Governo e Ideologia | Blog de Expedito Aníbal de Castro

busca | avançada
55418 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Balé de repertório, D. Quixote estará no Teatro Alfa dia 27/1
>>> Show de Zé Guilherme no Teatro da Rotina marca lançamento do EP ZÉ
>>> Baianas da Vai-Vai são convidadas de roda de conversa no Teatro do Incêndio
>>> Airto Moreira e Flora Purim se despedem dos palcos em duas apresentações no Sesc Belenzinho
>>> Jurema Pessanha apresenta sambas clássicos e contemporâneos no teatro do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Equipe econômica
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Jornais: conteúdo pago?
>>> Assum Preto, Me Responde?
>>> Assum Preto, Me Responde?
>>> Noturno para os notívagos
>>> A revista Bizz
>>> O elogio da narrativa
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Na minha opinião...
Mais Recentes
>>> O Livro da Psicologia - Coleção: As Grandes Ideias de Todos os Tempos de Vários Autores pela Globo Livros (2016)
>>> Siga Seu Coração: descobrindo um objetivo para sua vida e seu trabalho de Andrew Matthews pela Sextante (2007)
>>> Estado, organização e pensamento social brasileiro de Claudio Gurgel & Paulo Emílio Matos Martins (orgs) pela Uff (2013)
>>> Um Olhar Para o Vale: 100 Mensagens de Fé, Esperança e Amor de Osvino Toillier (Organizador) pela Ieclb (2001)
>>> Viver e Entender a Vida de Sarah Kilimanjaro pela Leb (2000)
>>> 813: Os Três Crimes de Arsène Lupin de Maurice Leblanc pela Lafonte (2021)
>>> Arsene Lupin contra Herlock Sholmes de Maurice Leblanc pela Lafonte (2021)
>>> Estação Carandiru de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (1999)
>>> King of Thorns - Book Two of The Broken Empire de Mark Lawrence pela Penguin (2013)
>>> A Luz Através da Janela de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2012)
>>> Emperor of Thorns - Trilogia dos Espinhos de Mark Lawrence pela Darkside (2014)
>>> Um Curso em Amor de Joan Gattuso pela Rocco (2000)
>>> Prince of Thorns - Trilogia dos Espinhos 1 de Mark Lawrence pela Darkside (2013)
>>> A Casa das Orquídeas de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2014)
>>> Guia do Estudante: Universidade da Vida de César Castellanos D. pela Vision Art (2015)
>>> O Manuscrito de Chris Pavone pela Arqueiro (2015)
>>> The Sinner de Petra Hammesfahr pela Benvirá (2018)
>>> O Homem de Giz de C. J. Tudor pela Intrínseca (2018)
>>> Do Amor e Outros Demônios de Gabriel Garcia Marquez pela Record (2009)
>>> Star Wars: O Último Comando - Trilogia Thrawn 3 de Timothy Zahn pela Aleph (2015)
>>> Bíblia Sagrada Nova Versão Internacional de Bíblia pela Thomas Nelson (2022)
>>> Cidade de Vidro de Paul Auster pela Mistério Gráfico (1998)
>>> Terra Sagrada de Rose Tremain pela Rocco (1999)
>>> O Papai é Pop 2 de Piangers pela Belas Letras (2016)
>>> Mãos limpas, coração puro de Gregory Frizzell pela Aamp (2012)
BLOGS >>> Posts

Sexta-feira, 24/7/2015
Governo e Ideologia
Expedito Aníbal de Castro

+ de 1900 Acessos

O CONTRATO SOCIAL de Rousseau explicita o que é o Estado, como foi "criado", quais suas funções e objetivos. O Estado existe como um "contrato" tácito onde cada um abre mão de algum "direito" em prol do bem estar de todos. Assim é que você não tem o "direito" de matar outra pessoa; se o fizer vai sofrer sanções, perder a liberdade, por exemplo. No nosso país torna-se difícil entender isto porque o Estado abriu mão de sua autoridade em prol dos "fora da lei", ou seja, no Brasil é muito melhor você não cumprir o "contrato social" — ser fora da lei, estar à margem da lei — do que cumpri-lo, porque o próprio Estado já está fora da lei. Esta autoridade foi deixada de lado em troca do beneficiamento de pessoas e outros Estados com comportamentos idênticos. No caso, o Estado Brasileiro abdicou dessa autoridade, desse poder de ser o mediador de direitos e obrigações, ao privilegiar uma parte da população em detrimento dos demais e ao "escolher" para relacionar-se economicamente, outros Estados que também estão "fora da lei".

Assim é que o Brasil, hoje, privilegia suas relações com a Venezuela, a Bolívia, a Argentina, Cuba e alguns países africanos, porque esses países partilham da mesma ideologia que se diz "de esquerda". Não interessa, ao Governo Brasileiro, no relacionamento com esses países, uma troca de benefícios para suas populações mas o fortalecimento político autoritário que guia os governos desses Estados. Assim é que, enquanto internamente sofremos uma crise financeira como nunca se viu antes, o Brasil, até final do ano de 2014, havia liberado quase um bilhão de dólares para construção do porto de Cuba, outros tantos milhões para a Venezuela, assim como para a Bolívia, Argentina e outros. O que caracteriza esses Estados nos dias atuais ? Governos de esquerda, autoritários, onde não há o mínimo respeito aos direitos dos opositores que são presos e cujas famílias sofrem, dos respectivos governos, uma perseguição implacável por causa do posicionamento político de oposição. Por que no Brasil ainda não estamos vivendo isso ? Por causa da mídia que o Lula, a qualquer custo, insiste em amordaçar. Pergunte a qualquer petista o que mais atrapalha o desenvolvimento no Brasil e ele responderá de imediato: A MÍDIA.

A finalidade do Estado é proporcionar o máximo bem estar possível aos seus cidadãos, independentemente de ideologias. Mas o que acontece, de fato, é o crescimento desproporcional dos direitos individuais e das minorias, enquanto a grande maioria da população sofre os efeitos desse desequilíbrio. Vejamos: o Estatuto do Desarmamento proíbe o porte de armas e foi aprovado com base numa premissa totalmente falsa: a de que o desarmamento proporcionaria uma queda significativa no índice de violência. A violência aumentou significativamente e, hoje, o "fora da lei" tem a certeza de abordar um cidadão totalmente indefeso, que reagindo ou não é assassinado da mesma maneira, e esse "fora da lei", seja de maior ou de menor, tem a certeza da impunidade. Já o Estatuto do Menor e do Adolescente não permite, sequer, que a foto do menor infrator seja divulgada, tolhendo acintosamente o direito do restante da população de conhecer e prevenir-se contra tais elementos. Mais, ainda, apesar da variedade de programas televisivos e dos jornais noticiarem diariamente assassinatos, estupros, latrocínios, o Governo parece não ver, ou não acreditar, ou simplesmente não se incomodar com o fato de que dezenas de pais, filhos, sobrinhos, netos sejam mortos diariamente sem que se mova um dedo sequer para conter tal situação.

Impunidade. Quantos milhares de casos já se viu e noticia-se diariamente, que tal indivíduo assassinou um pai de família e que o mesmo já estivera preso não uma, duas ou três vezes, mas quinze vezes ! Por que isso acontece ? Porque a lei foi elaborada de tal maneira a permitir que isso aconteça. Na maioria das vezes o judiciário simplesmente cumpre o que está na lei e, para fortalecer a impunidade, para dar ao criminoso uma cara de sofredor, de pobrezinho, estão aí centenas de ONG's de defesa de "direitos humanos" — alimentadas pelo Governo — a OAB e a Igreja Católica (eu sou católico). Falar em pena de morte, prisão perpétua, trabalho no presídio é estar se condenando ao desprezo dessas entidades que têm todo acesso à mídia. O preso deveria, sim, TRABALHAR para seu próprio sustento como faz todo cidadão. A falta de trabalho nos presídios é um fator que os torna escolas públicas de criminosos e para criminosos. Mas, tudo isso está dentro de uma ideologia que contraria os princípios que geraram "o contrato social", a ideologia "de esquerda", onde as minorias e os indivíduos têm prevalência sobre a grande maioria da população. E como se sustentam essa ideologia e esse governo ? Dando esmolas aos miseráveis, sem sequer se indagar se o miserável tem ou não condições para o trabalho, sem exigir nada em troca, sem qualificar o miserável e sua família, ou seja, tais miseráveis viverão eternamente às custas do Estado.

Anos atrás uma criança foi estuprada e assassinada aqui em Fortaleza que, diga-se de passagem, é a sétima cidade mais violenta do mundo. O assassino foi preso em um terminal de ônibus quando a população queria linchá-lo. A OAB designou uma comissão para acompanhar o cumprimento dos direitos do assassino. E a família da vítima ? Não tem direitos ? Acredito seriamente que, no Brasil de hoje, não.



Postado por Expedito Aníbal de Castro
Em 24/7/2015 às 15h31


Mais Blog de Expedito Aníbal de Castro
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Quem Pegou uma Ponta do Meu Chapéu de Três Pontas Agora Só Tem Duas?
César Cardoso
Gaivota
(2013)



Segurança Pública Como Tarefa do Estado e da Sociedade: Debates
Winfried Jung
Konrad Adenauer Stiftung
(1998)



Histórias do Brasil Profundo
Márcio Moreira Alves
Nova Fronteira
(2003)



Fala sério, mãe!
Thalita Rebouças
Rocco
(2004)



Economia e Mercados: Introdução À Economia - 19ª Edição
César Roberto Leite da Silva; Sinclayr Luiz
Saraiva
(2010)



Cães de Guerra
Frederick Forsyth
Record
(1974)



Os Semeadores de Vida
C. R. P. Wells
Icone
(1998)



Sedução
Nicole Jordan
Essência
(2010)



Os Satélites Artificiais
Rafael Clemente Soler
Biblioteca Salvat
(1979)



Gregos & Baianos
José Paulo Paes
Brasiliense
(1985)





busca | avançada
55418 visitas/dia
1,9 milhão/mês