Hendrix, aos 64, hoje | Digestivo Cultural

busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Disco - Clube da Esquina
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
>>> Tão Somente Meninos
>>> Festa junina no Teatro do Incêndio busca continuidade do projeto SOL.TE
>>> Céu se apresenta no Sesc Guarulhos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Tecnologia de Minority Report
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Do Surrealismo
>>> Milagres não existem
>>> Valsinha
>>> Sobre o caso Idelber Avelar
>>> Uma gafieira, pintura digital
>>> As drogas fazem você virar os seus pais
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> O Conto do Amor, de Contardo Calligaris
Mais Recentes
>>> Guia do Estressado de Rosana Ferrão pela Aeroplano
>>> A Arte da Guerra de James Clavel pela Record (2002)
>>> Poesia na Varanda de Sonia Junqueira; Flavio Fargas pela Autêntica (2012)
>>> A Falta Que Ela Me Faz de Fernando Sabino pela Record
>>> Quem Manda na Minha Boca Sou Eu! de Ruth Rocha pela Ática (2007)
>>> Propósito - a Coragem de Ser Quem Samos de Sri Prem Baba pela Sextante (2016)
>>> O Inglês; Tal Qual Se Fala no Presente sem Auxílio de Professor de M. Oliveira Malta pela Cia. Brasil (1960)
>>> Medicina Alternativa de A a Z de Carlos Nascimento Spethmann pela Natureza (2004)
>>> Administração Estratégica 2 Edição de Varios pela Pearson (2005)
>>> O Vaqueano de Apolinário Porto Alegre pela Três (1973)
>>> A Casa Iluminada de Alessandro Thomé pela Benvira (2012)
>>> Medicina Alternativa de a a Z - 6ª Edição de Carlos Nascimento Spethmann pela Natureza (2004)
>>> O Poder de Mau Humor de Ruy Castro pela Companhia das Letras (1993)
>>> O Amanha Começa Hoje de Alf Lohne; Charlote F. Lessa; Eduardo Olszewski pela Cpb Didaticos (2013)
>>> 21 Days to the Perfect Dog de Karen Wild pela Hamlyn (2014)
>>> Ligados. Com Ciencias - 3º Ano de Maira Rosa Carnevalle pela Saraiva Didáticos (2015)
>>> Depois Que Vim a Saber... de Elifas Alves pela Teatro Espírita (1983)
>>> Sherlock Holmes - O Vale do Medo de Arthur Conan Doyle pela Principis (2019)
>>> Instalações Elétricas de Hélio Crede pela Ltc (1986)
>>> Mensagens do Vento de Aldo Saettone pela Clio (2008)
>>> O Gerente Que Veio do Céu de Floriano Serra pela Gente (2000)
>>> Gramática Texto Análise e Construção de Sentido Caderno de Estudo de Maria Luiza M. Abaurre pela Moderna (2011)
>>> O Sentido da Vida na Catequese de Isabel Cristina a Siqueira pela Paulus (2014)
>>> Quando é Preciso Ser Forte de De Rose pela Egrégora (2005)
>>> Flores de Kalocsa de Vários Autores pela GyÖrgyi (1984)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 27/11/2006
Hendrix, aos 64, hoje

+ de 6000 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Agora no dia 27, segunda-feira, o Jimi faria 64 anos (claro que me lembrei de "When I am sixty four"). "Descobri" isso ontem [quinta-feira, dia 23], ao assistir um magnífico documentário sobre ele, na TV, no canal pago CineMax: The Jimi Hendrix Story.

Eu, que nunca fui hendrix-maníaco, não conhecia o documentário, lançado em 1973. (Hendrix morreu em 70, pouco antes de completar 28 anos, e não chegou a ver o filme.) Bem, fiquei... "amazed"! Com certeza os fãs de carteirinha vão reclamar de alguma coisa, vão dizer que faltou isto e aquilo, mas vale muito a pena ver.

performances para mim incríveis, várias delas em gravações de concertos "históricos" nos festivais de Monterey 1967 ("Rock Me Baby"), Woodstock 1969 ("The Star-Spangled Banner") e Ilha de Wight 1970, e em show de 1969 no Filmore East ("Machine Gun", com a Band of Gypsies).

Uma das melhores coisas é descobrir que ele amava Bob Dylan acima de todas as coisas, seguida de uma performance de "Like a Rolling Stone". E é surpreendente vê-lo tocando um violão acústico de 12 cordas, em "Hear My Train a Comin'", esta uma ótima gravação de estúdio. E como deixar de gostar de vê-lo tocando as gravações sempre em versões integrais, clássicos de sua carreira como "Purple Haze", "Machine Gun", "Red House", "Hey Joe", "Wild Thing".

O cara era melhor tocando do que falando, mas são também muito interessantes os vários trechos de entrevista com Hendrix. E é delicioso ver craques como Eric Clapton, Pete Townshend, Mick Jagger e Lou Reed - todos com "carinhas de menino", já que as gravações há mais de 35 years ago -, em depoimentos nos quais revelam o impacto de Hendrix sobre eles e sobre o universo do rock.

Hoje dei uma rápida pesquisada e descobri que o documentário, de 1973 e assinado por Joe Boyd, é famosíssimo, esteve nos cinemas (não sei se também no Brasil) e está disponível em DVD, inclusive aqui em terras tupiniquins, sempre com o título de apenas Jimi Hendrix). Como vai passar de novo no CineMax (clique aqui para ver os horários), e ainda aproveitando o gancho do aniversário, o que você acha de uma pequena matéria no Digestivo, mesmo que no Blog?

Do meu amigo Matias José Ribeiro, por e-mail (porque a matéria já estava pronta...!)


Postado por Julio Daio Borges
Em 27/11/2006 às 15h52


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Anchieta Rocha de Julio Daio Borges
02. Poesia BR em Paris de Ana Elisa Ribeiro
03. Não há governo mais acusado de Julio Daio Borges
04. Roubalheira vai parar o Brasil de Julio Daio Borges
05. Imagina Depois da Copa de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/11/2006
22h23min
Julio, o primeiro (e único) album long-play que comprei do Jimi Hendrix foi aquele da serie "A arte de Jimi Hendrix". Um álbum especial, belas musicas, um vinil elegante com um belo selo verde no meio do LP e, acima de tudo, um som inigualavel. Particularmente, eu não sabia que era o aniversario do J. Hendrix. Gosto de suas musicas, mas não sou "o" fã. Alias, quem pelo menos não gosta de uma de suas musicas? Dificil de dizer...
[Leia outros Comentários de Guilherme Roesler]
2/12/2006
09h57min
Caro Julio, sejamos honestos: Jimi Hendrix era o verdadeiro Deus da Guitarra. Lembre-se do ritual que ele tinha com instrumento, praticamente evocava algo das cordas que ao mesmo tempo era compreensível e enigmático. Poucos guitarristas entravam em transe como Hendrix e praticamente nenhum pode negar a sua influência, que pelo visto continua eternamente. Força Sempre!
[Leia outros Comentários de Elvis Mutti]
7/12/2006
16h31min
Hendrix fazia sucesso em Londres, onde todos iam ver suas performances (Stones, Beatles, Who, Clapton) e era praticamente desconhecido nos EUA. Foi levado para tocar no Festval de Monterrey e virou lenda, com sua performance pondo fogo na guitarra. Saiu agora a versão completa do Festival, 4 CDs, com a integra da sua apresentação alucinante (no filme oficial ele toca apenas duas musicas), e tbm de Otis Redding q roubou a cena do evento (organizado pelos "The Mamas and the Papas" q ficaram pra tocar no fim e sobraram) e q morreria no auge, pouco tempo depois num desastre de avião.
[Leia outros Comentários de Pedro Brasileiro]
10/12/2006
15h48min
Por favor, amigos, Matias José Ribeiro é o mesmo crítico que fazia o inesquecível programa 4 por 4 na Rádio USP? Se não for, desculpe-me a intromissão. Abraço, Hélio
[Leia outros Comentários de Hélio Amaral]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Vestido Perigoso
Julia Holden
Arx
(2007)



Guerreiros de Roma - Rei dos Reis - Vol 2
Harry Sidebottom
Record
(2016)



Talassoterapia Em Casa
Angelika Eder
Pensamento
(2010)



Resumo da Doutrina Cristã
Pe. Oswaldo Baldan
Franciscana
(1973)



El Alma y las Formas y La Teoría de La Novela
Georg Lukács
Grijalbo
(1975)



Como Fazer Inimigos e Alienar Pessoas
Toby Young
Record
(2004)



Paço Imperial - roteiro para visita histórica
Diversos colaboradores
Revista do Patrimônio histórico
(1995)



Friends Forever
Friends Forever (pvt) Ltd
Call & Service Center



El Bosque de Espadas
Eric Lustbader
Atlantida
(1994)



Os últimos lagídios
Helaine Coutinho Sabbadini
Boa Nova
(2006)





busca | avançada
59441 visitas/dia
1,8 milhão/mês