Curiosidades da Idade Média | Pedro Paulo Rocha | Digestivo Cultural

busca | avançada
30221 visitas/dia
773 mil/mês
Mais Recentes
>>> Segundas de julho têm sessões extras do espetáculo À Espera
>>> Circo dos Sonhos, do ator Marcos Frota, desembarca no Shopping Metrô Itaquera
>>> Startup brasileira levará pessoas de baixa renda para intercâmbio gratuito fora do país
>>> Filho de suicida, padre lança livro sobre o tema
>>> LANÇAMENTO DO LIVRO "DIALÓGOS DE UM RABINO REFLEXÕES PARA UM MUNDO DE MONÓLOGOS" DE MICHEL SCHLESI
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES II
>>> Honra ao mérito
>>> Em edição 'familiar', João Rock chega à 17ª edição
>>> PATÉTICA
>>> Presságios. E chaves III
>>> Minha história com Philip Roth
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Onde fica o interruptor?
>>> Era uma vez
>>> The Ultimate Ozzy 1986
>>> Cognição Estética contra o Logos (Parte I)
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> A política e os retrocessos sociais
>>> Visões Fugitivas
>>> Um parque de diversões na cabeça
Mais Recentes
>>> Direito Penal - Parte Geral ( V. 7)
>>> O Exército de Cavalaria
>>> The Golden Treasury
>>> Surdez e linguagem- Aspectos e implicações neurolinguísticas (Nova Ortografia)
>>> El Libro Supremo de Todas las Magias - Magia Blanca - Negra - Roja
>>> Rituais e Egrégoras para a Era de Aquário
>>> O Despertar da Consciência
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Código Civil - 7ª Edição Atualizada
>>> Fonética e Ortografia - Coleção Linguagem Jurídica vol. 1
>>> Dicionário Jurídico
>>> Introdução Ao Direito
>>> Debate Sobre a Constituição de 1988
>>> Noções de Prevenção e Controle de Perdas Em Segurança do Trabalho 7ª edição revista e atualizada
>>> Vire a Página - Estratégias para Resolver Conflitos 6ª edição
>>> Tópicos de Administração Aplicada à Segurança do Trabalho 9ª edição
>>> Doenças Profissionais Ou do Trabalho 10ª edição
>>> Epidemiologia
>>> Cipa - Comissao Interna de Prevençao de Acidentes uma Nova Abordagem 14ª edição
>>> Prevenção e Controle de Risco Em Máquinas, Equipamentos e Instalações 3ª edição
>>> Os 10 Mandamentos: Princípios Divinos para Melhorar seus Relacionamentos
>>> Mini Código Saraiva Civi
>>> Mini Aurélio da Língua Portuguesa 7ª Edição
>>> Guia da Sexualidade - Reedição Ampliada e Ilustrada
>>> A Rosa do Povo
>>> Quando o Sofrimento Bater à Sua Porta
>>> Cura das Emoções Em Cristo
>>> A Terapia das Histórias Porque Todos Têm Direito a um Final Feliz
>>> Administrar a Própria Vida - o Negócio Mais Urgente
>>> A Luta Contra a Depressão
>>> Os Anjos e Eu
>>> Cura das Feridas Interiores
>>> O Papa Francisco Chaves de Seu Pensamento
>>> Vocação:inicio de Conversa
>>> Receitas da Dieta de South Beach
>>> Espana Contemporanea Historia Economia y Sociedad
>>> Northstar: Reading and Writing advanced 2ª edição
>>> Northstar : Listening and Speaking Advanced
>>> New Cambridge Advanced English - Student's Book
>>> Cake Design
>>> Nada é por Acas- Edição de Bolso
>>> Como Treinar Seu Dragão
>>> Cidadão Policial
>>> 7 Segredos da Vida Sentimental 2ª edição
>>> O Dom da Colheita:Dom de Adquirir Riquezas
>>> A Unção
>>> Batalha Espiritual
>>> O Anjo Caído e Seus Brinquedos
>>> Palavras para a Salvação e a Vida Próspera
COLUNAS

Quarta-feira, 4/12/2002
Curiosidades da Idade Média
Pedro Paulo Rocha

+ de 36100 Acessos
+ 9 Comentário(s)

Durante a idade média, a maioria se casava no mês de junho (início do verão, para eles), porque, como tomavam o primeiro banho do ano em maio, em junho o cheiro ainda estava mais ou menos suportável.

Entretanto, como já começavam a exalar alguns "odores", as noivas tinham o costume de carregar buquês de flores junto ao corpo, para disfarçar. Daí termos em maio o "mês das noivas" e a origem do buquê explicadas.

Os banhos eram tomados numa única tina, enorme, cheia de água quente. O chefe da família tinha o privilégio do primeiro banho na água limpa.

Depois, sem trocar a água, vinham os outros homens da casa, por ordem de idade, as mulheres, também por idade e, por fim, as crianças. Os bebês eram os últimos a tomar banho.

Quando chegava a vez deles, a água da tina já estava tão suja que era possível perder um bebê lá dentro. É por isso que existe a expressão em inglês "don't throw the baby out with the bath water", ou seja, literalmente "não jogue fora o bebê junto com a água do banho", que hoje usamos para os mais apressadinhos...

Os telhados das casas não tinham forro e as madeiras que os sustentavam eram o melhor lugar para os animais se aquecerem; cães, gatos e outros animais de pequeno porte como ratos e besouros. Quando chovia, começavam as goteiras e os animais pulavam para o chão. Assim, a nossa expressão "está chovendo canivetes" tem o seu equivalente em inglês em "it's raining cats and dogs".

Para não sujar as camas, inventaram uma espécie de cobertura, que se transformou no dossel.

Aqueles que tinham dinheiro possuíam pratos de estanho. Certos tipos de alimentos oxidavam o material, o que fazia com que muita gente morresse envenenada - lembremo-nos que os hábitos higiênicos da época não eram lá grande coisa...

Isso acontecia freqüentemente com os tomates, que, sendo ácidos, foram considerados, durante muito tempo, como venenosos.

Os copos de estanho eram usados para beber cerveja ou uísque. Essa combinação, às vezes, deixava o indivíduo "no chão" (numa espécie de narcolepsia induzida pela bebida alcoólica e pelo óxido de estanho). Alguém que passasse pela rua poderia pensar que ele estava morto, portanto recolhia o corpo e preparava o enterro. O corpo era então colocado sobre a mesa da cozinha por alguns dias e a família ficava em volta, em vigília, comendo, bebendo e esperando para ver se o morto acordava ou não. Daí surgiu a vigília do caixão.

A Inglaterra é um país pequeno, e nem sempre houve espaço para enterrar todos os mortos. Então, os caixões eram abertos, os ossos tirados e encaminhados ao ossário, e o túmulo era utilizado para outro infeliz.

Às vezes, ao abrir os caixões, percebiam que havia arranhões nas tampas, do lado de dentro, o que indicava que aquele morto, na verdade, tinha sido enterrado vivo. Assim, surgiu a idéia de, ao fechar os caixões, amarrar uma tira no pulso do defunto, tira essa que passava por um buraco no caixão e ficava amarrada num sino.

Após o enterro, alguém ficava de plantão ao lado do túmulo durante uns dias. Se o indivíduo acordasse, o movimento do braço faria o sino tocar. Assim, ele seria "saved by the bell", ou "salvo pelo gongo", como usamos hoje..."


Pedro Paulo Rocha
Curitiba, 4/12/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Wagner, Tristão e Isolda, Nietzsche de Jardel Dias Cavalcanti
02. Dos portões abertos de Auschwitz, 58 anos depois de Daniela Sandler


Mais Pedro Paulo Rocha
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/12/2002
09h10min
Normalmente se associa este período da história como algo tenebroso, sofrido ao extremo e que não vale a pena ser lembrado a não ser como um mote para pilhérias rizíveis do "modo atrasado" de vida. Para aqueles que só "relatam" e enfatizam este lado desta trama complexa que é a vida, o medievo é tão "medieval" que passa a ser um indivíduo pré-histórico; para os "historiadores" não havia nada de bom, muito menos de aproveitável. Concordo com as dificuldades da vida daqueles tempos, o que questiono é que NUNCA vi alguém falar sobre algo diferente disso! Que tal falar da cavalaria? Das universidades? Da produção intelectual? Da Igreja? (com relação a este último ítem, não vale o manjadísimo "instituição opressora": já está muito "manjado"! Para uma salutar desintoxicação sugiro Jan Huizinga com o seu "Outono da Idade Média", qualquer obra de Sto Tomás, São João da Cruz, Sta Tereza D"Ávila ou o "moderno" Chesterton com as suas biografias de São Francisco e Sto Tomás. Antres de rir poderíamos questionar: será que o período moderno, só por ser mais "atual" é o juiz e padrão de toda a história?
[Leia outros Comentários de marcus m l pimenta]
9/12/2002
13h55min
Será que o período moderno, só por ser mais "atual" é o juiz e padrão de toda a história? Sim, é.
[Leia outros Comentários de Bob Dobbs]
10/12/2002
13h22min
"Salvo pelo gongo" me reportava a uma luta de boxe na qual um pugilista, prestes a ser nocauteado era salvo pelo sino que indicava tempo esgotado. Coincidência?
[Leia outros Comentários de Júlio César Ramos]
13/12/2002
18h50min
Caro Bob, só agora encontrei a sua postagem nos comentários ao texto. Peço desculpas pela demora. Com todo o respeito que lhe devo vou lhe fazer uma pergunta: Porque? A "autoevidência" cronotótipa e "umbigocêntrica" de nós contemporâneos no julgamento de tudo e todos não vale! A pretença superioridade "moderna" com algo de "final [ou seria, finada?] de evolução precisa ser melhor explicada. Um "sim" não justifica. Um abraço fraterno; MARCUS PIMENTA
[Leia outros Comentários de marcus m l pimenta]
13/12/2002
5. Ypon
18h59min
Caro Julio, minhas desculpas extensíveis ao outro amigo por só agora ter visto a sua postagem. Os grandes campeões de lutas - principalmente os de artes marciais - estudam as lutas dos "antigos" campeões para aprimorar suas técnicas de combate. Olhando e aprendendo com os "mestres de sempre", isto é, de TODOS os tempos, eles melhoram na Arte da luta. Uma técnica de projeção, uma pegada, uma empunhadura, um ataque, uma defesa, um contra-golpe... tudo pode-se aprender com respeito e humildade para quem tem tanto para nos ensinar.
[Leia outros Comentários de marcus m l pimenta]
23/3/2006
07h21min
Nossa... que história estranha e esquisita! Nós achamos muito engraçada também. Entramos neste site porque estamos na aula de computação de história. É legal sabermos que, na Idade Média, as coisas eram desse jeito. E é bem legal, também, saber que hoje existem pessoas que se preocupam em passar esse tipo de informação... Parabéns!!!
[Leia outros Comentários de Marina e Lizandra]
23/3/2006
10h05min
Colegas da aula de computação, aproveitem bem! Pois, na prova, pode cair este conteudo...
[Leia outros Comentários de maria karoline cris]
23/3/2006
10h08min
estamos em um grupo de estudos, todos gostaram mt! teve horas q rimos tb mt! gostaria de ver mais coisas engraçadas, como essas!thauzim
[Leia outros Comentários de camila e flávia]
23/3/2006
10h11min
Muito legal mas uma nojeira... Achamos que não conseguiriamos viver naquela época. Lorena e Fernanda
[Leia outros Comentários de Lorena e Fernanda]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO ORIENTAR SEU FILHO-TRÍADE FRANÇOISE DOLTO
FRANCOISE DOLTO
FRANCISCO ALVES
(1992)
R$ 69,99
+ frete grátis



A REDAÇÃO NA ESCOLA
EGLÊ FRANCHI
MARTINS FONTES
(2008)
R$ 19,00



BEHAVIORISMO RADICAL: CRÍTICA E METACRÍTICA
KESTER CARRARA
UNESP
(2005)
R$ 50,00



BARRIGA DE TRIGO
WILLIAM DAVIS
MARTINS FONTES
(2014)
R$ 35,00
+ frete grátis



CIDADE SINGULAR
MAYRANT GALLO
KALANGO
(2013)
R$ 20,00



MANGÁ VARIANTE REQUIEM FOR THE WORLD Nº 2
IQURA SUGIMOTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2004)
R$ 11,90



SIMPÁTICO CORAÇÃO
MYRIA RAMOS / SILVA
OBJETIVA
(1996)
R$ 18,00



A ROMANÇA DAS HORAS
S. SUANNES
NÃO INFORMADA
(1957)
R$ 100,00



A MALA DE HANA
KAREN LEVINE
MELHORAMENTOS
(2010)
R$ 34,00
+ frete grátis



CLIQUE & DESCOMPLIQUE WINDOWS & SEUS SEGREDOS
VÁRIOS AUTORES
GOLD
(2008)
R$ 3,00





busca | avançada
30221 visitas/dia
773 mil/mês