Palavra na Tela – Blogs | Digestivo Cultural

busca | avançada
22804 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FÁBRICA DE CALCINHA, PARTE DA MOSTRA CENA SUL, EM TRÊS APRESENTAÇÕES NO SESC BELENZINHO
>>> PROJETO MÚSICA EXTREMA, DO SESC BELENZINHO, TRAZ EM MARÇO A BANDA REFFUGO, DE DEATH METAL
>>> ESPETÁCULO DE DANÇA ENCHENTE, COM DIREÇÃO DE FLAVIA PINHEIRO (PE), EM TRÊS DATAS NO SESC BELENZINHO
>>> EU e MÁRIO DE ANDRADE Livro de Anotações para Viagens Reais e Imagin
>>> Atom Pink Floyd Tribute retorna ao Rio Grande do Sul
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> Prefácio
>>> Descendências
>>> Nem mais nem menos
>>> Profissão de fé
>>> Direções da véspera III
>>> Mirante
>>> In Albis
>>> Mulher, ontem hoje e sempre
>>> Amor, entre o céu e o fardo
>>> O Estranho Mundo Atual que Julgamos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Festival da Mantiqueira
>>> Eleições
>>> Portal dos Livreiros: 6 meses!
>>> Por que ler poesia?
>>> Entrevista com Miguel Sanches Neto
>>> Os superestimados da música no Brasil
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Quanto custa rechear seu Currículo Lattes
>>> Influências da década de 1980
Mais Recentes
>>> Noções do Grego Bíblico de Lourenço Stelio Rega pela Vida Nova (1995)
>>> Análise Real: uma Introdução de A. J. White; Elza P Guimarães (coordenação) pela Edgard Blucher; Edusp (1973)
>>> Juventude e Revolução : uma Investigação Sobre a Atitude Revoluci de Hermes Zaneti pela Edunb (brasília) (2001)
>>> Ritos Mágicos e Ocultos de Idries Shiah pela Três (1973)
>>> Sócrates: os Pensadores de Nova Cultural pela Nova Cultural (1987)
>>> Da Revolução de 30 ao Terror do Estado Novo de J I Cabral de Vasconcellos Filho pela Cátedra (1982)
>>> Quo Vadis: a Ordem Mundial Perspectiva 2 de Alexander Zhebit pela Bennett (2003)
>>> Antologia Mitavaí: Poesia e Prosa da Oficina Literária Icp de Ivan Cavalcanti Proença pela Mitavaí (rj) (1986)
>>> Joana dos Santos de Ivan Bichara pela Bertrand Brasil (1995)
>>> Dictionnaire de La Bible de Andre Marie Gerard pela R Laffont (1989)
>>> Terapêutica Clínica - Segunda Edição de Paul G. Ramsey e Eric B. Larson & Cols. pela Artes Médicas (porto Alegre) (1995)
>>> Introduction to Opera (capa Dura) de Mary Ellis Peltz (editor) pela Barnes & Noble (1957)
>>> A Princesa e o Profeta de Shafique Keshavjee pela Ediouro (2004)
>>> Michelin Red Guide 1990: Main Cities, Europe de Michelin Travel Publications pela Michelin Travel Publications (1990)
>>> O Mandado de Seguranca e Outras Acoes Constitucionais Tipicas de Jose da Silva Pacheco (3ª Edição) pela Revista dos Tribunais (1998)
>>> Pedro Calmon de Luis Henrique Dias Tavares pela Fundação Cultural da Bahia (1977)
>>> Comandos do Ms-dos: Inclui Versão 4 e dos Shell de Van Wolverton pela Campus (1989)
>>> Ensayos Sobre Narrativa Francesa Contemporánea de Willi Hirdt pela Alfa (1984)
>>> A Filosofia da Medicina Oriental de Georges Ohsawa 5ª Edição pela Associação Macrobiótica (rs) (1977)
>>> La Muerte En El Alma - los Caminos de La Libertad III de Jean Paul Sartre pela Losada (1967)
>>> A Sociedade e o Crime de Luís de Carvalho e Oliveira pela Arcádia (lisboa Portugal) (1960)
>>> São José do Norte Aspectos Linguístico-etnográficos do Antigo Municípi de Heinrich A. W. Bunse (2ª Edição) pela Mercado Aberto (1981)
>>> Daemon de Daniel Suarez pela Planeta do Brasil (2011)
>>> Gustavo Cisneros: un Empresario Global de Pablo Bachelet pela Planeta (buenos Aires) (2004)
>>> Guia do Acervo do Arquivo Museu de Literatura Brasileira de Eliane Vasconcellos e Laura Regina Xavier pela Casa de Rui Barbosa (2012)
>>> Lista Vermelha de Animais Ameaçados de Extinção no Estado do Para de Márcia de Guadalupe, Olaf Mielke e Outros pela Sema; Piab (1995)
>>> Redigindo a Sentença Cível 5ª Edição de Elpídio Donizetti pela Lumen Juris (rj) (2008)
>>> Hip Hotels: Paris (em Inglês) de Herbert Ypma pela Thames & Hudson (2007)
>>> A Máquina de Xadrez - 2ª Edição de Robert Löhr pela Record (2007)
>>> Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (rename) de Ministério da Saúde - 5ª Edição pela Ministério da Saúde (2007)
>>> Quem Matou John Maynard Keynes? de W. Carl Biven pela Mcgraw Hill (1990)
>>> Química na Sociedade: Projeto de Ensino de Química Em um Contexto de Eliane Nilvana F. de Castro, Rogério S. Mol pela Unb (1998)
>>> Curso de Direito do Trabalho Aplicado. Parte Geral Vol 1 de Homero Batista Mateus da Silva 3ª Edição pela Revista dos Tribunais (2015)
>>> Antes Tempos Depois: Pequenos Ensaios de Roberto Cavalcanti de Albuquerque pela José Olympio (2007)
>>> Na Imprensa... Coletânea de Artigos (1987 - 2004) de Ives Gandra da Silva Martins (capa Dura) pela Do Brasil (2005)
>>> Antes Tempos Depois: Pequenos Ensaios de Roberto Cavalcanti de Albuquerque pela José Olympio (2007)
>>> Cultura del Renacimiento - Tercera Edicion de Robert F Arnold (capa Dura) pela Labor (barcelona Espanha) (1936)
>>> Reengenharia do Setor Público: as Bases para a Construção do Esta de Francisco Paulo de Melo Neto pela Quartet (1995)
>>> O Novo Oriente Médio de Shimon Peres pela Relume Dumará (1994)
>>> Expedições Militares Contra Canudos: Seu Aspecto Marcial de Tristão de Alencar Araripe pela Bibliex (1985)
>>> Petrobrás: um Monopólio Em Fim de Linha de Gilberto Paim pela Topbooks (1994)
>>> Estratégia Militar e Desarmamento de Nelson Freire Lavenère Wanderle pela Bibliex (1971)
>>> O Estado Super Desenvolvido de Gilberto Mathias e Pierre Salama pela Brasiliense (1983)
>>> Manual da Constituição - 2ª Edição de Themistocles Brandão Cavalcanti pela Zahar (1963)
>>> Jesus de Nazaré: Esplendor no Ocidente de Marco Aurélio Baggio pela Compos (bh) (2002)
>>> O Demônio da Barba Manchada de Rodolfo Gomes Pessanha pela Saint Paul (niterói) (1991)
>>> Três Faces de uma Cidade de José Aparecido de Oliveira pela Gdf (1987)
>>> O Problema do Trabalho de Alceu Amoroso Lima (2ª Edição) pela Agir (1956)
>>> O Homem do Gravador de Jean Jaques Abrahams pela Imago (1978)
>>> Fresno Contra o Mundo; o Passado Secreto do Nazismo no Brasil de Rolling Stone, Nº 51 de 2010 pela Spring (2010)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 8/10/2007
Palavra na Tela – Blogs

+ de 4200 Acessos


Esquerda para a direita: Julio Daio Borges, Alexandre Inagaki, Marcelo Tas e Pedro Dória

Muita gente lamentou não estar em São Paulo na última quinta-feira (04/10), quando três dos blogueiros mais lidos do país (Marcelo Tas, Pedro Doria e Alexandre Inagaki) abriram o primeiro debate do ciclo A Palavra na Tela: Jornalismo, Literatura e Crítica Depois da Internet, organizado pelo Digestivo Cultural. Com mediação de Julio Daio Borges, eles deram uma aula magna sobre a blogosfera na Oficina da Palavra - Casa Mário de Andrade.

Pelo rumo da discussão, ficou claro que o "bom blogueiro" domina diferentes ferramentas: a administração dos blogs (como se fossem micro-empresas), a criação de conteúdos atraentes, a delicada relação com os leitores, e a quebra de fronteiras da informação. O papo fluiu com tanto gosto que saiu da blogosfera e foi cair na Wikipedia, no Google e em toda a Web 2.0. Até que desviou para o curral eleitoral do Sarney, para o filme Tropa de Elite e até para a sofrida Birmânia. Mesmo com a mudança de foco, foi visível que ninguém se incomodou.

Uma conversa entre blogueiros, cara a cara, é tão informal quanto na blogosfera. Com a diferença de que poucos centímetros separam cada um. Fora isso, o debate na Casa foi como um chat virtual, sem aquele "empurrão" para alguém tomar a dianteira, típico das mesas redondas. Não faltou conhecimento de causa (Tas inaugurou o primeiro blog do UOL, em 2003; Doria já acompanhava a onda nos anos 90; e Inagaki assistiu, desde o começo, a evolução da blogosfera). Também sobrou repertório para consonâncias e uma amigável guerra de idéias nos tópicos debatidos.

Na intenção de tirar proveito do encontro, segue uma compilação dos "melhores momentos", sem obedecer, necessariamente, uma ordem cronológica - porém priorizando pontos altos com links entre si. Você pode ouvir a íntegra aqui, e obter informações sobre os próximos bate-papos na casa em que Mário de Andrade viveu longos anos.

Quem dá o furo
"Leio no jornal o que li ontem nos blogs". A frase de Doria é, no mínimo, provocante. Sugere que a informação corre numa velocidade surpreendente pelo boca-a-boca da internet. Ele também vê um "algo mais" que não está presente na mídia convencional. Depois de ler a Folha ou o Estado, Tas só sacia a sede por informação na blogosfera, como se ela fosse um complemento à notícia. No que os blogueiros ainda deixam a desejar em criatividade (assim lamenta Inagaki), não perdem em agilidade para informar, garante Doria.

Falta apuração
Uma crítica do Inagaki: há pouca investigação de verdade nos blogs jornalísticos. Falta ir às ruas e sujar a sola do sapato atrás de informação. O editor do Interney Blogs sente falta de mais consistência na notícia. Para piorar, Doria acrescenta que os blogs americanos e franceses são (bem) mais pró-ativos que os nossos. Mas também pondera. Para ele, não é sair a campo que faz a diferença, mas ter boas sacadas na própria internet. Significa conseguir destilar uma notícia fria de jornal, pesquisar informações adicionais e curiosidades para, assim, fisgar o leitor. Aí entra a tal da criatividade que Inagaki sente falta. Blogs que se limitam a fazer um copydesk dos jornais não vão muito longe.

Jornalistas?
Para Tas, no fim das contas, não faz diferença tentar classificar o jornalismo nos blogs. O que interessa, para o blogueiro do UOL, é a história que o cara conta, até porque as fronteiras profissionais não existem mais. "Ele vai praticar, no blog, o bom ou mal jornalismo que sempre praticou", acredita. E complementa que os blogs não validam o talento de ninguém. Mas bem que, na opinião de Tas, muitas feras do jornalismo tradicional, como Clóvis Rossi, teriam todos os atributos para fazer sucesso na blogosfera. O feedback do seu editorial na Folha de S. Paulo seria instantâneo.

O que escrever hoje?
Todo blogueiro tem uma série de preocupações paralelas. Precisa dominar as técnicas para ser bem lido, entender a melhor distribuição de anúncios, saber criar um titulo interessante, entre outros macetes para obter o melhor retorno com a empreitada. Mas a maior preocupação é outra. "O que eu vou escrever hoje?", questiona Doria. A falta de assunto é um problema sintomático quando há leitores, até porque os mais fiéis exigem periodicidade religiosa. A dica dos profissionais para se pautar bem é estar sempre atento aos noticiários.

Segmentação
"Tem blog sobre tudo que você possa imaginar", lembra Inagaki. Não precisa ser conhecedor para concordar com o editor do Interney, já que a blogosfera é ultra-democrática: aceita do jornalismo sério ao diário da pré-adolescente. Até as empresas que já possuíam um site próprio estão incluindo essa rota alternativa para criar uma relação mais direta com a clientela. Fora a vantagem de que o custo de um blog é bem mais baixo.

Blogs multimídia
A diversidade da blogosfera não está apenas na temática, mas na forma. Significa que, quando se fala em blogs, não é somente texto que vem à mente. Vídeo e áudio são ferramentas (possíveis) amplamente incorporadas nos melhores endereços. O próprio Inagaki é um dos que usam e abusam da convergência das mídias no seu espaço. Outras iniciativas pioneiras, como o grupo teatral Barbixa's produz vídeos e veicula, inclusive, publicidade por meios ainda não-convencionais.

O mercado está de olho
Para quem acredita que publicidade não combina com internet, Inagaki manda um recado. "O mercado publicitário está percebendo o valor dos blogs. Viu que eles formam opinião, têm um carisma, um vínculo forte com o público", analisa. As campanhas das agências já chegaram com força no Kibe Loco e no Jacaré Banguela, blogs humorísticos com audiência considerável.

Imprensa na internet
Os três blogueiros concordam que a imprensa está - finalmente! - prestando mais atenção aos blogs. Inclusive, já cuidou de inclui-los em seus portais, a exemplo do Estadão. Mas Tas lembra que muitos jornais, "na pré-história dessa consciência", ainda fecham seu conteúdo virtual. Exemplo contrário, para o ex-apresentador do Vitrine, é o site do The New York Times, que agora oferece todo seu conteúdo gratuitamente. Um pioneiro, também, na interação com blogs, vídeos e podcasts. "É a maior audiência da internet", comemora Tas, com um ar de "não deve ser à toa". E essa abertura vai refletir, na opinião do blogueiro, numa mudança de mentalidade.

Profissionalização
"O termo 'blogueiro profissional' vai funcionar um dia?" A pergunta do Julio deixou respostas em aberto. Inagaki acha que é cedo para definir, dando a entender que pouco importa se blogar é profissão. Para Tas, é difícil, e até desnecessário, definir papéis na rede. Ele nem gosta do termo "blogosfera brasileira", porque seria uma contradição à universalização dos blogs. Contudo, não veio à baila a questão dos "blogs de Babel": a diversidade de línguas é uma barreira para que blogs em russo ou português, por exemplo, tenham a mesma visibilidade que os de língua inglesa.

Alcance dos blogs
Tudo começou porque Inagaki afirmou que a internet tem pouco alcance no Brasil e, portanto, os blogs (um grão de areia na rede) são menos acessados do que poderiam ser. De imediato, Tas disparou uma artilharia de informações - com o apoio do Doria - para demonstrar que inclusive as classes mais baixas, na periferia e nas favelas, já estão conectadas. O problema não seria o acesso em si, mas o uso que se faz das possiblidades oferecidas. A maioria ainda está na superfície, navegando em sites de busca e em mediadores de relacionamento, como o Orkut. Nos blogs mesmo, uma seleta minoria. Ainda assim, os blogueiros consideram que a internet está proporcionando uma silenciosa revolução educacional às gerações mais jovens, capaz de desenvolver o aprendizado como nunca. E ela pode ser a responsável por uma mudança de comportamento nos próximos anos.

Wikipedia
Os blogueiros lamentaram a onda do "CtrlC + CtrlV" (copia e cola) na internet. Admitiram o quanto é cômodo roubar o conteúdo de alguém, apagar a autoria e tirar proveito disso. Nesta linha, o ex-editor do No Mínimo aproveitou para dizer que a Wikipedia não é confiável (o Digestivo já tratou disso em um Especial). Novamente, os ânimos de Marcelo Tas incendiaram. Discordou do colega, com o argumento de que um recente estudo científico comparou a Wikipedia com a respeitável Enciclopédia Britânica e concluiu que o índice de erros é o mesmo. Mas, segundo Doria, é preciso tomar cuidado com o aspecto tendencioso da colaboração coletiva. "O verbete do Papa pode ter sido editado pelo Vaticano", argumenta. Ainda assim, é preferível, nas palavras de Tas, acreditar no próprio discernimento e senso crítico ao pesquisar uma informação.

Googlemania
A crítica que Doria faz à Wiki, Tas faz ao Google. É um perigo sem tamanho, segundo ele, que os jornalistas confiem cegamente nas buscas da mega-empresa ao pesquisar informações. Seria uma fonte duvidosa e viciada, já que a hierarquia das buscas é editada automaticamente, por razões que fogem do alcance de quem pesquisa.

Moderar faz diferença?
Cada blogueiro decide se deve autorizar a entrada de comentários ou se deve deixar que o leitor se expresse como bem entender. Vale a pena moderar? Devido à grande quantidade de mensagens, Doria afirma que seria inviável controlar tudo o que chega. Ele se limita a excluir os spams e a apagar comentários que considera ofensivos, racistas ou discriminatórios. No começo, Tas apoiava a livre expressão, mas quando o clima começou a ficar pesado, ele passou a moderar. Para surpresa do jornalista, o blog deu um "salto de qualidade". Já Inagaki não só modera, como também gosta de responder a todos os comentários. O consenso foi de que moderar dá trabalho, mas faz diferença, sim.

Não é só jornalismo
A certa altura do debate, alguém instigou os blogueiros a lembrarem dos blogs não-jornalísticos. E os blogueiros concordaram que esquece-se que há vários outros campos de interesse na blogosfera. O jornalismo é apenas um deles.

Para ir além
"A Palavra na Tela"


Postado por Tais Laporta
Em 8/10/2007 às 12h10


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Literatura na estrada (BH) de Ana Elisa Ribeiro
02. Tim Maia Racional, o disco de Julio Daio Borges
03. Entrevista de Aniversário de Julio Daio Borges
04. Quarteto Borodin de Eugenia Zerbini
05. Preciso de todos de Julio Daio Borges


Mais Tais Laporta no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MERCHANDISING NO PONTO-DE-VENDA
REGINA BLESSA
ATLAS
(2003)
R$ 56,00



CONVERSANDO COM DEUS (LIVRO II)
NEALE DONALD WALSCH
AGIR
(2011)
R$ 22,00



CADÊ A AGUA DO MESTRE ALEIJADINHO (NOVA ORTOGRAFIA)
FERNANDO A. PIRES
FORMATO
(2014)
R$ 34,90



(RE)PENSAR AS PRÁTICAS EDUCATIVAS
ROSA MARIA GOMES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 594,00



A RELAÇÃO ENTRE PÚBLICO E PRIVADO NAS TV CULTURA E TV BRASIL
MELISSA RABELO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



SINASTRIA - ESTUDO DOS RELACIONAMENTOS - TEORIA E PRÁTICA
ANNA MARIA DA COSTA RIBEIRO
HIPOCAMPO
(1989)
R$ 65,00



CARTILHA DO CONSUMIDOR
DEPARTº DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR
SEC. DIREITO ECONÔMICO
(1999)
R$ 6,00



DEMOCRACIA E PARTICIPAÇÃO: REPRESENTAÇÕES DOS ALUNOS DO 3º CICLO
CARIDADE MARIA DIAS COSTA DE ALMEIDA LIMA SANTOS PEREIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 489,00



RELACIONAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA MAÇÃ E TEORIA DA COMPLEXIDADE
MARCIA ROHR DA CRUZ
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



E AGORA, CHE? A REVOLUÇÃO DAS BANANAS
HUMBERTO BORGES
EUROPA (RJ)
(1980)
R$ 28,82





busca | avançada
22804 visitas/dia
1,1 milhão/mês