Colisões gramaticais | Isabel

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
>>> Em busca de cristãos e especiarias
>>> Fim dos jornais? Desconfie
Mais Recentes
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
>>> O Hotel New Hampshire Encadernado de John Irving pela Círculo do Livro (1981)
>>> As Moças de Azul de Janet Dailey pela Record (1985)
>>> Amante Indócil Encadernado de Janet Dailey pela Círculo do Livro (1987)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G. Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Escândalo de Médicos de Charles Knickerbocker pela Record (1970)
>>> A Turma do Meet de Annie Piagetti Muller pela Target Preview (2005)
>>> O Roteiro da Morte de Marc Avril pela Abril (1973)
>>> Luz de Esperança de Lloyd Douglas pela José Olympio (1956)
>>> Confissões de Duas Garotas de Aluguel de Linda Tracey e Julie Nelson pela Golfinho (1973)
>>> Propósitos do Acaso de Ronaldo Wrobel pela Nova Fronteira (1998)
>>> Olho Vermelho de Richard Aellen pela Record (1988)
>>> A Comédia da Paixão de Jerzy Kosinski pela Nova Fronteira (1983)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Böll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> O Caminho das Estrêlas de Christian Signol pela Círculo do Livro (1987)
>>> Longo Amanhecer de Joe Gores pela Best-seller (1988)
>>> As Damas do Crime de B. M. Gill pela Círculo do Livro (1986)
>>> Os Melhores Contos de Alexandre Herculano de Alexandre Herculano pela Círculo do Livro (1982)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 18/11/2002
Comentários
Leitores


Colisões gramaticais
Menina Olga, "batida dolorosa" parece uma ótima expressão para descrever seu encontro com a língua portuguesa (se é que você realmente trombou com ela algum dia). Certamente, foi uma colisão traumática. Só isso pode explicar o fato de você não acertar uma só concordância ("bando de burguêses metido" etc.) e desconhecer regras básicas de pontuação e acentuação. Volte a gritar nas ruas, com a boca cheia do seu "popular" sanduíche de mortadela, porque ler e escrever é tarefa muito além da sua capacidade intelectual. Abraços da Isabel.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Isabel
18/11/2002 às
19h26 200.221.28.204
(+) Isabel no Digestivo...
 
Levar a sério..
Ai, que gente sem-graça. Um texto tão sincero que provoca reações tão bobinhas. Do "eu não sou direita" até o "ser esquerda é bom e inteligente" fechando no "Stálin era stalinista e não comunista" não faltou nenhum lugar-comum político nas mensagens postadas. Pois segue o meu comentário. Ótimo texto. Acho o falecido Paulo Francis genial, Olavo também e eu gosto de vários blogs citados. PS.: Deus é bem legal. Fez o mundo e depois mandou seu filho pra avisar-nos que tem uma eternidade nos esperando. Quem se leva a sério demais neste mundo esqueceu do outro.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Pablo Cabistani
18/11/2002 às
18h27 200.176.35.29
(+) Pablo Cabistani no Digestivo...
 
sensacional, rachei o bico
Boa, sensacional, rachei o bico com o fla-flu fascistinhas frouxolinos X sanguinários comunistas sem deus. Eu, como alguém aí, também votava no PT e lia o Francis! Não sabia o quando me auto-enganava! Obrigado e continuem sempre assim rapazes!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por André Forastieri
18/11/2002 às
18h17 200.171.2.164
(+) André Forastieri no Digestivo...
 
Obrigado, voltem sempre...
Muito obrigado a todos, independentemente de me detestarem ou me amarem ou de assumirem uma atitude de fanática e apaixonada indiferença a mim. Tenho a vaga impressão de que o problema de quem está certo, a esquerda ou a direita ou nenhuma das duas, não será resolvido exatamente no fórum do Digestivo. Ms quem sabe? Continuem tentando. A mim só me dá prazer – mas me parece que desvia a atenção do que mais importa, que é avisar a todos (e em especial à Ana) que o meu livro “A Coisa Não-Deus” pode ser comprado aqui, na Saraiva virtual (onde também existe a informação, muito útil aos planejadores do Plano contra a Fome, de que o meu livro não é comestível – confiram, por favor). Com tantos amigos novos que fiz com este texto, estou confiante que a edição vai esgotar! Corram! Corram! Você também, Helion! Abraços a todos, e voltem sempre. (Menos o Irã. Tolerância social tem limites, por Júpiter!)

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Alexandre Soares
18/11/2002 às
17h31 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Shame on you
Antonio, pode bem ser que eu tenha neste texto escrito asneiras demais. Mas por que diabos então você não me disse, nos textos anteriores, que eu tinha escrito besteiras de menos? Ah, tenho que concordar com a Juliana e dizer que não gosto muito do seu hábito de mandar emails xingando pessoas que você nem conhece, e sem colocar o seu nome, ainda por cima. Acho que nem você deve gostar disso. Para quê então continuar com um hábito que deve enchê-lo de vergonha cada vez que se olha no espelho? Ânimo, Antonio, e não faça isso. Agora, coragem, e leia a próxima mensagem, que é a mais importante de todas.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Alexandre Soares
18/11/2002 às
17h30 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Torso de Apolo
(continuação)...o que me chamou a atenção, mesmo, é a afirmação do Marcelo de que, aos “10 e poucos anos, estava participando ativamente da redemocratização deste país, quando tinha 20 e poucos anos construía em bairros e comunidades o Partido dos Trabalhadores, além de ajudar na retomada de sindicatos dos pelegos impostos pela ditadura. Mais no fim dos meus 20 e poucos anos, estava construindo um dos principais partidos de extrema-esquerda do mundo, o PSTU”...Que vida horrível! Que juventude desgraçada! Marcelo, ainda há tempo! Ainda há tempo! Alugue “Ninotchka”!

Confesso que não entendi sua repetida acusação de que eu sou um dândi. Essa calúnia de que me visto muito bem é uma lamentável queda de nível da sua parte. Preferia quando você estava justificando os crimes da esquerda. E também não entendi muito bem sua referência ao pai de Nabokov - a menos que você esteja insinuando veladamente que eu o matei. Marcelo, Marcelo, se esse for o caso, eu pagarei na mesma moeda e o acusarei veladamente de ter matado Maiakóvski. E, por favor, não peça desculpas por ser chato. Never apologize! Never explain! Abraços, Alexandre. (esperem, continua)

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Alexandre Soares
18/11/2002 às
17h29 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
A Arte de Fazer Inimigos
Ah, a gentil Arte de Fazer Inimigos! Gente, gente! Viajei e, na volta, percebo com desgosto que a minha simples mensagem de amor e humildade foi tão mal-compreendida. Como sofre quem só quer trazer ao mundo a paz e a tolerância! Não posso responder mensagem por mensagem, mas me deixem fazer uns comentários, uns comentários só...Me deixem dizer que minha reação foi parecida com a do Rafael. Ao descer o texto e ver o nome "Irã Dudeque" subindo tela acima, tive a mesma reação de incredulidade e horror que Macbeth deve ter sentido ao ver a floresta de Dunsinane se aproximando. Meu Deus, meu Deus, é típico da malevolência da esquerda procurar alguém com esse nome, só porque tem esse nome, e mandá-lo chamar os outros de invertidos. O que anda acontecendo com os nomes das pessoas de esquerda? Mas o que me chama mesmo a atenção...(continua)

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Alexandre Soares
18/11/2002 às
16h31 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Blog Carnavalesco Filhos de...
Ô Corção, Plínio Salgado, Adolfão, todo o pessoal/// Manda descer pra ver Filhos de Francis/// Malufão, vai malufá, chama Le Pen, Bushinho também/// Manda descer pra ver Filhos de Francis/// Anauê, meu Anauá, Cavaleiro do Reichstag, todo o pessoal/// Manda descer pra ver Filhos de Francis/// Senhor da UniverCidade, faz um favor pra mim, chama o pessoal/// Manda descer pra ver Filhos de Francis/// Ai Sinhô, essa esquerdinha me faz mal, chama o pessoal/// Manda descer pra ver Filhos de Francis///

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
18/11/2002 às
16h47 200.149.163.85
(+) Helion no Digestivo...
 
Furibundo direitista
Não me autoproclamo esquerdista: sou mesmo de esquerda, ao contrário de quem tem vergonha do que é. Não tenho nada contra as palavras mencionadas entre aspas, estão em qualquer bom dicionário de português, ao contrário de certas citações colonizadas em inglês de lanchonete. Não defendo ditadores e não sei o que é Vila Madá. Quanto às razões da saída de R.A. e amiguinhos, não sei quais foram, mas sem dúvida o Digestivo só tem a ganhar em qualidade com a ausência de boxeadores virtuais de desafetos e do idioma. Calma, calma, quem não chegar a Paulo Francis, chega pelo menos a Benevides Paixão.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
18/11/2002 às
16h28 200.149.163.85
(+) Helion no Digestivo...
 
desinformação esquerdista
Só um esclarecimento ao mentiroso patológico do Hélion - professor universitário, claro, como não podia deixar de ser alguém que usa as palavras "furibundo", "celeuma", e se auto-proclama esquerdista e defensor de ditadores como Chávez e Castro (eu que sou o autoritário nazista depois!): quem saiu do Digestivo fui eu, por livre e espontânea vontade, não fui "limpo" pelo Julio Daio Borges, como o próprio pode confirmar. É que não me apraz a idéia de escrever para uma massa ignorante como vocês, comunistas de botequim da Vila Madá, funcionários públicos e universiotários em geral. Além do mais, fere meu bom gosto, é-me por demais penoso ter que abrir a caixa postal e me deparar com nomes como Hélion, Irã, Brabão... quais eram os desígnios de seus genitores ao fazerem isso? Muita crueldade!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
18/11/2002 às
16h02 137.205.8.4
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REMBRANDT A VIDA DE UM RETRATISTA
DAVID SPENCE
MELHORAMENTOS
(1998)
R$ 7,00



FESTIVAL DO RIO 2014
SÉRGIO SÁ LEITÃO (COORDENADOR)
PREFEITURA DO RIO
(2014)
R$ 9,00



SAPOS & BEIJOS
SARAH MLYNOWSKI
GALERA RECORD
(2007)
R$ 10,00



ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
LOURENÇO FILHO
MELHORAMENTOS
(1967)
R$ 14,00



RELACIONAMENTOS KÁRNICOS
MARTIN SCHULMAN
PENSAMENTO
(1997)
R$ 22,00



A FÁBULA DO LAGO
SWAIN WOLFE
NOVA ERA
(2003)
R$ 15,00



EERO SAARINEN
VÁRIOS AUTORES
COLEÇÃO FOLHA GRANDES DESIGNERS
(2012)
R$ 40,00



O CORTADOR DE PEDRAS
CAMILLA LÄCKBERG
PLANETA
(2011)
R$ 24,60



GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SERVIÇOS DE TI: GUIA PRÁTICO
JULIANO STATDLOBER
BRASPORT
R$ 29,00



AULA DIALOGADA NA EDUCAÇÃO MÉDICA
LAURA SEVERO DA CUNHA UND IVAN CARLOS F. ANTONELLO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês