Russell sobre Wittgenstein | Digestivo Cultural

busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> De Kombi na Praça - Pateo do Collegio
>>> Primeiras edições de Machado de Assis são objeto de exposição e catálogos lançados pela USP
>>> Projeto lança minidocumentário sobre a cultura do Gambá na Amazônia
>>> Cinema itinerante leva sessões gratuitas a cidades do Sudeste e do Sul
>>> Artistas abrem campanha de financiamento para publicação de graphic novel
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Hasta la vista, baby
>>> O amor é importante, porra
>>> Por uma arquitetura de verdade
>>> O criador do algoritmo do YouTube
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Filosofia teen
>>> Extraordinary Times
>>> O melhor programa cultural
>>> As estrelas e os mitos
>>> Open Culture
Mais Recentes
>>> Dia de confissão de Allan Folsom pela Rocco (2004)
>>> Evolução uma Introdução de Stephen C. Stearns e Rolf F. Hoekstra pela Atheneu (2003)
>>> O x da questão de Eike Batista pela Primeira pessoa (2011)
>>> Ruth Cardoso - Fragmentos de uma vida de Ignácio de Loyola Brandão pela Globo (2010)
>>> O trem partiu de Maria Luiza Pereira Ervilha pela Thessaurus (2013)
>>> O pomar de laranjeiras de Kathryn Harrisson pela Objetiva (1995)
>>> Como Trabalhar para um Idiota de John Hoover pela Futura (2005)
>>> O Segredo de Luísa de Fernando Dolabela pela Cultura (2002)
>>> As sete irmãs de Lucinda Riley pela Novo conceito (2014)
>>> Manual ilustrado dos remédios florais do Dr. Bach de Philip M. Chancellor pela Pensamento (1995)
>>> Star Wars : Sombras do império (como novo) de Steve Perry pela Aleph (2015)
>>> Princesa de Jean P. Sasson pela Best Seller (2002)
>>> O desafio japonês de Hakan Hedberg pela Lia (1970)
>>> História do Automóvel - Fascículo 4 de Expressão e Cultura pela Expressão e Cultura
>>> Pais Brilhantes - Professores Fascinantes de Augusto Cury pela Sextante (2003)
>>> Entardecer de Menotti Del Picchia pela MPM (1978)
>>> Viagem ao centro da Terra de Júlio Verne pela Pé da letra (2019)
>>> Introduccion a la economia (Espanhol) de Maurice Dobb pela Popular (1959)
>>> Under the duvet de Marian Keyes pela Penguin books (2001)
>>> Bala na agulha de Marcelo Rubens Paiva pela Siciliano (1992)
>>> Número zero de Umberto Eco pela Record (2015)
>>> Perspectivas do novo sindicalismo de José Ibrahim pela Loyola
>>> A Direção do Olhar do Adolescente de Ana Luiza O. Buratto / Maria Rita C. Dantas pela Artmed (1998)
>>> A vida da igreja de Dong Yu Lan pela Alimento diário (2012)
>>> A mídia e a modernidade de John B. Thompson pela Vozes (1998)
BLOG >>> Posts

Terça-feira, 20/8/2002
Russell sobre Wittgenstein

+ de 3000 Acessos

fonte: Greg O'Keefe

"Um alemão desconhecido apareceu, falando pouquíssimo inglês, mas recusando-se a falar alemão. Era um homem que estudara engenharia em Charlottenburg mas que, durante o curso, adquirira, por si só, uma paixão pela filosofia da matemática e chegava agora a Cambridge com o propósito de acompanhar minhas aulas."

"Meu amigo alemão ameaça tornar-se uma inflição; ele voltou comigo após a aula e ficou discutindo até a hora do jantar - obstinado e contumaz, mas não creio que estúpido." [19/10/11]

"Meu bravio alemão apareceu e argumentou comigo após a aula. Ele veste uma armadura contra todas as investidas da razão. É realmente uma grande perda de tempo conversar com ele." [16/11/11]

* * *

"Meu alemão está hesitando entre a filosofia e a aviação; veio me perguntar hoje se eu achava que ele era um caso totalmente perdido em filosofia. Eu lhe disse que não sabia, mas que achava que não. Pedi-lhe que trouxesse alguma coisa por escrito para me ajudar a avaliar. Ele é rico, e está apaixonadamente interessado pela filosofia, mas sente que não deve dedicar sua vida a ela se não for realmente bom. Sinto uma grande responsabilidade, pois de fato não sei o que penso da sua capacidade." [27/11/11]

* * *

"Wittgenstein foi o grande evento em minha vida - o que quer que possa sair disso. Eu o adoro e sinto que irá resolver os problemas que estou velho demais para resolver - toda espécie de problemas que foram levantados pelo meu trabalho, mas que exigem uma mente fresca e o vigor da juventude. Ele é o jovem que eu poderia esperar."

"Wittgenstein é terrivelmente persistente, monopoliza a palavra e, no geral, é considerado um chato. Como eu realmente gosto muito dele, consegui insinuar essas coisas sem ofendê-lo."

* * *

"Sua disposição é a de um artista, intuitiva e temperamental. Diz que todas as manhãs começa seu trabalho com esperança, e todas as noites o encerra em desespero - sente o mesmo tipo de raiva que eu quando não consegue entender as coisas." [16/3/12]

"Sinto a mais perfeita simpatia intelectual por ele - a mesma paixão e veemência, a mesma sensação de que é preciso compreender ou perecer, as súbitas piadas desfazendo a assustadora tensão do pensamento." [17/3/12]

* * *

"Ninguém poderia ser mais sincero do que Wittgenstein, ou mais destituído da falsa polidez que interfere com a verdade; ele deixa transparecer seus sentimentos e afeições, e isso enternece o coração." [10/3/12]

"Ele abomina a ética e a moral em geral; é deliberadamente uma criatura de impulso e acha que se deve ser assim." [17/3/12]

"Ele é capaz de fazer qualquer tipo de coisa por paixão; mas jamais cometera a sangue frio algum tipo de imoralidade. Sua posição é bastante livre; princípios e coisas do gênero parecem-lhe uma insensatez, pois seus impulsos são fortes e nunca vergonhosos."

* * *

"Tem a sensibilidade do artista ao achar que deve produzir algo perfeito ou então absolutamente nada. Eu lhe expliquei que não iria se formar nem conseguiria lecionar se não aprendesse a escrever coisas imperfeitas - o que só o deixou mais furioso. Por fim, implorou-me que eu não desistisse dele mesmo que houvesse me desapontado."

(Trechos extraídos das cartas de Bertrand Russel a Ottoline Morrell, transcritos do livro Wittgenstein - o dever do gênio, de Ray Monk, Companhia das Letras, 1995, 572 págs.)


Postado por Julio Daio Borges
Em 20/8/2002 às 15h25


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Van Halen ao vivo em 2015 de Julio Daio Borges
02. Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame de Julio Daio Borges
03. José Olympio Pereira, do Credit Suisse, e a bolsa de Julio Daio Borges
04. Contos Clássicos de Fantasma de Julio Daio Borges
05. Antologias por Rodrigo Gurgel de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ao Deus Desconhecido: Um Ensaio Ontológico
Wilson Silva
Kúrios
(2015)



Curso de Direito Comercial - Falência e Recuperação de Empresa
Sérgio Campinho
Saraiva Jur
(2018)



Reiki Universal (Sistema Usui, Tibetano, Osho, Kahuna)
Johnny De' Carli
Madras
(1999)



O Estado Babá
David Harsanyi
Litteris
(2011)



Sampaio Bruno Prosa
Joel Serrão
Agir
(1960)



Saude - Série Bem-estar (2007)
Lilian Rossetti; Heloisa Noronha
Publifolha
(2007)



Tex Nº 104
G. L. Bonelli
Vecchi
(1979)



Administração de Hotelaria Hospitalar
Fadi Antoine Taraboulsi
Atlas
(2003)



Batismo de Fogo
Mario Vargas Llosa
Record/Altaya
(1995)



De La Grâce et de Lhumanité de Jésus
Jacques Maritain
Desclee de Brouwer
(1967)





busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês