Que pena o Diabo não existir | Digestivo Cultural

busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Onde moram as crônicas
>>> Onde moram as crônicas
>>> Vida de Escritor no Catarse
>>> Henry Ford
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> A casa da Poesia
>>> De Auschwitz a ClubMed
>>> À propos de Nice (1930)
>>> Sonhos olímpicos nos Lençóis Maranhenses
>>> Lifestyle Media
Mais Recentes
>>> Made in Africa de Câmara Cascudo pela Global (2002)
>>> Lendas Brasileiras de Câmara Cascudo pela Global (2002)
>>> Cultura popular e educação salto para o futuro de René Marc da costa Silva pela Unesco Mec
>>> Alfabetização E Letramento de Magda Soares pela Contexto (2010)
>>> Diversidade de Núria Roca pela Ibep Jr. (2011)
>>> O Nome da Rosa de Umberto Eco pela Biblioteca Folha (1500)
>>> O cidadão de papel de Gilberto Dimenstein pela Atica (2000)
>>> O reizinho mandão de Ruth Rocha pela Quinteto Editorial (1997)
>>> Pedro compra tudo de Maria de Lourdes Coelho pela Cortez (2010)
>>> Cascudo, o Jabuti Jururu de Nildo Lage pela Prazer de Ler (2007)
>>> Casa de delicias de Sonia Rodrigues Mota pela Formato (1995)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Lafonte (2020)
>>> Por que as mulheres amam os homens fortes? de Elliott Katz; Andrea Holcbeg pela Sextante (2009)
>>> Fundamentos da filosofia história e grandes temas de Gilberto Cotrim pela Saraiva (2006)
>>> Aprendiz do futuro. cidadania hoje e amanhã de Gilberto Dimenstein pela Atica (1999)
>>> Infância roubada. a exploração do trabalho infantil de Telma Guimarães pela Ftd (2000)
>>> Compêndio de Teoria Elementar da Música de Osvaldo Lacerda pela Ricordi (1980)
>>> O cortiço ftd de Aluisio De Azevedo pela Ftd Didáticos (2011)
>>> Solfejo curso elementar de Edgar Willens pela Irmaos Vitale (2005)
>>> São paulo , políticas públicas e habitação popular de Celine sachs pela Edusp (1999)
>>> Cidade de muros de Teresa pires do rio caldeira pela Edusp (2000)
>>> Por que democracia? de Francisco c weffort pela Brasiliense (1985)
>>> Por que democracia? de Francisco c weffort pela Brasiliense (1985)
>>> Da totalidade do lugar de Milton santos pela Edusp (2012)
>>> Região : espaço ,linguagem e poder de Jean rodrigues sales pela Alameda (2010)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 2/2/2005
Que pena o Diabo não existir
Julio Daio Borges

+ de 4900 Acessos




Digestivo nº 212 >>> No dia em que Manuel da Costa Pinto lançava seu Literatura Brasileira Hoje, por coincidência, Alcir Pécora completava 50 anos. O primeiro chamou o último para uma mesa-redonda sobre o assunto, mas, por motivos de comemoração, ele não pôde comparecer. Pécora decidiu reunir seus amigos no restaurante Arábia e, enquanto Manuel parlamentava com gente como Arthur Nestrovski, coordenador da coleção "Folha Explica" (da qual o volume fazia parte), Alcir, involuntariamente, despertava e alimentava a discussão sobre Literatura Brasileira Hoje (Publifolha, 2004). A transcrição do diálogo, no restaurante árabe, em torno da obra de Manuel da Costa Pinto, ocupa algumas dezenas de páginas da revista Sibila (número 7, ano 4). É crítica literária como não se faz mais. Emulando um colóquio platônico, ou então uma atualização à la Eduardo Giannetti em Felicidade, Alcir Pécora, além de percorrer toda a flora e a fauna da poesia brasileira dita contemporânea (sua especialidade e dos seus), mexe com vespeiros seculares e, embora a imprensa tenha silenciado, é provável que tenha causado grandes estragos. Para começar que não sobra pedra sobre pedra do livro de Manuel. Pécora e seus comparsas desancam o crítico fundador da Cult desde a forma até o conteúdo. Pinçam trechos ao acaso e zombam do fato de extratos manuelinos se revelarem ininteligíveis; apontam as contradições e o uso indiscriminado de conceitos prontos, que, amontoados sem critério, geram contradições espalhafatosas. Não se conformam com a "vanguarda eterna" do concretismo (e de suas vacas sagradas). Sugerem um certo "folhacentrismo" na eleição dos autores (afinal, o número de colaboradores da Folha aparece flagrantemente desproporcional). E até arriscam, perigosamente, um lobby gay, já que Manuel privilegiaria, por exemplo, tipos que "problematizam a sexualidade", como Antonio Cícero e Ítalo Moriconi, em detrimento dos demais. Em resumo: são tantas farpas que é um milagre que a Sibila não tenha sido recolhida na gráfica. A revista ainda traz Evandro Affonso Ferreira, poetas alemães do século XX e até um Hélio(Oiticica)tour, mas nada que se compare à desconstrução do Manuel Quatro Estrelas. Nada.
>>> Momento Crítico: Meu Meio Século
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Homenagem a Fred Leal, do podcast É Batata (Internet)
02. Jubiabá de Jorge Amado, por Spacca (Artes)
03. Universo Elétrico, de David Bodanis (Literatura)
04. O tempo redescoberto (Literatura)
05. Mongólia (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Filha do Silêncio
Morris West
Civilização Brasileira
(1964)
R$ 7,00



Pura Emoção 2 História Jessica Edição 108
Carol Marinelli e Robyn Donald
Harlequin Books
(2009)
R$ 8,90



Eclipse
Stephenie Meyer
Intrínseca
(2009)
R$ 15,00



Escola e Democracia
Dermeval Saviani
Autores Associados
(2012)
R$ 18,00



Arteterapia Criativa & no Jardim
Adina Comisceac
Girassol
(2015)
R$ 14,00



Equador
Miguel Sousa Tavares
Nova Fronteira
(2004)
R$ 33,00



Curso de Introdução ao Pensamento Político Brasileiro - unidade XI e xii
Antônio Paim e Reynaldo Barros
Universidade de Brasilia
(1982)
R$ 10,00



Uma Sombra em Ação
Flávia Muniz
Moderna
(2002)
R$ 60,00



Aconteceu Ontem
Odette de Barros Mott
Atual
(1987)
R$ 12,00



Philia
Padre Marcelo Rossi
Principium
(2015)
R$ 10,00





busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês