refletir e se questionar | Nelson

busca | avançada
65370 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Micronarrativa e pornografia
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Viva a revolução
>>> AC/DC 1977
>>> As maravilhas do mundo que não terminam
>>> Nem Aos Domingos
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Mais Recentes
>>> Fazendo Terapia Familiar de Robert Taibbi pela Gupo Gen (2016)
>>> Psicologia nas organizações de Vilma Regato pela Gupo Gen (2016)
>>> Nutrição para o Esporte e o Exercício de William D. McArdle pela GEN Guanabara Koogan (2014)
>>> Primeiros socorros no esporte de Melinda J. Flegel pela Manole (2014)
>>> Diga Xis de Teresa Noronha pela Editora Scipione (2006)
>>> Brilho da Vida de Lynne Graham pela Harlequin (2006)
>>> As Aventuras de Tom Sawyer de Mark Twain pela Martin Claret (2007)
>>> Nosso Lar de Chico Xavier pela FEB (2014)
>>> Lucíola de José de Alencar pela Martin Claret (2006)
>>> Posicionamentos em exames contrastados de Diversos pela Corpus (2006)
>>> Raciocínio Lógico para Concursos de Samuel Liló Abdalla pela Editora Saraiva (2012)
>>> Brida de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> O Zahir de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> O Alquimista de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> O X da Questão de Eike Batista pela Primeira Pessoa (2011)
>>> Bíblia ilustrada para família de Mary Joslin pela Gold Editora (2008)
>>> Maktub de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> Nó na garganta de Mirna Pinsky pela Atual Editora
>>> Veronika Decide Morrer de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> A Equipe do Olho Aberto de Margarida Patriota pela Formato (2010)
>>> O Monte Cinco de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> As Valkírias de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> O Demônio e a Srta Prym de Paulo Coelho pela Gold Editora
>>> As Aventuras de Robin Hood de Howard Pyle pela Gênios (2005)
>>> Braçoabraço de Raimundo Matos de Leão pela Editora Saraiva
>>> A Volta ao Mundo em 80 dias de Júlio Verne pela Gênios (2005)
>>> Coisas que todo garoto deve saber de Antonio Carlos Vilela pela Melhoramentos (2006)
>>> O mistério da gaveta de Silvana Tavano pela Editora Saraiva (2004)
>>> Los Condenados de la Tierra (Os Condenados da Terra) de Frantz Fanon pela Fondo de Cultura Econónica (2018)
>>> Les Confessions de Jean-Jacques Rousseau pela Hachete (1903)
>>> O primo Basílio de Eça de Queirós pela Abril Cultural (1979)
>>> Revue Française de Science Politique Volume XXI Numéro 3 juin 1971 de Jean Brusset, Mattei Dogan e outros pela Puf (1971)
>>> Introdução à Geografia da População de Wilbur Zelinsky pela Zahar (1974)
>>> Revista do Brasil de Antonio Candido, Celso Furtado, Julio Cortázar, Manoel Bonfim, Poty e outros pela Rioarte / Funarte (1984)
>>> Painel da Literatura em Língua Portuguesa de José de Nicola pela Scipione (2010)
>>> Crónica de una muerte anunciada de Gabriel García Márquez pela Plaza Janés (1999)
>>> Marlene D de Marlene Dietrich pela Nordica (1984)
>>> Notícia de un secuestro de Gabriel Gacía Máquez pela Plaza Janés (1999)
>>> Há Males Que Vêm Para Bem de Alec Guinness pela Francisco Alves (1990)
>>> Vivir para Contarla de Gabriel García Márquez pela Debolsillo (2017)
>>> Tango Solo de Anthony Quinn, Daniel Paisner pela Nova Fronteira (1995)
>>> El Coronel no Tiene Quien le Escriba de Gabriel Gacía Máquez pela Plaza Janés (1999)
>>> Laços Eternos de Zibia Gasparetto pela Edicel (1979)
>>> A garota que eu quero de Markus Zusak pela Intrínseca (2013)
>>> O inverno das fadas de Carolina Munhóz pela Casa da palavra (2012)
>>> Treinando a emoção para ser feliz de Augusto Cury pela Academia (2010)
>>> E se for você? de Rebecca Donovan pela Globo (2016)
>>> O guardião de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2013)
>>> O casamento de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> Inferno atlântico. Demonologia e colonização. Séculos XVI-XVIII de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (1993)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 14/3/2007
Comentários
Leitores


refletir e se questionar
Ótimo texto, parabéns. Muito apropriado para a época que estamos vivendo. Sugiro uma maior divulgação, para que um maior número de pessoas possa refletir e se questionar a respeito.

[Sobre "Honestidade"]

por Nelson
14/3/2007 às
08h40 201.26.153.239
(+) Nelson no Digestivo...
 
se meu namorado descobre...
Li algumas críticas sobre o texto (q por sinal achei de muito bom senso) e agora me pergunto por qual motivo as pessoas pensam q relacionamentos devem ser coisas fáceis e simples, se toda a vida já é bem complexa? pq não tentar novamente, se todos sabemos q somente através dos erros chegamos a conclusões e escolhas melhores? pq todo o comodismo e desespero? muito intrigante tudo isso, mas enfim, escrevo mesmo para agradecer pelo lindo texto, eu estava em mais uma daquelas "recaídas" e realmente precisava de algo do tipo p/ me animar... ps: usei um nome falso, se meu novo namorado descobre q ando tendo saudades descuidadas de outro, me degola... apesar de que é meio idiota ter ciúmes de um defunto, haha, enfim, agora sim eu vou embora. abraços e parabéns, gostei muito do q li!

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Vânia
13/3/2007 às
20h46 201.19.188.57
(+) Vânia no Digestivo...
 
Um processo de transição
A idade da paixão nos remete à formação de nossa personalidade. É quando começamos a confrontar nossas primeiras e frágeis idéias sobre a vida com as descobertas que fazemos sobre a dura realidade que nos cerca. O que invariavelmente nos lança em uma instigante aventura, onde buscamos afirmar, a partir de valores não muito claros, o nosso papel diante das grandes questões humanas. Infelizmente, na passagem da adolescência para a idade madura, nem sempre nos mantemos constantes, preservando o espírito naturalmente crítico, que faz da juventude um momento de contestação. Nos tornamos adultos e simplesmente nos adequamos aos padrões existentes, reproduzindo discursos e agindo segundo interesses alheios... Quero ter contato com a obra de Rubem Mauro Machado e descobrir o seu pensamento quanto a esse processo de transição.

[Sobre "Qual é, afinal, a melhor idade?"]

por Paulo dos Santos
13/3/2007 às
17h49 201.47.157.221
(+) Paulo dos Santos no Digestivo...
 
a sensibilidade de Spalding
Sempre gostei de contos curtos, haicais (amo os do Leminski), versos minúsculos, um parágrafo de crítica. E a sensibilidade de Spalding reforça, agora, minha opinião diante dos prolixos...

[Sobre "Pequena poética do miniconto"]

por Chuchi Silva
http://www.letrasbrasileiras.com.br
13/3/2007 às
15h17 189.4.72.197
(+) Chuchi Silva no Digestivo...
 
Vez por outra resta o espelho
(Do poeta Gonzaguinha: até com tempo ruim se dá bom dia.) Aprendi cedo que crítica é procedimento que investiga em profundidade expressão e forma, arte e meio. Não se espere da crítica que agrade. A crítica aponta falha, erro, inexistência de conteúdo, defeito de forma. Experimente deletar uma biblioteca de programa de seu computador e fazê-lo funcionar. Aquela tela inicial vai continuar preta cobrando a presença prevista. É como padaria: anuncia pão quente, você comparece às seis da manhã e às seis da tarde e encontra. E isto que pão só alimenta o corpo... Imagina o que se prometa ao espírito. Não carece sequer de publicidade, basta imprimir em página, cd, dvd, fita, palco ou chão de rua. Apresentar-se ao público é expor-se a este e, por conseqüência, enquanto a caravana passe, a crítica existirá. Outra coisa é a pessoa adentrar o terreno da crítica sem conhecimento. Inverte-se aí o conceito. O público aplaude, a bilheteria estoura e àquela pessoa restará o espelho...

[Sobre "Honestidade"]

por Adroaldo Bauer
http://www.coisaegente.blogspot.com
13/3/2007 às
14h05 200.169.16.20
(+) Adroaldo Bauer no Digestivo...
 
Pensamentos precisam respirar
Realmente a escrita é uma das melhores terapias, uma forma de colocar pra fora os pensamentos apertados em nossas cabeças...

[Sobre "Intravenosa"]

por Márcio
http://www.thorcroix.blogspot.com/
13/3/2007 às
12h51 201.52.163.4
(+) Márcio no Digestivo...
 
Repensar o refazer
Verônica, boa sorte mesmo! A USP parece ainda mais embolorada do que a UFMG, onde me formei, e muito bem, em Letras. Concluo o doutoramento este ano, mas ainda me lembro de que grande parte do que aprendi e das boas experiências que tive não foram em sala de aula, mas nos gabinetes dos professores, em conversas e atividades na companhia deles. É um universo diferente daquele das aulinhas. Outra grande parte do que me pareceu interessante e formativo pintou porque eu procurei. Teria procurado (e encontrado) nas bibliotecas do campus, na Internet, numa universidade privada ou pública. Tanto faz. Mas há coisas inteligentes que só uma universidade pública se preocupará em fazer e oferecer bem-feito (cursos de Letras, por exemplo). Encontre seu caminho apesar de professores, banheiros, cantinas, traças, retroprojetores emperrados. Isso não é o principal. Mais bacana é ter Antônio Cândido como professor. Mais ninguém tem.

[Sobre "A Letras, como ela é?"]

por Ana Elisa Ribeiro
13/3/2007 às
12h05 201.78.128.101
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
entrar na vida de cabeça
Deve ser mesmo gostoso entrar nessas páginas de "A Idade da Paixão" e lembrar que um dia fui assim, como tantos outros foram. A Idade da Paixão é essa mesma, acreditar que vamos e podemos modificar o mundo, acreditar em valores genuinamente honestos e entrar na vida de cabeça, corpo e alma. Ainda que sobrem alguns lampejos dessa intensa juventude, jamais seremos os mesmos. Percebemos que o mundo é mais forte que nós. Obrigada pela dica, vou tentar encontrar esse livro. Um abraço, Adriana

[Sobre "Qual é, afinal, a melhor idade?"]

por Adriana
13/3/2007 às
11h21 201.58.144.221
(+) Adriana no Digestivo...
 
O que sei da literatura?
Só tive a convivência cotidiana com escritos, que às vezes eram livros, outras não. Ainda hoje me sinto inseguro para endossar determinadas definições que obedecem tendências. Se o que leio me alimenta a percepção, desloca do ponto leitor, me integra a narrativa e provoca alguma inquietação; só estas descrições já valem a visita. Nada sei dos academicismos que estão gerando uma horda de escritores cheios de fórmulas e sem imaginação. Quero o registro, um ângulo inusitado que se revelou ao fotógrafo e da arte que o transformou em ator. Busco o sem-fim de Guimarães e o reconheço na prosódia de Miguilim reproduzida a cinzel; quero os ecos viciantes do Manual dos Berros, digo Manuel de Barros, por tudo o que ele atentou de escutar. Pois se literatura tiver este quê de ciencia, está para a medicina em relação à necropsia, ajuda a desenvolver, porém não salva vidas. O que sei da literatura? Nada. Que me digam da definição do nada e então serei feliz, quem sabe, culto.

[Sobre "Dá para aprender literatura?"]

por Carlos E. F. Oliveir
12/3/2007 às
23h54 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
tanta gente nova escrevendo
Muito BOM!!! Texto flui super bem e a linguagem é uma delícia. Sou professora de Literatura do Ensino Médio e do Curso de Letras e é uma luta tentar mudar essa cara do Brasil. Explico: a crítica somente valoriza escritores ao estilo machadiano ou drummoniano. Nada contra. Contudo temos tanta gente nova escrevendo que precisam tão somente de gente com olhos para percorrer seus textos. Quem sabe, assim, teríamos adolescentes que aprendessem a gostar de literatura e, conseqüentemente, adultos letrados e sobretudo engajados com seu tempo e sua realidade. Mas, num país ainda voltado para modelos impostos, talvez isso seja somente um sonho...

[Sobre "Amar é burocrático"]

por Valeria Mello Freire
12/3/2007 às
20h16 201.1.77.248
(+) Valeria Mello Freire no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ENFERMAGEM NEONATAL
CAROLE KENNER
REICHMANN & AFFONSO
(2001)
R$ 10,00



O PRÍNCIPE
NICOLAU MAQUIAVEL
VOZES DE BOLSO
(2015)
R$ 20,00



CIÊNCIA MALUCA.
CAROL CASTRO.
ABRIL
(2015)
R$ 30,00



PROJECTOS DE TURMA, GUIA MENSAL PARA PROFESSORES E EDUCADORES
ALFREDO DIAS E ISABEL HAPETIAN
TEXTO
(1996)
R$ 11,33



O QUE É CAPITAL
LADISLAU DOWBOR
BRASILENSE
(1985)
R$ 6,90



TECNOLOGIA DE INFORMAÇAO
ALBERTO LUIZ ALBERTIN; ROSA MARIA DE MOURA
ATLAS
(2004)
R$ 19,90



TEMPO EM BRASÍLIA
ANTONÁDIA BORGES
RELUME DUMARÁ
(2003)
R$ 15,70



POR DENTRO DA HISTÓRIA. 8° SÉRIE 7° ANO
PEDRO SANTIAGO
ESCALA EDUCACIONAL.
(2006)
R$ 23,00



OS CANHÕES 1914-18 A GUERRA DA ARTILHARIA - VOLUME 6
IANV. HOGG
RENES
(1978)
R$ 8,90



COMUNICANDO-SE COM O ARCANJO GABRIEL PARA INSPIRACAO E RECONCILIAÇÃO
RICHARD WEBSTER
MADRAS
(2013)
R$ 30,81





busca | avançada
65370 visitas/dia
2,1 milhões/mês