Um 'Réquiem' para a Memória | Felipe Leal | Digestivo Cultural

busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 18/7/2013
Um 'Réquiem' para a Memória
Felipe Leal

+ de 3600 Acessos

Uma das coisas que mais me fascinam é a memória. Creio, aliás, que ela é o nosso principal bem: guarda todo o nosso arsenal de vivências - vividas e inventadas. Sempre pensei que, perdendo a memória, o ser perderia sua identidade - coisa complicada de se pensar e definir hoje, para além de qualquer clichê pós-moderno. Sempre imaginei que um ser humano que não pudesse se lembrar de uma viagem, como mochileiro, que fez em certas férias de inverno e que marcou, dali pra frente, sua existência, fosse um pobre desgraçado, um ser digno de pena. E agora deparo com esta possibilidade - que sempre me foi terrível: de escrever e viver o seu ocaso, aquele momento em que a memória, junto com o resto de nosso corpo, começa a definhar: a velhice - que, por sinal, é a da minha avó.

No entanto, conviver com o esquecimento de minha avó - que guarda semelhanças com tantos outros esquecimentos dos quais já ouvi falar, mas que percebo não me terem feito ver, como o fez esse sentir na pele alguém tão próximo e íntimo ir perdendo de si para o tempo, o que por trás da memória pode haver: truque da existência:

É triste viver com alguém que não se lembra aonde foi parar o pote de manteiga que utilizara no último café - insisto em chamar margarina de manteiga; que não pode atinar por qual motivo encontra dinheiro no bolso das roupas guardadas há dias; que, no meio de um banho de fim de tarde, percebe que não tirou os sapatos antes de entrar no chuveiro.

É triste: um parêntese: uma das melhores sensações da minha infância era a do bolo de laranja que só a minha avó sabia fazer. A lembrança do seu sabor mesmo agora enche a minha boca d'água - outro artifício da memória. Mas é a mesma memória - não do passado, mas do presente - que quase me enche os olhos d´água: ela já não sabe cozinhar e não é capaz de fazer o famoso bolo ou, quem sabe, aquela torta de limão que comíamos no Ano Novo - deixando à minha irmã, que me perdoe, a tarefa de comprar aquelas massas quase prontas e dar-nos um bolo bom, é verdade, mas muito distante da sensação das tardes ensolaradas de verão na cozinha da casa da minha avó.

Falemos da memória. Falemos da infância. Falemos da minha avó.

Acredito que todos nós sofremos de uma certa nostalgia da infância. Eu mesmo, às vezes, diante de um problema da existência cotidiana e adulta quero refugiar-me - romanticamente - nos tempos de criança: reviver um tempo de ouro, quase mítico, onde a vida parecia ser pura fruição: uma Era de Ouro - que não me cabe aqui desmanchar nem discutir, até porque iria contra a direção que quero dar à crônica. Mas a lembrança desse tempo, no seio da vida adulta, me parece ainda mais romântica e perfeita do que ele o tenha sido de fato - talvez um problema meu, nosso, nostálgicos humanos que somos - e é essa perfeição - na qual cremos - que nos permite projetar nosso ideal de mundo no passado remoto da infância e, por meio dele, esquecer a pobreza de experiência de nosso presente.

E o mais surpreendente disso tudo é que, embora minha avó se esqueça do que comeu no almoço horas atrás, ela pode se lembrar - e recontar a cada refeição em família - as histórias remotas de sua infância de há mais de 70 anos no interior de São Paulo. Já me acostumei a ouvir, por exemplo, o causo do defunto que, carregado em lençóis numa procissão fúnebre, cai morro abaixo, com sua filha correndo e gritando "abreca, meu pai!" - e um sorriso gostoso surge nos lábios de minha avó.

Eis a saída, o truque, da memória: no final de tudo, ela volta ao início, quando ainda tinha pouco que contar e guardar - e lá se esconde da triste experiência que é envelhecer.

É... nós vivemos imersos no mito.

Nota do Editor:
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado em Por Trás do Tempo.


Felipe Leal
São Paulo, 18/7/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Marcha da Família: hoje e em 1964 de Humberto Pereira da Silva


Mais Felipe Leal
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MIRIAM MEHLER - SENSIBILIDADE E PAIXÃO
VILMAR LEDESMA
IMPRENSA OFICIAL
(2005)
R$ 6,90



GRÉCIA UM OLHAR AMOROSO
JACQUES LACARRIÈRE
EDIOURO
(2003)
R$ 30,00



O EDUCADOR: VIDA E MORTE
CARLOS R. BRANDÃO E OUTROS ORGANIZADORES
GRAAL
(1984)
R$ 12,00



DESPERTAR PARA O OUTRO, O
COSTA, CLARICE MOURA
SUMMUS EDITORIAL
R$ 34,68



COMA
ROBIN COOK
CIRCULO DO LIVRO
R$ 4,00



MENTES QUE LIDERAM
HOWARD GARDNER
ARTES MEDICAS
(1996)
R$ 75,00



SESAME STREET - UNPAVED
DAVID BORGENICHT
HYPERION
(1998)
R$ 65,00
+ frete grátis



MANUALE DI PSICOANATOMIA
SEM AUTOR
EDIZIONI ICARO
R$ 6,28



TEORIA DE SISTEMAS OPTICOS
B. N. BEGUNOV. - N. P. ZAKAZNOV
MIR MOSCOU
(1976)
R$ 70,00



HELENA
MACHADO DE ASSIS
SEDEGRA
R$ 18,00





busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês