A barba grisalha | Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lobato e os amigos do Brasil
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
Mais Recentes
>>> A Herdeira da Morte de Melinda Salisbury pela Fantastica Rocco (2016)
>>> Uma Gentileza por Dia de Orly Wahba pela Benvira (2017)
>>> Eu sou as Escolhas que Faço de Elle Luna pela Sextante (2016)
>>> Coroa Cruel - Série a Rainha Vermelha de Victoria Aveyard pela Seguinte (2016)
>>> Sade em Sodoma de Flávio Braga pela BestSeller (2008)
>>> Curso de Filosofia em Seis Horas e Quinze Minutos de Witold Gombrowicz pela José Olympio (2011)
>>> O pequeno Principe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> Zoloé e Suas Duas Amantes de Marquês de Sade pela Record (1968)
>>> Expressões Diante do Trono de Ministério de Louvor Diante do Trono pela Diante do Trono (2003)
>>> A separação dos amantes - uma fenomenologia da morte de Igor Caruso pela Cortez (1989)
>>> Os Titãs / A Saga da Família Kent (Volume V) de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> A Universidade em Ritmo de Barbárie de José Arthur Giannotti pela Brasiliense (1986)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins/ (Tradução) Nelson Rodrigues pela Record/ RJ.
>>> Dependência e desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica de Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto pela Zahar (1970)
>>> Tubarão de Peter Benchley pela Nova Cultural (1987)
>>> O Titã de Fred Mustard Stewart pela Record
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 18/6/2015
A barba grisalha
ANDRÉ LUIZ ALVEZ

+ de 600 Acessos

Nesses dias de frio, por descuido, preguiça e diversão, deixei a barba crescer. Daí veio o espanto, dias depois, ao me dar de frente do espelho com os fios quase totalmente grisalhos escorrendo no meu rosto. - A vida é como o dia, quando se vê já é à tardinha e não fizemos nem a metade do que pretendíamos ao acordar. — Sei que Quintana escreveu algo parecido, mas é tão verdadeiro que a frase saiu agora dos meus dedos de forma irresistível — Antes que o reflexo embace no espelho, encaro os fios brancos da barba grisalha e fico sobressaltado com uma bolsa inchada abaixo dos olhos. Era de manhã e eu mal havia acordado claro que meus olhos ainda estavam inchados — pensei -, mas a barba branca não tinha desculpas, era a conta do tempo, que passou ligeiro e eu não vi. Lembrei da conversa do amigo Pedro, que de repente, do nada, passou a ter dificuldade para entender o que as outras pessoas falavam. Desconfiado, procurou ajuda médica e o diagnóstico o surpreendeu: "você não tem nada, apenas está ficando velho". E ele nunca mais se incomodou de pedir ao interlocutor que repetisse a pergunta, prossegue com o rosto virado para o lado, a mão em concha em torno da orelha, tentando escutar o que seu ouvido se recusa compreender. Pedro é mais velho do que eu, mas mantém um indisfarçável sorriso de menino no rosto completamente liso, sem nenhuma farpa branca a denunciar o avanço do tempo. Coço novamente a barba grisalha e me convenço que ela é um certificado que estou envelhecendo e o menino de antes ficou apenas na lembrança. Por um momento penso que estou melhor assim, mais maduro e sereno, muito diferente do que fui antes. Não gosto quando rebusco o passado e encontro aquele rapaz magro do cabelo cachopa e a mente vazia, que varava as noites bebendo com os amigos, deixando para depois o que da fato mais importava. Certa vez, pediram a Nelson Rodrigues um conselho para os mais jovens e a resposta veio certeira: "envelheçam". Quando jovens, pensamos que podemos mudar o futuro para melhor, armado por desatinos e manobras infelizes, mas agora, coçando os pelos grisalhos abaixo do queixo, se pudesse, voltaria ao passado e faria quase tudo diferente; erraria menos, acreditaria menos, não desistiria facilmente de alguns abandonos, buscaria mais, pegaria outra estrada diferente daquela que antes julguei mais atraente. Sei que se acontecesse, algum amigo de então reclamaria do meu jeito senhorio e me compararia com algum velhote prepotente da barba branca e tolos conselhos. Até hoje me comove quando encontro com um antigo amigo como aconteceu recentemente. A primeira confusão foi que já não sabíamos o nome um do outro, que logo desfizemos na franqueza natural de homens maduros. Impressionante os castigos do tempo. Ele era um prezado amigo, por um bom tempo convivemos diariamente em total harmonia, um admirando o outro de tal forma que o apresentei aos Beatles e ele me emprestou um livro inesquecível: "O amor nos tempos do cólera", do Gabo. Enquanto ele perguntava de outro amigo sumido, lembrei de um personagem tolo que se matou porque não queria envelhecer. Mantive os olhos abertos, mas o pensamento noutro lugar, ao mesmo tempo em que ele prosseguia divagando, eu ia pisando de leve naquela nuvem fina do passado, de modo que cheguei a ouvir na mente uma canção dos tempos que éramos jovens, na qual o Renato Russo dizia "ainda é cedo" e estalei os dedos ao perceber que só agora fui entender o que o poeta cantor queria dizer. O antigo amigo se afasta prometendo voltar, mas eu sei que provavelmente aquela foi a última vez que nos falamos: a amizade é uma avenida de duas mãos, uma que vem e a outra que vai, tão embaçada que a companhia ao lado se esvai e nem percebemos. Desligo o pensamento, pego o aparelho de barbear e encaro a barba grisalha refletida no espelho, mas recuo, conformado: nem se eu tivesse o sorriso de menino do amigo Pedro, não conseguiria disfarçar o mais nítido retrato de homem maduro no qual me transformei. Resta aguardar que os anos caminhem por um longo tempo, até que eu sinta o sopro do vento tocando meu corpo magro, enlevado pelo frio impenetrável que move lentamente a barba completamente branca. É o vento, a roda que gira, o tempo que passa.

Postado por ANDRÉ LUIZ ALVEZ
Em 18/6/2015 às 10h02


Mais Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LOS JUEGOS QUE JUEGAN LOS ANALISTAS
MARTIN SHEPARD E MARJORIE LEE
PAIDOS (BUENOS AIRES)
(1976)
R$ 9,28



CONTOS DE ANDERSEN - A SEREIAZINHA
MARY FRANÇA E ELIARDO FRANÇA - 4ª EDIÇÃO
ÁTICA
(1995)
R$ 8,00



ROSAMUNDO E OS OUTROS
STANISLAW PONTE PRETA
CIRCULO DO LIVRO
(1963)
R$ 7,00



CANIBAIS: POR QUE OS ÍNDIOS COMIAM SEUS MORTOS; INFERNO NA AMAZÔN
REVISTA NOSSA HISTÓRIA, ANO 2 - Nº 17 - 2005
VERA CRUZ
(2005)
R$ 17,28



GUNDAM WING
KOICHI TOKITA - HAJIME YADATE - YOSHIYUKI T.
PANINI
(2002)
R$ 10,00



ABC DOS ORIXAS
CARLOS ARAÚJO
NORDICA
(1993)
R$ 11,70



TRÍPTICO DE IDÉIAS
LUÍS WASHINGTON VITA
GRIJALBO
(1967)
R$ 12,00



CHARLAS SOBRE CHAN
HSING YUN
BUDDHAS LIGHT PUBLISHING
(2003)
R$ 25,00



EL HOMBRE Y SU PROPIA IMAGEN: PSICOTERAPIA EXISTENCIAL
ERMANNO DUCCESCHI
STUDIUM (PERU)
(1979)
R$ 19,28



O QUE É REVOLUÇÃO
FLORESTAN FERNANDES
ABRIL BRASILIENSE
(1984)
R$ 12,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês