Digestivo nº 406 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A esquerda nunca foi popular no Brasil
>>> Na minha opinião...
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
>>> VOCÊS
>>> As sombras e os muros de José J. Veiga
>>> Entrevista com o poeta Júlio Castañon Guimarães
>>> 30 de Junho #digestivo10anos
>>> Quem Resenha as Resenhas de Som?
>>> Um Lobo nada bobo
>>> MUQUIFU
Mais Recentes
>>> A Lei de Murph e os Médicos de Arthur Bloch pela Record
>>> Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos de Rubem Fonseca pela Circulo do Livro
>>> Uma Criatura Dócil de Fiodor Dostoiésvki pela Via Lettera (2017)
>>> Confissoes de uma Banda, V. 2 de Nina Malkin; Rodrigo Abreu pela Galera Record (2008)
>>> Decamerão (capa Dura) de Giovanni Boccaccio pela Abril (1970)
>>> A Freira Sangrenta do Mosteiro de Santa Catarina de T. I. Horsley Curties (publicado Anonimamente) pela Sebo Clepsidra (2021)
>>> A Interpretação dos Sonhos - Volume 1 de Sigmund Freud pela L&pm Pocket (2020)
>>> Leniza & Elis de Ariovaldo José Vidal e Joaquim Alves de Aguiar pela Ateliê (2002)
>>> Expressionismo Alemão: Coleção Von Der Heydt Museum Wuppertal de Rejane Cintrão; Outros pela Mam / Inst. Goethe (2000)
>>> Os Presidentes - Afonso Pena de Hélio Silva pela Grupo de Comunicação Três (1983)
>>> Paisagens e Problemas do Brasil de Manuel Correia de Andrade pela Brasiliense (1973)
>>> Letture Di Religione de Giuseppe Fanciulli pela Nd Ed. (1935)
>>> Viva Como Você Quer Viver de Eduardo Shinyashiki pela Gente (2004)
>>> O Exército de um Homem Só de Moacyr Scliar pela L&pm Pocket (2019)
>>> Ética e Marketing Social de Alan R. Andreasen pela Futura (2002)
>>> Amar, Verbo Intransitivo de Mário de Andrade pela Circulo do Livro
>>> Across the Universe de Beth Revis pela Razor Bill (2012)
>>> Plastic Jesus de Poppy Z. Brite pela Conrad (2002)
>>> O Grande Gatsby de F. Scott Fitzgerald; Alice Klesck pela Folha (2003)
>>> Processo Administrativo no Ambito da Administraçao de Arnaldo Esteves Lima pela Forense Universitari (2005)
>>> Guia Passo a Passo - Vinhedos e Vinhos da França de Gallimard pela Publifolha (2005)
>>> Mitologia Lovecraftiana: a Totalidade pelo Horror de Caio Bezarias pela Sebo Clepsidra (2021)
>>> Quando foi a Última Vez Que Seu Filho Disse: Eu Te Amo de Adalgisa Giannella pela Qualitymark (2012)
>>> O Mundo de Rosinha de Myrian Apparecida B. de Carvalho pela Nativa (1999)
>>> Violência e Segurança Pública de Fabio de Sá e Silva pela Perseu Abramo (2014)
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 13/3/2009
Digestivo nº 406
Julio Daio Borges

+ de 1700 Acessos




Além do Mais >>> Outliers, de Malcolm Gladwell
No final do ano passado, Malcolm Gladwell chacoalhou o mundo das ideias com a sua teoria das 10 mil horas. Estudando figuras geniais e homens extremamente bem-sucedidos como Bill Gates, os Beatles e até Wolfgang Amadeus Mozart, Gladwell identificou um padrão que se repetia em cada uma das histórias. Bill Gates antes de comercializar seu primeiro software tinha tido 10 mil horas de prática em programação de computadores. Já os Beatles, antes de "acontecer", tinham praticado 10 mil horas em palcos como os de Hamburgo. E Mozart, claro, tinha 10 mil horas de composições — antes de produzir suas maiores obras-primas. No cálculo de Gladwell, essas 10 mil horas são, com muita frequência, distribuídas em 10 anos, o que equivale a mais ou menos 20 horas de prática por semana ou 3 horas de prática por dia (quase todos os dias da semana). Sua grande conclusão é que talento, só, não basta — é preciso trabalho duro para ser um "fora de série" (título da edição brasileira do livro). Felizmente, foi possível ler, antes, sobre a teoria das 10 mil horas no site do Guardian, onde Malcolm Gladwell publicou um excerto. Infelizmente, contudo, esse texto tirou muito da surpresa de Outliers — que tem, ainda, outros grandes insights, mas cuja principal novidade é, justamente, a teoria das 10 mil horas... Gladwell, também, ao contrário do que ficou aparentemente sugerido, não tem uma teoria acabada sobre o gênio nem sobre homens extremamente bem-sucedidos, mas está preocupado em estudar as condições que permitem o surgimento de "foras de série". Outliers é uma porta aberta nessa direção. Oxalá seja, editorialmente, bem-sucedido, para que Gladwell continue sua investigação... [1 Comentário(s)]
>>> Outliers
 



Internet >>> As Últimas, de Pedro Doria e Carla Rodrigues
Quando surgiram os primeiros agregadores de conteúdo — junto com a Web 2.0 —, os jornalistas de papel, que não entendiam direito nem o que era blog, não entenderam nada. Para eles, "agregadores" eram os portais, com na época "antes da bolha"... O tempo passou, muitos jornalistas (de papel) passaram a ter seus próprios blogs e alguns até conseguiram entender os feeds RSS. (Hoje, a agrura da classe é o Twitter...) Pensando nessa evolução lenta e às vezes dolorosa, Pedro Doria e Carla Rodrigues — ambos blogueiros sobreviventes do No Mínimo — lançaram, recentemente, o agregador (sim, agregador) chamado As Últimas. Embora tenha similares na internet em inglês — desde os primeiros agregadores da Web 2.0 (para quem lê) —, As Últimas causou frisson no meio jornalístico (de papel?) e entre estudantes de comunicação. Anunciado, despretensiosamente, no ("incompreensível") Twitter, como um "retorno do No Mínimo" ("ou quase"), espalhou-se entre a comunidade como um raio. Ainda que não seja, virtualmente, uma idéia 100% original (vide popurls e Alltop), As Últimas chamou a atenção pelas boas escolhas editoriais, mais do que pelo formato. Dividido em "editorias", abrange desde política até economia, passando por esporte, ciência e cultura (entre outros). As Últimas varre portais, sites e blogs selecionados, mostrando, justamente, "as últimas" atualizações de cada veículo. É prático, para quem não quer percorrer todos esses endereços; e é inédito, para quem nunca teve um agregador de feeds RSS (como o Google Reader e o saudoso Bloglines). Em homenagem ao mesmo No Mínimo (descontinuado em 2007), há uma seção especial com Fiuza, Kupfer, Ryff, Sá Corrêa, Roberto Pires, Calil, Kotscho, Sérgio Rodrigues, Vasques, Villas Bôas-Corrêa, "Xicos" Sá e Vargas. Doria e Carla Rodrigues não ressuscitaram o antigo site, mas salvaram mais dinossauros da obsolescência ou até da extinção. [1 Comentário(s)]
>>> As Últimas
 



Cinema >>> Mandela por Dennis 'David Palmer' Haysbert
Quando Obama foi eleito, todo mundo que já assistiu ao seriado 24 Horas uma vez na vida se lembrou de David Palmer. Igualmente senador, e igualmente negro, já em 2001, o personagem vivido por Dennis Haysbert, uma figura impressionante, é eleito presidente na ficção e estabelece uma conexão muito especial com o herói, Jack Bauer. Infelizmente, porém, Palmer sai de cena algumas temporadas mais tarde e deixa fãs saudosos até hoje (que, obviamente, não deixaram de se manifestar quando Obama estava próximo da Casa Branca). Como Haysbert nunca mais vai viver Palmer — num momento em que, inclusive, se cogita a morte de Bauer —, a audiência desconsolada de 24 Horas tem de se contentar com novos papéis do ator. Um deles, bastante razoável, é o de Nelson Mandela no longa Mandela — Luta Pela Liberdade, atualmente disponível em DVD. Dirigido pelo dinamarquês Bille August, conta a história do relacionamento entre Mandela e seu censor, e carcereiro na prisão, James Gregory (vivido por Joseph Fiennes, irmão de Ralph). No filme, um Gregory, inicialmente durão, vai descobrindo a humanidade em Mandela, desde os anos 60, até reencontrá-lo perto da libertação, nos anos 90, quando virtualmente se converte à causa dos que combatiam o apartheid na África do Sul. Resultaria numa bela fábula, dentro da história oficial do século XX, não fosse por um detalhe: Anthony Sampson, biógrafo oficial de Mandela, acusa Gregory (morto de 2003) de se aproveitar da proximidade para escrever um livro falso sobre sua "amizade" (no qual o roteiro do longa se baseia). Mandela, político, não quis esclarecer a controvérsia. Mandela — Luta Pela Liberdade, contudo, deve ser visto — nem que seja para elucubrar o que David Palmer faria hoje para salvar os EUA da crise... [1 Comentário(s)]
>>> Mandela — Luta Pela Liberdade
 

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Robin Hood - Bookworms Starters
John Escott
Oxford University Press
(2001)



Livro - Macunaíma, o Herói sem Nenhum Caráter
Mário de Andrade
Itatiaia
(1997)



O Círculo
Dave Eggers
Companhia Das Letras
(2017)



O Primeiro Quadrante
Bartyra Soares; Everaldo M. Veras; Jose N.
Assessoria Editorial do Nordes



The Lost Gate
Orson Scott Card
Tor Books
(2010)



Um Visitante do Futuro
Odete de Godoy
Scor Tecci
(2012)



Look
Thassia Naves
Arte Ensaio
(2014)



Conecte Matemática 2 - 1ª Ed.
Gelson Iezzi
Saraiva
(2011)



Guia Prático da Saúde Familiar
Dr. James F. Fries / Dr. Donald M. Vickery
Alegro
(2005)



Cabul no Inverno
Ann Jones
Novo Conceito
(2011)





busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês