Neste Momento, poesia de André Dick | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
42918 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto “Equilibrando” oferece oficinas e apresentações gratuitas de circo
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Assim criamos os nossos dois filhos
>>> Compreender para entender
>>> Para meditar
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The Early Years
>>> Ruy Proença: poesia em zona de confronto
>>> E a Turma da Mônica cresceu
>>> FLIP 2006 III
>>> Franz Kafka, por Louis Begley
>>> Solidariedade é ação social
>>> ¿Cómo sobrevivo?
>>> Deixa se manifestar
>>> Falta Política
>>> No caminho de Sterne
Mais Recentes
>>> Incidente Em Antares de Érico Veríssimo pela Globo (1994)
>>> O Alfaiate Polonês de Debora Finkielsztejn pela Babilonia (2017)
>>> Aventuras de um Geólogo Pioneiro na Amazônia de Francisco Mota Bezerra da Cunha pela Ibp (2012)
>>> Cavalos da Chuva de Cadão Volpato pela Sesi-SP (2018)
>>> O Alienista Em Cordel de Machado Assis pela Nova Alexandria (2010)
>>> Johnny Vai à Guerra de Dalton Trumbo pela Biblioteca Azul (2017)
>>> Meu anjo da guarda - Novo e completo Manual de piedade para meninos e meninas de Não encontrado pela Oficinas gráficas Aparecida (1944)
>>> The Culture of the Copy de Hillel Schwartz pela Zone Books (1998)
>>> Você, Líder do Seu Sucesso de Inácio Dantas pela Clube de Autores (2018)
>>> As Plantas Mágicas: Botânica Oculta de Paracelso pela Hemus (1976)
>>> O Advogado de Henri Robert pela Martins Fontes (2002)
>>> Como Compreender Símbolos de Clare Gibson pela Senac (2012)
>>> Michaelis Minidicionário Inglês - Português, Português - Inglês de Vários Autores pela Melhoramentos (1989)
>>> Escritos Políticos de Max Weber pela Martins Fontes (2014)
>>> A Imagem do Corpo: As Energias Construtivas da Psique de Paul Schilder pela Martins Fontes (1981)
>>> Michaelis Minidicionário Francês - Português, Português - Francês de Jelssa Ciardi Avolio e Mara Lucia Faury pela Melhoramentos (2007)
>>> Ciência e Comportamento Humano de B. F. Skinner pela Martins Fontes (1978)
>>> Mussolini e a Ascensão do Fascismo de Donald Sassoon pela Agir (2009)
>>> A Presença de Castello de Edilene Matos e Neuma Cavalcante pela Humanitas (2003)
>>> A Tragédia Shakeasperiana de A. C. Bradley pela Martins Fontes (2009)
>>> O Teatro de Shakespeare de Sérgio Viotti pela Martins Fontes (2013)
>>> Gramática Metódica da Língua Portuguesa de Napoleão Mendes de Almeida pela Saraiva (1981)
>>> A Consolação da Filosofia de Boécio pela Martin Fontes (1998)
>>> Mãos Unidas - 22ª ED (Otimo Estado) de Francisco Candido Xavier pela Instituto de Difusão Espírita (2002)
>>> Sonhos de Einstein de Alan Lightman pela Companhia Das Letras (1993)
COLUNAS

Terça-feira, 20/9/2022
Neste Momento, poesia de André Dick
Jardel Dias Cavalcanti
+ de 4600 Acessos


As coisas que passaram estão aqui Neste Momento, de André Dick, como, “Na praia havia um velho fliperama”. Também as coisas que vão passar estão aqui Neste Momento, como “Quando a zebra zebrina passa por essas linhas”. E as coisas que estão Neste Momento aqui estão também, como “A praia está agora”. E tudo Neste Momento se torna poesia.

André Dick, poeta e doutor em Literatura, nos brinda com seu novo livro de poemas Neste Momento, publicado pela Kotter Editorial. Aproximadamente uma centena de poemas que percorrem um variado grupo de elementos que vão de objetos a seres humanos e animais, de sensações a sentimentos amorosos, num jogo de contrastes entre afirmações e negações, entre possibilidades e impossibilidades, através de universos materiais e imateriais, como o coração, a luz, o silêncio, por exemplo.

O livro é dividido em 4 partes: Infância, Caos, Casa em Mudança, Mundo Mundo. Não existe uma ligação direta entre os grupos de poemas, mas a questão da percepção de um mundo singelo, de objetos reconhecíveis do cotidiano, de situações aparentemente mundanas, de singelas lembranças domina o livro como um todo. São os elementos que – levados ao termo de uma sentença – produzem no leitor uma sensação de campo já percorrido por ele, como se fossem experiências universais, que são recorrentes no coração humano.

Atento ao recurso das rimas e aliterações, Dick compõe, por vezes, uma relação ente espaço e tempo, já que é nesse entrecortar de forças que pode produzir seus labirintos linguísticos: “Parece breve quando é muito pouco/ Ou muito quando parece ligeiro/ A mesma parada o tempo inteiro/ A mesma aceleração até o rosto.”


Arnaldo Antunes, no prefácio do livro, aponta o elemento principal da poesia de Dick: “A alquimia que transmuta lembranças em sensações no tempo presente se dá por cadências minuciosamente elaboradas, com sutis tessituras aliterativas(...) que revelam sentidos luminosos.”

Outro comentador é Ronald Polito, que no posfácio enumera os termos de sua poesia, como “listar, denominar e ao mesmo tempo correlacionar e contrastar campos da experiência” e chama a atenção para aspectos da atmosfera fabular e fantasiosa de vários poemas.

Já Matias Mariani, na orelha do livro, anota que Dick produz “o poema enquanto transição de estados, como trajetos, como vir a ser”.

Se podemos falar de uma poética em Neste Momento, talvez o objetivo de Dick seja o de retomar aquelas experiências originais pelos quais passamos e que só conseguem retornar quando ganham a forma da poesia. Assim, diz o poeta: “Tudo volta a ser/ Como era quando fomos crianças/ Tudo um dia volta a ser amado.”



Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 20/9/2022

Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2022
01. Gramática da reprodução sexual: uma crônica - 7/6/2022
02. Risca Faca, poemas de Ademir Assunção - 15/2/2022
03. G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas - 1/3/2022
04. Neste Momento, poesia de André Dick - 20/9/2022
05. O canteiro de poesia de Adriano Menezes - 31/5/2022


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Colcha de Leitura
Jonas Ribeiro
Elementar
(2002)



Livro - Depois de Você
Jojo Moyes
Intrínseca
(2016)



Filtro Solar
Mary Schmich
Sextante
(2004)



Dom Casmurro - Classicos Saraiva
Machado de Assis
Saraiva
(2009)



Mana Maria - Aventura do Clássico
Alcântara Machado
Nova Alexandria
(2001)



Cordel Em Arte e Versos
Moreira da Acopiara
Duna Dueto
(2009)



Homem Manual da Proprietaria
Carlos Queiroz Telles
Best Seller



Festas e Datas Comemorativas Brincando Com Dobradura (1997)
Gláucia Lombardi
Paulus
(1997)



David Strauss sectário e escritor
Nietzsche
Escala
(2008)



Livro - Minhas Orações: Livro de Bolso
Masaharu Taniguchi
Seicho-no-ie
(2014)





busca | avançada
42918 visitas/dia
1,4 milhão/mês