Sexta feira, 13 | Digestivo Cultural

busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
Blogueiros
Mais Recentes
>>> À propos de Nice (1930)
>>> Sonhos olímpicos nos Lençóis Maranhenses
>>> Lifestyle Media
>>> A voz de Svetlana em Paraty
>>> São João del-Rei
>>> Convite para as coisas que não aconteceram
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Where I End and You Begin
>>> Nós, os afogados, de Carsten Jensen
>>> Dias de Luta, de Ricardo Alexandre
Mais Recentes
>>> Jurisdição Comunitária de Marcelino Meleu pela Lumen Juris (2014)
>>> O Estado e a Revolução de Lenin pela Expressão Popular (2007)
>>> Pedagogia e estética do teatro do oprimido: Marcas da arte teatral na gestão pública de Dodi Leal pela Hucitec (2015)
>>> Constitucionalismo Latino-Americano: Tendências Contemporâneas de Antonio Carlos Wolkmer , Milena Petters Melo pela Juruá (2013)
>>> Qu'est-ce que la démocratie? de Alain Touraine pela Le Livre de Poche (1997)
>>> Sobre a questão judaica de Karl Marx pela Boitempo (2010)
>>> O direito dos oprimidos de Boaventura de Sousa Santos pela Cortez (2015)
>>> La domination masculine de Pierre Bourdieu pela Éditions du Seuil (2002)
>>> Le citoyen de Marie Gaille (Apres.) pela Flammarion (1998)
>>> Le langage silencieux de Edward T. Hall pela Éditions du Seuil (2000)
>>> O 18 Brumário de Luis Bonaparte de Karl Marx pela Escriba (1968)
>>> Citoyenneté et politiques sociales de Annick Madec; Numa Murard pela Flammarion (1995)
>>> Sociologie de la vie politique française de Michel Offerlé pela La Découverte (2004)
>>> Du contrat social de Jean-Jacques Rousseau pela Le Livre de Poche (1996)
>>> Brasil: Uma Biografia de Lília Schwarcz , Heloisa Starling pela Cia das Letras (2015)
>>> Origens do totalitarismo: anti-semitismo, imperialismo, totalitarismo de Hannah Arendt pela Cia das Letras (2012)
>>> Gramatologia de Jacques Derrida pela Perspectiva (2011)
>>> O Espaço Dividido: os Dois Circuitos da Economia Urbana dos Países Subdesenvolvidos de Milton Santos pela Edusp (2008)
>>> Repensando a Pesquisa Jurídica. de Miracy Barbosa de Sousa Gustin pela Del Rey (2014)
>>> Cavaleiros do zodíaco Saint seiya volume 8 de Masami Kurumada pela Conrad (1997)
>>> samurai x volume 3 Rurouni Kenshin de Nobuhiro Watsuki pela Jbc (1997)
>>> Inu- Yasha volume 75 de Rumiko Takahashi pela Jbc (2004)
>>> Inu- Yasha volume 101 de Rumiko Takahashi pela Jbc (2004)
>>> Destino Cativo volume 1 de Matsuri Hino pela Panini Comics /Planet Mangá (2008)
>>> Destino Cativo volume 5 de Matsuri Hino pela Panini Comics /Planet Mangá (2008)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 13/4/2007
Sexta feira, 13

+ de 2700 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Acordei cedo e meu pé esquerdo pisou o chão em primeiro lugar. Apenas o pé direito da sandália havaiana, no piso, ao lado da cama, estava visível na obscuridade do quarto. Fui descalço para o banheiro, três ou quatro passos apenas, um calafrio premonitório subindo pelas solas dos pés no contato com a cerâmica fria.

Fui discutindo mentalmente com a voz feminina, gravada para sempre dentro do meu cérebro - a voz uníssona de mãe, tias, mulher, avó - que, ao longo da vida, se transformou nessa única voz disciplinadora, apontando meu próprio desleixo, insistindo para que eu me abaixasse e procurasse o outro pé da sandália na escuridão sob a cama, que o trouxesse de novo ao seu lugar de origem, que calçasse as sandálias e, só então, devidamente equipado, me aventurasse no chão escorregadio do banheiro.

Nesse ponto as vozes se multiplicavam de repente. Como um inocente botão do Windows ao clique do mouse as vozes se ramificavam em várias direções. As mais ternas se preocupavam com meu bem estar, com um possível resfriado me atacando através dos meus pés descalços; as mais ferozes recriminando simplesmente minha preguiça ou me acusando de sujar os pés desnecessariamente, uma vez que eu poderia voltar para a cama e então meus pés seriam pés sujos sob os lençóis. Hum...

Mas ao acordar assim, de manhã cedo, depois de uma noite relativamente mal dormida, ainda sou, por um breve período de tempo, um urso que sai de sua caverna, no final de um longo inverno. O verniz da civilidade, dos bons modos e das boas maneiras ainda está se cristalizando ao meu redor e, nesse breve período que antecede a materialização dessa camisa-de-força, sinto que posso destruir jaulas e paredes com minhas garras de urso. Rosno baixo, pra mim mesmo, deliciado como um grande grizzly das montanhas com sua própria ferocidade, tão primitiva quanto eu mesmo e tão pateticamente efêmera em sua mínima aparição.

Na semi-obscuridade do banheiro noto que algumas mãozinhas - sei muito bem de quem são - andaram brincando com o sabonete, sobre a pia. Ele está úmido e gosmento e, de forma bastante engenhosa, equilibrado sobre o tubo da pasta de dentes. Quando tento pegar o tubo, todo ensaboado, este me escapa das mãos como um peixe vivo, mergulha direto para o chão, escorrega pelo piso e some pela única fresta existente em todo o banheiro - o espaço de alguns centímetros que existe sob o aparador da própria pia.

O urso vai ter que se abaixar, afinal. Minhas mãos não passam pela fresta e eu seguro o aparador por baixo e o sacudo com certa violência, de pura frustração. Isso faz com que uma das gavetinhas superiores, cheia de cosméticos (as minhas gavetas são as de baixo), escorregue malignamente pra fora. Quando me levanto, meto o alto da cabeça bem na quina da gaveta. O barulho é considerável, as coisas pulam e se espalham no chão, e eu faço "huurrrmmm!!!", com a boca fechada, mas bastante alto para ser ouvido na casa toda.

Do quarto, ouço uma risadinha. Ela fala: "Cê tá começando bem essa sexta feira 13..." Me olho no espelho, já totalmente acordado, esfregando com a mão o alto da cabeça, pensando: "Putz! Sexta feira 13..! Se cuida, urso véio."


Postado por Guga Schultze
Em 13/4/2007 às 15h41


Quem leu este, também leu esse(s):
01. London, London de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Guga Schultze no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/4/2007
12h16min
Shultze, ursinho de pelúcia, o que faz essas coisas acontecerem em uma sequência digna de qualquer comédia, justamente em uma sexta 13? Infelizmente, não é só nesse dia. Você já ouviu falar no mistério que envolve um pé de sandália que se perde, em pés de meias que nunca são achados, em objetos que acabamos de ver e de repente somem, quando precisamos usá-los? Bom, você se transforma em urso meio feroz e volta ao normal, tem gente que nunca mais volta a ser o que era, são pessoas cujos mistérios como esses as abalam e para sempre se tornam animais enjaulados, vítimas dessas travessuras da vida. Nunca dormem sem saber que os chinelos estão no lugar (os dois) e que as meias estejam nas gavetas em pares (coladinhas). Seu texto me lembrou Fernando Sabino. Adorável. Parabéns! Beijo. Dri
[Leia outros Comentários de adriana]
20/4/2007
19h47min
Poderia ser qualquer dia, do mês, da semana; é quando o universo conspira contra quem não se previne contra a má sorte (falar azar, dá azar...). Ah, também tem o acaso que nestes dias só funciona contra. Dizem que nestas datas o melhor é não sair da cama... Guga, um texto escrito com a precisão de sempre e com o senso de humor que faz com que as trivialidades do cotidiano ganhem cor e relevância; que é precisamente a transformação do humor em bom humor. Uma travessia tão leve pelo texto que chega-se a perder a referência da primeira pessoa, imagético e fluente, concordo com a Adriana pelos bons momentos do Fernando Sabino.
[Leia outros Comentários de Carlos E. F. Oliveir]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Confissões verídicas de um terrorista albino
Breyten Breytenbach
Rocco
(1985)
R$ 10,00



Diários
Lúcio Cardoso
Civilização brasileira
(2012)
R$ 50,00



Madame Mao - a Mulher Que Mandou Em 800 Milhões de Homens
Roxane Witke
Nova Fronteira
(1977)
R$ 7,50



Cegueira, Um Ensaio
Fernando Meirelles
Master Books
(2010)
R$ 150,00



A Cidade e as Serras
Eça de Queirós
Martin Claret
R$ 10,00



Receitas da Bruxinha Nathy
Roberto Dalpiaz Rech
Imprensa Livre
(2003)
R$ 12,00



Lendas do Bom Rabi
Malba Tahan
Saraiva
(1951)
R$ 18,00



Literatura Comentada Oswald de Andrade
Jorge Schwartz
Nova Cultural
(1988)
R$ 5,00



Viva Com Esperança
Mark Finley e Peter Landless
Casa Publicadora
(2014)
R$ 5,00



Thy Neighbours Wife
Gay Talese
Pan Book
(1981)
R$ 44,10





busca | avançada
72475 visitas/dia
2,1 milhões/mês