Digestivo nº 264 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
74137 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 3/2/2006
Digestivo nº 264
Julio Daio Borges

+ de 4100 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Cinema >>> Os alquimistas estão chegando
Como disse Marcelo Maroldi, a moda não é mais literatura. Mas também não é mais filosofia. A moda agora é discutir física quântica. Pelo menos de acordo com o filme Quem Somos Nós? (What The Bleep do we Know?, 2005), um bobajol sem pé nem cabeça, do qual as pessoas saem achando que compreenderam, em minutos, conceitos que Einstein demorou anos para processar. Mas dá pra perceber porque essa abordagem – meio esotérica, meio paulo-coelheana – tem forte apelo na onda de “filosofia” que pretensamente se discute agora, e na de “física quântica”. É como se a ciência, com todo o seu rigor e exatidão, de repente abrisse as portas para todo tipo de especulação, para o “imponderável”, para a máxima do “tudo é possível (ou permitido)”. Acontece que o impossível não se torna possível apenas porque começamos a extrapolar em cima de conceitos ou teorias. Na verdade, nem a extrapolação mesma é permitida. Einstein – voltemos a ele, por favor – passou duas semanas provando sua teoria da relatividade, com séries de cálculos matemáticos, depois caiu de cama. Sua mulher, Mileva, também versada em matemática e física, passou dias revisando. Só, então, mudou-se o mundo. (É de Einstein que estamos falando.) Agora, no Brasil – e parece que no mundo –, todo aquele pessoalzinho que levava pau em matemática na escola, de repente, entra num documentário superficial e acha que entende as provas todas... Como pode? Como pode se, na vida real, é o mesmo pessoal que se atrapalha com porcentagens, com financiamentos no banco, com prestações do carro e da casa própria (que dirá de derivadas, integrais, cálculo diferencial e integral)? Seria cômico se não fosse trágico. A justificativa talvez fique por conta daquele monte de Ph.Ds num falatório interminável... Deveriam ter vergonha na cara. Deveriam ter vergonha de vender tão barato um conhecimento que custaram tanto para acumular. [Comente esta Nota]
>>> Quem Somos Nós?
 



Música >>> Stream as well as chain
Como são cansativos os discos de música instrumental brasileira, principalmente anônima. Quase tão cansativos quanto os discos de “novas cantoras”, que aparecem (e somem) a cada semana. Pobre música brasileira: lá se vão quatro décadas desde o boom da MPB, e os ruins – mormente, os “jovens ruins” – ainda não desistiram dela... Por essas e por outras (tantas outras...) é que é sempre um alívio encontrar um disco “redondo” e que roda na vitrola direto desde o começo. Musicalmente falando. Disco assim, ou CD (ou o que quer que seja), é o Corrente, do trio Fabio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro, pela Maritaca. Flui desde a primeira faixa, é gostosamente jazzístico (sem ser chatinho), é improvisado na medida (sem se estender demais), bem gravado e com repertório assaz bem escolhido. Claro, Tom Jobim, Pixinguinha, Moacir Santos... mas em versões que valem a pena serem escutadas. Você ouve o álbum todo e sente que, por trás da proposta, existe um conceito. Não é um caça-níqueis, querendo faturar em cima dos mestres; não é uma colcha de retalhos sem personalidade, querendo agradar a todos (e não agradando a ninguém). Corrente flui. O verbo é esse. E surpresa das surpresas: existem, entre as conhecidas, composições dos próprios intérpretes – que não querem soar “estranhos” ao contexto, nem subverter as regras do sistema. Composições que fluem igualmente. Outra coisa (outro vício que esse disco não tem): não são intermináveis as listas de “participações especiais”. Vinicius Dorin é o único, no sax alto, em “Triste”, e olha que não é nem “famoso”. Porque não adianta: enfileirar nomes consagrados, se o disco não é bom... – não leva ninguém a lugar nenhum. Ao bom ouvido não se engana. Feliz ou infelizmente. Parabéns, ainda, ao trio pelas inventivas fotos em meio a caixotes de legumes & verduras (supõe-se que partam do galpão para a feira, ou algo assim). Na contramão das cerebrais investidas de músicos e instrumentistas brasileiros, Corrente flui inegavelmente. [Comente esta Nota]
>>> Corrente - Fabio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro - Maritaca
 



Internet >>> Desafinado
A voz do sujeito é meio ininteligível mesmo. Ele fala um inglês macarrônico – é italiano –, mas apresenta um dos melhores podcasts sobre jazz na internet, o Night Passage. Não dá pra entender (mesmo) as explicações que ele dá, sobre as faixas que escolhe, mas num podcast musical o que importa é a música, não é mesmo? E isso ele faz bem. Seu nome é Renato Biolcati Rinaldi, e ele “transmite” direto de Roma ou “Rome”. Às vezes põe a namorada dele pra falar (ao menos, parece que é a namorada...). Também não dá pra entender nada. Mas tudo bem, conforme dito aqui, não é o que importa. Afinal, se alguém precisar do nome dos artistas, dos discos e das “gravadoras”, pode encontrar no próprio site do Night Passage. A grande sacada do podcast, na verdade, é que, nesse caso específico, ele serve para mostrar que o jazz – ao contrário do que se pensava – não acabou, não. Não dá para saber onde o Renato se informa, quais são as suas fontes. Mas do seu podcast jorram informações musicais completamente novas, de jazzistas vivos e, não, mortos. De vez em quando, ele toca até música do Brazuca. Teve “Insensatez” outro dia. Anuncia outros podcasts, ou podcasters, também, dentro de sua “programação”. Por algum problema técnico qualquer, essas propagandas são... ininteligíveis (também). Como todo mundo que ouve sabe, a qualidade sonora de um podcast disputa diretamente com o tamanho do arquivo (quanto melhor o áudio, maior o MP3 e menos pessoas fazem download...). Enfim, vão encontrar outra fórmula. Para salvar sujeitos como Renato Biolcati Rinaldi do anonimato. Porque se depender do seu trabalho, ele vai acumular fama & fortuna – mas não vai conseguir cobrar os royalties depois. Não vai passar na prova de reconhecimento de voz. [Comente esta Nota]
>>> Night Passage
 
>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO RECOMENDA



>>> Noites de Autógrafos
* Comércio Exterior - Ligia Maura Costa
(Qua., 08/02, 18h30, CN)
* O Vendedor Imbatível - Bruna Gasgon
(Qui., 09/02, 19h00, CN)

>>> Exposições
Exposição de Rosalina Lerner
(de 1º a 20 de fevereiro, das 9 às 22hs, CN)

>>> Shows
* Blues I - Traditional Jazz Band
(Sex., 10/02, 20hs., VL)

* Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos (VL): Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional (CN): Av. Paulista, nº 2073
*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/1/2006
12h14min
Prezados amigos: Feliz 2006!!!
[Leia outros Comentários de Clovis Ribeiro]
1/2/2006
22h29min
Muito Obrigado!!! Thanks so much for this article :-) Renato from The Night Passage Jazz Podcast
[Leia outros Comentários de Renato]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONJUGAR VERBOS DE ESPAÑA Y DE AMERICA - 1ª EDIÇÃO - C/ CD AUDIO
ALFREDO GONZALES HERMOSO
EDELSA
(2011)
R$ 104,86



LA MUSICA COMO MEDICINA DEL ALMA
JUNE BOYCE TILLMAN
PAIDOS ESPANHA
(2003)
R$ 50,00



OS PERUS - CRIAÇÃO E APROVEITAMENTO
J. REISORG
MELHORAMENTOS
R$ 17,51



BELMIRO
MÁRIO RUDOLF
NOOVHA AMERICA
(2003)
R$ 5,00



THE WALKING DEAD - A ASCENSÃO DO GOVERNADOR ROBERT KIRKMAN
ROBERT KIRKMAN
GALERA
(2013)
R$ 5,00



DAHMANE
BENEDIKT TASCHEN
TASCHEN
(1994)
R$ 69,90



DA INTERPRETAÇÃO JURÍDICA 2ª EDIÇÃO
MÁRIO FRENZEM DE LIMA (CAPA DURA)
FORENSE (RJ)
(1955)
R$ 17,82



PINHO, PINHEIRO, PINHAO
L. MARQUES
MELHORAMENTOS
(1969)
R$ 7,00



OS SUPER MARKETERS
ROBERT HELLER
HARBRA
(1990)
R$ 6,90



ESPUMAS FLUTUANTES
CASTRO ALVES
KLICK
R$ 6,99





busca | avançada
74137 visitas/dia
1,8 milhão/mês