Alegre e macilento | Digestivo Cultural

busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto aborda riqueza da tradicional Festa da Carpição
>>> Canto dos Recuados - espetáculo musical mergulha na cultura afrobarroca
>>> Primeiro Roteiro
>>> Festival Cine Inclusão abre inscrições de curtas-metragens com o tema terceira idade
>>> Musical Guerra de Papel estreia dia 3 de setembro no Teatro Viradalata
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
>>> Poesia como Flânerie, Trilogia de Jovino Machado
>>> O mundo é pequeno demais para nós dois
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Verdadeiros infiltrados: em defesa de Miami Vice
>>> Assim ninguém leva meus livros
>>> Dia Marisa: todas as mulheres merecem
>>> O Filho da Noiva
>>> O rei nu do vestibular
>>> Selvageria Nunca Sai de Moda
>>> Você cumpre as promessas de final de ano?
>>> A cabeça de Steve Jobs
>>> O sublime Ballet de Londrina
>>> A vida subterrânea que mora em frente
Mais Recentes
>>> É Por Isso Que O Brasil Não Vai de Age pela Age (2021)
>>> Equinox de Jambo pela Jambo (2021)
>>> Planejamento e Organização do Turismo de Ivan Fernandes pela Campus Elsevier (2021)
>>> Equipes Campeãs - Potencializando o Desempenho de Sua Equipe de Sebrae pela Sebrae (2021)
>>> Star Wars - Império e Rebelião - o Fio da Navalha de Martha Wells pela Universo Geek (2017)
>>> O Cozinheiro do Rei D. João VI de Hélio Loureiro pela Planeta (2014)
>>> A Conspiração Colombo de Steve Berry pela Record (2014)
>>> Sobreviventes do Holandês Voador de Brian Jacques pela Bertrand Brasil (2008)
>>> O Efeito Medici de Frans Johansson pela Best Seller (2008)
>>> Era Uma Vez Uma Ponte... de Vivilendo pela Vivilendo (2021)
>>> Coaching de Relacionamentos a Dois de Ritah Oliveira pela Qualitymark (2017)
>>> Sensibilidade à Flor da Pele de Helena Polak pela Clube De Autores (2018)
>>> Fronteiras da Física - Vol II de Jucimar Peruzzo pela Clube De Autores (2019)
>>> Ervas Aromáticas de La Fonte pela La Fonte (2021)
>>> A Imprensa Entre Antígona e Maquiavel de Renato Janine Ribeiro pela Referencia (2016)
>>> Esboço Para Uma Teoria Das Emoções de Lpm pela Lpm (2021)
>>> Towards a Post-fordist Welfare State de Roger Burrows, Brian D Loader pela Routledge (1994)
>>> Pimenta Neves - uma Reportagem de Luiz Octavio de Lima pela Scortecci (2013)
>>> O Estado do Planeta de Carlos Gabaglia Pena pela Record (1999)
>>> Escassez De Razão de Liberdade pela Liberdade (2021)
>>> Escola De Vendas K.L.A de Ser Mais pela Ser Mais (2021)
>>> A Estratégia Do Oceano Azul de Kim Mauborgne pela Elsevier (2008)
>>> Confissões de um Vira-lata de Origenes Lessa - Orlando Pedroso pela Global (2012)
>>> ESocial. Você E Sua Empresa Estão Preparados? de Leader pela Leader (2021)
>>> Ensaios E Conferências de Vozes pela Vozes (2021)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quinta-feira, 18/9/2003
Alegre e macilento
Julio Daio Borges

+ de 2000 Acessos




Digestivo nº 144 >>> O jornalismo brasileiro ainda tem muito o que aprender com a “New Yorker”. Para não dizer tudo. E, nesse sentido, a Companhia das Letras tem sido muito feliz em editar, na sua coleção “Jornalismo Literário”, textos clássicos da revista dirigida por Harold Ross e William Shawn. Desta vez, temos, no volume “O segredo de Joe Gould”, dois perfis de Joseph Mitchell – segundo João Moreira Salles, que assina o posfácio, um dos maiores escritores do século passado. Mitchell, explica João, tinha atração por pequenos personagens da urbe, e foi atrás de Gould, um andarilho com delírios de grandeza. O primeiro perfil narra as peripécias de um tipo folclórico, conhecido dos moradores do Village, que afirmava estar escrevendo uma obra monumental: “Uma história oral de nossa época”. Gould, o artífice, vivia de doações daqueles que acreditavam em seu empreendimento, e alternava sessões na biblioteca pública de Nova York com porres homéricos. Mitchell não vai muito longe na sua investigação, preocupando-se em retratar a excêntrica personalidade com isenção. Já no segundo perfil, publicado 20 anos depois na mesma “New Yorker”, Mitchell faz um “mea-culpa”, enquanto desmonta a farsa de Joe Gould, narrando sua convivência desde o primeiro encontro. Não é fácil para um jornalista reconhecer que estava errado, e que contara uma história que simplesmente não era verdade. Mas Joseph Mitchell, um dos profissionais mais minuciosos e vagarosos de todos os tempos, o faz com tanto charme que, ao final, pouco importa que Joe Gould e sua “História Oral” tenham sido um embuste e que nós, leitores, tenhamos sido ludibriados. Um bom texto vale qualquer erro de fato. Coisa que as redações tupiniquins, sempre lutando pela “objetividade” a qualquer preço, estão longe de assimilar. Fora que a prosa saborosa, envolvente, tem de ser longamente cultivada – e, por isso, a “revista das revistas” é também um modelo. Hoje em dia, época da substituição vertiginosa e do desejo imperioso por reconhecimento, os talentos não são mais “cultiváveis”, digamos assim. Ou as publicações não têm tempo para ensinar-lhes o ofício, e efetivamente investir neles, ou, então, os próprios querem logo as luzes da ribalta, desconhecendo os valores intrínsecos do jornalismo de primeira: a vedete é o texto, e não quem o escreveu. Enfim, com Joseph Mitchell e a “New Yorker” vamos aprendendo.
>>> O segredo de Joe Gould - Joseph Mitchell - 157 págs. - Companhia das Letras
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Cartas de Kafka a Felice Bauer, por Elias Canetti (Literatura)
02. 7º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier (Música)
03. Imprensa em 2000-2009 (Imprensa)
04. As tecnologias disruptivas e o jornalismo científico (Imprensa)
05. Temporada 2008 do Mozarteum Brasileiro (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Osamu Tezuka 1975 1989 a Consagração do Gênio
Toshio Ban
Conrad do Brasil
(2003)



Manual de Direito Previdenciário Acidentes de Trabalho
Odonel Urbano Gonçalves
Atlas
(2001)



1001 Dúvidas de Portugês
José de Nicola e Ernani Terra
Saraiva
(1997)



Os Seis Livros da República - Livro Segundo - 1ª Edição
Jean Bodin
Ícone
(2011)



Dicionário Escolar-francês-português/português-francês
Roberto Alvim Corrêa
Mec
(1958)



Personalidade
Rotter
Interamericana
(1980)



O Caminho da Felicidade - Torne-se um Anjo na Terra - 1ª Edição
Ryuho Okawa
Irh Press do Brasil
(2017)



Casamento , Término & Reconstrução - 8ª Ed - Revista e Atualizada
Maria Tereza Maldonado
Integrare
(2009)



Qual É a Cor do Amor
Patrícia Senna e Emerson Pontes
Prazer de Ler
(2011)



O Machão
Harold Robbins
Circulo do Livro
(1974)





busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês