos pessoas que no stress da redação não sorriam tanto assim.

Aproveitei para sentir saudades da Arte instalada no meio do mar de máquinas de escrever, depois de micro-computadores; dos gritos de "Desce!" abolidos por um protesto de boys. E saudades do arte-finalista Pauli, morto na semana passada em um parque em Santo André, por assaltantes. Ele estava lá de prancheta ou caderno na mão, numa tarde ensolarada, desenhando, quando os fatos foram mais fortes do que a esperança.

Se não recebeu convite para o Paraíso da Imprensa, no Céu dos Desenhistas já reservei uma vaga para o Pauli.


Spacca
São Paulo, 5/3/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Quem vem lá? de Renato Alessandro dos Santos
02. YouTube, lá vou eu de Adriane Pasa
03. Dez pessoas para se seguir de Jardel Dias Cavalcanti
04. Meu assassino de Guilherme Pontes Coelho
05. Siga em frente, não siga ninguém de Ana Elisa Ribeiro


Mais Spacca
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/3/2002
13h56min
Excelente texto Spacca. Por acaso você estudou com minha filha Claudia Morra, no Othelo Franco? Quanta saudade que ela tem dessa época. Me responda se é o próprio. Mais uma vez parabéns pelo texto. Um abração Neusa
[Leia outros Comentários de Neusa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Uma Viagem À Rota da Acupuntura
Hong Jin Pai
Do Autor
(2019)



Mulher Enigma Psico Sexual
Pierre Vachet
Circulo do Livro
(1974)



Um Rosto na Noite
Patrícia Highsmith
Bestseller
(1987)



Livro da Família Coleção Pessoinhas Maternal Integrado / 1ª Ed
Ruth Rocha Anna Flora
Ftd
(2010)



Natal de Sabina (pelo Espírito de Francisca Clotilde)
Francisco Cândido Xavier
Geem
(1973)



Romanceiro Gitano e Outros Poemas
Federico Garcia Lorca
Companhia Jose Aguilar
(1975)



Livro - Minhas Orações: Livro de Bolso
Masaharu Taniguchi
Seicho-no-ie
(2014)



O Palácio da Meia-noite / 1ª Ed
Carlos Ruiz Zafón; Eliana Aguiar
Suma de Letras
(2013)



O Leopardo (em Português) Premio Hans Christian Andersen
Cecil Bodker Tradução Wilma F. R. de Carvalho
Nordica
(1980)



Inglês para concursos: gramática em textos
Carlos Augusto
Elsevier
(2009)





busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês