Digestivo nº 264 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Se a vida começasse agora
>>> 9/11 books
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> Humberto Alitto
>>> Orra, meu
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Meu tio
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Tarde, de Paulo Henriques Britto
Mais Recentes
>>> Ilustrado de Miguel Syjuco pela Companhia das Letras (2011)
>>> Revista Viagem e Turismo - Ano 20 – Nº 2 - Quatro Roteiros na Itália Pra Ver Antes de Morrer de Vários Autores pela Abril (2015)
>>> Guia do Executivo Porto Alegre 1998 de Vários Autores pela Gazeta Mercantil (1998)
>>> Guia Quatro Rodas Brasil 2002 de Vários Autores pela Abril (2002)
>>> Éfeso de Naci Keskin pela Keskin Colors (2012)
>>> Clube do Livro, Ser Leitor - que diferença faz? de Luzia de Maria pela Literária (2009)
>>> The Good Life Guide to Sydney de Tessa Mountstephens pela Hark! (1996)
>>> Matemática - 8º Ano - 6º Edição de Edwaldo Bianchini pela Moderna (2006)
>>> Encontro com a Begõnia de Nilza de Oliveira pela Imagem (2014)
>>> Buenos Aires de Boca a River de Joaquim da Fonseca pela Artes e Ofícios (1996)
>>> Brisa Bia, Brisa Bel de Ana Maria Machado pela Record (1999)
>>> Barcelona – Um Ano Com 365 Dias de Marcos Eizerik pela Age (2008)
>>> De Mala e Cuia – Tudo o Que Você Precisa Saber Para Morar, Estudar, Trabalhar e se Divertir na Europa de Adriana Setti pela Jaboticaba (2005)
>>> Quebra de Confiança de Quebra de Confiança Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Viajando pela Europa e Pelo Mundo de José Cretella Júnior pela T. A. Queiroz (1985)
>>> Silêncio na Floresta de Harlan Coben pela Benvirá (2009)
>>> A Nova História Cultural de Lynn Hunt pela Martins Fontes (1992)
>>> O Livro dos Espíritos de Allan Kardec pela Círculo do Livro (1993)
>>> Não Conte a Ninguém de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2003)
>>> O Livro dos Incensos de Steven R. Smith pela Roca (1994)
>>> Confie Em Mim de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Romeu e Julieta - Macbeth - Otelo, O Mouro de Veneza de William Shakespeare pela Nova Cultural (2003)
>>> Consciência Cósmica de Rosabis Camaysar pela Lorenz (1994)
>>> Alta Tensão de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Os Sentidos do Trabalho - Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho de Ricardo Antunes pela Boitempo (2000)
>>> Luta Armada no Brasil do Anos 60 e 70 de Jaime Sautchuk pela Anita Garibaldi (1995)
>>> Jogada Mortal de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Quando Ela Se Foi de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Descartes The Project of Pure Enquiry de Bernard Williams pela Routledge (2005)
>>> Desaparecido para Sempre de Harlan Coben pela Arqueiro (2010)
>>> Seis Anos Depois de Harlan Coben pela Arqueiro (2014)
>>> Estatuto da Criança e do Adolescente de Vários Autores pela Pmpa (2003)
>>> O Inocente de Harlan Coben pela Arqueiro (2013)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Cultural (2003)
>>> Equilíbrio Total Através da Parapsicologia de Miguel Lucas pela Almed (1981)
>>> Casa de Bonecas de Henrik Ibsen pela Nova Cultural (2003)
>>> O Poder da Oração para Mulheres de Jackie M. Johnson pela Povket ouro (2013)
>>> Jesus como Terapeuta - O Poder Curador das Palavras de Anselm Grün pela Vozes (2013)
>>> Manual do Astrônomo Amador de Jean Nicolini pela Papirus (1991)
>>> As Três Irmãs de Anton Tchekov pela Nova Cultural (2002)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes (Org.) pela Atlas (2001)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Vários Autores pela Saraiva (2000)
>>> O Livro Secreto do Banheiro Feminino de Jo Barrett pela Essência/Planeta (2008)
>>> Código de Hamurabi – Código de Manu – Lei das XII Tábuas de Jair Lot Vieira (Superv.) pela Edipro (2002)
>>> Manual de Prática Forense Civil de Edson Cosac Bortolai pela Revista dos Tribunais (2003)
>>> Vade Mecum Método Cívil 2016 de Vários Autores pela Método (2016)
>>> Nossa próxima atração. O interprograma do Canal 3 de Mário Fanucchi pela Edusp (1996)
>>> Evaristo de Moraes Filho – 100 Anos de Vida Contribuição à Sociologia e ao Direito do Trabalho de Eliana Gonçalves da Fonte Pessanha e Outros (Orgs.) pela Ministério do Trabalho (2016)
>>> O tempo e a alma de Jacob Needleman pela Ediouro (1999)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 3/2/2006
Digestivo nº 264
Julio Daio Borges

+ de 4200 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Cinema >>> Os alquimistas estão chegando
Como disse Marcelo Maroldi, a moda não é mais literatura. Mas também não é mais filosofia. A moda agora é discutir física quântica. Pelo menos de acordo com o filme Quem Somos Nós? (What The Bleep do we Know?, 2005), um bobajol sem pé nem cabeça, do qual as pessoas saem achando que compreenderam, em minutos, conceitos que Einstein demorou anos para processar. Mas dá pra perceber porque essa abordagem – meio esotérica, meio paulo-coelheana – tem forte apelo na onda de “filosofia” que pretensamente se discute agora, e na de “física quântica”. É como se a ciência, com todo o seu rigor e exatidão, de repente abrisse as portas para todo tipo de especulação, para o “imponderável”, para a máxima do “tudo é possível (ou permitido)”. Acontece que o impossível não se torna possível apenas porque começamos a extrapolar em cima de conceitos ou teorias. Na verdade, nem a extrapolação mesma é permitida. Einstein – voltemos a ele, por favor – passou duas semanas provando sua teoria da relatividade, com séries de cálculos matemáticos, depois caiu de cama. Sua mulher, Mileva, também versada em matemática e física, passou dias revisando. Só, então, mudou-se o mundo. (É de Einstein que estamos falando.) Agora, no Brasil – e parece que no mundo –, todo aquele pessoalzinho que levava pau em matemática na escola, de repente, entra num documentário superficial e acha que entende as provas todas... Como pode? Como pode se, na vida real, é o mesmo pessoal que se atrapalha com porcentagens, com financiamentos no banco, com prestações do carro e da casa própria (que dirá de derivadas, integrais, cálculo diferencial e integral)? Seria cômico se não fosse trágico. A justificativa talvez fique por conta daquele monte de Ph.Ds num falatório interminável... Deveriam ter vergonha na cara. Deveriam ter vergonha de vender tão barato um conhecimento que custaram tanto para acumular. [Comente esta Nota]
>>> Quem Somos Nós?
 



Música >>> Stream as well as chain
Como são cansativos os discos de música instrumental brasileira, principalmente anônima. Quase tão cansativos quanto os discos de “novas cantoras”, que aparecem (e somem) a cada semana. Pobre música brasileira: lá se vão quatro décadas desde o boom da MPB, e os ruins – mormente, os “jovens ruins” – ainda não desistiram dela... Por essas e por outras (tantas outras...) é que é sempre um alívio encontrar um disco “redondo” e que roda na vitrola direto desde o começo. Musicalmente falando. Disco assim, ou CD (ou o que quer que seja), é o Corrente, do trio Fabio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro, pela Maritaca. Flui desde a primeira faixa, é gostosamente jazzístico (sem ser chatinho), é improvisado na medida (sem se estender demais), bem gravado e com repertório assaz bem escolhido. Claro, Tom Jobim, Pixinguinha, Moacir Santos... mas em versões que valem a pena serem escutadas. Você ouve o álbum todo e sente que, por trás da proposta, existe um conceito. Não é um caça-níqueis, querendo faturar em cima dos mestres; não é uma colcha de retalhos sem personalidade, querendo agradar a todos (e não agradando a ninguém). Corrente flui. O verbo é esse. E surpresa das surpresas: existem, entre as conhecidas, composições dos próprios intérpretes – que não querem soar “estranhos” ao contexto, nem subverter as regras do sistema. Composições que fluem igualmente. Outra coisa (outro vício que esse disco não tem): não são intermináveis as listas de “participações especiais”. Vinicius Dorin é o único, no sax alto, em “Triste”, e olha que não é nem “famoso”. Porque não adianta: enfileirar nomes consagrados, se o disco não é bom... – não leva ninguém a lugar nenhum. Ao bom ouvido não se engana. Feliz ou infelizmente. Parabéns, ainda, ao trio pelas inventivas fotos em meio a caixotes de legumes & verduras (supõe-se que partam do galpão para a feira, ou algo assim). Na contramão das cerebrais investidas de músicos e instrumentistas brasileiros, Corrente flui inegavelmente. [Comente esta Nota]
>>> Corrente - Fabio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro - Maritaca
 



Internet >>> Desafinado
A voz do sujeito é meio ininteligível mesmo. Ele fala um inglês macarrônico – é italiano –, mas apresenta um dos melhores podcasts sobre jazz na internet, o Night Passage. Não dá pra entender (mesmo) as explicações que ele dá, sobre as faixas que escolhe, mas num podcast musical o que importa é a música, não é mesmo? E isso ele faz bem. Seu nome é Renato Biolcati Rinaldi, e ele “transmite” direto de Roma ou “Rome”. Às vezes põe a namorada dele pra falar (ao menos, parece que é a namorada...). Também não dá pra entender nada. Mas tudo bem, conforme dito aqui, não é o que importa. Afinal, se alguém precisar do nome dos artistas, dos discos e das “gravadoras”, pode encontrar no próprio site do Night Passage. A grande sacada do podcast, na verdade, é que, nesse caso específico, ele serve para mostrar que o jazz – ao contrário do que se pensava – não acabou, não. Não dá para saber onde o Renato se informa, quais são as suas fontes. Mas do seu podcast jorram informações musicais completamente novas, de jazzistas vivos e, não, mortos. De vez em quando, ele toca até música do Brazuca. Teve “Insensatez” outro dia. Anuncia outros podcasts, ou podcasters, também, dentro de sua “programação”. Por algum problema técnico qualquer, essas propagandas são... ininteligíveis (também). Como todo mundo que ouve sabe, a qualidade sonora de um podcast disputa diretamente com o tamanho do arquivo (quanto melhor o áudio, maior o MP3 e menos pessoas fazem download...). Enfim, vão encontrar outra fórmula. Para salvar sujeitos como Renato Biolcati Rinaldi do anonimato. Porque se depender do seu trabalho, ele vai acumular fama & fortuna – mas não vai conseguir cobrar os royalties depois. Não vai passar na prova de reconhecimento de voz. [Comente esta Nota]
>>> Night Passage
 
>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO RECOMENDA



>>> Noites de Autógrafos
* Comércio Exterior - Ligia Maura Costa
(Qua., 08/02, 18h30, CN)
* O Vendedor Imbatível - Bruna Gasgon
(Qui., 09/02, 19h00, CN)

>>> Exposições
Exposição de Rosalina Lerner
(de 1º a 20 de fevereiro, das 9 às 22hs, CN)

>>> Shows
* Blues I - Traditional Jazz Band
(Sex., 10/02, 20hs., VL)

* Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos (VL): Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional (CN): Av. Paulista, nº 2073
*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/1/2006
12h14min
Prezados amigos: Feliz 2006!!!
[Leia outros Comentários de Clovis Ribeiro]
1/2/2006
22h29min
Muito Obrigado!!! Thanks so much for this article :-) Renato from The Night Passage Jazz Podcast
[Leia outros Comentários de Renato]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BOSS LADY
OMAR TYREE
SIMON E SCHUSTER PAPERBACKS
(2005)
R$ 20,00



A ARTE DE SEPARAR-SE
EDOARDO GIUSTI
NOVA FRONTEIRA
(1987)
R$ 5,00



A FUSÃO DO FEMININO
CHRIS GRISCOM
SICILIANO
(1991)
R$ 5,00



REVISTA MEU PRÓPRIO NEGÓCIO. DESPERDÍCIO. EDIÇÃO 50
VÁRIOS
ONLINE
R$ 13,90



DIOSAS Y PLEBEYAS - COL. VERDAD O CONSECUENCIA
CATHY HOPKINS
V E R
(2003)
R$ 9,87



VARIETÉS ET FANTAISIES SEXUELLES - JOISES ET PLAISIRS
ANNE DALÉS
ANNE DALÉS
R$ 15,00



O GUIA OFICIAL DO CLUB PENGUIN VOL 1
KATHERINE NOLL
MELHORAMENTO
(2010)
R$ 4,32



AS AVENTURAS DO CAPITÃO CUECA
DAV PILKEY
COSACNAIF
(2019)
R$ 22,00



UMA CASA DE BONECAS
HENRIK IBSEN
MOINHOS
(2017)
R$ 42,00



VIOLETAS NA JANELA (VERSÃO POCKET)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
PETIT/HARPER COLLINS
(2013)
R$ 22,99





busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês