Digestivo nº 353 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
51627 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ana Cañas e Raíces de América abrem a programação musical de junho, no Sesc Santo André
>>> Sesc Santo André recebe Cia. Vagalum Tum Tum, em junho
>>> 3º K-Pop Joinville Festival já está com inscrições abertas
>>> Clube do Disco - Clube da Esquina
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The Shallows chegou
>>> Ceifadores
>>> É hoje (de novo)!
>>> Trump e adjacências
>>> Entrevista com Pollyana Ferrari
>>> O novo sempre vem
>>> O estilo de Freddie Hubbard
>>> Fábrica
>>> Brasileiros aprendendo em inglês
>>> A revista Bizz
Mais Recentes
>>> Senhora das águas de Pedro Siqueira pela Prata (2011)
>>> Sos Truques do Lar de Leandro Margareth pela Ediouro (2010)
>>> As Melhores Frases Em Veja de Julio Cesar de Barros pela Benvirá (2012)
>>> São Francisco de Assis de Jacques Le Goff pela Record (2001)
>>> A Febre do Planeta de Edson Gabriel Garcia pela Ftd (2010)
>>> A Saga De Rondom de Jairo Mozart pela Brasília (2011)
>>> Como Abrir uma Loja Virtual de Sucesso! de Mauricio Salvador pela Comschool (2016)
>>> Plantando Sementes - Casos e Mensagens de Mara Brattig pela Rai (2010)
>>> Apesar de Não Parecer... Ele Não Está Só de Sérgio Chimatti Espírito Anele pela Vida & Consciência (2011)
>>> Scarlett - a Continuação de ... e o Vento Levou de Margaret Mitchell pela Record (1991)
>>> A Ladeira da Memória de José Geraldo Vieira pela Planeta do Brasil (2003)
>>> Depois da Escuridão de Tilly Bagshawe; Sidney Sheldon pela Record (2010)
>>> Isso é Grego para Mim de Michael Macrone pela Rotterdan (1994)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Tecnoprint Gráfica
>>> Você É o Que Você Compartilha de Gil Giardelli pela Gente (2012)
>>> O Bispo: Amor e Sexualidade Face a Face de Ana Cristina Vargas pela Vida e Consciencia (2014)
>>> A Liga da Saúde - Livro do Aluno de Eureka pela Eureka
>>> Curso de Direito da Seguridade Social de Augusto Massayuki Tsutiya pela Saraiva (2008)
>>> O Imperialismo Sedutor: A Americanização do Brasil na Época da Segunda Guerra (relações Internacionais) de Antonio Pedro Tota pela Companhia Das Letras (2000)
>>> Ísis Sem Véu, Vol. II de H P Blavatsky pela Pensamento (2012)
>>> Como Manter a Mente Sã de Philippa Perry; Cristina Paixao Lopes pela Objetiva (2012)
>>> Liberdade Até Agora: uma Antologia de Contos de Vários Autores pela Móbile (2011)
>>> A Busca da Verdade no Processo Penal de Marco Antonio de Barros; Rogerio Laura Tucci pela Rt (2002)
>>> Onde Deixei Meus Óculos? de Martha Weinman Lear pela Sextante (2008)
>>> O Senhor da Fronteira de Sophia James pela Históricos
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 8/2/2008
Digestivo nº 353
Julio Daio Borges

+ de 1500 Acessos




Literatura >>> O Gene Egoísta, de Richard Dawkins
O sucesso de vendas de Deus, um Delírio, de Richard Dawkins, motivou a sua editora, a Companhia das Letras, a lançar a edição comemorativa dos 30 anos de seu primeiro livro, O Gene Egoísta (com o mesmo projeto gráfico, só que em tons de verde). Talvez mais famoso — na época da internet — por ter lançado a teoria dos memes (lá no fim do livro), O Gene Egoísta, hoje, parece uma reação à teoria da "seleção de grupo" e, menos cientificamente, uma negação do coletivismo, uma afirmação do individualismo — ideologicamente falando, uma negação do socialismo e uma afirmação do liberalismo. Dawkins nega, no prefácio de 30 anos, com veemência, mas, para quem não é versado em biologia evolutiva, fica difícil não ler o livro dessa maneira — ou, ao menos, não imaginar que o livro tem sido interpretado assim há três décadas. O Gene Egoísta é mais difícil do que Deus, um Delírio e é provável que não emplaque, no Brasil, como o primeiro. É, naturalmente, menos polêmico do que em 1976, porque, como sabemos, o capitalismo venceu, a sociedade de classes não tem mais o apelo que tinha; a economia de mercado triunfou e a sociologia se perdeu no meio do caminho. Por mais que Dawkins se rebele — a cada nova edição —, seu Gene Egoísta forneceu, biologicamente, as bases teóricas para a sociedade em que vivemos hoje. "Se até a natureza é assim, por que alguns homens insistem em não ser?" Certamente a discussão não se encerrou ainda, mas será que tem a mesma força do velho best-seller científico? [4 Comentário(s)]
>>> O Gene Egoísta
 



Internet >>> The Engaging Brand, de Anna Farmery
Enquanto Max Gehringer dá suas dicas na CBN e na Época, lá da Inglaterra quem aconselha, via podcast, é Anna Farmery. The Engaging Brand, o programa, tem pouco mais de 100 episódios, mas já atingiu um nível de excelência que vale a pena acompanhar as entrevistas de quase uma hora cada. Se no Brasil a tônica é o bê-á-bá do mundo do trabalho (como se estivéssemos, ainda, a caminho da profissionalização), lá os temas são mais elaborados, as questões parece que interessam a todo mundo e não, apenas, a quem começou a trabalhar agora. No nosso País, infelizmente, persiste a idéia de que assuntos como empreendedorismo, liderança, finanças e mesmo marketing estão restritos a quem trabalha em empresas multinacionais, quando, na realidade, dizem respeito a profissionais das mais variadas áreas. Assim, no meio de um podcast de Anna Farmery, de repente é possível topar com uma grande questão da psicologia (e não só do RH); com uma grande questão da política (e não só da alta gerência); com uma grande questão das artes (e não só da inteligência emocional). Pois, independente da atividade-fim de cada um, estamos todos tentando realizar mais e melhor, a partir dos recursos que temos, ao lado das pessoas com quem lidamos, inseridos num contexto e diante de alguém a quem, de alguma forma, devemos prestar contas. E isso é administração; pode não ser business, mas é negócio (a negação do ócio) — valem, então, as leis do capitalismo, e do mercado. A própria Anna Farmery costuma dizer que as pessoas não vão esquecer de como você as fez sentir — mas tampouco irão esquecer do que você disse e do que você realizou. [1 Comentário(s)]
>>> The Engaging Brand
 



Música >>> Temporada 2008 do Mozarteum Brasileiro
Se o ritmo da temporada de concertos se mostra difícil de acompanhar depois que começa (após o Carnaval), é nesta época do ano, nos primeiros meses, que se tem a chance de refletir sobre o que virá. E o Mozarteum Brasileiro reserva boas surpresas para 2008. Quem, por exemplo, sente falta das locuções de Dante Pignatari, na Cultura FM, anunciando Leif Ove Andsnes, vai poder matar a saudade do pianista norueguês, pelo menos — depois de passar por aqui em 2001, ele volta à Sala São Paulo em setembro para nos brindar com sonatas de Beethoven e Schubert (sua especialidade). Já quem estava com saudades de Gidon Kremer, que agitou o nosso Municipal com Piazzolla em 2004, poderá conferir sua formação para quarteto com piano, em novembro. Ainda em termos de ensemble, o Sexteto da Filarmônica de Berlim nos promete Tchaikovski e Brahms, em maio. E um dos grandes destaques, sem sombra de dúvida, será o Quarteto Szymanowski, tocando A Morte e a Donzela, de novo, de Schubert. Em termos de orquestra, a Temporada 2008 abre com a sempre muito cara Sinfônica Bamberg, prometendo a Sétima de Beethoven e as Danças Eslavas de Dvorák. Já a Sinfônica de Tóquio passará pelo cancioneiro norte-americano e pelo nosso Villa-Lobos, inclusive no Auditório Ibirapuera (ao ar livre). E, praticamente fechando o ano, a Sinfônica de Moscou; e brilhando solo, em agosto, a mezzo soprano Frederica von Stade, com compositores franceses. Ainda nem começou mas, mesmo assim, já tira o fôlego do leitor. Sorte de quem assinou. [Comente esta Nota]
>>> Mozarteum Brasileiro
 

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Doces Momentos
Danielle Steel
Record
(2008)



Histórias do Clube da Esquina
Laudo Ferreira; Omar Vinole
Devir
(2011)



O Ministério Carismático
Gordon Lindsay
Graça
(1997)



Viagem à Aurora do Mundo
Érico Veríssimo
Globo
(1996)



Juízo Final
Sidney Sheldon
Siciliano
(2000)



Cristo - O avatar do amor
Haroutiun Saraydarian
Pensamento
(1991)



A Queixa da Paz
Marcos Eduardo Melo Dos Santos
Clube De Autores
(2020)



Que Raio de Professora Sou Eu?
Fanny Abramovich
Scipione
(1990)



A nau dos insensatos
Katherine Anne Porter
Abril
(1974)



Filosofia da Educação
Maria Lucia de Arruda Aranha
Moderna
(2006)





busca | avançada
51627 visitas/dia
1,8 milhão/mês