Digestivo nº 237 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 29/7/2005
Digestivo nº 237
Julio Daio Borges

+ de 3200 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Literatura >>> Imperador da língua
Por problemas de comunicação, a poesia está muito, muito longe das pessoas. As pessoas, na verdade, terminaram por se conformar com derivações várias, que vão desde uma letra de música popular até slogans (e jingles) de publicidade. As mídias coexistem, claro, e não devem ser atacadas por serem “formas menores” (são também válidas), mas a poesia – que hoje habita quase nenhum lugar – terminou por perder seu status e seu espaço. É preciso recuperar. Quem fez justamente um trabalho nesse sentido foi o professor João Adolfo Hansen, em seu curso de Poesia Moderna Brasileira, no último mês de junho, na Casa do Saber. Quem conhecia o professor Hansen da “Letras” da USP, já sabia de sua conversa tão agradável (e ao mesmo tempo grave e séria) sobre literatura brasileira. Só ele pode evocar personagens, a exemplo dos Andrades do modernismo, como se tivesse convivido com eles. A nossa vontade é lhe perguntar: “Mas você estava lá, professor?”. Hansen percorreu, em quatro aulas, de Manuel Bandeira a João Cabral de Mello Neto, passando por Carlos Drummond de Andrade e Murilo Mendes (se tivesse tempo, confessou, incluiria “Cecília” também – “Aliás, ela foi sua amiga, professor?”). Sempre partindo de um resumo biográfico profundo, que se pautava por uma precisão de datas e de fatos, de maneira enciclopédica como nem o Google, o professor revisitou as inspirações (e os alumbramentos) de Bandeira, a angústia (e o “alto” e o “baixo”) em Drummond, a poderosa transcendência (e até o misticismo) em Murilo Mendes e, por fim, a engenharia (e a peculiaridade antimusical) de João Cabral. Hansen podia ser erudito de uma maneira inebriante, em determinado momento, e, de repente, no meio de uma leitura, se emocionar pela milionésima vez (e de novo), e soltar assim bem coloquial: “É barra...”. Estava doando, como em décadas de magistério, um pouco de sua porção humana. Quando perguntado se cometeu também poemas – tamanha a sua identificação com esse universo – retorquia com uma frase de Guimarães Rosa: “A juventude é uma coisa pra esquecer...”. Sim, mas não uma juventude embalada pelas palavras do professor Hansen. [Comente esta Nota]
>>> Casa do Saber
 



Música >>> Marte
Foi uma noite de gerações. De um lado o maestro Benjamin Zander que, quando jovem, recebeu lições do compositor Benjamin Britten; de outro, possivelmente a orquestra mais jovem e brilhante que já pisou no palco da Sala São Paulo, a Youth Philarmonic Orchestra, do New England Conservatory. Detalhe: tocando um programa que ia de Strauss a Stravinsky... Porque uma coisa é Zander regendo um repertório considerado difícil (ao menos, para os ouvintes), e usando para isso toda a tradição que pessoalmente recebeu dos velhos mestres; outra, completamente diferente, é a juventude no frescor de seus agitados 12, 13, 14, até, no máximo, 18 anos, fornecendo novas interpretações para o Don Quixote, de Strauss, e para A Sagração da Primavera, de Stravinsky. Foi dentro da Temporada 2005 do Mozarteum Brasileiro. Era belamente irônico. Enquanto a platéia, em idade adulta, acompanhava sobressaltada toda a fúria da Sagração, os músicos, em idade pra lá de jovem, pareciam perfeitamente à vontade dentro do aparente “desconforto” da mesma peça, depois de um século de barulhentas canções pop e da rebeldia ruidosa do rock’n’roll. A antiga condessa de Pourtalés que, na estréia da célebre composição, em 1913, quase quebrara o leque na cabeça do compositor (que por sua vez fugiu para os bastidores), observaria hoje embasbacada a familiaridade com que a adolescência do New England Conservatory manejava melodias e acordes, no mínimo, perturbadores. Mesma coisa com o Don Quixote: se, para adultos, parecia um verdadeiro tour de force acompanhar uma a uma as variações, para os jovens, era relativamente fácil deslizar tanto pelo tema quanto pelos seus desdobramentos todos. Completou o cardápio, Maurice Ravel. Sua Rapsódia Espanhola foi um aperitivo para esses conflitos tão saborosos. Ficou a cargo da imaginação o espetáculo que deve ter sido ver e ouvir a abertura Romeu e Julieta, de Tchaikowsky, e a suíte Os Planetas, de Gustav Holst, apresentadas no dia posterior. As velhas gerações devem ter igualmente se remexido nas cadeiras, enquanto que as novas devem ter flutuado com o maestro veterano... Só a grande música é capaz dessas coisas. [Comente esta Nota]
>>> Mozarteum Brasileiro
 



Artes >>> Gratitude
Que saudade da nossa familiaridade com as artes plásticas, que foi varrida pra debaixo do tapete, depois de décadas de dominação do audiovisual... Felizmente, entre os saudosos – também para o nosso conforto e a nossa salvação – estão os idealizadores do Chakras, restaurante e espaço cultural no coração da Melo Alves. Lá esteve, por exemplo, em pessoa, Antonio Peticov, com toda efusividade de um passado rocker, que lhe é peculiar, desdobrando em telas literalmente (e perfeitamente) surreais, que permanecem lá, nas paredes da IQ Gallery. Peticov destila sonhos, com títulos em um inglês quase íntimo, proporcionando vertigens aos fluidores e entusiasmando colecionadores hoje praticamente desaparecidos da paisagem (semanas depois já haviam arrematado algo)... E por lá igualmente circula, sempre às segundas-feiras à tarde, um paciencioso Sérgio Gregório. Gregório, com intervenções plásticas dentro e fora do território nacional, com um amplo leque de experiências mestre-discípulo, comanda no Chakras, há meses, o Curso de Modelo Vivo. Faça calor ou faça frio, a moça (a quem Freud dizia que se deveria sacrificar até os móveis – fogo neles! – para aquecê-la) está lá, para posar, e incutir nos alunos as linhas, as curvas e os contornos do corpo humano. Munido de papel e carvão, o praticante ensaia seus passos em riscos fortes e frágeis, sempre contínuos, enquanto Gregório dirige o próximo movimento, a próxima direção, sem dizer o que é certo e o que é errado, sem nunca conduzir o candidato pela mão, comme il faut. São algumas tentativas durante a tarde que corre, regada a um prosecco estonteante (água ou café – o que se quiser tomar), onde a modelo gira o corpo, ensaia uma nova posição, interage com peças várias, e assim um novo desafio sempre se coloca. Muitas voltas da mão, muitos olhares enviesados depois, até nos convencemos de que damos para a coisa (e de que podemos tentar ajudar a salvar do esquecimento as mesmas artes plásticas...). Nesse momento, o mundo lá fora se evaporou, e com ele as urgências, os problemas, as preocupações. Do Chakras, ninguém vai sair imediatamente pintor (nem marchand, nem crítico de arte), não é essa a intenção. Mas se acontecesse, ninguém iria estranhar. [Comente esta Nota]
>>> Chakras: Antonio Peticov | Sérgio Gregório
 
>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO RECOMENDA



>>> Cafés Filosóficos
* Uma janela para o céu
Ulisses Capozzoli
(Qua., 3/8, 19h30, CN)

>>> Noites de Autógrafos
* Public-Private Partnerships in Brazil
Eliana Maria Filippozzi (org.)
(Ter., 2/8, 18h30, CN)
* As estrelas que eu toquei
Márcia Rocha Cristioglu
(Ter., 2/8, 19h30, CN)
* Os segredos do vinho
José Osvaldo Albano do Amarante
(Qui., 4/8, 18h30, CN)
* Projeto de sistemas de comunicações ópticas
José Roberto de Almeida Amazonas
(Qui., 4/8, 18h30, CN)

>>> Exposições
* Exposição de José de Lira
(de 1º a 15 de agosto, das 9 às 22 hs., CN)

>>> Shows
* West Coast: O jazz na costa do Pacífico - Traditional Jazz Band
(Sex., 5/8, 20hs., VL)
* Espaço Aberto - Lua de Prata
(Dom., 7/8, 18hs., VL)

* Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos (VL): Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional (CN): Av. Paulista, nº 2073
*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
7/8/2005
23h34min
Boa observação sobre a poesia atual, tristemente envolvida, na imensa maioria dos casos, com esteticismos. Para uma mudança de ares, ler Tagore e Blake, mostra que a poesia pode estar bem proxima 'as pessoas. O Gita, indiano, e tambem uma musica, um poema, que esta no dia-a-dia das pessoas, esta' proximo 'a vida de cada um ao mesmo tempo que vive um pouco longe.
[Leia outros Comentários de Ram]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DIREITO E POLITICA INTERNACIONAL
FRANCISCO CESAR PINHEIRO RODRIGUES
JURIDICA
(2007)
R$ 11,90



EMAGREÇA COM A DIETA DAS CALORIAS DO BEM
CESAR PEDROSO
ABRIL
(2011)
R$ 10,00



DE BELLO CIVILI COM TAVOLA CRONOLOGIA
C. JULII CAESARIS
FRANCESCO VALLARDI
(1925)
R$ 37,35



INQUERITO POLICIAL - DOUTRINA JURISPRUDENCIA
BARBOSA MANOEL MESSIAS
METODO
(2008)
R$ 10,00



A MEDIADORA - REUNIÃO
MEG CABOT
GALERA
(2008)
R$ 28,60



OS PENSADORES VIII - STO. TOMÁS DE AQUINO - DANTE - SCOT - OCKHAM
STO. TOMÁS DE AQUINO - DANTE - SCOT - OCKHAM
ABRIL CULTURAL
(1973)
R$ 18,00



SABAÚNA -ASPECTOS DE SUA HISTÓRIA
HELCIO ESTRELLA
AVER
(2010)
R$ 9,70



INTRODUÇÃO À FÍSICA DO ESTADO SÓLIDO
CHARLES KITTEL
LTC GRUPO GEN
(2006)
R$ 258,50



EXPEDIÇÃO TUMUCUMAQUE - A REDESCOBERTA DA AMAZÔNIA
ZIG KOCH
WWF
R$ 6,90



MERCADO DE CAPITAIS
VÁRIOS AUTORES
CNBV
(1998)
R$ 14,00





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês