Honestidade | Digestivo Cultural

busca | avançada
38263 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> LANÇAMENTO DO BLOG DO JUSTINO
>>> Curso de História da Arte Latino Americana na FAAP
>>> Sérgio Mamberti será homenageado nesta segunda (21) na Alesp
>>> PIONEIRA NO ENSINO DAS ARTES, FAAP OFERECE NOVA PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS E PRÁTICAS CURATORIAIS
>>> Oxigênio Hardcore Fest 2017
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
>>> A fotografia é um produto ou um serviço?
>>> A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel
>>> Apontamentos de inverno
>>> Literatura, quatro de julho e pertencimento
>>> O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico
>>> Um caso de manipulação
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Simbiose
>>> Grafologia
>>> Premiadas
>>> Plagas e pragas
>>> Elas por elas
>>> Ritmo binário
>>> A imagem de Haroldo Maranhão
>>> Rimas geométricas
>>> Por um cisco
>>> Em relação a ti
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O desafio de formar leitores
>>> Lugar Nenhum
>>> Lugar Nenhum
>>> Baudelaire, um pária genial (parte II)
>>> Autobiografia musical
>>> 50 anos de poesia concreta
>>> Pimenta in Conserva
>>> Paulo de Tarso Lima #EuMaior
>>> De Tambaú ao Rio Sanhauá*
>>> O risco de se tornar um sem-noção
Mais Recentes
>>> Transcendência e Mundo na Virada do Século
>>> História na Igreja em Santa Catarina
>>> Manual para Elaboração de Monografias e Dissertações - Gilberto de Andrade Martins
>>> Pesquisa de Marketing 2 (Metodologia, Planejamento, Execução, Análise) - Fauze Najib Mattar
>>> Probabilidade - Resumo da teoria, 500 problemas resolvidos - Coleção Schaum
>>> Marcos Cobra - Marketing básico (Uma perspectiva brasileira)
>>> Pesquisa de Marketing 1 (Metodologia, Planejamento) - Fauze Najib Mattar
>>> Psicologia Aplicada à educação intelectual - Louis Legrand
>>> Introdução ao projeto de pesquisa científica - Franz Victor Rudio
>>> Princípios de Linguística Geral - Joaquim Mattoso Camara Jr - Biblioteca Brasileira de Filologia
>>> Processo Civil (com CD-ROM) - Atualizado até 31/12/2004
>>> Ensaios 55 - Protestantismo e Repressão
>>> Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira - Sistemas, Organização & Métodos - Uma abordagem gerencial
>>> Washington de Barros Monteiro - Direito de Família - Curso de Direito Civil
>>> Orlando Gomes - Direito de família - 10º edição
>>> Curso de Direito Processual Civil - Humberto Theodoro Júnior - Teoria Geral do Direito Processual Civil e Processo de Conhecimento - Volume 1 - 48º edição
>>> Anhanguera - Saúde Pública - PLT 246
>>> Anhanguera - Programa de nivelamento - PLT 213
>>> Anhanguera - Bioquímica - PLT 159
>>> Gramática Histórica - Ismael de Lima Coutinho
>>> Curso de Linguística Geral
>>> Do latim do português - Edwin B. Williams
>>> Cálculo 2 - Luiz Mauro Rocha
>>> Psicanálise dos contos de fadas - Bruno Bettelheim
>>> Análise Estruturada de Sistemas - Chris Gane e Trish Sarson
>>> PERL 5 - Guia de referência rápida
>>> Uma introdução programada ao PERT - Federal Eletric Corp (Administração)
>>> Mahan - Química - Um curso universitário
>>> História da Criança no Brasil
>>> Os Homens e a Herança no Mediterrâneo
>>> História em Revista
>>> O que é Religião
>>> Santos e Heróis do Povo
>>> História, Práticas Culturais e Identidade: abordagens e perspectivas teórico-metodológicas
>>> Missa Tridentina: Explicações das Orações e das Cerimônias da Santa Missa
>>> Dicionário de Psicologia - Henri Piéron
>>> Calculo 1 - Luiz Mauro Rocha
>>> Cartas entre Freud e Pfister - Um diálogo entre a psicanálise e a fé cristã
>>> Erhart: Elementos da anatomia humana - Li-sei Watanabe
>>> Esboços Bíblicos- De Gênesis a Apocalipse Volume 2
>>> Anhanguera - Sociologia Geral - PLT 254
>>> Anhanguera - Sociologia Geral - PLT 254
>>> Anhanguera - Psicologia - PLT 207
>>> Anhanguera - Psicologia - PLT 207
>>> Anhanguera - Desenvolvimento Pessoal e profissional - PLT 188
>>> Estudos sobre a Palavra de Deus
>>> Anhanguera - Introdução à fisioterapia 181 - PLT
>>> Anhanguera - Noções essenciais de Direito 337 - PLT
>>> Anhanguera - Responsabilidade Social e meio ambiente 112 - PLT
>>> Direito Humanos 122 - Anhanguera - PLT
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 8/3/2007
Honestidade

+ de 4400 Acessos
+ 9 Comentário(s)

O que mais falta no mundo hoje é honestidade. A mentira, a omissão impera em um mundo hipócrita e sem sentimentos.

Honestidade não é crime. Falar a verdade, com todos com um pé atrás, é difícil, mas aos poucos, se tentarmos, a coisa melhorará.

Um pai espera honestidade do filho, e um filho espera o mesmo do pai. Esconder problemas, aflições e defeitos, e pior, omitir de apontá-los, gera este mundo de esconde-esconde que vivemos.

Ou seja, carecemos de opiniões reais. Ninguém tem coragem de dizer o que pensa, sente ou acha para ninguém.

A desculpa é polidez, a educação, o respeito, ou o nome que você quiser dar para justificar seu medo de enfrentar uma situação de frente.

Às vezes a desculpa toma outra forma, seria o que chamamos de jogo de interesse.

Chega disso! Precisamos começar a ser mais leais aos nossos sentimentos e nossas opiniões, e conscientizarmos-nos que, caso criticados, não somos piores ou melhores, simplesmente existem outros pontos de vista.

O que fazer com a critica é outro passo, que deixo para os psicólogos.

Um dos jornalistas mais famosos do Brasil, Paulo Francis em uma de suas declarações colocou que "Dizem que ofendo as pessoas. É um erro. Trato as pessoas como adultas. Critico-as. É tão incomum isto na nossa imprensa que as pessoas acham que é ofensa. Crítica não é raiva. É crítica. Às vezes é estúpida. O leitor que julgue. Acho que quem ofende os outros e os leitores é o jornalismo em cima do muro, que não quer contestar coisa alguma. Meu tom às vezes é sarcástico. Pode ser desagradável. Mas é, insisto, uma forma de respeito, ou, até, se quiserem, a irritação do amante rejeitado".

Contestar, apontar, problematizar deveria ser tarefa diária do professor, do pai, do chefe, do amigo, e principalmente do jornalista.

Para crescer é necessário compreender (não sei se chegaremos a entender) o mundo em suas várias formas, observar que existe o diferente, e que há não melhor ou pior, mas sim outro ponto de vista.

Bons negociadores, antes de uma grande disputa, reúnem sua equipe e fazem um brainstorm onde a regra é clara: pode se fazer qualquer sugestão para solucionar o problema e, no começo, não vale criticar as sugestões.

À primeira vista o parágrafo acima é contraditório com a linha de raciocínio do texto, mas não é.

Isto porque a primeira parte do exercício mental é justamente contestar a idéia, para, no segundo momento, criticar e escolher qual é a melhor entre as tantas que vieram.

É importante dar voz ao pensamento, mas é ainda mais importante ter senso crítico.

Hoje, observa-se uma mídia sem crítica, sem voz, em cima do muro que, conforme Paulo Francis já ensinou, é um desrespeito com o leitor, ouvinte ou espectador.

Observa-se, também, uma sociedade sem crítica, sem movimento, sem entusiasmo, mas o que precisamos é mudar nas pequenas coisas, nas pequenas atitudes, como, por exemplo, quando alguém lhe perguntar tudo bem, só responda que sim se for verdade.

Acho que deveríamos começar uma campanha de cultuarmos a honestidade. Grande jeito de sermos uma sociedade menos hipócrita. Para dar o exemplo, eu vou começar: "adoro receber críticas".


Postado por Daniel Bushatsky
Em 8/3/2007 às 13h37


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Elvis 2015 de Julio Daio Borges
02. Hector Ângelo de Julio Daio Borges
03. Lembrança de Paulo Brossard de Celso A. Uequed Pitol
04. Iberê Camargo de Julio Daio Borges
05. Raízes do Brasil de Celso A. Uequed Pitol


Mais Daniel Bushatsky no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/3/2007
10h59min
Eu me esbaldo lendo as críticas de cinema de não-críticos; me divirto imensamente lendo as impressões que um livro causa nos não-literatos; e o mesmo com a política, com a música. E opinião é algo bonito. O cinema não é produzido para cineastas, tampouco a literatura para literatos; de modo que ler num blogue as reverberações do autor sobre Shopenhauer é uma chance única de acesso a um tipo de opinião crua, sem gatekeepers editoriais. A crítica sem critério é valiosíssima. É como uma pesquisa de opinião voluntária. Acho que as pessoas devem além de ler, escrever mais. Eu mesmo, aqui, acostumado a postar nada mais que opinião, já fui muitas vezes mal compreendido por leitores que ainda enxergam tudo com um olhar meio ditador; e não as culpo, é herança cultural esse negócio de que opinar é perigoso.(trecho de um post meu, que não coube todo aqui. Você tem toda razão. Depois do medo de opinar, vem o medo de pensar, e aí não tem mais volta. Abraço.)
[Leia outros Comentários de Ed]
9/3/2007
18h05min
Ótimo texto, espero que traga mais honestidade até mesmo para os menos honestos.
[Leia outros Comentários de André Busha]
11/3/2007
01h10min
A natureza é cheia de exemplos de presas e predadores, não vejo nenhuma crueldade nisto; o leão se alimenta do antílope e não é mau. Ele é selvagem. Esta é a sua natureza. Quando vejo homens, individualmente ou em grupos, comunidades ou o que seja, penso qual seja a sua natureza? Vejo gente explorada e "honesta", privada de oportunidades e "honesta"; e questiono o que seja honestidade? Individualmente e em grupo, que comportamento a nossa sociedade fomenta, endossa? Quem são os exemplos de honestidade? Quantos são? E o oposto? Preciso saber do quanto de maniqueísmo está implícito nesta necessidade de não enxergar esta situação tão real da evolução de valores. Falo da dinâmica apenas, não discuto méritos. A nossa noção geral de honestidade está enfraquecida por um senso de oportunidade e os nossos valores atuais são os de resultado. Ainda que não sejam valores gerais; mas presentemente é o que se destaca. Talvez este não seja mais um mundo bom, mas bondade, já é uma outra virtude...
[Leia outros Comentários de Carlos E. F. Oliveir]
11/3/2007
16h14min
Honestidade significa ter honradez, mormente no que concerne à palavra e às relações jurídicas. Assim, o honesto só quer o que é seu, não mente, repudia a malandragem, a “esperteza” de querer levar vantagem em tudo. Se a praga da desonestidade se instalar nos órgãos públicos, estes se convertem no grande “buraco negro” da riqueza popular. E a nação, sobretudo se em regimes totalitários, estará fadada a um subdesenvolvimento sem fim. Daí você ter razão em desejar tão veementemente o império da honradez. Mas, propugnar pela sinceridade absoluta, é lutar por uma utopia desnecessária(e indesejável). Nem toda verdade é necessária que se diga. Há até um adágio oriental que diz: “é melhor a mentira que beneficia do que a verdade que prejudica”; evidentemente ele se refere à franqueza rude, que machuca sem construir. Do berço ao túmulo, a vida social repousa no “fingimento”, porque seria absolutamente anti-social alguém morbidamente franco.
[Leia outros Comentários de Pedro Cordeiro de Ml]
12/3/2007
10h19min
Ótimo texto. Realmente, ser honesto, hoje em dia, infelizmente, é ser também taxado, muitas vezes, de mal educado, rude ou crítico, como se esse último adjetivo fosse pejorativo. O que a sociedade precisa é ter a consciência de que a honestidade e a crítica não têm a finalidade de depreciar quem se critica, mas sim o desenvolvimento mental, profissional e pessoal do criticado. Sejamos mais críticos, logo, mais verdadeiros!
[Leia outros Comentários de Vanessa Braz]
13/3/2007
14h05min
(Do poeta Gonzaguinha: até com tempo ruim se dá bom dia.) Aprendi cedo que crítica é procedimento que investiga em profundidade expressão e forma, arte e meio. Não se espere da crítica que agrade. A crítica aponta falha, erro, inexistência de conteúdo, defeito de forma. Experimente deletar uma biblioteca de programa de seu computador e fazê-lo funcionar. Aquela tela inicial vai continuar preta cobrando a presença prevista. É como padaria: anuncia pão quente, você comparece às seis da manhã e às seis da tarde e encontra. E isto que pão só alimenta o corpo... Imagina o que se prometa ao espírito. Não carece sequer de publicidade, basta imprimir em página, cd, dvd, fita, palco ou chão de rua. Apresentar-se ao público é expor-se a este e, por conseqüência, enquanto a caravana passe, a crítica existirá. Outra coisa é a pessoa adentrar o terreno da crítica sem conhecimento. Inverte-se aí o conceito. O público aplaude, a bilheteria estoura e àquela pessoa restará o espelho...
[Leia outros Comentários de Adroaldo Bauer]
14/3/2007
08h40min
Ótimo texto, parabéns. Muito apropriado para a época que estamos vivendo. Sugiro uma maior divulgação, para que um maior número de pessoas possa refletir e se questionar a respeito.
[Leia outros Comentários de Nelson]
14/3/2007
18h18min
interessantes as colocações; em especial merece ser sublinhdao que criticar é ser honesto, divergir é saudável e elogioso ao interlocutor.
[Leia outros Comentários de Katia Camargo]
16/3/2007
09h45min
Bom... Acho que tem vezes que a mentira é um mal necessário... Como falar para uma pessoa que ela está com um bafo horrível e que deveria escovar os dentes? Como dizer para uma pessoa que o sapato não combina nem de longe com o estilo de roupa que está usando? Acredito que a tão citada "educação" deva imperar... Não há necessidade de ser "impolido" (se é que essa palavra existe) só para que você possa expressar o seu ponto de vista. Por outro lado, é de minha convicção que todos devam ser verdadeiros no sentido de não esconder os seus sentimentos, angústias e vontades, principalmente com relação a seus amores, porque não acho justo fazer o outro de palhaço enquanto não se sabe o que quer da vida... aliás, típico de homem (desculpa a agulhada, pessoal hahahha) ou com suas ambições no trabalho. Acho que a conversa é a base de tudo! Por fim, parabenizo o autor do artigo por sua transparência com relação à sua ânsia por críticas.
[Leia outros Comentários de Hellen Gonzales]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UMA IGREJA COMO A SUA - UM ESTUDO PANORÂMICO DE I CORINTIOS - NASCE UMA IGREJA
ED RENÉ KIVITZ
SEPAL
(1998)
R$ 39,99
+ frete grátis



PRODUÇÃO E UTILIZAÇÃO DE FORRAGENS CONSERVADAS
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
EDUEM
(2008)
R$ 20,00



THE BULLY
PAUL LANGAN
TOWNSEND PRESS
(2002)
R$ 14,00



TRIBUTO A LADY GAGA - ELAINE FREITAS (BIOGRAFIA/MÚSICA)
ELAINE FREITAS
UNIVERSO DOS LIVROS
(2012)
R$ 10,00



EVOLUÇÃO E TEMPORALIDADE EM TEILHARD, VOCABULÁRIO TEILHARD ( 2 VOLUMES)
MONIQUE PÉRIGORD E HUBERT GUYPERS
VOZES
(1968)
R$ 8,90



CARTAS DE ASCENSO FERREIRA A VERÍSSIMO DE MELO
ASCENSO FERREIRA
ACADEMIA NORTE-RIOGRANDENSE DE LETRAS
(1989)
R$ 40,00



ESPAÇO E PODER - OS TRÊS CENTRO DO RIO DE JANEIRO
RACHEL SISSON
ARCO
(2008)
R$ 75,00



JOGOS PARA TREINAR O CÉREBRO
JORGE BATLLORI
MADRAS
(2009)
R$ 16,00



ENCONTRO COM TEILHARD DE CHARDIN E A EVOLUÇÃO DAS RELIGIÕES
PIETRO UBALDI
MONISMO
(1965)
R$ 21,00



O GUARANI
JOSÉ DE ALENCAR
CEDIC
(2010)
R$ 6,00





busca | avançada
38263 visitas/dia
1,1 milhão/mês