Circuito Editorial Literário | Digestivo Cultural

busca | avançada
46447 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Vera Saad resgata política brasileira dos anos 90 para destrinchar traumas familiares
>>> Festival de Cinema da Fronteira e Sur Frontera WIP LAB abrem inscrições
>>> O Pequeno Príncipe in Concert
>>> Estreia da Orquestra Jovem Musicarium ocorre nesta quarta, dia 21, com apresentação gratuita
>>> Banda Yahoo se apresenta na Blue Note SP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
>>> Minha história com o Starbucks Brasil
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
>>> Quando o AlphaGo venceu a humanidade (2020)
Últimos Posts
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
>>> HORA MARCADA
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> De perto, ninguém é normal
>>> 14 de Outubro #digestivo10anos
>>> Scott Henderson, guitarrista fora-de-série
>>> O primeiro parágrafo
>>> O prazer da literatura em perigo
>>> Aulas de filosofia on-line
>>> Mezzo realidade, mezzo ficção
>>> Telemarketing, o anti-marketing dos idiotas
>>> Esquema Dilma opta por Russomano
Mais Recentes
>>> O Poder Do Subconsciente de Dr Joseph Murphy pela Best Seller (2015)
>>> A Viagem de Uma Alma de Peter Richelieu; Nair Lacerda pela Pensamento (2011)
>>> Conversando Sobre Mediunidade: Retratos de Alvorada Nova de Cairbar Schutel; Abel Glaser pela O Clarim (1993)
>>> O Homem em Busca de Deus de Torre de Vigia pela Watch Tower (2015)
>>> Eu Posso e Sou Capaz de Rosalino X. de Souza pela Da Autore
>>> As Provas do Nosso Amor a Deus de Márcio Valadão pela Batista da Lagoinha
>>> Conheça o Deus Verdadeiro de J. E. Lourenço; S. Vilarindo Lima pela Ibcb (1987)
>>> Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios Evangélico de Edir Macedo pela Unipro (2019)
>>> Palamanda: Quando as Deusas se Vingam de Omar Carvalho pela Comunicação (1983)
>>> Sofrimento e Paz para uma Libertação Pessoal de Inácio Larranaga; José Carlos Corrêa Pedroso (trad.) pela Vozes (1988)
>>> Demian de Herman Hesse; Ivo Barroso (trad.) pela Record
>>> O Poder Oculto de Pe. Reginaldo Manzotti pela Petra (2019)
>>> Os Pilares da Terra: Volume 2 de Ken Follett; Paulo Azevedo (trad.) pela Rocco (1992)
>>> A Missa Parte por Parte de Luiz Cechinato pela Vozes (1993)
>>> Missionário de Amor, Luz e Redenção de Frei Rogério Neuhaus pela Da Autore (1997)
>>> Amor e Mudança de Júlio Cesar Faria Machado pela Fênix (1996)
>>> Terra à Vista: Descobrimento ou Invasão? de Benedito Prezia; Osvaldo Sequetin (ilustr.) pela Moderna (1992)
>>> A Filha do Feiticeiro: Uma Lenda Viking de Chris Conover; Sergio Flaksman (trad.) pela Ática (1996)
>>> Sexo para Adolescentes de Marta Suplicy; Paulo Freire (pref.) pela Ftd
>>> Las Botas de Siete Leguas de Christian Perrault pela Edic
>>> Venecia Guía Fotográfica de Loretta Santini pela Fotorapidacolor Terni (1973)
>>> Guia de Cadastramento de Famílias Indígenas de Cidadania pela Mds Senarc (2010)
>>> Flausino Vale: 1894/1954 de Jerzy Milewski pela Europa (1985)
>>> Ócio: Poesia e Provocações: Capa Dura de Mauro Felippe; Rael Dionisio pela Urussanga (2016)
>>> Caças a Jato: Aviões Supersônicos de Alfredo Guilherme Galliano; José Américo Motta Pessanha pela Abril Cultural (1975)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 27/10/2006
Circuito Editorial Literário
+ de 3500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Quem compareceu ao evento de abertura do 1º Circuito Editorial Literário pode sair com (pelo menos) uma certeza: o mercado editorial infanto-juvenil não é nada simples. Primeiro assunto do ciclo de palestras e workshops promovido pela agência O Agente Literário, O livro infanto-juvenil e as exigências do mercado abordou os principais aspectos relacionados à criação e publicação de um livro desse gênero, visando elucidar os pontos fundamentais a serem considerados pelos escritores e revelar as principais necessidades do mercado. De maneira clara e bastante direta, forneceu diversas dicas e desvendou precisos atalhos aos que pretendem se aventurar por este caminho.

Ceciliany Alves, editora de literatura e projetos especiais na Editora FTD, metralhou durante 4 horas - divididas em 2 dias - uma quantidade tão grande de informações relevantes e essenciais que poderiam, como a própria brincou, preencher 2 ou 3 dias completos, ou, quem sabe, constituir um livro para os interessados no assunto. Logo nos primeiros minutos de exposição, Ceciliany (que aliás é bastante jovem para a importante posição que já ocupa) disse, sem hesitar, que o mercado infanto-juvenil é, hoje, a maneira mais "fácil" de um novo escritor entrar no mercado editorial e conseguir publicar, e que as editoras têm condições de investirem em novos nomes (e até mesmo buscam pôr novos talentos nessa área). A demanda é grande. Os presentes gostaram, claro. Nas horas que se passaram, a palestrante percorreu os temas relacionados ao assunto, partindo dos aspectos "físicos" do livro (tamanho, formato, cor, ilustrações, etc.), passando brevemente pela relevância dos temas e do próprio texto e finalizando com os detalhes específicos do mercado e das editoras, da sua e outras, inclusive. Tudo muito interessante.

Eu, que comecei a ler basicamente por conta própria e já pequeno era um leitor voraz, confesso que me decepcionei um pouquinho com todo o processo editorial do gênero supracitado, explicitado pela palestrante. Os livros infantis, principalmente, carregavam consigo, em uma visão poética que eu possuía, uma leveza, uma alta dosagem de fantasia, de sonho, de brincadeira. Tudo isso, pensava eu, dava ao escritor desse gênero alguma liberdade no processo de criação, muito de sonho, de fantasia, de um certo paternalismo, daquela imagem (sabe-se lá de onde a concebi!) de que os escritores infantis são uns avós maravilhosos, queridíssimos, meigos, voz calma, mansa, etc., e que se preocupavam exclusivamente em escrever para ensinar, para divertir, só isso. Mas, não. Não é bem assim. O mercado infanto-juvenil é tão duro e difícil como o de qualquer outro gênero e as editoras, assim como quaisquer outras empresas de outros setores da economia, são apenas empresas tentando sobreviver e maximizar seus lucros. Em outras palavras, os livros são editados visando, principalmente, a venda e o lucro gerado, seja ela a venda para as escolas ou para o governo (que são os grandes consumidores de livros infanto-juvenis). Claro, é sempre bastante estimulante e gratificante produzir algo que ensina, diverte e forma pessoas, e não restam dúvidas que as editoras ficam felizes e orgulhosas em participar da formação e consolidação de crianças e adolescentes, mas, no fundo, trata-se de um negócio, também, e os escritores são os operários e a força produtiva da cadeia. Nesse sentido, o mercado infanto-juvenil não difere em quase nada dos demais mercados, mas nem é possível "culpar" as editoras; produzir e vender livros é o seu negócio e elas têm suas maneiras de garantir sua participação no mercado e manter ou conquistar posições. Mas se há algum ponto nessa selva editorial onde se pode sonhar um pouquinho (pelo menos), ainda é dentro dos livros infanto-juvenis, não tenho dúvidas.

O Circuito Editorial Literário continuará com a palestra Como criar um bom romance e ter uma boa edição, no dia 31 de outubro, com o professor Jiro Takahashi, editor com passagem nas principais editoras do país, além da sua recente atuação como diretor editorial da Geração Editorial. Oportunidades como essas são raras e devem ser aproveitadas.

Para ir além
1º Circuito Editorial Literário


Postado por Marcelo Maroldi
Em 27/10/2006 à 00h26

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Tucker Carlson no All-In de Julio Daio Borges
02. Keleti: de engenheiro a gestor de Julio Daio Borges
03. Adeus às ilusões? de Julio Daio Borges
04. 22 de Maio #digestivo10anos de Julio Daio Borges
05. Castorf ousa ao reler Brecht de Guilherme Conte


Mais Marcelo Maroldi no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/10/2006
16h52min
Quando se aplica à literatura um tratamento igual a uma receita culinária - "Como Fazer Isso Assim e Assado"; "Como Escrever Um Romance, Um Conto, Um Ensaio"; "Dez Passos (ou menos) Para se Tornar um Escritor Profissional" - a coisa vai mal. Esses seminários todos, esses eventos, essas oficinas, são todos assassinos da literatura, obedecendo ao fenômeno estranho e paradoxal que se observa em diversas áreas artísticas: os próprios envolvidos tramam, meio inconscientes, o extermínio da arte que abraçam. Assim é que uma miríade de "artistas plásticos", surgida do nada, praticamente matou a pintura. Idem com a música. Não se trata apenas da generalização da mediocridade, antes fosse só isso. É um movimento que pretende dissecar, "desconstruir", analisar (sempre superficialmente) o que pode ser identificado como fundamento de cada arte, produzindo fórmulas pré-moldadas e de efeito duvidoso para imediata execução. Esses livros produzidos em "oficinas" são todos iguais. Como seus autores.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
2/11/2006
15h08min
Ôpa, nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Se as oficinas correm o risco de acachapar a criatividade, por outro lado mostram os instrumentos de trabalho, a importância da leitura e do trabalho constante. Organizei muitas no Clube Paulistano. Participei de outras tantas na Casa da Palavra, nos tempos da Anna Maria Martins. Vi muita gente crescer em qualidade, enriquecer o texto, fazer o trabalho de carpintaria. O mais é talento, e esse ninguém ensina.
[Leia outros Comentários de Jeanette Rozsas]
26/3/2008
12h01min
De fato, nem tanto ao céu e nem ao inferno. No entanto, se houvesse uma receita, uma fórmula mágica para produzir livros bons e atraentes ao público (especialmente o infanto-juvenil), acredito que editoras do mundo inteiro estariam rindo à toa. O fato é que as fórmulas desgastam o formato, um sucesso é único justamente por isso, ele possui um diferencial qualquer que é exclusivo. No entanto, é importante sim que hajam encontros entre autores e conversas e troca de informações, porque é isso que premite o crescimento, não é pelo cultivo do que é igual, mas o acréscimo das diferenças.
[Leia outros Comentários de Marta C]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Arte de projetar em arquitetura
Ernst Neufert
Gustavo Gili



Charlotte Street
Danny Wallace
Novo Conceito
(2012)



Método de Guitarra
Fernando Azevedo
Bruno Quaino
(2007)



Férias em Crome
Aldous Huxley
Livros do Brasil Lisboa



Comunicação no Plural Estudos de Comunicação no Brasil e na Itália
Maria Immacolata Vassallo de Lopes
Educ
(2000)



A Dieta Do Abdômen
David Zinczenko
Sextante



Livro Literatura Estrangeira Istambul Memória e Cidade
Orhan Pamuk
Companhia das Letras
(2007)



Maschere Nude
Luigi Pirandello
A. Mondadori
(1938)



Sexo - O Prazer Sem Limites - Livro de Bolso
Graham Masterton
Ediouro
(1999)



Ética Empresarial
Robert Henry Srour
Campus
(2003)





busca | avançada
46447 visitas/dia
1,8 milhão/mês