Alguns filmes do Oscar 2015 | Digestivo Cultural

busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Com 21 apresentações gratuitas, FLOW Literário aborda multi linguagens da literatura
>>> MASP, Osesp e B3 iniciam ciclo de concertos online e gratuitos
>>> Madeirite Rosa apresenta versão online de A Luta
>>> Zeca Camargo participa de webserie sobre produção sustentável de alimentos
>>> Valéria Chociai é uma das coautoras do novo livro Metamorfoses da Maturidade
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Auf! Auf!
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> 15 de Junho #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Auto-ajuda empresarial: reunite crônica
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Pesquisa e blog discutem "Marca Amazônia"
>>> Vida e morte do Correio da Manhã
>>> O site de Dorival Caymmi
>>> Entrevista à revista Capitu
Mais Recentes
>>> Por Que os Homens Têm Medo de Compromisso? de Steven Carter / Julia Sokol pela Sextante (2009)
>>> Devoradores de Mortos: o manuscrito de Ibn Fadlan, relatando suas experiências com os nórdicos em 922 de Michael Crichton pela Rocco / L&PM (2009)
>>> O Caminho da Cura: despertando a sabedoria interior de Deepak Chopra, M. D. pela Rocco (1999)
>>> Os Exilados da Capela de Edgard Armond pela Aliança (1989)
>>> TERRA - O Jardim de Experiências de Rodrigo Romo pela Shanthar (2013)
>>> Contos de Cemitério - Amor Humor Terror de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> A COSMOGÊNESE DE SHANTAR - Códigos Voronandeck de Rodrigo Romo pela Shanthar (2008)
>>> Futebol Campista - 100 anos de glórias e histórias (1910 - 2010) de Aristides Leo Pardo pela KRK Editorial (2021)
>>> Conclave de Roberto Pazzi pela Alfaguara (2006)
>>> SUPRACONFEDERAÇÃO Ordem Lanonadeck - Os Criadores e Manipuladores da Vida de Rodrigo Romo pela Shanthar (2019)
>>> A Companheira de Viagem de Fernando Sabino pela Círculo do Livro
>>> O Advogado do Diabo de Morris West pela Círculo do Livro
>>> Fragmentos de Acrílico de Ronaldo Macedo pela Alvor (1987)
>>> Variações da Palavra Dor de Therezinha Russo pela Antares (1981)
>>> A EXPERIÊNCIA MORONTIAL - A Evolução Multidimensional Física de Rodrigo Romo pela Shanthar (2016)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin de Eide M. Murta Carvalho Organização pela Martin Claret (1986)
>>> Poemas de Amor de William Shakespeare pela Pocket Ouro (2009)
>>> O Pensamento Vivo de Buda de José Geraldo Simões Jr Tradução e Pesquisa pela Martin Claret (1985)
>>> O Quarto Protocolo de Frederick Forsyth pela Record
>>> História de Sinais de Luzia Faraco Ramos pela Ática (2002)
>>> Guia Rápido para Lidar Com Pessoas Difíceis de Murray Oxman pela Gente (2008)
>>> Tai-pan - Volume 2 de James Clavell pela Record
>>> Fernão Capela Gaivota de Richard Bach pela Círculo do Livro
>>> D.Pedro II de Cristiane Costa pela VeraCruz (2005)
>>> O Santuário da Montanha - História Ilustrada do Retiro de Itamonte de Associação Oriente-ocidente pela Associação Oriente-ocidente (2013)
BLOG >>> Posts

Sábado, 21/2/2015
Alguns filmes do Oscar 2015

+ de 1900 Acessos

Seguem minhas impressões sobre alguns filmes indicados ao Oscar deste ano:

Whiplash (2014): Treinamento musical à la SEALs. Sangue, suor e lágrimas. (Mais sangue do que você imagina.) O sargento não é negro, mas é durão e careca. Em vez de ir à guerra, vão ao jazz. Muito bom. Talento e muita força de vontade. Oscar de Melhor duelo mestre-discípulo.

Interstellar (2014): Após esquecer como se fabricam aspiradores de pó, terráqueos decidem abandonar a Terra. Viagem de volta para o futuro da maionese passando pelo passado poeirento. (Ninguém liga para o bisavô, nem sequer quando ele é astronauta.) No fundo, a única coisa que realmente me interessou nesse filme não está nele: como teria sido a espera de duas décadas do astronauta negro largado sozinho na nave espacial? Sinistro. Oscar de Melhor desperdício de premissa.

Nightcrawler (2014): Que bosta de filme! Uma câmera na mão (do protagonista psicopata) e uma droga de roteiro (na cabeça do diretor). Oscar para Melhor esposa que aceita trabalhar no filme pretensioso do marido.

The Grand Budapest Hotel (2014): Que belíssima e bem fotografada merda! Se você fuma maconha antes de entrar no cinema, irá curti-lo, pois, ao se perder no enredo graças a insights alheios à narrativa, não perderá nenhuma história que valha a pena acompanhar - e ainda curtirá a paisagem! (Não foi o meu caso.) Oscar de Melhores efeitos do THC.

Ida (2014): Noviça polonesa de origem judia deixa convento para descobrir, em companhia da tia juíza, o que foi feito de seus pais. Cicatrizes da Segunda Guerra. Anti-semitismo de vizinho interesseiro. Cena deprimente: um enterro ao som de L'Internationale. Bom filme. Antes de renunciar ao mundo é preciso experimentá-lo - ao menos um pouquinho.

The Imitation Game (2014): Que perda de tempo! Quanta mentira! Quer fazer uma cinebiografia? Então pare de contar lorotas: os poloneses já haviam quebrado o código da máquina Enigma anos antes dos ingleses; havia mulheres na equipe de criptógrafos (por isso é ridícula a crítica feminista em certa cena do filme; ora, o país já havia sido governado por duas grandes rainhas!); Turing não escreve sozinho uma carta para Churchill, mas, sim, em conjunto com os demais cientistas; ele não construiu aquele computador sozinho como quem trabalha na garagem de casa; eles, os cientistas, não decidiram por conta própria quais ofensivas nazistas seriam contra-atacadas; não se sabe realmente se Turing cometeu suicídio ou se foi "suicidado", etc. Enfim, Oscar de Filme que mais irritou os poloneses, a exatidão e a veracidade.

Gone Girl (2014): Que pé no saco! Trama tão estúpida que nem dá vontade de comentá-la. (Ela, a girl, foi tarde e não devia ter voltado.) Em suma: clube da luta supostamente vencida pelo suposto sexo frágil. Oscar de Final mais deprimente.

Leviafan (2014): Bom. Livro de Jó em russo. Mas faltou a conclusão. Um detalhezinho só, no final. (Será possível que até o autor da Bíblia - "J", segundo Harold Bloom - entenda mais de roteiro?) Mas continua sendo um bom filme. Vale a pena. Oscar de Que droga de vida.

The Theory of Everything (2014): Sessão da tarde. Físico que desconhece Wolfgang Smith ainda acredita existir uma Teoria de Tudo (TGU). Não havendo, torna-se famoso por uma teoria equivocada e por ser o primeiro a refutá-la. Mais um, menos um, igual a zero. Oscar de Melhor cara torta.

American Sniper (2014): Ótimo. "O verdadeiro guerreiro luta não porque odeia o que está à sua frente, mas porque ama o que está atrás." (Chesterton) Os progressistas odeiam esse filme tanto quanto amam Che Guevara, o que diz muito sobre eles. Oscar de Melhor pontaria.

Boyhood (2014): Interessante, mas infelizmente não existe no Oscar a categoria "Melhor espera de crescimento de ator". Precisava? [Muxoxo] Longa sessão da tarde. Sessão da tarde inteirinha. De toda uma tarde... Sim, interessante, mas também termina tragicamente: o coitado ingressa na universidade! Que horror. Oscar de Mais momentos propícios para se ir ao banheiro sem perder absolutamente nada do enredo.

Birdman (2014): Mimimi de ator hollywoodiano querendo reconhecimento da crítica nova-iorquina. Realismo esquizofrênico. Mais do mesmo cine-hospício. Aula de plano-sequência. (Lembra minha conversa com Dib Lutfi sobre o melhor câmera ser como alguém em projeção astral.) Oscar de Melhor corrida de táxi.

Foxcatcher (2014): Contra a vontade da aristocrática mãe, que prefere cavalos, Riquinho Rico compra lutadores para brincar com eles no quintal da sua mansão. Ou seja, mais cine-hospício. Neste caso, em doses homeopáticas. O que impressiona é que, apesar das frescuras, e nesta época em que toda cinebiografia quer-porque-quer provar que todo biografado foi gay, ninguém libera o fiofó. Steve Carell, como todo ator que interpreta malucos, corre o risco de levar um prêmio. Oscar de Melhor agarra-agarra sem conotação sexual.


Postado por Yuri Vieira
Em 21/2/2015 às 09h08


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ambulante teve 3 mil livros queimados de Julio Daio Borges
02. Stan Getz e Oscar Peterson de Julio Daio Borges
03. Peterson e Pass 1987 de Julio Daio Borges
04. Mozart 11 com Barenboim de Julio Daio Borges
05. A lua de mel durou pouco de Julio Daio Borges


Mais Yuri Vieira no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Espelho não mente
Shirley Souza
Escala educacional
(2008)
R$ 10,00



The Anopheline Mosquitoes of the Caribbean Region
W. H. W. Komp
Government Print Office
(1942)
R$ 47,38



La Pologne Face Aux Envahisseurs
Histoire Pour Tous, Nº 29 - Janvier 1982
Editions Historiques (paris)
(1982)
R$ 33,28



Cuide Su Gato
Betty Meins
Hispano Europea
(1985)
R$ 12,00



O que esperar quando você está esperando
Heidi Murkoff+Arlene Eisenberg e Sandee Hathaway
Record
(2011)
R$ 20,00



A Quietude da Terra, Vida Cotidiana, Arte Contemporânea e Projeto Axé
France Morin
Museu de Arte Moderna da Bahia
(2000)
R$ 20,00



As Medicinas Diferentes
Leprince / Fouqué
Três
(1973)
R$ 7,00



Tudo Sôbre Fotômetros
João Koranyi
Iris
(1955)
R$ 13,00



Descubriendo Machu Picchu: Camino Inca y Choquequirau
José Miguel Helfer Arguedas,
Hipocampo
(2008)
R$ 17,82



Passarinho
Crystal Chan
Intrínseca
(2014)
R$ 12,00





busca | avançada
96458 visitas/dia
2,3 milhões/mês