Comentários do IP 200.183.97.226 | Digestivo Cultural

busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
>>> Zé Guilherme canta Orlando Silva em show no YouTube no dia 26 de setembro
>>> Setembro Amarelo é tema de EntreMeios especial com Zé Guilherme e Leliane Moreira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
>>> Rodrigo Gurgel entrevista Yuri Vieira
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Das Kunstwerk der Zukunft
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> O paraíso de Henry Miller
>>> Band On The Run
>>> Linguagem, Espaço, Máquina
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> A arte como destino do ser
>>> A indigência do rock e a volta dos dinossauros
>>> 16 de Maio #digestivo10anos
Mais Recentes
>>> A sombra do poder: Martinho de Melo e Castro e a administração da Capitania De Minas Gerais (1770-1795) de Virgínia Maria Trindade Valadares pela Hucitec
>>> A Revolta da Vacina de Sevcenko, Nicolau pela UNESP
>>> A quebra da mola real das sociedades: A crise política do antigo regime Português na província do Grão-Pará (1821-1825) de André Roberto Arruda Machado pela Hucitec
>>> A paz das senzalas: Famílias Escravas e Tráfico Atlântico C.1790- C.1850 de Florentino, Manolo pela UNESP
>>> A outra Independência: O Federalismo Pernambucano de 1817 a 1824 de Mello, Evaldo Cabral de pela 34
>>> A História do Brazil de Frei Vicente do Salvador. História e Política no Império Português do Século XVII de Maria Lêda Oliveira pela Versal
>>> A experiência do tempo: Conceitos e narrativas na formação nacional brasileira (1831-1845) de Araújo, Valdei Lopes de pela Hucitec
>>> A Educação Pela Noite de Antônio Candido pela Ouro sobre Azul
>>> A Diplomacia na Construção do Brasil. 1750-2016 de Rubens Ricupero pela Versal
>>> A Corte na Aldeia de Vários Autores pela Verbo
>>> A Companhia de Jesus na América por Seus Colégios e Fazendas de Márcia Amantino and Carlos Engemann pela Garamond Universitaria
>>> A carne e o sangue: A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos de Priore, Mary de pela Rocco
>>> 1889: Como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da Monarquia e a de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil - um de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1808: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 130 Anos: Em Busca Da República de Lessa, Renato; Wehling, Arno; Franco, Gustavo; Tavares Guerreiro, José Alexa pela Editora Intrínseca
>>> Arte de Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil de José de Anchieta pela EdUFBA (2014)
>>> Inglorious Revolution de William R. Summerhill pela Yale University Press (2015)
>>> O governo das conquistas do Norte de Fabiano Vilaça dos Santos pela Annablume (2011)
>>> O sol e a sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Amazon Frontier - the defeat of the Brazilian Indians de John Hemming pela Papermac (1995)
>>> International Law de Malcolm Evans (edited by) pela Oxford University Press (2014)
>>> Complete International Law: Text, Cases, and Materials de Ademola Abass pela Oxford University Press (2014)
>>> Salvador de Sá and the struggle for Brazil and Angola, 1602 - 1686 de C. R. Boxer pela University of London (1952)
>>> Instituições Políticas Brasileiras de Oliveira Vianna pela Senado Federal (2019)
>>> O populismo e sua história - debate e crítica de Jorge Ferreira (Org.) pela Civilização Brasileira (2001)
>>> Marxismo e Judaísmo - história de uma relação difícil de Arlene Clemesha pela Boitempo (1998)
>>> Trópico dos pecados de Ronaldo Vainfas pela Civilização Brasileira (2014)
>>> Brasil: formação do Estado e da Nação de István Jancsó (Org.) pela Hucitec (2011)
>>> História da Vida Privada em Portugal - 4º Volume (Os nossos dias) de José Mattoso pela Temas e Debates (2011)
>>> História de Angola - da Pré-História ao Início do Século XXI de Alberto Oliveira Pinto pela Mercado de Letras (2016)
>>> Visconde do Uruguai de José Murilo de Carvalho (Org.) pela 34 (2002)
>>> A ilusão americana de Eduardo Prado pela Alfa Omega (2001)
>>> Postmodernism or, the cultural logic of late capitalism de Fredric Jameson pela Duke University Press (1992)
>>> The Established and the Outsiders de Norbert Elias and John L. Scotson pela Sage Publications (2017)
>>> The Satanic Verses de Salman Rushdie pela Randon House (2019)
>>> Los detectives salvajes de Roberto Bolaño pela Vintage Español (2010)
>>> Voices from Chernobyl de Svetlana Alexievich pela Dalkey Archive Press (2005)
>>> O Norte Agrário e o Império, 1871 - 1889 de Evaldo Cabral de Mello pela Topbooks (2008)
>>> Worlds of Labour - further studies in the history of labour de Eric J. Hobsbawm pela Weidenfeld and Nicolson (1984)
>>> Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos de Antonio Candido pela Ouro sobre Azul (2014)
>>> História do Brasil: uma interpretação de Carlos Guilherme Mota e Adriana Lopez pela 34 (2015)
>>> História Concisa da Literatura Brasileira de Alfredo Bosi pela Cultrix (2015)
>>> A literatura portuguesa de Massaud Moisés pela Cultrix (2010)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. I - Das origens ao Romantismo de Massaud Moisés pela Cultrix (2012)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. II - Do Realismo à Belle Époque de Massaud Moisés pela Cultrix (2016)
>>> Bundas 12 Fernandona uma lição de cidadania de Diversos Autores pela Perere (1999)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. III - Desvairismo e Tendências Contemporâneas de Massaud Moisés pela Cultrix (2019)
>>> Independência e Morte - Política e Emancipação do Brasil, 1821 - 1823 de Helio Franchini Neto pela Topbooks (2019)
>>> Das cores do silêncio de Hebe Mattos pela Unicamp (2015)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 6/11/2002
Comentários
200.183.97.226


a velha ordem estabelecida
[A votação de Luiz Inácio Lula da Silva] mantém sua alma rural, primeva, milenarista e tradicionalista. O Brasil que entregou ao retirante fugido da miséria do sertão o comando de uma das 12 maiores economias do mundo não é revolucionário: exige mudanças, mas não a ruptura com a velha ordem estabelecida.

Ao contrário do voto petista, de esquerda, o sufrágio lulista tem seu núcleo central em clãs culturalmente habituados a destinar sua prole ao clero ou ao serviço público. Em torno desse núcleo giraram os interesses da burguesia dependente dos favores do Estado, de um lado, e as carências do lúmpen desassistido, na face oposta. Não se trata de uma ruptura, mas de uma seqüência histórica natural: essa aliança foi forjada há 72 anos por Getúlio Vargas.

A diferença básica entre o ex-sindicalista, que antes criticava duramente o getulismo, e o "pai dos pobres" é que este era um positivista com tinturas anticlericais e o futuro presidente atou laços difíceis de desatar com a mais longeva e monolítica máquina política brasileira, a Igreja Católica.

Agora, o messianismo - idéia fundadora do cristianismo - ressurge numa forma de sebastianismo em que o mito arcaico e arraigado no imaginário luso-brasileiro da volta do rei português dom Sebastião para vingar a cristandade da humilhação foi incorporado pelo marketing político. [...] A avidez do cidadão comum em tocar o presidente eleito lembra a legitimidade que dava aos reis taumaturgos do Medievo o alarde de seus prodígios.

Para Lula e o PT será imenso o desafio de utilizarem os benefícios dessa unanimidade quase canônica que o Brasil profundo lhes lega para promover a união nacional, sem a qual a estabilidade da moeda e da democracia poderá desabar - e logo. Sendo certo que não obrarão milagres.

José Nêumanne, hoje, em "A revanche do Brasil profundo"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
6/11/2002 às
09h29 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
livre e imprevisível
"Todo intelectual deve ser livre e imprevisível." (Paulo Francis)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
5/11/2002 às
09h24 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Pois é...
Lula é cantado em prosa e verso como o "primeiro presidente do povo" de toda a nossa história. Será mesmo verdade?

Que se diga que Lula é o primeiro líder sindical a chegar ao poder. Isso é verdade. [...] Que se diga, também, que Lula é o primeiro presidente a não ter curso superior. Isso [...] também é verdade.

Lula teve uma infância pobre, sem dúvida. Mas outros tantos também tiveram. Nenhum presidente chegou ao poder totalmente pobre, é verdade. Mas Lula também não. Ao menos para os padrões brasileiros. Ele tem carro próprio, casa própria e uma renda mensal [...] que seguramente o qualifica como pertencente à classe média. [...] Que, nestes momentos de bajulação desenfreada, se tenha uma real perspectiva histórica do que significa a vitória do presidente Lula. Um feito [...] de forma alguma inédito.

Alguns haverão de alegar que Lula é o primeiro presidente que chega ao poder sem compactuar com as elites. Infelizmente, também não é verdade. [...] Um número sem conta de grandes empresários passou a adulá-lo quando ele se agigantou nas pesquisas. E não consta que em algum momento ele tenha rejeitado tais apoios. Dinheiro para a campanha também não faltou. [...] A campanha do PT custou quase o dobro da de José Serra. E todo esse dinheiro - não sejamos ingênuos - não foi amealhado com a venda de estrelinhas e camisetas do partido.

Louve-se a sua persistência e tenacidade, é valido. Mas que não se dê a tal festa dimensões históricas que ela de fato não tem.

João Mellão, hoje, em "Devagar com o andor"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
1/11/2002 às
15h57 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
solidariedade
"Julio, meu amigo. voce e 'todo mundo' deveriam ter a liberdade _ 'sempre' _ de expressar o que bem entender e tambem o que nao entender. Euripedes, em 'As Suplicantes', diz que 'a verdadeira liberdade ocorre quando os homens, nascidos livres, precisando dirigir-se ao publico, podem falar livremente; Aquele que puder e quiser falar, merecera honrarias. Aquele que nao puder ou nao quiser, podera ficar em paz.' O que podera ser mais justo do que isso? Abracos, com admiracao"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Mais Um Amigo
31/10/2002 às
10h19 200.183.97.226
(+) Mais Um Amigo no Digestivo...
 
tantas bocas para poucas tetas
"Caro Júlio. Trabalho em lugar onde a concentração de ignorantes por metro quadrados é enorme. Uma mesa de operações de Bolsa de Valores. Não existe lugar tão imediatista e estúpido quanto uma mesa de operações. Hoje ao falar que acredito que nossa Raponzel não terá final feliz, fui linchado ou melhor queimado. As pessoas realmente acham que o PFL e PMDB vão apoiar o Lula por ideais, o José de Laencar será um Marco Maciel e que o PDT de Brizola e PSB de Arraes são de esquerda. Existem tantas bocas para tão poucas tetas nesse governo superloteado, que faltam almas para tantos diabos que as compraram. Infelizmente a pressão popular e a desilusão serão ernormes. Não creio em governo tranquilo. Tudo que sobe rápido tende a cair mais rápido. Talvez seja o destino de toda estrela cadente. Abraços"

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Outro Leitor Anônimo
29/10/2002 às
22h35 200.183.97.226
(+) Outro Leitor Anônimo no Digestivo...
 
um esquerdista sincero
"Não há ninguém mais bobo do que um esquerdista sincero. Ele não sabe nada. Apenas aceita o que meia dúzia de imbecis lhe dão para dizer." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
28/10/2002 às
14h26 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
O povo é débil mental
"O povo é débil mental. Digo isso sem nenhuma crueldade. Foi sempre assim e assim será, eternamente." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
28/10/2002 às
11h35 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Obrigado a todos
"Obrigado a todos - literalmente a todos. Os que quiseram me elogiar, me elogiaram - os que quiseram me xingar tiveram suas palavras convertidas em elogios, devido à falta de gramática, habilidade ou equilíbrio. [...] Não acho que Serra vai ganhar, e é justamente por isso que disse algo contra Lula. A véspera da derrota é o momento de mostrar suas cores - não a véspera da vitória - e muito menos o dia seguinte à vitória. Um cavalheiro saberia disso... Sem contar os insultos [...] que só fazem os próprios autores das mensagens se desqualificarem aos olhos de quem lê esta página. É como se quisessem atirar tortas na minha cara, na minha nobre, inteligente, adorável cara - mas acabassem acertando nas próprias calças - enquanto algumas azeitonas fazem um arco no ar e param bem ao alcance dos meus dedos (de onde passam, vejam só, diretamente ao meu martíni). Que posso fazer, senão agradecer? Voltem sempre... Todas as classes sociais são bem-vindas - mesmo as pitorescas..." (Alexandre Soares Silva)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
31/12/2002 às
18h36 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
doentes mentais
"Quero crer que certas épocas são doentes mentais. Por exemplo: - a nossa." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
26/10/2002 às
21h38 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Sou reacionário
"Hoje, o sujeito prefere que lhe xinguem a mãe e não o chamem de reacionário. (...) Sou reacionário. Minha reação é contra tudo o que não presta. (...) Se a Rússia - onde não existe o direito de greve, onde Stalin, de uma só cajadada, matou 12 milhões de camponeses de fome punitiva, onde toda a experiência socialista tem 100 milhões de mortos a pauladas -, se a Rússia se considera libertária e se acha que é o futuro, então, nesse caso, eu sou reacionário, sou o passado, sou a Idade Média. E, assim mesmo, estou na frente da Rússia, que é a pré-Idade Média" (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
26/10/2002 às
11h49 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Achei fantástico!
"Júlio, Adorei o seu texto. Achei fantástico! Você tem toda razão quando diz que os petistas vão sumir depois da merda que vai dar. Agora, antes da eleição são como 'corinthianos' antes de um jogo de futebol, estão em todas as esquinas abanando bandeiras cantando a vitória, ...(antes da hora, diga-se de passagem). É claro, as pesquisas indicam, Lula já é o vencedor! Mas acho também que a diferença entre os votos não vai ser tão grande assim, os petistas terão uma surpresa! A questão é que agora, o bonito é votar no Lula e ser da oposição. Quero ver depois dessa eleição, como é que a oposição irá se comportar??? Um grande abraço" (também por e-mail)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Leitora Anônima
26/10/2002 às
10h54 200.183.97.226
(+) Leitora Anônima no Digestivo...
 
amostra do que está por vir
"Primeiro o Alexandre Soares com a coluna da semana passada, e ontem você, com a sua, levantaram uma amostra do que está por vir ... Gente disposta a coibir a 'democracia' .. em nome da 'democracia'! Esse 'crima' de 'agora é a nossa vez' deixa-me seriamente desconfiado quanto ao que está por vir. Pode ser um alarme falso por causa da novidade ('Lula enfim presidente!!!'), tomara que daqui a quatro anos constatemos tranquilos que nos apavoramos a toa. Contudo, ví pedaços do debate agora à noite (preferi alternar com Seinfeld e outro programa sobre bichos) e fiquei querendo saber o que estava por trás das respostas abstratas que ele dava. Não é o momento de abstração. Uma leitora, mensagem 10, falou que o Lula não estará sozinho, pq precisa do crivo do Congresso. Congresso no qual o PT é maioria, e elementos como Eneas e seus carrapatos, o filho do Ratinho, têm cadeira ... Como diz o povo, se cercar é hospício, se cobrir é circo..." (enviado por e-mail)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Leitor Anônimo
26/10/2002 às
10h50 200.183.97.226
(+) Leitor Anônimo no Digestivo...
 
Toda unanimidade é burra
"Na hora de odiar, ou de matar, ou de morrer, ou simplesmente de pensar os homens se aglomeram. (...) A opinião unânime está a um milímetro do erro, do equívoco, da iniqüidade. (...) Toda unanimidade é burra. Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
26/10/2002 às
10h30 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
idiotas de ambos os sexos
"Antigamente, o silêncio era dos imbecis; hoje, são os melhores que emudecem. O grito, a ênfase, o gesto, o punho cerrado, estão com os idiotas de ambos os sexos." (Nélson Rodrigues)

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por Julio
25/10/2002 às
21h47 200.183.97.226
(+) Julio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O LIVRO QUE NINGUÉM VAI LER
SYLVIA ORTHOF
EDIOURO
(2003)
R$ 6,50



O PSIQUIATRA NO TRIBUNAL
DR. MICHEL LANDRY
NOVOS UMBRAIS
(1981)
R$ 25,00



PRINCIPAIS TEMAS EM DOENÇAS INFECCIOSAS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA
RODRIGO ANTÔNIO BRANDÃO NETO E OUTROS
MEDCEL
(2008)
R$ 39,00



O CARDEAL
WALACE FERNANDO NEVES
LACHÃTRE
(2014)
R$ 27,00



ENGENHARIA ECONÔMICA
GERALDO HESS E OUTROS
DIFEL
(1975)
R$ 8,00



O PODER INFINITO DA SUA MENTE
LAURO TREVISAN
DA MENTE
(1980)
R$ 36,00



OS MILITARES NO PODER 1
CARLOS CASTELO BRANCO
NOVA FRONTEIRA
(1977)
R$ 15,00



TRIGONOMETRIA PLANA
EDGARD DE ALENCAR FILHO
NOBEL
(1964)
R$ 25,00



MANUAL COMPACTO DE GEOGRAFIA ENSINO FUNDAMENTAL
EDITORA RIDEEL
RIDEEL
(2010)
R$ 23,00



MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO - VOLUME ÚNICO
MARCONDES - GENTIL - SÉRGIO
ÁTICA
(1998)
R$ 9,80





busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês