Irmãos Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
77164 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Yassir Chediak no Sesc Carmo
>>> O CIEE lança a página Minha história com o CIEE
>>> Abertura da 9ª Semana Senac de Leitura reúne rapper Rashid e escritora Esmeralda Ortiz
>>> FILME 'CAMÉLIAS' NO SARAU NA QUEBRADA EM SANTO ANDRÉ
>>> Inscrições | 3ª edição do Festival Vórtice
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Barsa versus o Google
>>> Sobre a mulher que se faz de vítima
>>> Coleção Por que ler, da Editora Globo
>>> Realismo histérico
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
>>> 6 de Novembro #digestivo10anos
>>> Relendo clássicos
>>> O Presépio e o Artesanato Figureiro de Taubaté
>>> Era Meu Esse Rosto
>>> Do Comércio Com Os Livros
Mais Recentes
>>> Livro Na Vida Dez, Na Escola Zero de Terezinha. Carraher pela Cortez (1994)
>>> Livro Voce Verdadeiramente Nasceu De Novo Da Agua E Do Espirito? de Paul C. Jong pela Hephzibá (2002)
>>> Livro Luz no lar de Francisco Cândido Xavier por Diverso Espíritos pela Feb (1968)
>>> Livro As Perspectivas Construtivista e Histórico-cultural na Educação Escola de Tania Stoltz pela Ibpex (2008)
>>> Livro El Desarrollo Del Capitalismo En America Latina. Ensayo De Interpretacion Historica (spanish Edition) de Agustin Cueva pela Siglo Xxi (2002)
>>> O Fantástico Homem do Metrô 8 edição. - coleção veredas de Stella Carr pela Moderna (1993)
>>> Missão Ninok: se tem medo do futuro não abra o livro de Bernardino Monteiro pela Artenova (1980)
>>> Os Bichos Que eu Faço - coleção girassol 1ª edição. de Telma Guimarães Andrade pela Moderna (1991)
>>> Enfermagem Médico-Cirúrgica em Unidade de Terapia Intensiva de Eliza Kaori Uenishi pela Senac (2008)
>>> Primeiras Linhas de Direito Processual Civil - Volume 1 de Moacyr Amaral Santos pela Saraiva (2002)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Estadão
>>> Um Certo Suicídio de Patricia Highsmith pela Best Seller
>>> Domine Seu Sistema Nervoso Pelo Treinamento Autógeno de Karl Robert Rosa pela Ediouro
>>> Introdução à Literatura no Brasil de Afrânio Coutinho pela Distribuidora de Livros Escolares (1975)
>>> Pedro Vira Porco-Espinho de Janaina Tokitaka pela Jujuba (2017)
>>> O Grande Livro dos Contrários. Das Formas e das Cores de Frederic Kessler pela Cortez (2018)
>>> A Perigosa Idéia de Darwin de Daniel C. Dennett pela Rocco (1998)
>>> Dicionário de Saúde de Carlos Roberto Lyra da Silva pela Difusão (2006)
>>> A Cidade e as Serras de Eça de Queiroz pela Folha de S.Paulo (1997)
>>> Fodor's Arizona 2001: Completely Updated Every Year de Fodor's pela Fodor's (2000)
>>> Herobrine - A Lenda (livro 1) de Mikhael Línnyker F Rodrigues pela Geracao Editorial (2020)
>>> Um Ano Inesquecivel de Paula Pimenta; Babi Dewet pela Gutemberg (2015)
>>> Aspectos Polêmicos da Atividade do Entretenimento de Vários Autores pela Apm (2004)
>>> Delta de Vênus de Naïs Nin pela Círculo do Livro (1989)
>>> O Processo de Franz Kafka pela Folha de S.Paulo (2003)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 20/7/2015
Irmãos Amâncio
+ de 4700 Acessos

Atendendo a pedidos, publicamos pequenas entrevistas com os Blogueiros do Digestivo. (Até que a plataforma esteja 100% pronta e você conheça os blogs propriamente ditos...!) - JDB

1. Qual é a sua história com o Digestivo? (Como conheceu; há quanto tempo lê; por que acredita na iniciativa do Digestivo Blogs.)

Angélica Amâncio ― Um amigo me encaminhou um texto, anos atrás. Li outro, outro... E passei a acompanhar a página, que tem muitas contribuições interessantes, como a ideia do Digestivo Blogs!

Luís Fernando Amâncio ― A iniciativa do Digestivo Blogs é muito boa. O Digestivo se tornou um canal de confluência para pessoas que acompanham a produção cultural. Dar voz a esses leitores, que não por acaso acompanham o site, certamente ampliará o diálogo, potencializará as trocas de experiências.

2. Qual é o seu "background" (sua formação)? De onde vem; o que estudou; quais trabalhos seus citaria etc.

Angélica ― Eu nasci em Três Corações e passei a vida, até aqui, estudando Literatura: graduação, mestrado e doutorado... Pode parecer um tanto quanto "monocromático" a princípio, mas a gente sabe que, de monocromática, a literatura não tem nada. No meu caso, posso dizer que ela colore muito a minha vida.

Luís Fernando ― Minha formação é em História. Fiz a graduação e o mestrado na UFMG, com dissertação sobre o movimento de Cinema Novo e o conceito de culturas políticas. Paralelamente, me dedicava à produção literária, atividade à qual dou maior atenção agora.

3. Sobre quais temas vai falar/tratar no seu blog?

Angélica ― Sobre coisas que façam o coração pulsar diferente: filmes, livros, viagens, shows de rock, dias de chuva, partidas de futebol e ― por que não? ― política, desigualdade, dor.

Luís Fernando ― Estou com muita vontade de escrever crônicas, justamente por ser um gênero que nos permite, com o pretexto de tratar do cotidiano, flutuar entre vários temas.

4. Você já teve blog? Se sim, qual (ou quais), e com que repercussão?

Angélica ― Tenho um blog que, ultimamente, atualizo muito pouco. Foi criado com o intuito de domesticar um pouco a escrita, produzir semanalmente, disciplinadamente. Nos primeiros anos, o projeto foi eficaz e teve alguns leitores. Depois minha energia foi sendo sugada pela escrita acadêmica. Agora é hora de redirecioná-la para o "literário" outra vez.

Luís Fernando ― Também tenho um blog, forma que encontrei para compartilhar textos com amigos ou quem mais se aventurar a lê-los. De fato, ter um blog é um ótimo exercício ― não dá para deixar os textos empoeirando no HD do computador. Mas também tenho atualizado pouco meu blog...

5. Qual é sua relação com a escrita? Já escreveu em outros veículos/sites? Já publicou? Como foi a sua experiência nesse sentido (de colaborar e/ou publicar)?

Angélica ― Publiquei contos em coletâneas, poemas em revistas, textos em jornal, além de resenhas, artigos, ensaios acadêmicos. Estou com meu primeiro livro de poemas pronto, para ser lançado até o final deste ano.

Luís Fernando ― Participei de coletâneas de poemas, de crônicas e de contos. Recentemente, como premiação no "Prêmio LiteraCidade Jovem", publiquei meu primeiro livro, Contos de Autoajuda para Pessoas Excessivamente Otimistas, pela editora que nomeia o certame.

6. Como é se interessar por cultura, ou ter uma atividade intelectual, ou simplesmente ler o Digestivo, num país como o Brasil, ou sendo brasileiro? É uma profissão de fé? Ou é um desafio que te motiva (no dia a dia)?

Angélica ― Acredito que cultura seja uma questão de círculo social, de vontade, de oportunidade ― não exatamente de país. Há muita gente interessada em cultura no Brasil, assim como há muitos indivíduos nos países ditos "desenvolvidos" que passam as noites vidrados na programação paupérrima de certos canais de TV (e, sim, a programação também pode ser paupérrima por lá!). Ter uma atividade cultural, seja onde for, tem a ver com isso: ajudar a produzir a oportunidade ― que as pessoas são livres para apreciar ou refutar, é claro.

Luís Fernando ― Não consigo pensar em cultura por um viés que não seja o antropológico, ou seja, cultura como conjunto de práticas e representações que determinada coletividade tem em comum. E, nesse sentido, o Brasil tem uma cultura muito rica, diversa. Particularmente, acho que o maior desafio para a atividade intelectual é transformá-la em um diálogo amplo com o maior número possível de pessoas. Não basta ficar restrito a um pequeno círculo de pares, de iguais. Nem achar que só será ouvido: diálogo indica troca. O intelectual também precisa ouvir.

7. Você acha que, através da internet, podemos mudar esse cenário (de pouca cultura, pouco interesse pela vida intelectual, parca discussão de ideias etc.)?

Angélica ― A internet ajuda a difundir a cultura, isso é inegável. Mas a gente sabe que tem muito vídeo engraçado no YouTube, muita chamada sensacionalista na primeira página do Yahoo, muito famoso mostrando a boa forma na praia. Convenhamos: é difícil competir com tudo isso. Só que a gente insiste, sabendo que não dá para ganhar todas ― nem para perder também.

Luís Fernando ― Penso na internet como um oceano. Quantas possibilidades de trajetos e de descobertas um oceano guarda? Muitas. Mas as pessoas costumam seguir por caminhos que já conhecem, dia após dia, o mesmo trajeto: ou seja, mal utilizado, oceano é como um riacho, um caminho só. A internet tem muito potencial, já é uma revolução por agrupar pessoas por afinidades e não pela geografia. Mas, sem espírito desbravador, a internet não se efetiva em todo seu vigor.

8. Quais foram suas maiores influências? (Não precisa, necessariamente, ser alguém conhecido ou "famoso". Pode citar obras e/ou experiências também.) Quais "modelos" pretende seguir (ou te servem de referência)?

Angélica ― São muitas as influências. Professores, escritores, amigos, familiares, personagens. Meursault, Sal Paradise, Antoine Roquentin, e tantos outros, ensinaram-me um pouco a ser assim no mundo.

Luís Fernando ― Literatura beat, contemporânea, animes, rock, Hermes e Renato, o cinema menos domesticado... Há tanto para se experimentar que fico pouco pensando em quem realmente me influencia.

9. Mais alguma coisa que os Leitores precisam saber de você (mais alguma coisa que você gostaria de falar e eu não te perguntei)?

Angélica ― A ideia para o blog era escrevê-lo em parceria com o meu irmão e, por isso, chamá-lo Irmãos Amâncio - numa referência descarada aos Irmãos Coen, Campos ou Lumière, tanto faz. É um projeto antigo nosso e vimos na proposta do Digestivo Cultural uma oportunidade de colocá-lo em prática. Ele acabou sendo dividido (Luís Fernando e Angélica), para evitar confusões nas autorias, mas a ideia é a mesma. Afinal, sob o título de Digestivo Blogs, continuamos escrevendo juntos!

10. Onde mais a gente pode te encontrar? (Links ou referências, na internet, que você quiser/puder passar...)

Angélica ― Dá para ler textos antigos no blog fragellytee.blogspot.com.br

Luís Fernando ― E meu blog é o wwsuicide.blogspot.com

Nota do Editor
Angélica e Luís Fernando Amâncio compõem o grupo de blogueiros do Digestivo Cultural ;-)


Postado por Julio Daio Borges
Em 20/7/2015 às 18h57

Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Física. Contexto & Aplicações - Volume 1
Varios Autores
Scipione
(2011)



O Presente do Meu Grande Amor - Doze Histórias de Natal
Stephanie Perkins
Intrínseca
(2014)



A Reforma Trabalhista na Visão da Ajd Análise Crítica
Laura Rodrigues Benda
Casa do Direito
(2018)



A Grande Pirâmide
Tom Valentine
Nova Fronteira
(1976)



Livro Infanto Juvenis Sai pra Lá!
Ana Terra
Larousse do Brasil
(2008)



Mireille - Capa Dura - Raro
Frédéric Mistral / G. Nick Ilustrador
Librairie Delagrave
(1932)



Irmãos Unidos
Francisco Cândido Xavier / Vários Espíritos
Geem
(1988)



À Noite
Helga Bansch
Fisicalbook
(2017)



Private - Suspeito nº 1
James Patterson
Arqueiro
(2013)



Livro Literatura Brasileira Em Câmara Lenta
Renato Tapajós
Carambaia
(2022)





busca | avançada
77164 visitas/dia
2,0 milhão/mês