O fim, segundo Pedro Doria | Digestivo Cultural

busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dos palcos para as leituras radiofônicas
>>> Youtuber apresenta A Jornada do Herói Favelado
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o último episódio do Música Fora da Curva
>>> Historiador Russell-Wood mergulha no mundo Atlântico português da Idade Moderna
>>> Livro ensina a lidar com os obstáculos do Transtorno do Déficit de Atenção
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cultura do remix
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A Linguagem das Coisas, de Deyan Sudjic
>>> Aberta a temporada de caça
>>> 12 de Abril #digestivo10anos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Marco Stefanini e as lições da pandemia
>>> O Outro, um conto de Jorge Luis Borges
>>> Wikipedia: fama e anonimato
>>> John Lennon NYC 1972
Mais Recentes
>>> The Darkness vol2: Demônio Interior de Paul Jenkis pela Panini Comics (2007)
>>> Treasures of Russian Art of the 11th - 16th Centuries de M. V. Alpatov pela Aurora Art Publishers Leningrado (2021)
>>> Tratado Popular de Moxabustão a Medicina Natural Chinesa de Prof. Bartolomeu Alberto Neves pela Portinho Cavalcanti (1987)
>>> The Darkness - vol1: Ressurreição Sombria de Paul Jenkins e Jae Lee pela Panini Comics (2007)
>>> A cabana de William P. Young pela Arqueiro (2008)
>>> Witchblade - Série clássica - Origens vol. 1 de David Wohl, Christina Z., Michael Turner pela Panini Comics (2007)
>>> Legislação Administrativa e Correlata - Constituição Federal de Andreia Mendes Gonçalves Vitagliano pela Lumen Juris (2007)
>>> A menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca (2007)
>>> Sussurro - Hush, Hush de Becca Fitzpatrck pela Intrínseca (2010)
>>> Idea: A Evolução do Conceito de Belo de Erwin Panofsky pela Martin Fontes (1994)
>>> Super-homem Eternamente (Com Pôster!) de Diversos pela Abril (1999)
>>> The Sword of Imagination Memoirs of a half-century of literary conflict de Russel Kirk pela Wm. B. Eerdmans Publishing Co. (2002)
>>> De Praga a Paris O Surgimento, a mudança e a dissolução da idéia estruturalista de José Guilherme Merquior pela Nova Fronteira (1991)
>>> Point Ligne Plan Pour une Grammaire des Formes de Wassily Kandinsky pela Denoel Gonthier (1972)
>>> Pele negra, máscaras brancas de Frantz Fanon pela Ubu (2021)
>>> Esperando Foucault, ainda de Marshall Sahlins pela Ubu (2021)
>>> Escritos de Jacques Lacan pela Perspectiva (2021)
>>> Cours du Bauhaus de Wassily Kandinsky pela Denoel (1975)
>>> Los Buenos Suicidas de Toni Hill pela Debolsillo (2015)
>>> Deixe a Neve Cair de John Green pela Rocco (2021)
>>> Espaço e Lugar (ano 1983 ) de Yi-Fu Tuan pela Difel (1983)
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 13/3/2009
O fim, segundo Pedro Doria

+ de 3500 Acessos

[...]Aqui nos EUA, metade dos jornais vão morrer nos próximos dez anos. Os grandes, tipo New York Times, sobreviverão. Possivelmente sairão menores do que entraram. A curto e médio prazo, a situação no Brasil é diferente. Os governos FH e Lula trouxeram muita gente para a classe média e o número de alfabetizados aumenta. Há mais leitores de jornal. Mas, a longo prazo, isso só quer dizer uma coisa: os grandes grupos de mídia brasileiros têm mais tempo do que os norte-americanos para enfrentar as mudanças que já estão acontecendo. Em sua maioria, estão postergando tais mudanças por dois motivos. O primeiro é que não sabem exatamente o que têm de fazer. O segundo é porque nós, jornalistas, somos bichos extremamente conservadores. Resistimos a mudanças.[...]

[...]aqui nos EUA, os leitores com menos de 40 anos não lêem jornais.[...] Lêem os sites de jornais, é verdade. E é por isso que uma das sugestões da moda é que se os jornais cobrarem alguns centavos por cada artigo on-line tudo se resolve. [...]em todo o Vale do Silício, há uma certeza: jornais não conseguirão cobrar por conteúdo. Por um motivo simples: notícia de graça existe às pencas na Web. O que acontece com quem cobra por conteúdo é que termina sem ser lido. O New York Times cobrava pela leitura de seus colunistas, e o dinheiro lhe rendia uma quantia bastante razoável. Mudou de idéia e sacrificou a fonte de renda porque suas colunas não eram mais tema de debate. Deixar de repercutir é justamente o que um jornal não pode fazer.[...]

[...]Nosso modelo de imprensa não é uma tradição de séculos. Ele data, isto sim, de entre os anos 1920 e 40, nos EUA. Alguns princípios são sacrossantos para nós, jornalistas. Um deles é a separação entre Igreja e Estado: quem mexe com publicidade, nas grandes empresas, não dá pitaco na redação.[...] Outro princípio que corre em nosso sangue é o da isenção e objetividade.[...] O modelo caducou.[...] Vocês, leitores, não acreditam que sejamos objetivos.[...] Não é só no Brasil, é em todo o mundo: leitores não acreditam na objetividade jornalística. E uma campanha publicitária não resolverá o problema.[...] Nos próximos anos, queiramos nós jornalistas ou não, o jornalismo será refundado, recriado, reinventado. Se continuarmos como estamos, na defensiva, fingindo que o problema é apenas um modelo de negócios, o novo jornalismo surgirá independentemente de nós.[...]

[...]pusemos uma rotativa nas mãos de quase todo mundo. Agora, acabou.[...] A 'rotativa' é a internet. O modelo de negócios da imprensa era baseado na escassez de distribuição. Quem tinha o poder de imprimir informação e botá-la nas bancas de todo a cidade, estado ou país podia ganhar muito dinheiro. Acabou. Às vezes, vejo jornalistas discutindo a falta de qualidade de informação on-line como se o produto que produzimos todos os dias fosse a melhor coisa do mundo. Não é.[...] Não é repetindo mil vezes que produzimos algo melhor do que o blog da esquina que vamos convencer alguém disso. Não é repetindo duas mil vezes que alguém tem que pagar pela produção destas notícias que o público, comovido, dará um passo à frente e pagará. A informação que temos é igual à informação que existe em vários outros lugares, de graça.[...]

[...]O jornalista profissional, por ser pago para se dedicar[...], acumula fontes, sabe a quem perguntar, tem acesso a figuras no poder, após anos de experiência sabe o que fazer, não é ingênuo. Blogueiros que trabalham somente à noite poderão fazer o mesmo? Cheguei aos Estados Unidos convicto de que não. Hoje, tenho minhas dúvidas.[...] Não porque o blogueiro solitário fará o que um repórter faz. Mas porque um grande grupo de blogueiros e seus leitores, dedicados a descobrir informação sobre algum assunto, podem ser capazes de mais do que repórteres.[...] Por anos, falei eu mesmo muito mal da Wikipédia. Mas se algo de muito importante está acontecendo em alguma parte do mundo, a página da Wikipédia sobre aquele assunto é a melhor cobertura que há. Lá, gente de toda parte está reunindo o melhor que sai na imprensa por toda parte. Um trabalho, diga-se, incrivelmente responsável, com o cuidado de citação de fontes para cada novo dado.[...]

[...]para mim, como para um enorme número de jornalistas, este processo gera uma ansiedade profunda. Este não é um momento tranquilo. A indústria que está ameaçada, afinal, é aquela que nos paga salários. E, em alguns casos, é um trabalho pelo qual temos uma devoção quase religiosa. Temos uma cultura profundamente arraigada. Este processo de transformação não afeta apenas o jornalismo, evidentemente: a indústria musical e de cinema estão aí para demonstrá-lo.[...] Jornalista adora culpar o patrão. Mas não é só o patrão que é pouco transparente. Nós, enquanto classe, também somos.[...] Se a imprensa é o quarto poder, é o mais opaco dentre eles.[...] É um mundo muito diferente este que está à nossa frente. E as mudanças estão apenas começando.[...]

Pedro Doria, que trocou a redação do Estadão pelo Vale do Silício, em "O futuro do jornalismo. (Que futuro?)".


Postado por Julio Daio Borges
Em 13/3/2009 à 00h59


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Disciplinas isoladas de Ana Elisa Ribeiro
02. Wozniak, iPhone 4, Jobs, Apple de Julio Daio Borges
03. Melhores Outdoors de Julio Daio Borges
04. Montana, blog de Julio Daio Borges
05. Pimenta in Conserva de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Incrível Padre Landell de Moura
Ernani Fornari
Biblioteca do Exército
(1984)



Manual de Primeiros Socorros para Hipocondríacos
James Gorman
Frente
(1995)



Sobreviver, Crescer e Perpetuar Vol1 Tecnologia Empresarial Odebr
Norberto Odebrecht (3ª Edição)
Odebrecht
(1998)



As 100 Seleções Mais Malucas do Futebol
Juan Tigre Peyrú - Paulo Unzelte
Panda Books
(2016)



Peppa - Livro para Colorir
Editora on Line
On Line
(2013)



Invasores Bárbaros 375-511 A. C.
Donald Sobol
Record
(1966)



Mergulhando no Python
Mark Pilgrim
Alta Book
(2005)



Migalhas de Machado de Assis
Machado de Assis; Miguel Matos
Migalhas
(2008)



Escrevinhações de Samuel, o Eterno
Antonio Calloni (dedicatória)
Casarão do Verbo (rj)
(2010)



Iv Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação
Sociedade Brasileira de Computação
Unirio e Sbc (rj)
(2008)





busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês