Máfia do Dendê | Digestivo Cultural

busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Download: The True Story of the Internet
>>> Mistério em Moscou
>>> Sideways Rain: Pausa, Choque, Fluxo e Corpo
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> Bowie, David
>>> A guerra das legendas e o risco da intolerância
>>> À beira do caminho
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> Vale Emprego
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
Mais Recentes
>>> Piadas Nerds: o Melhor Aluno da Classe Tambem Sabe de Ivan Baroni; Paulo Pourrat; Luiz Fernando G pela Verus (2011)
>>> Garota, Mulher, Outras de Bernardine Evaristo pela Companhia das Letras (2020)
>>> Gestão Empresarial na Prática VI Síntese dos Melhores Trabalhos de Dr. Almir Ferreira de Sousa e Outros pela Akademika (2011)
>>> Veredas do coração de Irapuan de Carvalho pelo espírito Bezerra de Menezes pela Acaocrista (2010)
>>> O Elogio ao Ócio de Bertrand Russell pela Sextante (2002)
>>> A Nova Estratégia do Marketing - Atendimento ao Cliente de Ron Zemke / Dick Schaaf pela Harbra
>>> Memórias de um Suicida de Yvonne A. Pereira pela Federação Espírita Brasileira (2013)
>>> Horta é Saúde de Edições Guia Rural pela Abril
>>> Histórias de Executivos dos Rhs Mais Admirados de Diversos Autores pela Leader
>>> O poder do subconsciente de Joseph Murphy pela Record
>>> Delegado por vocação de Benedito Nunes Dias pela Sem
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Atica (1996)
>>> A identidade do homem: uma exploração arqueológica de Grahame Clark pela Jorge Zahar (1985)
>>> Estruturas de Dados e Algoritmos Em Javascript de Loiane Groner pela Novatec (2017)
>>> Fundamentos da Filosofia de Marxista Leninist pela Sem (1987)
>>> Building Wealth de Lester C. Thurow pela Harper Usa (2000)
>>> Viagens fora do corpo de Robert A. Monroe pela Record
>>> Os Exiliados da Capela de Edgard Armond pela Aliança (1999)
>>> A arqueologia misteriosa de Michel Claude Touchard pela 70 (1972)
>>> Tudo Que Você Precisa Saber Sobre Arte Moderna de Marina Dana Rodna pela Ediouro (1994)
>>> Diga-me Seu Nome e Direi Quem Você é de Aparecida Liberato; Beto Junqueira pela Sextante (2007)
>>> De Olho no Dinheiro de Paulo Henrique Amorim pela Globo
>>> A Estrutura da bolha de sabão de Lygia Fagundes Telles pela Círculo do Livro (1991)
>>> O Primo Basílio - Coleção Bom Livro de Bartolomeu Campos Queirós pela Atica (1999)
>>> O Cavaleiro preso na armadura de Robert Fisher pela Record (2002)
BLOG >>> Posts

Domingo, 8/12/2002
Máfia do Dendê

+ de 26500 Acessos

Ditadura invertida

Paulo Francis chamava de Máfia do Dendê "os baianos que gostam de cantar na televisão". É a turma encabeçada por Caetano, disfarçada de liberal e intelectual, que controla a produção de música brasileira e apóia Antonio Carlos Magalhães. Ninguém ousa desafiá-los: não tem espaço, se for músico; e perde o emprego, se for jornalista. É um esquema canalha e corrupto, mas nunca discutido. Um método grotesco de promoção da mediocridade, que afoga a criatividade e cala a resistência. Isso é, em bom português, ditadura. Imposta exatamente pelos metidos a bacanas que, há poucas décadas, brincavam de oposição. E, hoje, lucram com isso, colecionando elogios de celebridades, de Sontag a Almodóvar, e dinheiro fácil, incorporando estilos e reciclando fórmulas. Uma moleza.

Mas não é, na verdade, só de moleza que eles gostam. Caetano, por exemplo. Em 1993, quando um jornalista foi procurá-lo em Londres para uma entrevista, quando comemorava 25 anos de exílio, foi curto e grosso: só concederia em troca de uma coisa. E vocês sabem qual é. O homem saiu correndo. E quase perdeu o emprego por causa disso. É assim que funciona: a Máfia do Dendê também tem os seus métodos próprios de tortura. Que são indiscutivelmente piores do que muitos aplicados pela Ditadura Militar. Uma aplicação de Caetano Veloso é talvez o pior massacre a que um homem pode se submeter. Esta é - reparem no trocadilho - uma ditadura invertida.

Quem conta essa história, com todas as letras, é o premiado jornalista investigativo Cláudio Tognolli, em imperdível conversa com, entre outros, Roberto Freire e Sérgio Martins. E aponta, ainda, os membros da Máfia, que todo mundo sabe qual é: além de Caetano, Gilberto Gil, Maria Betânia, e Gal Costa. Não precisava nem dizer: exatamente os mesmos que, ontem, no Ibirapuera, reuniram mais de cem mil pessoas, embaixo de chuva. E por quê? Porque ninguém resiste à persistente propaganda, há semanas em cadernos culturais, da volta dos Doces Bárbaros. Muito mais bárbaros do que doces, ao que parece.

Essa patrulha nojenta encontra, na imprensa brasileira, um único opositor, segundo Tognolli: Luís Antônio Giron, "o homem que mais entende de música". Mas seu empenho solitário dificilmente será suficiente. A Máfia do Dendê abafa com facilidade ruídos dissonantes. E, com insistente promoção, cativa novas gerações, que mereceriam, em 2002, coisa melhor ou, no mínimo, diferente do que seus pais, há três décadas, tiveram. A doutrinação, que começa na escola - com Caetano elevado a poeta erudito - e passa pela imprensa - como se fossem eles expoentes do bom gosto -, está na hora de acabar. Esta ditadura está longa demais. Cansou.


Postado por Eduardo Carvalho
Em 8/12/2002 às 17h03


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Propaganda, Duel (1985) de Julio Daio Borges


Mais Eduardo Carvalho no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Manual das rescisões trabalhistas
Julpiano Chaves Cortez
Ltr
(1993)



Désirée, Wife of Marshal Bernadotte
Aneemarie Selinko
Longman
(1977)



Le Symbole Perdu
Dan Brown
Livre de Poche
(2009)



A Festa na Fazenda
Márcio Hegenberg
Maltese
(1991)



Sonhos Incriveis: uma Historia de Ninar 1ªed. 1ªimpressão(2009)
Paul Frank, Lavinia Favero
Atica
(2009)



O Tempo Entre Costuras
María Dueñas
Planeta
(2010)



História - 1 - para o Ensino Médio - Coleção Compacta
Ricardo / Adhemar / Flávio

(1998)



A Moreninha
Joaquim Manuel de Macedo
Círculo do Livro



Jarbas Maranhão - o Legado Centenário de Probidade
Edson Monteiro
Letrcapital
(2016)



Valejando o Brasil
Geraldo Tollens Linck
Circulo do Livro
(1981)





busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês