Cinema em Atibaia I | Digestivo Cultural

busca | avançada
59064 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Joca Andreazza dirige leitura de Auto da Barca de Camiri na série 8X HILDA
>>> Concerto Sinos da Primavera
>>> Aulas on-line percorrem os caminhos da produção editorial
>>> Rapsódia capital de Mário de Andrade resgata a grandeza do modernismo nacional
>>> Livro: Os Festivais de Rock - Uma Vida Rock n Roll
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Erudição e humor na ficção de Ruy Castro
>>> Stay Hungry. Stay Foolish.
>>> 30 años de Apple
>>> Twitter: A Crítica Como Vocação
>>> John Lennon, o homem
>>> 1998 ― 2008: Dez anos de charges
>>> I-ching-poemas de Bruna Piantino
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> A busca
>>> Eu quero é rosetar
Mais Recentes
>>> Revista de História da Biblioteca Nacional Ano 8 Nº91 de Vários pela Sabin (2013)
>>> Bolos Decorados, volume 1,2 e 3 de Editora Três pela Três (2002)
>>> Psicologia Legislação de Conselho Federal de Psicologia pela Conselho Federal de Psicologia (1982)
>>> Boitempo & A Falta Que Ama de Carlos Drummond de Andrade pela José Olympio (1979)
>>> O Dom Supremo de Henry Drummond, adaptação de Paulo Freire pela Rocco (1994)
>>> Psicologia Educacional de Robert S. Ellis pela Nacional (1967)
>>> Jesus, A Dor e a Origem de Sua Autoridade Volume II de Paiva Netto pela Elevação (2016)
>>> Restaurante Chinês e Outras Histórias de Vários Autores pela Nova Prova (2002)
>>> Condição Física de José Antônio Pires Gonçalves pela Imprensa do Exército (1968)
>>> Taxitramas – Diário de um Taxista de Mauro Castro pela Sulina (2006)
>>> Comunicação Incomunicação no Brasil de Vários Autores pela Loyola (1976)
>>> Os Versos do Capitão de Pablo Neruda pela Bertrand Brasil (1997)
>>> Lira e Antilira - Mário, Drummond, Cabral de Luiz Costa Lima pela Civilização Brasileira (1968)
>>> A Arte de Educar de Flávio Gikovate pela Mg (2002)
>>> Recados da Lua (Coleção Amores Extremos) de Helena Jobim pela Record (2001)
>>> O Homem no Cotidiano - Alicerce do Paraíso 4 de Meishu-sama pela Immb (2007)
>>> Bíblia Sagrada de João Ferreira de Almeida pela Sociedade Bíblica do Brasil (1999)
>>> Bíblia Sagrada de João Ferreira de Almeida pela Sociedade Bíblica do Brasil (1999)
>>> Histologia de Leon O Weiss e Roy O Greep pela Guanabara Koogan (1981)
>>> Embriologia e Taxonomia das Malformações Cardiovasculares de José Hortencio de Medeiros Sobrinho pela Dante Pazzanese (1977)
>>> Crônicas 2 – Coleção Para Gostar de Ler de Vários Autores pela Ática (2011)
>>> A Usina Nuclear de Papai de Marc Laidlaw pela Nova Cultural (1989)
>>> A Virgem do Sol - os Quatros Cantos do Mundo - Tahuantinsuyo de Ana Cristina Vargas - José Antônio pela Boa Nova (2005)
>>> O rei artur e os cavaleiros da távola redonda de Thomas Malory pela Scipione (2002)
>>> A Morte do Clóvis & Outras Histórias do Teatro Gaúcho de Zé Victor Castiel pela L&PM (2001)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 11/1/2007
Cinema em Atibaia I

+ de 1400 Acessos

Os melhores curtas-metragens de 2006 encontraram um destino que promete ser o novo endereço do cinema brasileiro: Atibaia, no interior de São Paulo. O segundo ano do Festival de Atibaia Internacional Audiovisual mantém clima de expectativa e salas de projeção cheias. Até ontem, o terceiro dia do evento, a cidade mostrou um vigoroso interesse pelos projetos mais premiados nas principais mostras do país, entre elas o Anima Mundi e É Tudo Verdade.

Até o dia 14 de janeiro, o festival exibirá 27 projetos dentro da mostra competitiva de curtas brasileiros. Já entre os filmes não competitivos, sete curtas franceses, seis alemães e quatro afro-brasileiros ganharão projeção. O mesmo acontecerá com a seleção de longas brasileiros que tiveram boa recepção em 2006, programados para serem exibidos em praça pública nos próximos dias.

O grande homenageado desta edição é o cineasta e ator Anselmo Duarte, que completa 87 anos de vida e 65 de carreira em 2007. Consagrado pela conquista da Palma de Ouro do Festival de Cannes pelo filme O pagador de promessas (1962), Duarte desfruta, hoje, de grande prestígio na Europa. É considerado, por muitos, o melhor diretor brasileiro de todos os tempos.

Os destaques da mostra em 35mm são Alguma coisa assim (Esmir Filho), Eletrodoméstica (Kleber Mendonça Filho), Deu no jornal (Yanko del Pino), O Som da luz do trovão (Petrônio Lorena e Tiago Scorza), O maior espetáculo da Terra (Marcos Pimentel), No princípio era o verbo (Virgínia Jorge) e De restos e das solidões (Petrus Cariry). Já entre os vídeos, Arquitetos do mar (Marcelo Abreu Góis), Lectures (Consuelo Lins), A resistência do vinil (Eduardo Castro), O fim do mundo (Alan Langdon) e Canto de cicatriz (Laís Chaffe) despertam as maiores expectativas.

Aos moldes de 2006, como mostrou Marcelo Miranda aqui no Digestivo, o festival pretende premiar "o melhor entre os melhores" curtas brasileiros nas categorias 35mm e vídeo, a fim de receber, definitivamente, o título de "festival dos festivais". Para tanto, procurou cortar as falhas da edição anterior. A organização reduziu pela metade o número de filmes por sessão este ano, contabilizando uma média de sete trabalhos. Isso levou as projeções de "quase três horas ininterruptas", nas palavras de Miranda em 2006, para pouco mais de uma hora. De fato, a mudança ajudou a segurar o público até o final das sessões.

A programação de ontem trouxe uma delicada seleção de curtas franceses anteriormente exibidos no Festival de Contis (que este ano fechou parceria com a organização do Festival de Atibaia). Dos sete trabalhos apresentados, o que mais surpreendeu foi Veneno de Abril, cuja temática é a desconfiança - para reafirmar a típica sensibilidade francesa para conflitos essencialmente humanos. Com roteiro inteligente e sarcástico, o curta recebeu os maiores aplausos do dia.

Quanto à temática, a infância foi o grande alvo da mostra francesa. Seja para traduzir a subjetividade de uma pintura aos olhos de uma criança (Olhares Livres), seja para encarnar o menino que planeja a morte do irmão bebê, por ciúmes (Um nascimento). O personagem deste curta, aliás, foi inspirado na história de ninguém menos que o cineasta sueco Ingmar Bergman. A crítica social também retorna à infância na pele do garoto Ousmane, habilidoso em pedir esmolas pelas ruas do Senegal (Deweneti).

Em comparação aos curtas brasileiros exibidos ontem, os franceses estiveram bem à frente, tanto na forma quanto no conteúdo. O segundo dia da mostra competitiva não convenceu, com exceção de poucos trabalhos. O público demonstrou evidente preferência pela seleção do primeiro dia. Mas o que mais prejudicou a exibição dos curtas foi a má qualidade do áudio. Embora num volume altíssimo, as trilhas e diálogos mal puderam ser compreendidos.

O documentário Maior espetáculo da Terra, de Marcos Pimentel, captou imagens sensíveis e inimagináveis ao acompanhar a turnê de um circo em um vilarejo subdesenvolvido no interior do Brasil. Outro filme que merece atenção é O Homem-livro, de Anna Azevedo. Acompanha a rotina de um senhor que possui 42 mil livros aglomerados em sua pequena casa. A edição conseguiu transmitir aspectos curiosos do personagem.

Já a ficção Balada das duas mocinhas de Botafogo, de João Caetano Feyer e Fernando Valle, embora apresente belas trilhas e planos sequências, não acrescenta supresas no roteiro. A abordagem sobre a vida marginalizada é exaustiva. Pode-se dizer que, na mostra do dia, prevaleceram abordagens interessantes, porém com um certo abuso de cenas longas e repetitivas, o que tornou muitos dos filmes pouco convidativos.

As exibições de ontem só deixam uma certeza: os próximos dias devem trazer uma leva melhor. Acompanhe a programação completa para o resto da semana. Amanhã volto com novidades, aqui no Digestivo. Até lá.


Postado por Tais Laporta
Em 11/1/2007 às 14h38


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Caught In A Mosh de Julio Daio Borges
02. Nelson e 'A Serbian Film' de Duanne Ribeiro
03. Ozzy e Justin Bieber de Julio Daio Borges
04. 9 de Novembro #digestivo10anos de Julio Daio Borges
05. No InterCon 2009 II de Julio Daio Borges


Mais Tais Laporta no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Bem Sertanejo
Andre Piunti, Michel Telo
Planeta
(2015)
R$ 8,76



Pontos Essenciais da Tecnologia de Anticoncepção
Dr. Robert A. Hatcher e Outros
Centro de Programa
(2004)
R$ 5,00



Os Animais Têm Razão - 2ª Edição
Antonio Francisco
Imeph
(2010)
R$ 19,90



A Torre (torre de Vidro)
Richard Martin Stern
Círculo do Livro
(1976)
R$ 5,00



Atendimento a Desastres - Manual de Treinamento
Projeto Trauma
Projeto Trauma
(2000)
R$ 8,00



Viver Em Apostolado da Oração, Celebrando os 150 Anos do A. O.
Vários Autores
Editorial A O
(1995)
R$ 16,75



Vizinho o Pentelho Mora ao Lado
Castelo Antonio de Melo / Marcos Garuti
Nova Alexandria
(1999)
R$ 5,00



Leitura: práticas, impressos, letramentos -3ª ed.
Ana Maria de Oliveira Galvão & Antônio Augusto Gomes Batista (orgs.)
Autêntica
(2011)
R$ 18,90



Orgasmos Fatais
Fernanda Borges
Biblioteca 24 Horas
(2011)
R$ 19,00



O Mulato
Aluísio Azevedo
Klick
R$ 5,50





busca | avançada
59064 visitas/dia
2,3 milhões/mês