UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE FINAL) | Impressões Digitais

busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CONGRESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM DAS ARTES NA AMÉRICA LATINA: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO
>>> FERNANDA CABRAL SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
>>> Projeto Entrecruzados lança livro e videodança documental
>>> Inscrições Abertas || Residência Artística no Jardim Botânico de Brasília
>>> Gravação de videoclipe quase provoca prisão do irmão de Gabriel o Pensador
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
>>> Nos escuros dos caminhos noturnos
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> É premente reinventar-se
>>> Contraponto
>>> Aparições
>>> Palavra final
>>> Direções da véspera I
>>> Nada de novo no front
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> Fatos contábeis
>>> Jaula de sombras
>>> Camadas tectônicas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eu matei Marina Abramovic (Conto)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Bonecas Russas especial
>>> Shiko e Chico!
>>> Outubro literário
>>> Entre o Curtir e o Trollar
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> un dos sitios máis modélicos
>>> Senhor Amadeu
>>> Hilda Hilst
Mais Recentes
>>> Regressou numa esteira de Luz de Gerson Simões Monteiro pela Eij (2014)
>>> Sonhos Despedaçados de Ellie James pela Novo Conceito (2014)
>>> A garota do penhasco de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2011)
>>> Princesa das Florestas Livro 4 Parte 2 de Tea Stilton pela Fundamento (2015)
>>> Comer rezar amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> O Comunismo e as lutas Políticas do RN na Década de 30 de Luiz Gonzaga Cortez pela Sebo Vermelho (2015)
>>> 69 poemas de Chico Doido de Caicó de Moacy Cirne Org pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Negociante e Mercadores Mossoró e suas Velhas Firmas de Raimundo nonato pela Sebo Vermelho (2010)
>>> A Pantera De Pijama Cor-De-Rosa de Ganymédes José pela Melhoramentos (1986)
>>> A Máquina Do Tempo de Paulo Mendes Campos pela Tecnoprint (1972)
>>> Eu Gosto Tanto De Você... de Editora pela Editora (1988)
>>> A Cadeira Do Dragão de Carlos Eduardo Novaes pela Nórdica (1980)
>>> O Rei Caracolinho e a Rainha Perna-Fina de Maria Heloisa Penteado pela Ática (1985)
>>> Currais Novos Imagem Tempo Espaço de Francisco ivan pela Sebo Vermelho (2005)
>>> Comida da Terra Nota sobre o Sistema Alimentar do Seridó de Julie A Cavignac pela Sebo Vermelho (2018)
>>> Castanhas do RN de Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Castanhas do Rio Grande do Norte de Organizadores Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Aventuras na historia--21--hitler de Editora abril pela Abril
>>> Aventuras na historia--94--o dinheiro do vaticano. de Editora abril pela Abril (2011)
>>> Aventuras na historia--86--gestapo. de Editora abril pela Abril (2010)
>>> Aventuras na historia--43--apocalipse maia. de Editora abril pela Abril (2007)
>>> Quatro rodas--novo honda cr-v--jac j3 e quente ou uma gelada?. de Abril pela Abril (2012)
>>> Som & carro--a n:1 do som automotivo--45--testes-mercedes c280,corsa. de S&c pela S&c
>>> Carro hoje--52--honda brio. de Motor press brasil pela Motor press brasil
>>> Auto esporte--450--astra gsi--phaeton w12. de Globo pela Globo
>>> Go Girl! Melhores Amigas - Amigas Para Sempre de Chrissie Perry pela Fundamento (2011)
>>> A cor do seu cérebro. de Sheila N. Glazov pela Novo Conceito (2009)
>>> Entre o Céu e a Terra de Bruxa Déia pela Independente
>>> Gestão de Negócios em Alimentação. Princípios e Práticas. de June payne Palacio e Monica Theis pela Manole (2015)
>>> TACO. Tabela de Composição de Alimentos.Suporte para Decisão Nutricional. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2013)
>>> Alimentos saudáveis. Alimentos Perigosos. de Sergio Charlab pela Seleções do Reader's Digest (1996)
>>> Manual da Caça às Bruxas (Malleus Maleficarum) de Heinrich Kraemer e James Sprenger pela Três
>>> Autismo. Esperança pela Nutrição. História de vida,lutas, conquistas e muitos ensinamentos. de Cláudia Marcelino pela M.Books (2010)
>>> Pirâmide dos Alimentos. Fundamentos Básicos da Nutrição. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2014)
>>> Atendimento Nutricional a Crianças e Adolescentes. Visão Prática. de Dith Medeiros de Mesquita, Fernanda Ferreira Corrêa. Maria do Carmo Azevedo Leung. Mônica Santiago Galisa. pela Roca (2014)
>>> Amor e Magia de Marlene Goldsmith pela Pallas (1989)
>>> Emagrecimento Permanente. Nutrição para uma vida saudável. de Manuela Dolinsky pela Roca (2015)
>>> Se... Será, Serafina? de Cristina Porto pela Ática (1991)
>>> Educação Alimentar e Nutricional de Mônica Galisa, Alessandra Paula Nunes, Luciana Garcia, Sandra Chemin pela Roca (2014)
>>> A Vida Íntima das Mulheres - O Relatório Chapman de Irving Wallace pela Nova Fronteira (1980)
>>> A Técnica Literária e Seus Problemas de Carmelo M. Bonet pela Mestre Jou (1970)
>>> Hot--16--+ velozes + furiosos--fuscao 2.6. de Sisal pela Sisal
>>> Moto adventure--144-suzuki--hayabusa gsx1300r. de Grazy turkey pela Grazy turkey
>>> Escolha o Seu Sonho de Cecília Meirelles pela Record (1964)
>>> Écfrase e evidência nas letras latinas: doutrina e práxis de Melina Rodolpho pela Humanitas (2012)
>>> Abc da literatura de Ezra Pound pela Cultrix (2006)
>>> Aula de Roland Barthes pela Cultrix (2004)
>>> Esfinge clara e outros enigmas de Othom M. Garcia pela Topbooks (1996)
>>> Diário de Um Banana - Vol. 6 - Casa Dos Horrores de Jeff Kinney pela Vergara & Riba (2013)
>>> Car stereo tuning--72--hot station. de Grazy turkey pela Grazy turkey (2005)
BLOGS >>> Posts

Sábado, 1/9/2018
UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE FINAL)
Ayrton Pereira da Silva

+ de 2700 Acessos

Como estas páginas já se alongam, força é convir ser necessário um corte epistemológico, para chegar-se até o Existencialismo, embora ao elevado custo de omitir referências a grandíssimos mestres da Filosofia, o que de fato é lamentável. Ser o copidesque de si mesmo é um castigo inimaginável, uma espécie de Caixa de Pandora cuja abertura me foi imposta.

Soren Kierkegaard (1813 – 1855), filósofo dinamarquês, é o fundador do Existencialismo, apesar de nem cogitar de atribuir uma denominação ao corpus em que embasou seus conceitos do que depois viria a ser chamado de Existencialismo Cristão. Foi ele o primeiro filósofo a aprofundar-se no tema da existência e da vida, que para ele constitui um enigma, uma contradição, algo que vai além de nossa finitude para alcançar a eternidade. 

Ao contrário de muitos existencialistas que surgiram mais de um século depois, Kierkegaard nunca foi arauto de si mesmo. Era um eremita urbano: separou-se da família, desfez o noivado para dedicar-se exclusivamente à construção de sua obra. Escrevia com diversos pseudônimos, construindo uma espécie de labirinto quase inextricável, onde se abrigava. Quem deu o nome de Existencialismo à sua corrente filosófica foi o filósofo francês Gabriel Marcel, logo depois da 2ª Grande Guerra, quando uma onda de reumanização arejou o planeta.

Kierkegaard professava o cristianismo, consistente no Evangelho. Daí ser considerado o fundador do Existencialismo Cristão, por crer no Cristianismo e não no Velho Testamento anterior a Cristo. Suas dissidências com os bispos e sacerdotes da igreja luterana se agravavam então a cada dia.

O Sócrates dinamarquês, como também o chamavam, é o pensador maior do século XIX. Para ele, existir é uma aventura perigosa, que envolve a opção de lançar-se à vida, construindo-se como se desejaria ser. Ele traça com clareza o perfil da individualidade a partir da dialética vida-morte, que no seu desdobramento nos disponibiliza os dons da existência e da liberdade em potência, que só se transformam em essência, quando o ser humano decide viver em plenitude, durante sua transitória estada no teatro planetário. Ou seja: “a existência precede a essência”, que veio a ser a pedra fundamental do Existencialismo. 

Kierkegaard também analisa, sob o prisma estritamente filosófico, a possibilidade de vivermos sem Deus, ou outro Ser Supremo, abordada por ele e, muito depois, reafirmada por Sartre na esteira do pensamento daquele.

Na visão do filósofo dinamarquês, o homem constrói-se a si próprio na medida em que é produto das suas escolhas ao longo da vida. Sempre estamos às voltas com as circunstâncias que nos envolvem a exigir de nós optarmos que decisão tomar, arcando, necessariamente, com as consequências boas ou más que dela advierem.

Há quem afirme que seria implausível uma filosofia no estádio evolucionário de hoje sem as concepções kierkegaardianas, entre os quais Ludwic Wittgenstein, um dos mais influentes pensadores do século passado.

O boom existencialista só ocorreu — mais de cem anos depois da morte de Kierkegaard — em meados de 1950, com Sartre, Heidegger, Camus e Simone de Beauvoir, entre outros. Todos se declaravam ateus, e rejeitavam ser tachados de existencialistas: diziam-se humanistas. Todavia, reafirmaram o princípio já visualizado mais de cem anos antes pelo Sócrates dinamarquês — quando acentuou que o ser humano é que define, por meio de suas opções, o rumo de sua vida.

Sartre diz, em última análise, o mesmo que Kierkegaard sobre tal aforisma, ou seja, ao nascer o ser humano apenas existe e só principia a viver quando adquire a consciência de si mesmo, de estar no mundo, que o filósofo francês define como o ‘para-si’ (pour-soi), em O ser e o nada. Antes, quando existe, o ser humano é um “nada”, que só começa a “ser” quando inicia as escolhas que irão talhar o seu caminho. E pode fazê-lo com total liberdade por depender só dele.

Jean-Paul Sartre foi o mais conhecido dos existencialistas daquele tempo, sendo tanto festejado quanto hostilizado. Sua obra maior já mencionada é um resumo do seu pensamento autointitulado humanista.

Já Heidegger cunhou uma linguagem própria para o que chamava de analítica existencial, enfeixada no livro Ser e tempo, incidindo no mesmo artifício de não se dizer existencialista e sim humanista. Heidegger não conseguiu deslindar seus próprios conceitos, que deixou no ar...

De Heidegger restaram os conceitos aflorados em seu Ser e tempo, como o ser-aí (dasein), o ser singular que possui existência e vida próprias, sendo o mundo o seu lugar.

Ao fim e ao cabo, o que dele restou não constitui um corpus filosófico, e sim uma série de questionamentos e indagações que deixou sem resposta, perdido na selva oscura de seu próprio linguajar. Isso sem falar nos polêmicos Cadernos negros em que o pensador alemão misturou Filosofia com política, gerando um verdadeiro nó górdio que não conseguiu desfazer.

Por mais um desses paradoxos de que a vida é pródiga, a obra de Martin Heidegger talvez ainda seduza alguns estudiosos em razão do que ficou sem ser decifrado, como uma espécie, algo atípica, de obra em aberto.

Albert Camus e Simone de Beauvoir completam o grupo existencialista do segundo quartel do século XX, ambos eram romancistas. Romancear é filosofar, disse o autor de O mito de Sísifo, prêmio Nobel de literatura.

Simone de Beauvoir teve uma relação conturbada com Sartre. Em A cerimônia do adeus, Beauvoir descreve as reflexões filosóficas de Sartre acerca do processo de envelhecimento.

É de se sublinhar a insistência com que os autointitulados humanistas daquela época negavam a existência de Deus, cuja presença imperceptível pelas vias sensoriais parecia perturbá-los. Este, a meu ver, o ponto nodal do existencialismo ateu, que não cuidou do tema com o devido aprofundamento, talvez por uma questão de coerência com sua ótica materialista, jamais se descolando dessa fixação.

A existência de Deus ou a sua inexistência tem dado margem a infindáveis indagações e especulações desde os pré-socráticos, há cerca de dois milênios e meio. E até hoje persiste sem resposta. Parece até que somos iguais àqueles reclusos da alegórica Caverna de Platão...

Para mim, particularmente, trata-se de um problema que desborda do espectro investigativo da Filosofia, embora me considere cristão. Mas isto é uma opção de foro íntimo. Ontologicamente, a Filosofia trata do ser enquanto ser, que desaparece ao morrer, deixando de ser. O que virá depois é algo que constitui objeto da teologia, da fé, das crenças diversas, das religiões, sejam monistas, dualistas e também da descrença, do ateísmo, do agnosticismo etc. etc. etc.

 Na verdade, a mim me parece, eu que não vou além de um mero aprendiz, que essa controversa e intrincada questão transcende a racionalidade que nos é própria, balizada pela finitude, ou seja, enquanto pudermos exercer o livre-arbítrio, seremos os únicos responsáveis por nossas ações e omissões, durante o tempo e o espaço de nossa breve permanência entre os viventes.

Depois vem o salto no escuro.

Ayrton Pereira da Silva



Postado por Ayrton Pereira da Silva
Em 1/9/2018 às 10h35


Mais Impressões Digitais
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O REINO DO DRAGÃO DE OURO
ISABEL ALLENDE
BERTRAND BRASIL
(2011)
R$ 31,48



TRADUÇÃO E RUÍDO NA COMUNICAÇÃO TEATRAL
GEIR CAMPOS
ÁLAMO
(1982)
R$ 13,00



FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
MARIA APARECIDA VIGGIANI BICUDO (ORG.)
UNESP
(2018)
R$ 30,00



PEQUENA ANTOLOGIA AMOROSA - JUAN DE LA CRUZ (LITERATURA ESPANHOLA - SÉCULO XVI)
JUAN DE LA CRUZ
LACERDA
(2000)
R$ 7,00



CRIMES PREVIDENCIÁRIOS (SÉRIE CIÊNCIAS CRIMINAIS NO SEC.XXI - VOL1
LUIZ FLÁVIO GOMES
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2001)
R$ 12,00



OS SENHORES DAS GERAIS: OS NOVOS INCONFIDENTES E O GOLPE MILITAR DE 1964
HELOISA MARIA MURGEL STARLING
VOZES
(1986)
R$ 12,00



PARA UMA NOVA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS
MÁRIO A. PERINI
ÁTICA
(1989)
R$ 12,00



PORTUGUÊS PASSO A PASSO VOL 7
PASQUALE CIPRO NETO
GOLD
(2007)
R$ 5,00



LULA E O PT - DA ESPERANÇA AO FEIJÃO-COM-ARROZ E OUTROS ESCRITOS
FERNANDO A. MOURÃO FLORA
THESAURUS
(2009)
R$ 25,00



REVISTA XBOX--87.
EUROPA
EUROPA
R$ 16,00





busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês