Risca Faca, poemas de Ademir Assunção | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Livro beneficente ensina concurseiros a superar desafios e conquistar sonhos
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Queen na pandemia
>>> A história do Olist
>>> Kubrick, o iluminado
>>> Mr. Sandman
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Reflexões na fila
>>> Papo com Alessandro Martins
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
Mais Recentes
>>> Oreficeria Moderna Tecnica-pratica de L Vitiello pela Hoepli (1963)
>>> A pretexto do combate e globalizaçao Renasce a luta de classes de Gregorio vivanco lopes pela Cruz de cristo (2002)
>>> Um Mergulho no Inferno das Drogas de Maria Célia Ribeiro Cesar pela Do Autor (2001)
>>> Um copo de cerveja de Affonso heliodoro pela brasilia (2001)
>>> Felicidade Roubada de Augusto Cury pela Benvira (2014)
>>> Actores, redes y desafíos : juventudes e infancias en América Latina de Alberto Hernandez Hernandez Amalia E. Campos Delgado pela Clacso (2015)
>>> Instituições Direito Público e Privado de Nelson Goday pela Nelpa
>>> Tom Jones de Henri Fielding pela Abril Cultural (1971)
>>> Stories of Mystery and Suspense (sem Cd) de Edgar Allan Poe pela Hub (2000)
>>> As Relações Perigosas - Biblioteca Folhas de Choderlos de Lacros pela Ediouro (1998)
>>> Contos do Rio - Filosofia do rio em sete dimensões de Saturnino Braga pela Record (1999)
>>> O Fator Decisivo da Lombalgia Prática e Teoria de Sadakazu Nakata pela Andemo (1982)
>>> Paddy Clarke Ha Ha Ha de Roddy Doyle; Lidia Cavalcante Luther pela Estação Liberdade (2002)
>>> Testa de Ferro de Carlos Bohn pela Livro Que Constroem (2010)
>>> A Imperfeição no Evangelho de Ricardo Peter pela Paulus (2000)
>>> Pcc a Facção de Fatima Souza pela Record (2007)
>>> Tom Jones de Henry Fielding pela Abril Cultural
>>> Diretrizes e Praticas da Gestaão Financeiras de Roberto Bohlen Selene pela Ibpex (2010)
>>> Essencialismo - a Disciplinada Busca por Menos de Greg Mckeown pela Sextante (2014)
>>> Deusa do Mar - Série Goodess de P. C Cast pela Novo Século (2011)
>>> Viver Melhor Em Família de Elizabeth Monteiro pela Mescla (2016)
>>> Discover the World Wide Web With Your Sportster de John December pela Sams Net (1995)
>>> A Vida Secreta Grandes Autores de Robert Schnakenberg pela Ediouro (2008)
>>> Assumindo A sua Personalidade de Leo Buscaglia pela Record (1978)
>>> Educação Superior - Expansão e Reformas Educativas - Sebo Tradicao de Deise Mancebo pela Uen (2012)
COLUNAS

Terça-feira, 15/2/2022
Risca Faca, poemas de Ademir Assunção
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 3200 Acessos



O livro Risca Faca, de Ademir Assunção, publicado pela editora Demônio Negro, transita entre algo semelhante ao efeito elétrico de uma cheirada de cocaína e uma meditação Zen. Poemas que arrepiam nossos pelos, chamuscados pelas “causas do mundo” e poemas que nos levam a mundos transcendentes de tranquilidade interior.

Na série denominada “Livro de Retratos”, temos o contraste acima citado, desde a efervescência da vida em um poema como “Caravaggio” aos poemas “Bashô” e “E. E. Cummings”, que abandonam as tempestades existenciais e sociais para nos mergulhar no silêncio meditativo e no cultivo da beleza. No primeiro caso, a inquietação caravaggesca: “foge e cuida dessa ferida essa//febre que queima o sono dos/ pirados essa febre que faz/ arder a lenha das noites insones”; no segundo caso, no poema para Cummings: “querida/ é tão// simples// a vida/ é tão// nada” e no poema dedicado a Bashô a percepção singela de um grilo esmagado e do salto de um gato, contemplados em profundidade, mesmo sendo “algo tão pequeno// quase/ nem notado”.

O mesmo pode-se dizer da série de poemas em prosa denominado “Fábulas Contemporâneas”. Fábulas da civilização, da justiça, da economia, da guerra, do noticiário, da publicidade, da fé, da putaria, do homem-bomba, do suicida, do futuro etc, que são descrições de situações marcadas pela violência, tragédia, o vazio doloroso, a injustiça, o sistema social e suas histerias com sarcasmo analítico que aponta para a impossibilidade do futuro; contrastando com a “Fábula Zen”, onde é relatada a fala de um discípulo em busca do significado da iluminação Zen e que encontra a resposta do mestre na simples observação de um fato banal do mundo real: “a chuva caindo no telhado”.

Há poemas instigantes, construídos a partir dos elementos que forjam o destempero da humanidade. Atente-se para o longo poema denominado “Miles Davis”, comentado no excelente prefácio de Cláudia Roquette-Pinto, nos seguintes termos: “diga-se de passagem, em um dos mais psicanalíticos, explícitos e desconcertantes poemas sobre o racismo estrutural nas Américas”. São poemas como esse, “certeiros como um cruzado de muhammad ali” que vão surgindo, um atrás do outro, nos golpeando e procurando “dar conta do nosso cotidiano apocalíptico”, como ainda diz Roquette-Pinto no prefácio citado.

Ao contrário da “zona de conforto”, Ademir Assunção propõe uma “Zona de Confronto”, outra das séries do livro em que os poemas descortinam os desvelos do mercado e seus desvalidos sem nome que o Capital fabrica sem dó nem piedade. Hora do poema haraquiri, que “entra com tudo na loja de cristais”, verso este que simboliza a ira contra o entorpecente mundo das desigualdades sociais.

O livro se encerra com a série “Parapsicologia da Decomposição”, onde se conjuga a destruição da linguagem e da vida num mesmo tubo de ensaio: a poesia. Uma das epígrafes usadas para abrir a série é um grupo de versos de João Cabral de Melo Netto, de seu poema “Psicologia da Composição”, que diz o seguinte: “O poema, com seus cavalos,/ quer explodir/ teu tempo claro; romper/ seu branco fio, seu cimento/ mudo e fresco.” Ao indicar o tom dos poemas nos dois primeiros versos de “Parapsicologia da Decomposição” com “Entro no meu poema/ como quem suja as mãos”, Ademir Assunção embaraça as linhas da criação e as linhas frágeis da existência num tormento só: imagens embaçadas, picos de febre, cortes de gilete, balas-perdidas, venenos transgênicos, a morte absurda.

Risca Faca é um livro admirável por sua construção, que busca a síntese nervosa entre os tumultos da existência no seu jogo de pulsões e vazio, no seu niilismo e transcendência espiritual.

Como é possível caber esses dois elementos dentro de um único ser humano? É a pergunta que fica no fim da leitura. Mas sabemos a resposta: o que não cabe em um ser humano comum, em um poeta cabe, pois TUDO cabe num poeta.

Enfim, para usar os termos de Maurice Blanchot, Risca Faca é "um livro com uma real força de verdade que pouco a pouco se impõe a nós a grande presença do poeta, a gravidade de seu destino, seu mundo, o pressentimento da reversão do tempo que também nós pressentimos".

um poema duro
como diamante

breve
como flor da noite

explosivo

como dinamite

fatal
como haraquiri

certeiro
como um cruzado

de muhamad ali


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 15/2/2022


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça de Jardel Dias Cavalcanti
02. Meu malvado favorito de Renato Alessandro dos Santos
03. A Vida dos Obscuros de Marilia Mota Silva
04. Um olhar sobre Múcio Teixeira de Celso A. Uequed Pitol
05. Zuza Homem de Mello (1933-2020) de Julio Daio Borges


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2022
01. Risca Faca, poemas de Ademir Assunção - 15/2/2022
02. G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas - 1/3/2022
03. Sobre a literatura de Evando Nascimento - 8/3/2022
04. Fechado para balanço, a poesia de André Luiz Pinto - 8/2/2022
05. Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça - 26/4/2022


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Conquista Divina
A. W. Tozer
Mundo Cristão
(1987)



Metrópole e Globalização - Conhecendo a Cidade de São Paulo
Maria Adélia Aparecida de Souza e Outros
Cedesp
(1999)



Um Pequeno Segredo
Linda Goodnight
Nova Cultural
(2003)



Shout! the True Story of the Beatles
Philip Norman
Pan
(2004)



O Nascimento da Imprensa Brasileira
Isabel Lustosa
Jorge Zahar
(2003)



Política Fiscal e Desenvolvimento no Brasil
Márcio Percival Alves Pinto e Geraldo Biasoto Jr
Unicamp
(2006)



As Origens da Globalização da Economia
Jacques Adda
Manole
(2004)



Histoire de Lart - L Art Moderne
Élie Faure
Libraire Plon
(1948)



Disciplina: Limite na Medida Certa 34ª Edição.
Içami Tiba
Gente
(1996)



Vida Com Esperança
Mark Finley; Peter Landlees
Do Autor
(2014)





busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês