escrivinhadora mecânica | Digestivo Cultural

busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Maíra Lour apresenta leitura dramática audiovisual “Insensatez'
>>> Exposição do MAB FAAP conta com novas obras
>>> Projeto Camerata Filarmônica Brasileira apresenta concerto comemorativo no dia 15 de maio em Indaiat
>>> Ação Urgente Contra a Fome - SescSP
>>> 3ª Mostra de Teatro de Heliópolis recebe inscrições até 31 de maio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escândalo na cidade cinzenta
>>> Only the paranoid survive
>>> O belo e o escalafobético
>>> Guia para escrever bem ou Manual de milagres
>>> Irredentismo
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Hitler, de Ian Kershaw, pela Companhia das Letras
>>> Livrarias em tempos modernos
>>> O que é a memética?
Mais Recentes
>>> Chefia - Sua Técnica, Seus Problemas de Wagner Estelita Campos pela Getulio Vargas (1981)
>>> Inovação - a Vantagem do Atacante de Richard Foster pela Best Seller (1988)
>>> Techno Trends 24 Tecnologias Que Irão Revolucionar Nossas Vidas de Daniel Burrus pela Record (1994)
>>> Gestao Efetiva e Privatizacao de Pedro Sabino de Farias Neto pela Qualitymark (1994)
>>> Le Vin de Bourgogne de Jean François Bazin pela Montalba (1976)
>>> O Fim da Qualidade - Autografado de J. L. Banet pela P & A (1997)
>>> Occidente Americano de Jose Ignacio Vasconcelos pela Ni (1977)
>>> Enciclopedia Pratica da Administracao de Empresa de Rogerio Pfaltzgraff pela Rideel
>>> Lasers in Industry de S S Charschan pela Wester Electric (1972)
>>> O Beneficio das Crises de Paulo C. da Costa Moura pela Ltc (1978)
>>> Atenção á Saude da Mulher de Fernando Porto e Outros pela Aguia Dourada (2011)
>>> Focus on Grammar - Teachers Manual de Jay Maurer pela Logman (1995)
>>> Livro do Ano 1990 de Estado de São Paulo pela Agencia Estado (1990)
>>> Administração da Produção de George W. Plossl pela Makron Books (1993)
>>> Palmtops para Iniciantes e Experts de Julio Trois pela Visual Books (2003)
>>> Essential Dictionary:helping Learners With Real English de Collins Cobuild pela Harper (1996)
>>> Macromedia Flashmx 2004 de Anielle Damasceno pela Visual Books (2004)
>>> Manual de Organização Administrativa de Ana Maria Giusti Barbosa pela Prefeitura do Município de Pi (1996)
>>> Filosofia del Lenguaje de Jerrold J Katz pela Martinez Roca (1971)
>>> Itap a Empresa Que Vi Crescer de Fortunato Orlandi pela Plásticos Em Revistas (1991)
>>> 101 Segredos de Sucesso para a Pequena Empresa de Jane Applegate pela Best Seller (1992)
>>> Safety of Water Disinfection:balancing Chemical & Microbial Risks de Gunther F Craun pela Ilsi (1993)
>>> Humanizando Meu Trabalho e Criando Meu Futuro de Selma Costa pela Stf (1997)
>>> Vocabulario Latim-portugues / Portugues-latim de Ana T Sieglar pela Saraiva (1944)
>>> Biblioteca de Secretariado Executivo 1 de Abel Ferraz Souza pela Iracema (1971)
BLOG >>> Posts

Terça-feira, 7/6/2005
escrivinhadora mecânica

+ de 900 Acessos

Acabo de comprar uma máquina de escrever. Pois é, eu sou meio anacrônico. Mas juro que há um porquê de eu ter feito isso. Não é pelo charme nem por nostalgia adquirida (do estilo "ah, como eu queria ter vivido nos anos 60"), e sim pelo exercício. Explico-me.

A melhor coisa de um computador, pra quem gosta de escrever, é a facilidade. Você pode corrigir o texto ad aeternum, recortar um trecho e mudá-lo de lugar, apagar parágrafos inteiros com uma tecla, inserir uma frase no meio, trocar palavras repetidas, enfim, mudar tudo o que você quiser com o menor esforço. Mas, ao mesmo tempo em que isso é genial, na minha opinião também atrapalha no desenvolvimento de um possível escritor. Afinal, é tudo muito fácil. Você não tem a menor obrigação de escrever algo decente, porque pode reler, mudar tudo, reescrever ali mesmo, no original, sem deixar vestígios. E isso é ruim? Pra mim, é.

Quando eu decidi escrever a sério numa máquina de escrever pela primeira vez foi uma desgraça. Não conseguia articular as orações direito, repetia a mesma palavra quinze vezes numa frase, recomeçava a escrever a cada duas linhas. Ou seja: estava viciado em ctrl+c e ctrl+v. Não conseguia escrever ali, no papel; meu pensamento precisava ser mediado por todos os recursos tecnológicos de um computador para tornarem-se texto. Eu estava limitado.

Mas aí decidi insistir. E continuei escrevendo na máquina lá de casa, uma velha Olivetti da minha mãe (ela sempre conta que comprou o primeiro carro dela com aquela máquina). E qual não foi a minha surpresa quando percebi que meu texto estava melhorando a olhos vistos. Eu sentia as palavras fluírem com mais naturalidade. Desenvolvi a capacidade de construir as frases mentalmente antes de escrevê-las, e fazia isso naturalmente, automaticamente. Com isso, a própira qualidade do que eu escrevia melhorou; tornei-me mais articulado. Afinal, eu não podia voltar atrás; quando se escreve numa máquina de escrever, o texto já está ali, no papel, e não dá pra corrigir. Ou melhor, até dá, mas fica a marca, não é limpo e fácil como na tela. Além disso, corrigir no papel envolve parar de datilografar, tirar a mão do teclado, pegar uma caneta... É todo um trabalho que atravanca o processo da escrita. Então você se força a escrever decentemente logo de primeira, começa a se policiar e a usar a cabeça. Claro, reescrever é um processo vital, essencial, mas trata-se de coisas diferentes. Uma coisa é só conseguir escrever com a ajuda de um computador. Outra é desenvolver e melhorar um texto através da reescritura.

E é por isso que agora há uma Olivetti Lettera 32 na minha mochila (saindo um pouco pra fora porque não cabe inteira): porque nada como uma máquina de escrever para aprender a escrever.

(E, além disso, é muito mais charmoso. Eu sei que disse no começo do post que não tinha comprado a máquina pelo charme, e é verdade. Mas que ele é um bônus muito bem-vindo, isso é.)

Cássio Koshikumo, no carta.fechada, que linca pra nós (porque ele pensa, mais ou menos, como eu - que escrevo a mão).


Postado por Julio Daio Borges
Em 7/6/2005 às 11h50


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Steve Jobs em 1997 de Julio Daio Borges
02. Alberto Dines sobre a Copa de Julio Daio Borges
03. À propos de Nice (1930) de Yuri Vieira
04. Black Sabbath 1970 de Julio Daio Borges
05. 16 de Julho #digestivo10anos de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Espacio Público y Privatización del Conocimiento: Estudios Sobre
Pablo Gentili e Bettina Levy (compiladores)
Clacso
(2005)



No Terceiro Dia
Piers Paul Read
Siciliano
(1992)



Holy Scruptures: a Symposium on the Great Scriptures of the World
Sri Ramakrishna Math
Sri Ramakrishna Math
(1989)



A Educação Escolar Em Perspectiva Histórica
Maria Elisabeth Blanck Miguel e Outro
Autores Associados
(2005)



Guia Capricho Familia Enfim, um Lar Doce Lar
Adriana Teixeira
Marco Zero
(2009)



Avaliando o Desempenho da Universidade
Adriane Cavalieri
Loyola
(2004)



Grammaire: Difficultés Usages 4000 Exemples
Rene Lagane (introdução) Larousse (capa Dura)
Larousse (paris)
(1989)



Men, Women and Relationships: Making Peace With the Opposite Sex
John Gray
Beyond Words Pub Co
(1993)



The Jews of the United States 1790-1840: a Documentary History
Joseph L. Blau e Salo W. Baron (três Volumes)
Columbia University
(1969)



Um Conto de Natal
Charles Dickens
L&pm Pocket
(2007)





busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês