Combattimento em São Paulo | Digestivo Cultural

busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Tiro ao alvo
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Literatura na poltrona
>>> Eduardo Arcos en el EBE 2008
>>> Nasce um imortal: José Saramago
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Coração generoso
>>> Música Discreta
>>> Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe
>>> Sobre Sherlock Holmes
>>> 7 de Setembro
>>> Onde moram as crônicas
Mais Recentes
>>> Segurança e Medicina do Trabalho - Normas Regulamentadoras de Roberto Salvador Reis pela Yendis (2007)
>>> Segurança e Medicina do Trabalho - Normas Regulamentadoras de Roberto Salvador Reis pela Yendis (2007)
>>> Espaços fechados e cidades de Maria encarnação beltrão sposito pela Unesp (2013)
>>> Novo Michaelis - Dicionário Ilustrado Vol 2 English-portuguese de Fritz Pietzschke pela Melhoramentos (1976)
>>> Novo Michaelis - Dicionário Ilustrado Vol 1 Inglês-português de Fritz Pietzschke pela Melhoramentos (1976)
>>> Ame e Dê Vexame de Roberto Freire pela Guanabara (1990)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins pela Record (1973)
>>> O Neto do Chefão de George William Rae pela Record (1972)
>>> O Advogado do Diabo de Morris West pela Civilização Brasileira (1963)
>>> Ldb Interpretada - Diversos Olhares Se Entrecruzam de Iria Brzezinski Org pela Cortez (2000)
>>> Discours sur l'origine et les fondements de l'inégalité parmi les hommes de Jean-Jacques Rousseau pela Le Livre de Poche (2006)
>>> Une Politique de la langue: La Révolution française et les patois : l'enquête de Grégoire de Michel de Certeau; Dominique Julia; Jacques Revel pela Gallimard (2002)
>>> Aux bords du politique de Jacques Rancière pela Gallimard (2004)
>>> La dissertation de Aude Lemeunier pela Hatier (2002)
>>> Le symbole et son interprétation I - Comprendre et interpréter de Françoise Raffin pela Delagrave (2004)
>>> Cuca Fundida de Woody Allen pela L&pm (1978)
>>> Gestão Democrática na Escola Pública de Vitor Henrique Paro pela Ática (2003)
>>> Terra de Peixes Volume II - Memórias de Rio das Ostras de Selma Rocha e Outros pela Fundação R. O. de Cultura (1997)
>>> Celebração de Ismênia Sales Pires pela Litteris Kroart (1997)
>>> Topázio de Leon Uris pela Record (1983)
>>> Palácio Tiradentes - Lugar de Memória do Parlamento Brasileiro de Alerj pela Fgv (1997)
>>> O Remorso de Baltazar Serapião V. Hugo Mãe de Valter Hugo Mãe pela Biblioteca Azul (2018)
>>> A Vida e Obra de Willian Shakespeare de Morgana Gomes pela Minuano Cultural (2001)
>>> Mensagens do P.Marcelo Rossi - Momentos da Fé de Padre Marcelo Rossi pela Gold (2000)
>>> Efeito Colateral - Maternidade: Produção Independente de Vittorio Fulchignoni pela Zem (2012)
BLOG >>> Posts

Domingo, 3/11/2013
Combattimento em São Paulo

+ de 1600 Acessos

O Combattimento Consort Amsterdam apresentou-se ontem na Sala São Paulo, como última atração da temporada de 2013 da Sociedade de Cultura Artística. Com muitos aplausos, bravos e extras! A formação, criada em 1982, pelo violinista Jan Willem de Vriend, dedica-se à música composta entre 1600 e 1830.

Na apresentação, três pontos altos: a interpretação do jovem cellista Thomas Carroll do adágio do concerto para violoncelo nº 1 em dó maior de Joseph Haydn(1732-1809); a suíte Les Boréades, do francês Jean Philippe Rameau (1683-1764) e a sinfonia nº 44 em mi menor, também daquele primeiro compositor austríaco, conhecida por "Fúnebre" ou "do Luto" (Trauer).Em outras palavras, destaque para a maior parte do programa.

De trás para frente: por coincidência (ou não), a sinfonia "Fúnebre" serviu de homenagem ao dia de Finados (2/11). Assim, levou o pensamento à humanidade que nos antecedeu e à lembrança de todos os compositores e intérpretes que "sur les balcons du ciel, en robes surannées" banham de luz nossas vidas até hoje (sobre os balcões do céu, em roupas fora de moda, Baudelaire, Flores do mal). Finalizada em 1772, a sinfonia "Fúnebre" deve seu nome ao fato de o compositor ter determinado que a mesma fosse tocada em seu funeral.

Já a suíte "Les Boréades"(ou os descendentes de Bóreas), é um conjunto de fragmentos da ópera de mesmo nome, composta por Rameau. O enredo baseia-se na mitologia e abre espaço no palco para a presença de uma deliciosa engenhoca: o eóliofone, mais popularmente, a "máquina de vento". A rainha da Báctria apaixona-se por Abaris. Todavia, tem que casar-se com um descendente de Bóreas, deus do vento norte. Para seguir os ditames de seu coração, a rainha abdica, mas, durante a cerimônia de casamento, é levada por uma ventania, que a conduz para junto de Bóreas e de seu filho. Abaris parte em seu encalço e desafia ambos para luta. Todavia, surge Apolo, que tudo esclarece, afirmando que Abaris é filho de uma ninfa que descende de Bóreas. Não há, por isso, obstáculo para o casamento. Ontem, a máquina de vento era uma estrutura de metal acobreado que girava, recoberta de pano. Os séculos XVII e XVIII admiraram esses truques de cena. Mas, não só eles. Recentemente, em apresentação de O navio fantasma, ópera de Richard Wagner, no Teatro da Paz, em Belém do Pará, lançou-se mão de um desses engenhos.

Rameau, nascido em Dijon - terra da mostarda e dos bons bourgognes -, foi concorrente musical de Jean Baptiste Lully, o favorito do rei Luis XIV. Este, além de cunhar o bordão "O Estado sou eu", notabilizou-se por seu gosto pelo espetáculo, principalmente pela dança (ele mesmo apreciava fazer demonstrações de seus passos para a corte). O compositor era octagenário quando começaram os ensaios de Les Boréades. A montagem era complicada, o teatro pegou fogo, Rameau faleceu, o certo é que apenas na década de 1960 essa ópera, em seus cinco atos, foi montada pela primeira vez.

A surpresa agradabilíssima ficou a cargo da substituição de solistas no concerto para violoncelo e orquestra de Haydn. Mesmo desconhecendo a substituída, aposto que o público ganhou: o galês Thomas Carroll, nome para se anotar. Foi emocionante escutá-lo tocar o adágio do concerto de Haydn. A continuação seguiu na recordação desse trecho.

De acordo com o programa distribuído, essas apresentações em São Paulo podem ser uma das derradeiras do Combattimento Consort Amsterdam contando com de Vriend como spalla e na direção artística do conjunto. A partir de 2014, após 32 anos à frente da formação, o músico irá dedicar-se à regência de orquestras. Que o Combattimento dê continuidade a suas atividades, não se afastando nem de sua vocação, nem de sua qualidade.

O Combattimento Consort Amsterdam apresenta-se na Sala São Paulo ainda uma vez, no dia 6 de novembro próximo, quarta-feira, às 21 hs, com o mesmo programa de ontem, encerrando com galhardia a temporada 2013 da Sociedade de Cultura Artística, cuja programação para 2014 já está disponível.

Concluindo, entreato, "Os ventos", da ópera Les Boreades, de J.P. Rameau (sem indicação de intérprete), onde se escuta a "máquina de vento".





Postado por Eugenia Zerbini
Em 3/11/2013 às 19h52


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Literatura na estrada (BH) de Ana Elisa Ribeiro
02. Nosso Lar de Ricardo de Mattos
03. Inagaki por Augusto Nunes de Julio Daio Borges
04. Dia Mundial de Combate à Aids de Julio Daio Borges
05. Digitem à vontade de Julio Daio Borges


Mais Eugenia Zerbini no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Inventário da produção pública no Brasil entre 1930 e 1964
Nabil Bonduki e Ana Paula Koury
Unesp; Sesc São Paulo
(2014)
R$ 168,00



Oeuvres Poetiques Completes
Charles Peguy
De La Pleiade
(1954)
R$ 90,00



Rupturas: Poemas em busca de um eixo - Ana Maria Amaral (Poesia brasileira)
Ana Maria Amaral
Ateliê Editorial
(2011)
R$ 15,00



O Amigo
Giorgio Agamben
Argos
(2014)
R$ 40,00



Pai
Darcio Valente
Edições Galo Branco
(2010)
R$ 9,42



Les Pauvres En Esprit
S. Légasse
Cerf (paris)
(1974)
R$ 27,28



E a Bíblia Tinha Razão
Werner Keller
Melhoramentos
(1964)
R$ 6,90



Uma Professora Muito Maluquinha
Ziraldo
Melhoramentos
(1995)
R$ 15,00



Topologia
Armando Machado
Universidade Aberta
(1995)
R$ 48,77



Posso Te Dar Meu Coração?
Ganymédes José
Moderna
(2007)
R$ 33,00





busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês