Comentários de adriana godoy | Digestivo Cultural

busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vida de aspirante a escritor
>>> Cesar Huesca
>>> 24 de Maio #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> 22 de Maio #digestivo10anos
>>> Intravenosa
>>> A primeira batalha do resto da guerra
>>> Metal for babies, o disco
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Sidney Lumet, invisível
Mais Recentes
>>> Três autos da alma da barca do inferno de Gil Vicente pela Folha
>>> Clara dos Anjos e outras histórias de Lima Barreto pela Folha
>>> O cortiço de Alusío Azevedo pela O globo
>>> Sonetos de Bocage pela Folha
>>> As pupilas do senhor reitor de Julio Dinis pela Folha
>>> Amor e Perdição de Camilo Castelo Branco pela O globo
>>> O noviço de Martins Pena pela Folha
>>> A relíquia de Eça de Queirós pela Folha
>>> O Leopardo de Giuseppe Tomasi Di Lampedusa pela Companhia Das Letras (2017)
>>> The Host de Stephenie Meyer pela Litle (2009)
>>> Uns e Outros de Helena Terra e Luiz Ruffalo pela Dublinense (2017)
>>> A mulher que escreveu a Bíblia de Moacyer Scilar pela Folha (2012)
>>> Pegasus e o fogo do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Tempo de Geografia de Axé Silva e Jurandyr Ross pela Brasil (2019)
>>> Pegasus e a batalha pelo olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Pegasus e as origens do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2014)
>>> Pégasus e os novos olímpicos de Kate Ohearn pela Leya (2013)
>>> Harry Potter e a Criança Amaldiçoada de J.K. Rowling pela Rocco (2016)
>>> Elite da tropa de Luiz Eduardo Soares, Andre Batista, Rodrigo Pimentel pela Objetiva (2006)
>>> Missão Silverfin de Charlie Higson pela Galera (2006)
>>> O Retrato de Charlie Lovett pela Novo Conceito (2013)
>>> História Telares 7º de Cláudio Vicentino e José Bruno Vicentino pela Atica (2019)
>>> Eu de Ricky Martin pela Planeta (2010)
>>> Geografia Telares 7º ano de J.W.Vesentini e Vânia Vlach pela Atica (2019)
>>> Vida e Proeza de Aléxis Zorbas de Nikos Kazantzákis pela Tag (2021)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Domingo, 17/4/2011
Comentários
adriana godoy


Nota 10 pra esse artigo
Nota 10 pra esse artigo... um retrato ou quase um espelho da relação que tenho com os livros. Parabéns, Ana.

[Sobre "Meus livros, meus tablets e eu"]

por adriana godoy
http://www.driaguida.blogspot.com/
17/4/2011 às
11h01 187.127.68.52
 
As lendas de Kerouac
Muito interessante seu texto, embora quebre com o clima "romântico-beat" em relação a Kerouac. Sempre desconfiei de que havia uma disciplina e um trabalho árduo por trás dos textos dele. Não sei se este livro faz referências a "Subterrâneos" que, segundo a lenda, foi escrito em uma ou duas noites. De qualquer forma vale conhecer o outro lado desse beat que admiro tanto. Abraço.

[Sobre "Os diários de Jack Kerouac"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com
10/9/2010 às
16h36 201.58.225.167
 
Preguiça do fim dos jornais
O jornal vai acabar, a TV vai perdendo sua força (discutível), o rádio é só mais um acessório. Os CDs idem. Mas se é assim, pra que tanta discussão? É uma evolução tecnólogica, o homem vai usando as ferramentas mais eficientes e vamos seguindo. Não vejo muito mais sentido em discutir isso. Os jornalistas da mídia impressa vão ter que se adaptar, o jornal também... mas é um processo como tantos outros. Só não vejo pra que tanta discussão, mesmo que seus argumentos sejam extremamente convincentes. Desculpe. É que tenho um pouco de preguiça disso tudo...

[Sobre "Verdades e mentiras sobre o fim dos jornais"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com
1/6/2009 às
12h38 201.58.6.89
 
Bela homenagem a Zé Rodrix
Bela homenagem! Beijo.

[Sobre "Homenagem a Zé Rodrix"]

por Adriana Godoy
http://htp://driaguida.blogspot.com
24/5/2009 às
11h36 201.58.4.206
 
Clube dos Divisores de Águas
O Clube da Esquina (Lô Borges, Beto Guedes e o Bituca, entre outros) marcou e deixou em suas canções um gosto indelével do trem azul da história. Foram divisores de águas e quem não conhece deveria conhecer o Clube da Esquina, para ver a importância e a qualidade da obra. É um disco que deveria estar na prateleira de quem gosta e de quem conhece a boa música. É isso, Julio. Beijo.

[Sobre "Coração Americano, 35 anos do Clube da Esquina"]

por Adriana Godoy
http://htp://driaguida.blogspot.com
3/5/2009 às
14h39 201.58.13.138
 
O melhor dos melhores
Acho que você tem razão. Os autores contemporâneos acham bonito desprezar os caras do passado e conhecem pouco de sua obra. Acho que existe boa literatura ou não. Os cânones estão sendo desmerecidamente substituídos por autores sofríveis. Leio o que me chega às mãos ou quando me sinto inclinada por uma curiosidade, por uma crítica. Confiro e faço a avaliação. Predominantemente tenho lido os contemporâneos. Quando são bons, é uma descoberta maravilhosa. Você citou Jaime Prado Gouvêa, cujo livro de sua autoria "Fichas de vitrola" é sensacional. "O altar das montanhas de Minas" já li e é um grande romance, vale a pena conferir. Entre Shakeaspeare e os beats, entre os clássicos e os contemporâneos há verdadeiras obras-primas, independente da classificação. Reforçando: em todos os períodos pode se extrair o que há de melhor, sem rótulos, sejam autores nacionais ou estrangeiros. Gostei de seu texto, Rafael.

[Sobre "De como os medíocres atrapalham os bons"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
17/3/2009 às
13h52 201.58.7.22
 
BBB surpreende pelo nada
Nunca vi uma imagem tão fiel como a que o Guga descreveu. É isso mesmo: olha-se o prato rodar indefinidamente na tela colorida da tevê sem expectativa de comer ou saborear alguma coisa, fica-se ali numa hipnose surreal como num culto dos mais habilidosos e satânicos pregadores. É algo que surpreende pelo nada (sem niilismo) e que envolve milhões de seres, estranhos seres. E olha que já me peguei em momentos assim. É inacreditável.

[Sobre "Entre a simulação e a brincadeira"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
12/3/2009 às
11h47 201.58.8.140
 
Nem tudo está perdido
Julio, parece que nem tudo está perdido. Há quem desconfie da incursão dela na Portela, mas isso são outros quinhentos. Vou conferir, depois de sua dica. Beijo e saudade.

[Sobre "O Mistério do Samba, com Marisa Monte"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
25/2/2009 às
18h19 201.58.114.92
 
Millôr dá de mil!
Sim, sim, ele é uma das pessoas que podemos nos orgulhar por ser brasileiro. O cara é o rei das tiradas, dos pensamentos duvidosos, do não-usual, do não convencional. Millôr dá de mil em muitos por aí que se arvoram em ser geniais. O Guga tem razão.

[Sobre "Millôr Fernandes, o gênio do caos"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
17/2/2009 às
11h15 201.58.65.182
 
O Chico vale um Brasil
Que beleza de artigo! O cara falou de Chico com isenção e fez uma análise brilhante da obra e da trajetória de Chico e da dimensão de suas músicas, que vão além de determinado período; são eternas, porque são de comprovada qualidade, mesmo que, às vezes, se encaixem melhor em determinadas situações. Agora sem isenção de minha parte: o Chico vale um Brasil.

[Sobre "Chico Buarque falou por nós"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
10/2/2009 às
10h20 201.58.119.15
 
Desvendando os gênios
Uma viagem rápida pela história que oferece uma visão geral dos conceitos do que é ser gênio. Um texto elucidativo que vale a pena ser conferido. Parabéns.

[Sobre "Gênio: apontamentos ensaísticos"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
4/2/2009 às
11h22 201.58.60.83
 
Conheço alguns gênios...
Essa questão do que é ser gênio sempre vai deixar profundas lacunas na história da humanidade. Há aqueles consagrados, como Da Vinci, Beethoven, Einstein, Pelé (entre tantos). Todos esses inquestionáveis em seus talentos, pelo senso comum. É difícil encontrar algum ser humano que conteste essa genialidade. Mas há outros talentos geniais que se escondem em lugares diferentes do planeta que só serão reconhecidos pelos que convivem mais de perto e, provavelmente, nunca serão descobertos. Eu, felizmente, conheço alguns. Gostei de seu texto. Muito gostoso de se ler. Abraço.

[Sobre "Gênios"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
4/2/2009 às
11h10 201.58.60.83
 
Redução de comentários
Olá, Julio. Eu, como comentadora antiga do DC, tenho notado a redução de comentários mais detalhados neste site. Talvez seja também pelo número excessivo de novos textos - a digestão se torna mais difícil. Mas, de qualquer modo, o DC é um sucesso e a cada dia novas pessoas integram o grupo de comentaristas, embora as discussões não sejam tão acirradas como antes. Por enquanto, comento um texto aqui, outro acolá, mas não dá para ler todos. Em tempo, meus parabéns pelo seu níver ontem. Bjo de sua fiel e jurássica leitora.

[Sobre "Declínio e Queda do Império dos Comentários"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
30/1/2009 às
16h58 201.58.31.228
 
Deve ser interessante
Há um artigo de Mario Bortolotto no D.C. que trata de uma maneira peculiar esse assunto. Beijo.

[Sobre "Outsiders, de Howard S. Becker"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
21/1/2009 às
19h15 201.58.115.202
 
O hífen... argh!
Tudo que você disse faz sentido, mas, cá pra nós, mesmo consultando os manuais, o hífen continua a ser uma pedra em qualquer sapato. As outras mudanças podemos assimilar mais facilmente, mas o hífen... argh! Vai ser difícil, porque, além de desaprender o que sabíamos, temos que reiventar seu uso ou não-uso. (Será que teria hífen?) Parabéns pelo texto.

[Sobre "Nôwo e mayúskulo akôrdo ortográphiko"]

por Adriana Godoy
http://driaguida.blogspot.com.br
9/1/2009 às
10h45 201.58.56.153
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Manual de Direito Econômico
Fabio Bensoussan - Marcus de Freitas Gouvêa
Juspodivm
(2016)



Iwas Once a Tree - Col. Ftd English Readers
Pedro Caldas
Fdt
(1990)



Elogio da loucura
Erasmo
Escala
(2006)



Corra,o controle de qualidade vem ai!
Scott adams
Ediouro
(1997)



O Quarto Poder. uma Outra Historia
Paulo Henrique Amorim
Hedra
(2015)



Couleurs des Étoiles
David Malin e Paul Murdin (capa Dura)
Masson
(1986)



A Semente de Deus
Cesar Romão
Mandarim
(2000)



Não Caia da Montanha
Shirley Maclaine
Record
(1970)



Batismo de Fogo
Mario Vargas Llosa
Record
(1962)



O Chá-de-bebê de Becky Bloom
Sophie Kinsella
Record
(2008)





busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês