O dilúvio informacional, segundo a Economist | Digestivo Cultural

busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Nélio Silzantov, semifinalista do Jabuti de 2023, aborda geração nos anos 90
>>> PinForPeace realiza visita à Exposição “A Tragédia do Holocausto”
>>> ESTREIA ESPETÁCULO INFANTIL INSPIRADO NA TRAGÉDIA DE 31 DE JANEIRO DE 2022
>>> Documentário 'O Sal da Lagoa' estreia no Prime Box Brazil
>>> Mundo Suassuna viaja pelo sertão encantado do grande escritor brasileiro
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> Salve Jorge
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> Controlando o acesso à Web
>>> O escritor está nu
>>> Lamartine Babo e futebol, uma simbiose
>>> Quem é Daniel Lopes
>>> Arte é intriga
>>> Primavera e Jukebox
>>> 20 anos de Trapo
>>> Bonjour, tristesse
Mais Recentes
>>> 4 Vols. Elric - Navegante nos Mares do Destino de Michael Moorcock; Roy Thomas; M. Gilbert pela Abril (1991)
>>> África, Missão Possível: Uma Fantástica Aventura Missionária Pelos Países Da Janela 10/40 de Davi Tavares; Ângela Tavares pela Paradigma (2013)
>>> Victor Hugo - Poèmes de Isabelle Jan, Emmanuel Fraisse pela Nathan (1985)
>>> Talvez Agora de Colleen Hoover pela Galera (2023)
>>> Relações Étnico-raciais Para o Ensino da Identidade e da Diversidade Cultural Brasileira de Mario Sergio Michaliszyn pela InterSaberes (2014)
>>> The postal history research magazine 13 - Chinese de Varios Autores pela Chinesa (1910)
>>> Livro Literatura Brasileira Um Exu Em Nova York de Cidinha da Silva pela Pallas (2018)
>>> Um Porto Seguro de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Do fracasso ao sucesso na arte de vender de Frank Bettger pela Ibrasa (1978)
>>> Livro Administração A Nova Gestão na era do Conhecimento Visão 16 Mentes Influentes de Marcello Beltrand - Coord. pela Leader (2016)
>>> Bibliocollège - Andromaque, Racine de Jean Racine pela Hachette (2000)
>>> Livro Medicina Laboratorial Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar de Adagmar Andriolo pela Manole (2005)
>>> Direito e Justiça Em Terras D El Rei na São Paulo Colonial 1709 - 1822 de Adelto Gonçalves pela Imprensa Oficial (2015)
>>> Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter de Sarah Maclean pela Arqueiro (2016)
>>> Livro Administração Building Public Trust the Future of Corporate Reporting de Samuel A. Dipiazza Jr. & Robert G. Eccles pela John Wiley & Sons (2002)
>>> Maior Espetaculo Da Terra, O: 30 Anos De Sambodromo de Luiz Carlos Prestes Filho pela Lacre (2015)
>>> Miles Morales: Homem - Aranha Cai dentro! de Ahmed Garron pela Panini Comics
>>> Esthétique du Cinéma de Gerard Betton pela Presses Universitaires De France (1994)
>>> Livro Administração Fazer Acontecer de Júlio Ribeiro pela Cultura Editores Associados (1994)
>>> Livro Literatura Brasileira Memorial de Maria Moura de Rachel de Queiroz pela Siciliano (1992)
>>> As Coisas Que Nunca Superamos de Lucy Score pela AltaNovel (2023)
>>> O Paciente de Jasper DeWitt pela Planeta Minotauro (2021)
>>> Spy Dog - Volume 2 de Andrew Cope pela Fundamento
>>> Reverbero constitucional fluminense edição fac-similar 1821-1822 3 Volumes de N/a pela Biblioteca Nacional
>>> Livro Literatura Estrangeira O Lado Bom da Vida de Matthew Quick; Alexandre Raposo pela Intrinseca (2012)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Sexta-feira, 12/3/2010
O dilúvio informacional, segundo a Economist
Julio Daio Borges
+ de 6100 Acessos
+ 5 Comentário(s)




Digestivo nº 457 >>> Todo mundo tem problema com o excesso de informação. Então, todo mundo deveria ler o especial sobre "gerenciamento da informação", na Economist, com a capa "The data deluge". Sabendo que o volume de informações no mundo é multiplicado por dez a cada cinco anos, a revista cita a Cisco, para quem haverá 667 exabytes circulando pela internet em 2013. O que são "exabytes"? Depois dos megabytes ("mega"="grande", em grego), dos gigabytes ("gigante"), dos terabytes ("monstruoso") e dos petabytes, vêm os exabytes (=1 bilhão de gigabytes). Carl Pabo, um biólogo que estuda o processo cognitivo, acredita que há, sim, risco de "cognitive overload" (ou "sobrecarga cognitiva"). Para que se tenha uma ideia da explosão de dados recente, o Wal-Mart processa mais de 1 milhão de transações de consumidores por hora e o Facebook, a rede social de 400 milhões de pessoas, hospeda 40 bilhões de fotos. São 4,6 bilhões de celulares no mundo e entre 1 e 2 bilhões de pessoas usando a internet. A Economist considera que o crescimento da classe "média" no planeta — 1 bilhão a mais, de 1990 a 2005 — expande o número de pessoas educadas e, portanto, o volume de informação. "É uma coisa muito triste que, hoje em dia, haja tão pouca informação útil", declarou Oscar Wilde em 1894. Apesar do caos informacional aparente, muitas empresas acreditam que dados bem aproveitados possam gerar valor e, para marcas como o Google, eles valem ouro. (Na Netflix, a maior locadora de vídeos da internet, dois terços dos pedidos vêm de indicações dos próprios internautas.) Hal Varian, economista-chefe do gigante das buscas, conclui, na mesma Economist, que embora as informações estejam cada vez mais disponíveis, a habilidade de retirar "sabedoria" do "conhecimento" (como queria T.S. Eliot) continua escassa. E Craig Mundie, estrategista da Microsoft, declara que "a economia centrada em dados está apenas começando"... A revista ainda levanta questões de privacidade — embora muito jovem ache que isso é preocupação de "velho"; e embora as redes sociais se alimentem desse tipo de informação... "O que a informação consome é bastante óbvio: a informação consome a atenção do receptor", cunhou Herbert Simon, em 1971. (Quem está no Twitter, sabe muito bem...) A Economist, por fim, acredita que a especialização crescente do conhecimento está tirando a nossa capacidade de enxergar o todo (como indivíduos). Para resolver o problema do excesso de informação é melhor encará-lo de frente? Ou fazer meditação? ;-)
>>> The data deluge | Data, data everywhere
 
Julio Daio Borges
Editor
Quem leu esta, também leu essa(s):
01. 8º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier (Música)
02. 5º Encontro de Cordas na Mantiqueira (Música)
03. Shlomo Mintz e Petr Jiřikovský no Teatro Alfa (Música)
04. Chiaroscuro (Artes)
05. Deus é brasileiro (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/3/2010
03h40min
Julio, apesar da minha idade - 49 anos - até hoje não consigo entender por que os intelectuais de gabinete deste país são obcecados por autores nacionais que acabam por pautar toda a sua obra em temas que deveriam ser tratados apenas por seus psicanalistas de plantão e, ainda por cima, - milagre dos milagres! - os transformam em estrelas literárias como as de um "BBB" da vida. Em contraponto, o "zé povinho" está sempre com seu livrinho de autoajuda ou uma bíblia debaixo do braço. Acha, então, que exista em nosso país alguma diferença cultural entre ambos os grupos? Ou, na realidade, o brasileiro está infeliz consigo mesmo e isso justificaria o "horror literário" que temos visto nestes últimos 20 anos a entupir as livrarias e que são exaltados como "obras-primas" pela crítica nacional? Quando começaremos a publicar obras que tenham algo sólido a dizer e que, ao contrário dos modismos intelectuais e populares, se eternizem realmente? Acha que com o que é publicado atualmente no Brasil...
[Leia outros Comentários de miguel]
13/3/2010
03h51min
Por ter excedido o espaço disponível, minha última dúvida não foi publicada. Então, vou repetí-la: Acha que, com esta literatura atual, teríamos chance de, agum dia, sermos agraciados com um Nobel?
[Leia outros Comentários de Miguel]
15/3/2010
19h22min
As informações precisam ser selecionadas. O que não serve, temos que descartar. Se serve temos que aproveitar a informação e estabelecer o que desejamos da mesma.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
16/3/2010
12h11min
"A enxurrada de informações precisas e diversões assépticas desperta e idiotiza as pessoas ao mesmo tempo" - Adorno e Horkheimer. Com relação ao comentário abaixo: Miguel, ainda é preciso estabelecer o que você chama de crítica literária no Brasil e não esquecer que o Prêmio Nobel é eminentemente branco é europeu, portanto, não nos cabe sonhar com ele.
[Leia outros Comentários de Fabiula]
16/3/2010
21h41min
Meu caro Daio, em relação ao dilúvio informacional, você não acha que está na hora de aparecer um Ciber Noé, para colocar alguns exabytes, megabytes, terabytes... em sua ciber Arca para depois que esse tal dilúvio passar, ele ter como repovoar a rede com informações úteis? E quem sabe fazer um relançamento na rede de uma ciber tábua dos mandamentos?
[Leia outros Comentários de David Almeida]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Ensino de Idiomas Cambridge Primary English Learners Book 4
Sally Burt and Debbie Ridgard
Cambridge University Press
(2015)



Livro O fim da procrastinação Como parar de adiar o que precisa ser feito
Petr Ludwig
Sextante
(2020)



Casos do prof. Pável: Reflexões de vida
Edson Pável Bastos
Instituto Maria
(1987)



Gestão do Conhecimento - PLT 245
Hirotaka Takeuchi Ikujiro
Bookman
(2014)



Horta Completa em espaços Pequenos
Horta Completa em espaços Pequenos
Publifolha
(2017)



A Menina que não sabia ler
John Harding
Leya
(2010)



Terapia Financeira
Reinaldo Domingos
Dsop
(2012)



Livro Pedagogia A Matemática na Escola Primária uma Observação do Cotidiano
Maria Lucia Fraga
Epu
(1988)



Citologia Básica
Junqueira & Carneiro
Guanabara Koogan
(1973)



Estilhaços
Marcelo Backes
Record
(2006)





busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês