desinformação esquerdista | Rafael Azevedo

busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Amor fati
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Maria Erótica e o clamor do sexo
>>> Arte, cultura e auto-estima
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
Mais Recentes
>>> Porcelana Fria Encadernadas o Vol 1 ao Vol 10 de Org. Hugo García pela Bem Vindas (1999)
>>> Orçamento Participativo – A Experiência de Porto Alegre de Tarso Genro e Ubiratan de Souza pela Perseu Abramo (1997)
>>> A Mosca Azul – Reflexão Sobre o Poder de Frei Betto pela Rocco (2006)
>>> Ética e Cidadania de Herbert de Souza (Betinho) e Carla Rodrigues pela Moderna (2002)
>>> Olhares Sobre a Experiência da Governança Solidária Local de Porto Alegre de Jandira Feijó e Augusto de Franco (Org.) pela Puc/RS (2008)
>>> O Futuro da Cidade – A Discussão Pública do Plano Diretor de José Paulo Teixeira e Jorge E. Silva (Org.) pela Instituto Cidade Futura (1999)
>>> Ninguém Vive Sem Política de Adeli Sell pela Palmarinca (2002)
>>> O Impeachment de Olívio Dutra e o Estado Democrático de Direito de Paulo do Couto e Silva pela Do Autor (2000)
>>> Histórias Reais para Melhorar a Vida dos Gaúchos de Vários Autores pela PT Sul (2006)
>>> Congresso de Direito Municipal – A Federação e as Políticas Públicas em Debate – Oficinas de Vários Autores pela ESDM / VT Propaganda (2007)
>>> Discursos do Senador Pinheiro Machado de Pedro Simon (Org.) pela Senado Federal (2004)
>>> O Futuro do Trabalho – Fadiga e Ócio na Sociedade Pós-Industrial de Domenico de Masi pela José Olympio (2003)
>>> Mudando Paradigmas na Formação de Quadros Políticos de Ricardo João Santin (Org.) pela Hs (2009)
>>> Os Militares e a Guerra Social de Péricles da Cunha pela Artes e Ofícios (1994)
>>> Dez Anos de leis e de Ações Municipais: 2002 a 2011 de Vários Autores pela Câmara Municipal de Porto Alegre (2011)
>>> aris Boêmia. Cultura, política e os limites da vida burguesa 1830-1930 de Jerrold Seigel pela L&PM (1992)
>>> 30 anos do The New York Review of Books. A primeira antologia de Robert B. Silvers et alii pela Paz e Terra (1997)
>>> Lendo Freud. Investigações e entretenimentos de Peter Gay pela Imago (1992)
>>> 1680-1720. O império deste mundo de Laura de Mello Souza & Fernanda Baptista Bicalho pela Companhia das Letras (2000)
>>> The Face Magazine 4, Spring 2020 de Lara Strong pela Wasted Talent (2020)
>>> Photo 543 Octobre-Nevembre 2019 de Tony Kelly pela Photo (2019)
>>> The Entrepreneurs 2, 2020 de Business Handbook pela Monocle (2020)
>>> A Nave de Noé de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Miz Tli Tlan – Um Mundo que Desperta de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Entertainment Weekly Magazine de Black Widow pela Time (2020)
>>> ERKS – Mundo Interno de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Entertainment Weekly Magazine July 2020 de Tenet pela Time (2020)
>>> Creative Review de Annual 2020 pela Creative Review (2020)
>>> Monocle Magazine July/August 2020 de Special Edition pela Winkontent (2020)
>>> Mojo 321 August 2020 de Paul Weller pela Mojo (2020)
>>> Mojo 320 July 2020 de Talking Heads pela Mojo (2020)
>>> Mojo 319 June 2020 de Nick Cave pela Mojo (2020)
>>> O Livro do Pênis de Maggie Paley pela Conrad (2001)
>>> A Colheita dos Grãos: Odes Sonoras de Filippi Fernandes pela Kotter (2020)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Nova Fronteira (2007)
>>> Introdução ao Estudos Linguísticos de Francisco da Silva Borba pela Pontes (1991)
>>> Mulherzinhas de Louisa May Alcott pela Principis (2020)
>>> Linguística Textual - Introdução de Leonor |Lopes Fávero e Ingedore G. Villaça Koch pela Cortez (1988)
>>> Aulas Vivas de Marcos Tarciso Masetto pela Mg (1992)
>>> A Lenda do Baal Schem de Martin Buber pela Perspectiva (2003)
>>> La Théologie de La foi Chez Bultmann de J. Florkowski pela Du Cerf (1971)
>>> O Professor como Agente Político de Maria Anita e Viviane Martins pela Loyola (1987)
>>> Estilística da Língua Portuguesa de M Rodrigues Lapa pela Acadêmica (1968)
>>> Extensão ou Comunicação? de Paulo Freire pela Paz e Terra (1977)
>>> Conversas com quem gosta de Ensinar de Rubem Alves pela Cortez (2005)
>>> Reflexões sobre a Prática Docente de Maria Oly Pey pela Loyola (1992)
>>> O que é teoria? de Otaviano Pereira pela Brasiliense (1982)
>>> A Dieta Ideal de Marcio Atalla e Desere Coelho pela Paralela (2015)
>>> Rádio : 24 Horas de Jornalismo de Marcelo Parada pela Panda Books (2004)
>>> Dicionário da Língua Portuguesa Medieval de Joaquim Carvalho da Silva pela Eduel (2007)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 18/11/2002
Comentários
Leitores


desinformação esquerdista
Só um esclarecimento ao mentiroso patológico do Hélion - professor universitário, claro, como não podia deixar de ser alguém que usa as palavras "furibundo", "celeuma", e se auto-proclama esquerdista e defensor de ditadores como Chávez e Castro (eu que sou o autoritário nazista depois!): quem saiu do Digestivo fui eu, por livre e espontânea vontade, não fui "limpo" pelo Julio Daio Borges, como o próprio pode confirmar. É que não me apraz a idéia de escrever para uma massa ignorante como vocês, comunistas de botequim da Vila Madá, funcionários públicos e universiotários em geral. Além do mais, fere meu bom gosto, é-me por demais penoso ter que abrir a caixa postal e me deparar com nomes como Hélion, Irã, Brabão... quais eram os desígnios de seus genitores ao fazerem isso? Muita crueldade!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
18/11/2002 às
16h02 137.205.8.4
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
Que legal
Uma amiga me indicou esse site e me disse vai depois vc me dá a sua opinião, inocente eu cai igual um patinho, foi o que deu, me deparei com um bando de burguêses metido a besta, que se acha na contra mão, é comédia ou não é, ou só pode ser brincadeira, esses sim devem ser um bando de coitados, por que enquanto o povo, aquele que come mortadela grita nas ruas felizes os trouxas sentam na frente da internet com os suditos (trouxas tb) tomando martines, e epa não esqueça da azeitona. É engraçado ou não é. É muito engraçado, cuidado para não bater quando estiverem na contra mão, pode ser perigoso, e a batida deve ser bem dolorosa. Tchauzinho

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Olga
18/11/2002 às
14h45 200.204.201.68
(+) Olga no Digestivo...
 
errata
Onde se grafou "Se esses aí são os mais inteligentes e os que melhor escrevem nessa geração (como modestamente se definem), imaginem os piores?", leia-se "***2) Se esses aí são os mais inteligentes e os que melhor escrevem nessa geração (como modestamente se definem), imaginem os piores..."

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Irã Dudeque
18/11/2002 às
14h23 200.213.80.5
(+) Irã Dudeque no Digestivo...
 
imaginem os piores?
***1) A definição "Cruza de Ratinho com Amaral Netto" é perfeita. ***2) Se esses aí são os mais inteligentes e os que melhor escrevem nessa geração (como modestamente se definem), imaginem os piores? ***3) O e-mail de autoria de Leonardo Marques é de minha lavra (como pode ser verificado pelo número da CPU). Já que o meu nome é indigno de debate nada como alguém com nome e sobrenome adequado, ah, ah, ah; para um Rafael, um Leonardo; para um Azevedo, um Marques. ***4) (PASSO DO GANSO) seres inferiores (UM-DOIS-UM-DOIS) protozoários do mundo (ESTE É UM PAÍS QUE VAI PRÁ FRENTE, Ô, Ô, Ô, Ô, Ô) distribuir panfleto é coisa de quem não bate bem da cachola (EUGENIA, EUGENIA, JÁ) o desprazer de ler todo mundo que se diz esquerdista (HEIL! HEIL!) qualquer pessoa que passa seus 15 anos de idade entregando panfletos na praça da Sé (MINHA GENTE) definitivamente não bate bem da cachola (AME-O OU DEIXE-O! AME-O OU DEIXE-O!) o desprazer de ler todo mundo que se diz esquerdista (HEIL! REICH VON TAUSEND JARE)definitivamente não bate bem da cachola (O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, APÓS CONSULTA AO CONSELHO DE SEGURANÇA NACIONAL) adoro despertar a ira em seres inferiores (DECIDE BAIXAR ATO INSTITUCIONAL) seres inferiores (MINHA GENTE) o desprazer de ler todo mundo que se diz esquerdista (TRADIÇÃO) o desprazer de ler (FAMÍLIA) todo mundo que se diz esquerdista (PROPRIEDADE) que se diz esquerdista (PASSO DO GANSO; UM-DOIS-UM-DOIS-UM-DOIS...

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Irã Dudeque
18/11/2002 às
13h33 200.213.80.5
(+) Irã Dudeque no Digestivo...
 
Direita Inteligente e Culta
Leonardo, você como fã do Francis deve saber que a essa altura ele já virou hélice rodando na tumba a cada vez que algum dos blogueiros citados se autoproclama seu seguidor. Quanto ao rapaz nervosinho, você agora me clareou: trata-se - quem sabe - do mesmo que cometeu furibundo artigo sobre o Chavez há alguns meses atrás no Digestivo, e que provocou tamanha celeuma com os coleguinhas defendendo-o que, após o mesmo, tanto ele quanto os coleguinhas “sumiram” daqui do Digestivo. Quero crer que o Julio Borges fez a sua própria “limpeza étnica” de então. No fundo, a culpa foi do Alexandre, apontou como de direita um pessoal que se envergonha de reconhecê-lo (“a gente semos liberal”) e deu atenção a eles. É que nem criança que gosta de se exibir: eles logo logo perdem o limite e mostram quem são de verdade. O Alexandre, quando fala dos blogueiros “de talento”, os únicos inteligentes de sua geração, deve saber que ele, na sua finura, está nesta bela companhia. Pretendentes a Paulo Francis que estão mais para uma cruza de Ratinho com Amaral Netto.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
18/11/2002 às
12h38 200.191.168.81
(+) Helion no Digestivo...
 
Já perdeu a graça
Nossa, eu não vou mais postar nenhum comentário aqui. Estou com medo do Rafael. Ele é muito malvado. Na verdade, foi bastante divertido, mas acho que os egos deles já estão bastante inflados, já fiz minha parte deixando algumas crianças felizes.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por marcelo
18/11/2002 às
12h06 200.204.171.164
(+) marcelo no Digestivo...
 
Ótimo!!!...
Parabéns pelo texto! Ótimo!

[Sobre "Convite às memórias de um condado infernal"]

por Sandro
18/11/2002 às
11h40 200.230.190.117
(+) Sandro no Digestivo...
 
10 e poucos neurônios
Marcelo, eu "compreendi" sim os "10 e poucos anos". Só não achei engraçado, witty, ou qualquer outra coisa. Estúpido e idiota, talvez, como tudo o que já tive o desprazer de ler de você. E todo mundo que se diz esquerdista. Qualquer pessoa que passa seus 15 anos de idade entregando panfletos na praça da Sé definitivamente não bate bem da cachola.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
18/11/2002 às
11h34 192.146.136.130
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
Formas de vida inferiores
Lave sua boca antes de pronunciar meu nome novamente, "irabundo" rapazola. Ele não é pro teu bico.
Ao menos algo me deixa feliz - é que adoro despertar a ira em seres inferiores, é bom ver que tenho conseguido meu intento. Protozoários do mundo inteiro, uni-vos!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
18/11/2002 às
11h30 192.146.136.130
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
Sou fã do Francis
Sou fã do Francis e, por recomendação de um amigo, dei uma olhada nesse debate e nos blogs dos "intelectuais" citados. E aí quase caí da cadeira. Veja-se, por exemplo, o blog de Rafael Azevedo e sua coleção de aberrações: para quem ia votar no Lula, Rafael Azevedo prometia "um murro nos dentes". Para os magistrados, Rafael Azevedo propõe a guilhotina (ou ainda que sejam "pendurados de ponta cabeça numa árvore"). Para resolver as divergências do "ocidente civilizado" com o oriente, Rafael Azevedo propõe uma "limpeza" étnica e mais "uma bomba nuclear em cada capital desses caras". Para quem gostou do filme "Cidade de Deus", Rafael Azevedo promete "um murro no meio da boca, e um chute entre as pernas." Para Rafael Azevedo, as pessoas "mais repulsivas" do mundo são advogados e defensores dos direitos humanos; estes são "a escória do universo" (abaixo dos neo-nazistas, por exemplo - afinal, Rafael Azevedo defende uma "limpeza" no oriente). Quanto à democracia, o pensador político Rafael Azevedo é anglófilo no seu parecer "Thank God I'm outta here!". Além disso, Rafael Azevedo é contra TODOS os advogados. Agora, naquilo que foi um debate sobre o Paulo Francis, Rafael Azevedo comete mais uma série de atos "intelectuais": Primeiro, destrata o debatedor Marcelo porque este escreve em revistas como Geek e Hacker, enaqunto "eu [Rafael Azevedo] tenho que me contentar com fatos e argumentos". Só isso já seria suficiente para situar a posição intelectual de Rafael Azevedo, pois a invocação peremptória a "fatos e argumentos" guarda um quê do ranço positivista. Depois Rafael Azevedo parte para um ataque pessoal contra um "sujeito chamado Irã", pois com um nome desses (árabe?), ele seria indigno de um debate. Ao que tudo indica, Rafael Azevedo (belo nome!) defende que só pessoas com nomes apropriados tenham direito ao debate. Num primeiro momento, devemos banir alguém chamado Irã, depois talvez devamos abolir as opiniões e os escritos de pessoas intituladas Ezra, Millôr ou ainda o pobre indiano Vikran Seth (ainda bem que eu me chamo Leonardo!). Feita a restrição ao nome de Irã (árabe?) Rafael parte para a agressão de fato, e convoca o dito cujo para um duelo (São Paulo, dezembro), quando promete-lhe "enfiar a mão na fuça". Intelectualizadíssimo, o Rafael Azevedo. Porém, apesar de tão disparatadas idéias, Rafael Azevedo é ídolo de Alexandre Soares Silva, que, aparentemente, considera-o um grande pensador. Talvez porque Rafael Azevedo seja mais furioso nas suas soluções de "limpeza", enquanto Alexandre Soares Silva sai-se com ideiazinhas irresponsáveis como as que "os fuscas e os mavericks [dos anos 70] enfeiavam mais a orla de Ipanema do que todos os prédios atuais juntos" (viva a especulação imobiliária, por ser menos nociva que os mavericks!). Então, que tal juntar admirados e admiradores numa campanha, digamos, em prol da volta da dinastia Bourbon ao trono da França, com direito a um rei que curasse escrófula? Talvez sobrasse algum viscondado para gente como Rafael Soares. Ou uma campanha pelo reconhecimento público de Torquemada? Talvez sobrasse algum cargo de inquisidor para gente como Rafael Soares, adepto de "limpezas". Ou ainda, que tal a criação de um centro para a divulgação das idéias de Adolf Hitler? Peço desculpas aos outros escritores citados nesta página se cito em demasia o nome de Rafael Azevedo. Divulgo tal nome para essas nobres ocupações, pois entendo que nelas Rafael Azevedo poderia mostrar um resumo dos seus argumentos "intelectuais", argumentos que envolvem murros nos dentes, guilhotina, limpeza étnica, bomba nuclear, chutes entre as pernas, mão na fuça e, the last but not the least, música erudita (ah, o efeito cenográfico de bombas atômicas atiradas ao som da Cavalgada das Valquírias; Rafael Azevedo é um esteta). Divulgo o nome de Rafael Azevedo pois ele tem a cabeça talhada para tanto. Uma cabeça dividida entre o Ocidente pré-Iluminismo e Munique, 1936 (música erudita, por favor!). Ou, talvez, eu esteja sendo meio genérico. Tomo o irabundo Rafael Azevedo como exemplo, por ser o exemplo mais aberrante. O mais provável é que não só a cabeça de Rafael Azevedo, mas as de todos os outros produtores de blogs citados nesta página, estejam situadas em um endereço mais específico: Rua Maranhão, em São Paulo, sede da TFP. Ou, ainda, em algum Centro Positivista. Eu, da minha parte, continuarei lendo revistas como Geek, e me preocuparei com nazistinhas agressivos e semi-alfabetizados como Rafael Azevedo, apenas para evitar que um reacionário vulgar como ele faça alguma outra coisa na vida além de redigir suas insanidades num blog.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Leonardo Marques
18/11/2002 às
11h18 200.213.80.5
(+) Leonardo Marques no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FILOSOFIA E NOÇÕES DE SOCIOLOGIA
JÚLIO CESAR RODRIGUES
SOMA
R$ 9,90



GRANDES ARTISTAS MICHELANGELO A RENASCENÇA
DAVID SPENCE
MELHORAMENTOS
(1998)
R$ 5,00



A ALCA
RUBENS RICUPERO
PUBLIFOLHA
(2003)
R$ 8,38



MACACO E A VELHA, O
N/D
MODERNA
R$ 26,00



A ERA GLACIAL DO JORNALISMO TEORIAS SOCIAIS DA IMPRENSA VOL 1 - 8357
BEATRIZ MAROCCO / CHRISTA BERGER (ORG.)
SULINA
(2006)
R$ 38,00



REFLEXÕES SOBRE A GUERRA MODERNA
JAYME RIBEIRO DA GRAÇA
BIBLIOTECA MILITAR
(1946)
R$ 14,70



RECEITAS INTERNACIONAIS- AJINOMOTO
VÁRIOS
AJINOMOTO
R$ 17,00



PRÉCIS DE PATHOLOGIE CHIRURGICALE TOME 3 COU - THORAX GLANDES MAMMA...
H. BOURGEOIS P. LECÉNE CH. LENORMANT
MASSON ET CIE
(1928)
R$ 53,30



1822 JUVENIL
LAURENTINO GOMES
NOVA FRONTEIRA
(2011)
R$ 13,89



AS ÁGUAS DE ESCORPIÃO
CLAIR DE MATTOS SANTOS
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1994)
R$ 7,00





busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês